“GP ÀS 10″: SALVEM O MUSEU | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 11 de outubro de 2018 - 11:52Gomes, Grande Prêmio

“GP ÀS 10″: SALVEM O MUSEU

9 comentários

  1. Werner disse:

    Flávio, admiro o blog e o acompanho demais. Não gostei deste vídeo. Me incomodou o fato de ficar olhando constantemente para o jogo de futebol. Quando deixa a televisão de lado e vira o pescoço pra ver algum lance fica engraçado. Desse jeito, de frente, não legal não. Abs!

  2. Pedro Ramos disse:

    Estive no museu em 2006. Realmente uma experiência marcante para um fã de F1. Várias McLarens e Williams, Tyrrell p34, Lotus 72, as Lotus do Jim Clark. Mas na época já me perguntava como aquilo se sustentava. Lembro que fiquei lá dentro por umas 3 ou 4 horas e encontrei no máximo outros 5 visitantes. Lembro que cheguei a ficar uns 5 minutos sozinho com a Lotus 72 (nem funcionário do museu havia) e fiquei tentado a tirar uma foto dentro do carro (óbvio que não fiz). Achei que era mantido pelo autódromo com os lucros dos eventos. Infelizmente nesse mundo de acesso rápido e fácil a informação, os museus estão perdendo sua função.

  3. CRSJ disse:

    É difícil de acreditar que isso esteja acontecendo bem no berço do automobilismo mundial. Só um milagre tipo a abertura do Mar Vermelho pra salvar esse museu.

  4. Antonio Seabra disse:

    Sem duvida, é um fato triste.
    Infelizmente é uma tendencia dos últimos anos, alguns belos museus que eu conheci já se acabaram; Como exemplo, aqui no Brasil, os museus da Ulbra em Novo Hamburgo, o do Robert Lee em Caçapava, e o museu de Brasilia (que eu não visitei). No exterior, o museu de Pierre Bardinon in Mas du Clos, e agora esse de Donington.
    Aqui no Brasil alguns museus da aviação também se foram, como o de Bebedouro e o museu da TAM, em São Carlos.
    Dificilmente museus desse tipo sobrevivem ao seu fundador e mantenedor, a não ser os museus de fabricas ou aqueles encampados pelo estado, como o de Mulhouse (antiga coleção Schlumpf).
    Alias, acho que um dos museus de Gramado, o Hollywood Dream Cars, também fechou.

    Antonio

  5. Cleverson disse:

    Salvem o Museu. Mas outra notícia deixou os admiradores do automobilismo mais tristes. O pessoal d´O Globo dispensou o Celso Itiberê… tremenda falta de sensibilidade… nem deixaram a temporada terminar. O motivo? O tal corte de custos… Que os comentários dele continuem em outro veículo de comunicação. Quanto ao pessoal d´O Globo… azar o deles por não terem mais o Celso Itiberê em seu time de colunistas… :-/

  6. Everaldo Dias de Sousa Junior disse:

    Eu tive o privilégio de ir três vezes à pista de Donington Park. Mas só na última, em maio passado, tive a chance de entrar no museu. Nas outras, fui ao Download Festival que acontece na pista e por isso fechavam o museu. A experiência foi fantástica pra qualquer apaixonado por Fórmula 1. A primeira Williams pilotada por Senna, a de 90, a de 93. E tantos outros carros. Realmente, dói no coração ler uma notícia dessas. Só quem é apaixonado pela coisa sentirá. O mundo vai ficando cada vez mais triste. Me considero uma pessoa fria, mas essa notícia me fez sentir vontade de chorar…

  7. Alessandro Neri disse:

    Um local sagrado que deveria ser tombado. E olha que é na Inglaterra… Apenas mais um triste capítulo da agonia do automobilismo rumo à sua extinção. Fenômeno irreversível impulsionado por dois “motores” centrais: o carro se tornou um “vilão” do mundo contemporâneo e a nova geração, “a molecada”, não tá nem aí para carro ou corrida de carro. Não existe uma renovação do público de automobilismo tanto que as audiências despencam em todas as categorias no mundo todo ( salvo a MOTOGP). Automobilismo nos tempos em que vivemos é o supérfluo do supérfluo e a cada dia perde mais sua razão de ser. Infelizmente.

  8. Dorival disse:

    Você realmente falou isso?

    “Intervenção do estado”

    Intervir sobre propriedade privada?

    Porque o estado não criou o museu?
    Se o estado o quizer que pague por ele, e não “intervenção.” Aposto que esses anos todos mamou impostos sobre os ganhos do museu.

    Que absurdo!

    Somente a minha opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>