KUBICA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 22 de novembro de 2018 - 11:53F-1

KUBICA

RIO (milagre, quase) – E a Williams finalmente confirmou Robert Kubica  como seu piloto titular para 2019. Aos 33 anos, o polonês retoma a carreira interrompida no começo de 2011 num acidente horrendo em uma prova irrelevante de rali. Quase perdeu o braço direito, e ninguém em sã consciência apostaria um zloty furado na sua volta às competições, muito menos à F-1.

E eis que oito anos depois o cara volta a pilotar num Mundial. O que já deveria ter acontecido nesta temporada, diga-se, já que tinha fechado contrato com a Williams para 2018 depois de fazer alguns testes em 2017. Foi atropelado na reta final das negociações pela grana de Sirotkin, que ficou com a vaga.

Pode-se dizer que foi sorte dele, inclusive. Como piloto de testes, não teve de passar vergonha no carro medonho que a Williams produziu para esta temporada.

Agora, o time tenta se reestruturar — com poucas chances de sucesso, sendo bem sincero. A Williams terá num de seus cockpits o ótimo novato George Russell, alocado pela Mercedes, mas nada indica que o carro de 2019 dará um salto de qualidade semelhante ao que a Sauber conseguiu de 2017 para 2018 com apoio técnico da Ferrari. Kubica no outro assento será importante para ajudar a melhorar as coisas. Neste ano, com dois imberbes como Sirotkin e Stroll, a equipe ficou patinando no mesmo lugar, sem progresso algum desde o primeiro dia em que seu carro foi para a pista.

Kubica, pelo menos, conhece o assunto, embora nunca tenha competido na era híbrida. Por isso se antevê alguma dificuldade inicial para compreender o funcionamento dos motores que a categoria usa desde 2014. Mas ele é esperto e bem dotado intelectualmente para aprender rápido. Os maiores problemas da Williams, na verdade, não estão nos motores — que são feitos pela Mercedes. O grande pênalti nesta temporada foi a concepção aerodinâmica e mecânica do automóvel, mesmo. Em outras palavras: o carro era ruim pra cacete, e os pilotos, idem.

O retorno à F-1 depois do que sofreu em 2011 é a vitória de um sujeito persistente, dedicado e perseverante. Muito talentoso, Kubica era tido, há oito anos, como futuro campeão do mundo. Desejado por equipes de ponta, mais cedo ou mais tarde acabaria sentando num carro capaz de lhe dar um título.

Não será mais o caso. Por melhor que seja, Kubica não terá tempo na carreira para um dia ser contratado por Ferrari, Mercedes ou Red Bull, a turma que hoje dá as cartas na categoria. Mas será muito emocionante vê-lo num grid no ano que vem.

kub19

28 comentários

  1. Alfredinho disse:

    Seja novamente bem-vindo! E se prepare para encarar uma gurizada cheia de gás.

  2. Amaral disse:

    A verdade, na minha humilde opinião, é: Se a categoria nunca teve pena de ninguém, não seria agora com o Kubica.
    Que pese a questão de que hoje ele tem um braço e meio. Assim mesmo é mais piloto que um terço do grid atual.
    E em um ano na equipe ele conseguiu mostrar um pouco do que pode fazer.
    Merecido esse retorno. Não só pela superação, porque não tenho esse pieguismo, mas porque ele sempre se esforçou pra retornar. Conseguiu mostrar que poderia ter condições, esse é o real mérito dele. Dinheiro? Todo mundo, de alguma maneira, dá dinheiro. Seja pagando ou dando retorno em publicidade ou resultados.

  3. CRSJ disse:

    Como a Williams está no Fundo do Poço, o KUBICA é o melhor que se tem pra arranjar.

  4. Marmelada-44 disse:

    Vai ter que mostrar alguma coisa além do marketing da superação.

  5. Markonikov disse:

    Deu até lágrima no olho … verdadeiro Zanardi de nossos tempos …

  6. Bruno Carlo disse:

    O Kubica faria mais que o Bottas na Mercedes.

  7. Henrique Marleno disse:

    Engraçado que na imprensa brasileira, sempre pronta para demonizar pilotos pagantes, ninguém fala que Kubica comprou seu lugar na Williams por 17 mi e só tirou Sirotkin porque o russo não conseguiu cobrir a oferta e a Mercedes não quis comprar um segundo lugar na equipe para o Ocon.

    Mas se a história da volta do Kubica é boa, o que interessa a razão real pela qual ele está voltando?

    • Amaral disse:

      Todo mundo, na prática, paga pra correr. Um Vettel ou um Hamilton, se não trazem milhões em patrocinadores, dão milhões em retorno de resultados e publicidade, só por isso são pagos – e bem pagos – pra correr.
      A gente adora “pegar um pra Cristo”, a verdade é essa. Se fosse um outro moleque qualquer em vez do “Kúbitza”, realmente todo mundo meteria o malho.
      Mas tô muito feliz de ver ele de volta. Vai dividir minha torcida ano que vem com o Leclerc.

  8. Flavio Padilha disse:

    Saudações Flavinho Gomes!!!
    Pelé disse Love, Love, Love! Após se aposentar do futebol e voltar em grande estilo no Cosmos…Kubica repete o nosso astro rei, já que a F1 perdeu Alonso e caminha para mais uma temporada de Mercedes e Ferrari, já que a Red Bul vai ser um vexame de Honda.
    A notícia é super legal mas tem um problema, a Williams ser mais uma vez horrorosa e ele ter que se aposentar de vez, não como o Grande Robert Kubica, mas como o Ronaldo Fenômeno no Corinthians, gordo e fora de forma.
    Abração

  9. John Player disse:

    Os iludidos podem comemorar á vontade. Me desculpem, mas é ilusão.
    Mas, a verdade é que, ainda mais em se tratando de Williams, só deram a vaga para o Kubica por ser uma solução MAIS BARATA.
    A Williams precisa de um piloto experiente. E Kubica não está recusando oportunidades, não vai pedir o mesmo $$$ que pedia antes do acidente que sofreu e que deixou na atual condição.
    Infelizmente, para o Kubica inclusive, essa é a verdade. O Kubica sabe disso.
    Todo o floreio, toda a animação é só ilusão.
    Kubica vai sofrer pilotando numa F1 muito mais competitiva (pelo quantidade de pilotos de alto nivel no grid da F1 atual, a maioria bem jovem) do que na sua época, quando surgiu.
    Com “um braço e meio” fica muito pesado, por mais talentoso que o polonês seja. Um braço e meio + um carro horrível….

  10. zé clemente disse:

    É o segundo aposentado que a Williams contrata recentemente. A equipe não tem opçoes por conta da situação, e ele tambem não. Uniram as necessidades, é assim que penso que foi tomada a decisão.
    Mas esse cara é talentoso, guerreiro (isso é muito importante) e já mostrou na pista que consegue pilotar. Que resultado dará isso depende não apenas dele, acho até que depende mais da equipe do que dele. Vai ser insteressante ver esse cara largar de novo numa corrida e ver a diferença de rendimento entre ele e o companheiro.
    Mas uma coisa me dá muita curiosidade. Esse cara é canhoto? Se for já começa com uma segurança a mais.

  11. Elco disse:

    Pelo simples fato de George Russell estar na Williams está claro que a Mercedes vai investir e transferir tecnologia para a Williams. A Mercedes jamais iria queimar sua grande promessa numa equipe, onde Russell não pudesse adquirir experiência e desenvolver seu talento.

  12. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G : A F-1, as vezes monta uma história com um final feliz,aqui podemos dizer que o Piloto merece o reconhecimento que kubica, seja muito feliz ao retorno, boa sorte.

  13. Paulo Pinto disse:

    Já vai ficar de bom tamanho se conseguir pontuar. Será segunda vitória dele.

  14. Celio ferreira disse:

    Lamento , mas acho que seu tempo já foi. A f1 atual é diferente do seu tempo,
    alem de possíveis limitações físicas , que ninguem comenta mas deve ter.
    Equipe limitada , companheiro inexperiente , A unica coisa que vale é sua vitória
    pessoal por esse retorno. Bôa sorte Kubica…mas deveria ser o Ocon……

  15. guest disse:

    Ouvi hoje: “sai o russo, entra o Russell”.

  16. Ricardo Bigliazzi disse:

    “MERDA!!!”

    Desejo de boa sorte ao Kubica, que se divirta e consiga contribuir decisivamente para o renascimento da Williams.

  17. ms disse:

    volta para F1 aquele que um dia fez o automobilismo tupiniquim passar uma de suas maiores vergonhas quando um piloto polaco (kubica) convidado a participar de uma das corridas da Formula Renault de 2002 em interlagos e que não conhecia o circuito venceu a corrida com uma vantagem de 10 segundos para marcos gomes que chegou em segundo lugar e a desculpa dada por marcos gomes de que isto aconteceu pq ficou disputando segundo lugar com sergio gimenez não colou pra ninguém !!!!.

  18. Antonio disse:

    Um grande exemplo de perseverança. Finalmente achei um motivo para acordar mais cedo (ou varar as madrugadas0 em alguns domingos do ano que vem.

  19. Paulo Leite disse:

    Nao gostei, prefereria ver Ocon na Williams aguardando vaga para 2019.

  20. fabiom disse:

    A carreira do Kubica ja estava estagnada na Renault antes do acidente, tipo a do Hulkenberg, Duvido que iria para uma equipe de ponta! Tinha uns papos dele ir pro lugar do Massa na Ferrari, mas diziam isso dele e de mais uns 10 pilotos.

  21. Flavio disse:

    Salve Flavio,
    Ótima notícia! Esse cara corre por amor à velocidade, não pelo status do título. Claro que gostaria e poderia ter sido campeão, mas mesmo sem essa chance não desistiu. Muito legal, imagino a quantidade de babacas que ele teve de ouvir, dizendo que não valeria a pena correr sem chance de ser campeão.

  22. Paulo Rickli disse:

    Se a Williams ao menos conseguisse se recuperar e voltasse a ser o que foi em 2014/15/16/17 , já seria muito divertido e emocionante com Robert Kubica ao volante .

  23. Rafael Piqueira Chinini disse:

    me pergunto se ele é tão bom que com 33 anos e com histórico da sua lesão não tem ninguém melhor.
    Acredito que o próprio Ocon que corre com Mercedes poderia assumir seu lugar. mas ok, como fã será legal de ver

  24. CHAGAS disse:

    Ótima notícia.
    Mais um pra torcer ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>