MENU

sexta-feira, 17 de agosto de 2018 - 19:42Arquitetura & urbanismo

ENCHE O TANQUE

Primeiro posto de gasolina de Poços de Caldas, segundo o irmão Edu Alvisi. Texaco. Será que está lá ainda, esse predinho?

postocaldas

12 comentários

  1. Silvio Carlos Mendes disse:

    Não è meu tempo, meus pais com certeza, O posto é em Cabo Verde, a Igreja ao fundo, as casas ao lado . Maravilhosa foto .

  2. Sync disse:

    Isso aí deve ter sido 1933/1935, e se for isso mesmo, o preço da gasolina, trazido para o dia de hoje e convertido em reais e indexado ao salário mínimo, seriam inacreditáveis R$ 0,13 …. Porque a gasolina até os anos 30 era vendida em galões e lojas de ferramentas e insumos para itens agrícolas, normalmente para alimentar as motosserras e alguns tipos de motores de trabalho, e quando os carros tomaram conta das ruas dos anos 20 para os 30, continuou assim barata por muito tempo até o Juscelino decidir criar os impostos sobre circulação rodoviária que sextuplicaram o preço sob o pretexto de aplicar em construções de rodovias e aquela balela toda, na época pouco se chiou porque só a minoria absoluta tinha carro, e para um cara de alta renda tanto faz pagar 0,10 ou 10,00 no litro, aí começou a escalada para a Lua do preço que hoje chega aos imorais R$ 4,60 o litro em média, sem falar que hoje 20% é alcool e nos anos 30 era pura, apesar ser de mais poluente naqueles tempos. (engraçado que o combustível era barato mesmo sendo 100% importado pois aqui não havia refinarias)

    • Eduardo Aranha disse:

      O carro ao lado do posto não seria um Ford 1940, com presença bem comum em filmes americanos na Segunda Guerra Mundial? E se bem me lembro, o carro deste modelo, que aparece no trecho inicial de um dos melhores filmes desta guerra “O soldado Ryan” de Steve Spilberg?

  3. KLEBER REZENDE disse:

    Talvez realmente não seja em Poços de Caldas, quem conhece vai confirmar, talvez seja outra cidade e a foto refere-se ao ônibus (Jardineira) que fazia a Linha Muzambinho x Poços de Caldas. Falando em Poços de Caldas, vai estar lá no final do Mês?

  4. LUIZ A A GONCALVES disse:

    Morei em poços de caldas e pelo horizonte onde fica o cristo hoje deve ser na parte comercial da cidade. Infelizmente ao que me parece nenhum dos prédios em volta se encontra em pé nos dias de hoje.
    A linha Muzambinho-Poços de Caldas existe até hoje.

  5. Thiago Cerqueira disse:

    Sei que aqui não é o local.
    Tomei coragem e resolvi perguntar.
    Qual o nome dela?
    Ele Escreve um diário no presente?
    É uma carta pra ela no pós relacionamento?
    É uma memória dele pré morte?
    Que agonia meu deus.
    Amei a construção dele. Um homem de “sucesso” que não fez nada de importante. Que ninguém lembra ou lembrará.
    Quando escreverá o próximo?
    Amei ver o nome Sergipe,
    Que raiva que só tinha 140 páginas. Da próxima vê se escreve umas 200 no mínimo.
    Adorei o livro.

  6. Pedro Mello disse:

    Flávio, esse posto de gasolina me lembra uma outra postagem da série Enche o Tanque. No caso esta http://flaviogomes.grandepremio.com.br/2012/05/enche-o-tanque-113/#!prettyPhoto .Este posto Texaco seria o mesmo. Portanto não seria em Poços de Caldas, mas sim em Cabo Verde/MG. Como esta foto é mais antiga, seria o mesmo posto em épocas diferentes.
    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>