SOBRE DOMINGO DE MANHÃ | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 5 de setembro de 2018 - 18:56F-1

SOBRE DOMINGO DE MANHÃ

sobreita181

Na contramão: Vettel perde a corrida de novo na primeira volta

RIO (glacial) – A imagem nem é esteticamente muito marcante, mas não tem jeito. Essa foto aí em cima resume o GP da Itália. A discussão é: Vettel errou?

Tem gente dizendo que ele ver errando muito. Nico Rosberg foi um deles. E que num campeonato desses, essas coisas são fatais. Não se é campeão fazendo cagada. Já falei sobre o assunto segunda, no textão pós-GP da Itália. Acredito que o maior e mais desastroso erro de Sebastian no ano tenha sido o da Alemanha. Esse aí, OK, podia ter sido um pouquinho mais cauteloso, mas… Vocês já sentaram num carro de F-1 numa largada? Muitas vezes, não acontecer nada e acontecer tudo é só uma questão de sorte. De bumbum virado para a lua, que é o que está se passando com Hamilton.

De qualquer maneira, se a fase é instável, melhor optar pela cautela. O mais seguro ali era mesmo tomar o lado de fora, para fazer a segunda perna da chicane com alguma preferência. Só que é fácil falar depois. Sigo isentando Tião Italiano. O que não quer dizer que as consequências de sua escolha não tenham sido trágicas.

O que me incomoda um pouco é esse resmunga-resmunga sobre pegar o vácuo no sábado, perder a pole, correr “contra três carros”. Pombas, Kimi tem direito de fazer uma pole. Esse festival de choramingo só faz mal para todos, internamente. OK, Raikkonen nem liga, não sabe nem se vai ficar na equipe, mas numa hora dessas, harmonia 100% é muito necessária.

Em frente?

O NÚMERO ITALIANO

sobreita182…pódios soma Kimi Raikkonen agora na F-1, e conseguiu atingir os três dígitos num lugar bem apropriado, o templo de Monza. A primeira taça foi a do terceiro lugar na Austrália em 2002, pela McLaren. Com a equipe inglesa, juntou 36 troféus. Pela Lotus preta, quando voltou à F-1, foram 15. E nas duas passagens pela Ferrari, 49. Os pilotos na frente dele que têm as maiores estantes no mundo são Schumacher (155 troféus), Hamilton (128), Vettel (107) e Prost (106). O brasileiro com mais pódios na F-1 é Senna, com 80, em sétimo nas estatísticas.

A alegria “contagiante” de Kimi no pódio talvez tenha incentivado a turba italiana a apupar Hamilton, que não estava nem aí. Uma semana depois de tomar uma surra na Bélgica, deu o troco na Ferrari ganhando na casa dela, com uma atuação muito, mas muito convincente.

sobreita183Segundo nosso cartunista Maurício Falleiros, fez seu carnavalzinho fora de hora e particular em Monza, deixando os bailes de máscaras de Vaneza para quando eles chegarem. Curti a folia!

E o Verstappen, hein? Menino marrento dos infernos, mas gosto… Se bem que, de novo, aparentemente, ele mudou a direção numa freada, tocando as rodas de Bottas. O moleque não aprende, acha que está certo, que isso é corrida, que ninguém o deixa em paz.

Pode até ser, mas já tem um tempo que não pode. Se não pode, não faz. Fácil. E nem adianta reclamar.

Quem tem de reclamar é Ricciardo, que vive o famoso fim de feira na equipe que ele mesmo já dispensou. Seu carro quebrou de novo — sexta vez no ano, quarta por problemas mecânicos. Será assim até o fim do ano, uma má vontade desgraçada da Red Bull com ele.

A FRASE DE MONZA

sobreita184

Buemi: Toro Rosso?

“Ciao Seb! Our reserve driver stopped by earlier today for another seat fit.”

Vou desvirtuar a bagaça, porque a frase foi escrita hoje em Faenza, que não é longe, e pelo Twitter. Mas significa notícia importante, após um GP de declarações pouco bombásticas. A Toro Rosso postou a foto de Buemi fazendo um banco no seu carro de F-1 na fábrica que fica no norte da Itália. Será?

E terminamos com a nossa tradicionalíssima “Gostamos & Não gostamos” na versão graficamente mais pobre — que, no entanto, continua um show de conteúdo.

GOSTAMOS - De ver a pobre Williams colocar os dois carros nos pontos, ainda que na rabeira do top-10. Não é alento nenhum, mas pelo menos Sirotkin não deixará o mundo da F-1 sem largar para trás o pequeno rastro de um ponto conquistado com suor e lágrimas.

NÃO GOSTAMOS - De ver o esforço todo de Grosjean indo por água abaixo, após um sexto lugar difícil, correndo de motor Ferrari, e em Monza. Foi desclassificado, e o pior é que receio que ele já sabia que seria desde o início, assim como a Haas. A Renault protestou o carro assim que acabou a prova.

20 comentários

  1. CRSJ disse:

    O Vettel vai entregando esse campeonato pro Hamilton mesmo em situações favoráveis, e o Raikkonen teve o seu centésimo pódio, mas com um sabor amargo por ter perdido a vitória depois de ter sido caçado pelas duas Mercedes. Verstappen já faz uma coleção de pódios perdidos por penalidades. Depois de ter voltado a ser nanica a Williams acabou fazendo uma corrida satisfatória em Monza colocando seus dois carros nos pontos depois da desclassificação do Grosjean que foi sexto. O campeonato de 2018 já começa a chegar na sua fase decisiva e o Hamilton parece caminhar sem dificuldade rumo ao Pentacampeonato.

  2. ms disse:

    vettel pode espernear o quanto quiser mas o caneco do campeonato de 2018 é do hamilton

  3. João Eduardo disse:

    Flavio, no meu entendimento e de muitos, é que nessas situações de disputas Vettel sempre esta errando, escorregando, se dando mau, como queira dizer. para alguém que tem 4 títulos não dá pra “errar” tanto. Se fosse “Grojã” todos estavam falando um monte….

  4. Ricardo disse:

    E essa fonte verde limão com fundo branco? Deus tá vendo!

  5. Fernando disse:

    Ok, todos sabemos que todo campeão precisa ter um pouco de sorte, mas essa história do Hamilton estar com o bumbum (bumbum???) virado prá lua já deu né? Ele já teve carro quebrado, já foi punido, foi prejudicado por safety cars (inclusive domingo), virou “alvo” de Vettel, vamos falar a real, ele esta na posição que esta – com um carro mais lento que a Ferrari – apenas porque pilota uma barbaridade e pelos erros de Vettel e da Ferrari. Prá que desvalorizar o negão? Eu hein… E também acho que o erro de Vettel não foi nada de outro mundo, realmente é muito fácil errar ali, na primeira volta, aquela zona toda, concordo contigo, acontece, coisa de corrida, ainda bem que não prejudicou ninguém.

  6. Paulo F. disse:

    Três carros?
    Vai chorar na cama que é lugar quente.
    E quanto a Haas, RB e TR usavam carros idênticos, o que era proibido, só mudava o motor e ninguém falava patavina . Quando os caras estiverem de saco cheio destas picuinhas e largarem a F1 tem gente que vai dizer que é injusto….

  7. Rafael Chinini disse:

    PILOTOS RECLAMAM DE MAIS!!! pqp!!
    que voltam a classificação para uma volta unica como era em 2003, assim param de chorar por correr COM OUTROS CARROS EM UMA CORRIDA! (ué?)

    obs: eu sou a favor da classificação como era em 2003 apenas em Mônaco.

  8. LUIZ CARLOS MONTENARIO disse:

    Flávio, bom dia.

    Ainda gostaria de insistir no “jogo de equipe”. Você não acha que a Ferrari deveria pensar mais nisso se quiser ganhar o campeonato? Não trata-se de uma prática ilegal. Pelo contrário, em determinadas situações de corrida, a Mercedes está utilizando muito bem. Acredito que a Ferrari vai perder este campeonato, não pelos erros do Vettel mas pelos seus próprios erros.

  9. Gus disse:

    “Vocês já sentaram num carro de F-1 numa largada?” Não, caro FG, infelizmente não. Mas Vettel já sentou centenas de vezes ali e deveria saber – abusando dos “clichês” – que não se ganha uma corrida nas primeiras curvas. Isso até a gente sabe…
    Tá faltando estofo de campeão nos momentos mais difíceis. E momentos difíceis incluem correr contra três carros (Hamilton, o servil companheiro dele e o Raikkonen, que não dá a mínima pelota para a hierarquia do time).

    • Renato F1 disse:

      Engraçado: a Se Ferra-ri gosta tanto de priorizar um piloto e, agora que as coisas não estão dando certo, o Vettel joga tudo no ventilador? Uai, seja piloto, coloque a faca entre os dentes e faça a pole no sábado. Agora, dizer que terá de correr contra três carros é ingenuidade. Quer dizer que os carros da Red Bucha abrirão passagem para ele em todas as corridas?

  10. Bjerget disse:

    Vettel está sem equilíbrio emocional . Motivo deve ter. Ao meu ver, o estilo de trabalho da Ferrari deve irritar, principlamente para quem iniciou em uma equipe Austríaca. O modo como trabalha um Austríaco é muito diferente de como trabalha um italiano. Schumacher resolveu isso em sua época, escolhendo praticamente toda a equipe Vettel não tem esse poder, são outros tempos. Ao meu ver a parceria Vettel/Ferrari dura pouco, as coisas não vão bem. Arrisco até dizer que em uma descendente, ele volta para a Red Bull.

  11. Clayton Araujo disse:

    Vettel errou feio mais uma vez! Quem luta pelo título contra um Hamilton, não pode errar como ele erra. Hamilton quando tem chance, pisa na cabeça do Sebastian com força, sem pena. Naquela circunstâncias que aconteceu o toque, era totalmente inevitável, bastava contornar a chicane mais aberto, ele, Vettel, sabe que o Hamilton vem sempre babando pra cima dele. Então era contornar a chicane por fora, talvez perder a posição, e correr atrás e ultrapassar o Hamilton na reta ou quem sabe na volta seguinte. Passaria o Kimi fácil fácil e correria para o abraço em direação ao caneco. Faltou cérebro. Jogou, mais uma vez, o trabalho da semana toda no lixo. Hamilton agradece, e se os céus não lhe punir, será penta.

  12. joao calango disse:

    Eita, o Buemi vai trocar a Formula – E e a WEC para andar na Toro Rosso?

  13. Plinio disse:

    O que complicou o Vettel foi a fechada na largada. Kimi chutou o balde. Nada de ser apenas escudeiro. Seria o efeito Leclerc?

  14. Roberto disse:

    Eu não concordo com você, FG.
    Na Alemanha, errou porque o seu Amilton vinha voando na pista úmida com um pneu ultramacio. Ou seja, tinha mais aderência e conseguia aquecer melhor. Daí, a grande diferença para todos que estavam de macios. Seu Amilton ia passar de qualquer jeito.
    Erro, foi em Baku. Carro mais rápido e fez aquela cagada. Na França também.
    Em Monza, pirou o cabeção. Deixava o seu Amilton no vôo de galinha e retomava o segundo lugar na volta seguinte. O Kimi fez isso com seu Amilton sem dó,. Tomou de volta exatamente onde seu Vettel rodou. O vôo de seu Amilton em cima do Kimi foi de avestruz. Não durou duas curvas.
    E outra, seu Amilton não erra e a Mercedes parou de fazer cagada. Aí, fica difícil para seu Vettel.
    Rosberg só ganhou o campeonato em 2016 porque seu Amilton quebrou em Singapura. E esse ano, a Mercedes já quebrou. A Ferrari, não. Não coloquei o ainda não para ter campeonato. Porque se quebrar, vamos falar de 2019.

  15. Ricardo Bigliazzi disse:

    Realmente não dá para ficar errando contra o Hamilton. Ele é muito bom.

    Primeira vez em anos que temos duas equipes com carros muito equivalentes. Bom para a F-1, isso é raro, hoje e sempre.

  16. Pô, Flávio! Essas cores que você escolhe para “O número do GP” não dá! Semana passada e essa semana foi difícil de ler. Assim você quebra os seus velhos leitores velhos! Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>