N’ABU DHABI NÃO VAI NADA? (2) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

domingo, 25 de novembro de 2018 - 16:16F-1

N’ABU DHABI NÃO VAI NADA? (2)

abud183

RIO (e não tem jogo mesmo) – “Não é mais pra mim”, disse Alonso na véspera de seu último GP, que concluiu com a dignidade possível hoje em Abu Dhabi. Ele não falava de suas condições técnicas e físicas de correr — elas são as mesmas de dez ou cinco anos atrás, é um dos melhores, coloquem-no numa Mercedes que ele ganha o campeonato com tanta facilidade quanto Hamilton.

O que não é mais pra ele é o calvário quinzenal, ou semanal, de pular de avião em avião e de hotel em hotel e de autódromo em autódromo para sentar num carro que não anda. Resultado de suas escolhas? Mais ou menos. Mas falaremos disso em outro post, dedicado exclusivamente ao espanhol. Por enquanto, falemos da última corrida de 2018.

Foi daquelas bem mais ou menos, embora melhor que a média de Abu Dhabi – um circuito bonitinho, mas ordinário, e salve Nelson Rodrigues. Hamilton ganhou de novo, pela 11ª vez no ano e 73ª na carreira. Com mais 18, empata com Schumacher como maior vencedor de todos os tempos. Terá, facilmente, mais duas temporadas parecidas com a deste ano para conseguir. Em 2019 e 2020, o regulamento da F-1 não muda e nada indica que alguém será capaz de bater a Mercedes. Espero estar errado, mas acho que não estou. E espero estar errado não porque não goste da Mercedes, ou de Hamilton — ao contrário, acho ambos, piloto e time, o máximo. Mas gosto de corridas melhores, de competição, emoção, disputa. É disso que o esporte é feito.

A Ferrari caiu no campeonato muito cedo, quando Vettel bateu na Alemanha e entrou em parafuso, enfileirando erros. A equipe também sentiu a morte de seu presidente, Sergio Marchionne, em julho. Já a Red Bull, a terceira grande da F-1 de hoje, não tem sido páreo para os prateados desde o início da era híbrida. Ganha uma corrida ou outra, mas não é uma real candidata na imensa maioria dos GPs — foram 12 vitórias a partir de 2014, contra 74 dos alemães e 14 da Ferrari, que pelo menos, nas últimas duas temporadas, equilibrou as coisas em algum momento do Mundial.

abud185

Tal domínio se repetiu hoje em Abu Dhabi. Hamilton largou na pole e manteve a liderança sem dificuldade na relargada, que aconteceu na volta 4 — Hülkenberg tocou em Grosjean na primeira, capotou, e o safety-car foi acionado; apesar do susto, o piloto da Renault saiu ileso. Sua vitória não esteve ameaçada em nenhum momento, nem mesmo tendo parado precocemente na sétima volta, quando Raikkonen quebrou e o pelotão entrou em modo de safety-car virtual. Trocou os pneus, voltou em quinto, e ficou esperando os demais pararem para retomar a ponta na 34ª volta, quando Ricciardo fez seu pit stop tardio.

Atrás dele, apenas Verstappen, entre a turma que conta, mostrava alguma vontade de brigar, depois de uma largada ruim por conta de um problema no motor — a unidade entrou em modo de segurança por superaquecimento, e o holandês caiu para nono. As disputas do jovem rubro-taurino com Ocon, de novo ele, foram divertidas no início da prova. Na 38ª volta, depois de recuperar o terreno perdido, fez sua última e bela ultrapassagem, sobre o apagadíssimo Bottas, para entrar na zona de pódio em terceiro, longe de Vettel para tentar um ataque.

No fim das contas, Alonso acabou sendo o personagem do dia, pela importância de sua despedida. Ainda que andando atrás, o asturiano lutou com as poucas armas que tinha para chegar em 11º. No finalzinho, seu engenheiro tentou animá-lo a partir para cima de Magnussen dizendo que “um ponto está na mira”. Pelo rádio, Fernando respondeu: “Eu tenho 1.800…”. O engenheiro não se fez de rogado e, britanicamente, devolveu: “Então vamos atrás de mais um”.

abud181

Não veio. Na verdade, ele encerrou a carreira com 1.899. Até que cairia bem esse pontinho, para fechar sua linda trajetória com um número redondo. Mas depois de receber a quadriculada, foi escoltado por Vettel e Hamilton na reta dos boxes, onde fez seus “zerinhos” do adeus diante do público, para depois receber um abraço carinhoso do pentacampeão mundial, de quem foi companheiro na McLaren em 2007. “Foi uma honra competir com uma lenda”, disse o inglês. “O esporte vai sentir falta dele, todos nós vamos.”

Alonso recebeu pelo rádio um agradecimento do chefe da equipe, Zak Brown, que prometeu a ele “ir atrás da Tríplice Coroa”. Pela McLaren, ele vai tentar a vitória nas 500 Milhas de Indianápolis no ano que vem, voltando ao oval americano onde esteve em 2017 pela primeira vez. Ao lado do GP de Mônaco — que o espanhol ganhou em 2006 e 2007 — e das 24 Horas de Le Mans — que venceu neste ano pela Toyota –, a Indy 500 faz parte do trio de corridas mais importantes do mundo. Apenas um piloto na história venceu as três, Graham Hill: Indianápolis em 1966, Le Mans em 1972 e Mônaco em 1963/64/65/68/69.

abud189b

Hamilton fechou o campeonato com 408 pontos, primeiro a romper a barreira dos 400 nesta F-1 que dá 25 pontos ao vencedor. O recorde anterior era de Vettel, 397 em 2013. No pódio, que a TV Globo não mostrou, o inglês chegou até a tirar a camiseta para levar um banho de champanhe de Sebastian e Verstappinho. Ricciardo, Bottas, Sainz Jr., Leclerc, Pérez, Grosjean e Magnussen foram os demais que pontuaram na noite quente e nublada do emirado árabe.

Alonso, em sua última entrevista como piloto da categoria, agradeceu “a todos” e disse um especial “obrigado à F-1″, concluindo: “Sempre serei seu fã”. Os fãs também agradecem.

101 comentários

  1. André Fonseca disse:

    Alonso ganharia fácil sentado na Mercedes???

    Até parece.

    Não entendo essa babação em cima de um piloto bom (não tem como negar, ele é bom sim, no mesmo nível de Rosberg!) que conseguiu seus títulos com vantagens que nenhuma outra equipe tinha em 2005 e 2006: pneus exclusivos da Michelin para a Renault (empresas francesas, contra a Bridgestone japonesa), amortecedor de massa e, se não me engano, sensor de luz verde para a largada…

    Assim, qualquer um seria campeão!!!

    Além disso, e para comprovar que não é nem de longe um dos maiores da Historia da F1, em 2007 TOMOU UM PAU DE UM NOVATO QUE ESTREAVA NO CAMPEONATO!!!

    Precisa de mais alguma coisa???

    Precisa sim…

    Fez um brilhareco na Indy 500 apenas no meio do corrida, quando todos os pilotos que já sabem como funciona a bagaça ficam poupando equipamento, para sentar a bota no final. No começo da disputa, não fez nada demais, talvez por estar no mesmo ‘”patamar” de igualdade de equipamentos que os demais pilotos. Pois é, pneu exclusivo e um amortecedor fudido a mais fariam diferença…

    Sobre Le Mans…

    HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA

    Sério mesmo que foi Picaretonso que ganhou???

    HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA

    E o regulamento feito para a Toyota ganhar, impedindo as outras equipe de competir???

    E a ordem de equipe “na surdina” explicada como problemas de “modo economia de combustível” na fase final da corrida para o carro #7.

    Patético!!!

    Graham Hill deve revirar no túmulo quando colocam seu nome e o Picaretonso na mesma frase.

    P.S.: Isso sem falar no CingapuraGate e nas portas fechadas em todas as equipe que Picaretonso passou.

  2. CRSJ disse:

    Nem começou a corrida e o Hulk já virou de cabeça pra baixo, pouco espaço da nisso.
    O Kimi já parou na sétima volta, foi uma rápida despedida da Ferrari.
    O Bottas acabou ficando pra trás, e a possibilidade de um jogo de equipe foi pro espaço, que bom né Hamilton?
    Verstappen e Ocon se reencontraram, dessa vez numa disputa por um oitavo lugar, o Ocon dessa vez estava comportadinho e o Verstappen acabou ultrapassando dando um chega pra lá sem cerimônia.
    O Vettel chegou em segundo, o que não deixa de ser uma vitória pra ele nessa última corrida, superar o Hamilton ficou impossível.
    Se as coisas continuarem como estão agora pro Hamilton no ano que vem o Hexa vai vim numa boa.
    Entre os elogios e paparicações na despedida do Alonso o Galvão só não citou que ele destruiu a carreira de dois pilotos brasileiros na F-1, aliás nenhum narrador brasileiro vai ter a coragem de falar isso.
    Só foi possível ver o pódio e a festa de encerramento do campeonato no Sport TV, isso pra Globo Aberta não deixar de passar A Escolinha do Professor Raimundo.
    Will Smith roubou a cena fazendo de tudo um pouco em Abu Dhabi podendo ser considerado o melhor ator coadjuvante dessa corrida.

  3. Comentarista Crítico disse:

    Vou dar pitacos sobre o que penso pra F1 melhorar nos próximos anos. Acabar com dowforce. Menos diferenças financeiras entre as equipes. Menos pistas travadas e mais pistas velozes. Abu Dhabi já era pra ter vazado da F1 há muito tempo. Assim como Mônaco(essa talvez ainda dê pra manter só por causa do Leclerc). Outra que já podia ter saído há tempos que não estaria fazendo falta hoje é Hungaroring. Rússia também podia sair. E Bahrein também. Pois apesar de ser uma boa pista, já teve GPS melhores que Bahrein que ficaram por menos tempo na F1 como Hermanos Rodríguez antigo e Adelaide. Acho que o GP Bahrenita já passou da validade. Deveriam tirar a chicane da reta mistral em Paul Ricard. E levar a F1 de volta pra lugares tradicionais como Holanda(apesar das duas pistas serem ruins), Portugal, Argentina. O GP da Alemanha tem que acontecer todo ano. E prefiro a Mini Nurburgring a Hockenheim assassinada. E acho que poderiam tirar a Austrália de Melbourne e voltar pra Adelaide. Assim como acho também que poderiam preparar o Circuito de Elkhart Lake pra receber a F1. Pois é uma pista maravilhosa. E acho que poderiam fazer alterações em Interlagos. Sei lá… Aumentavam o S do Senna até o antigo retão, ou então aumentavam a reta oposta até a altura da antiga curva 3. Pois Interlagos não empolga muito com esse traçado curto. E acho que poderiam aumentar a pista da Áustria também. Pois assim como Interlagos é uma ótima pista. Mas também como Interlagos sofre do pecado de ser muito curta.

  4. Marmelada-44 disse:

    Esse Bottas é o pior escudeiro que eu já vi! Nem que quizesse, o Lewis não iria conseguir devolver a vitória. O cara consegue ser pior que o Rubens e o Massinha.

  5. Pangaré 14 disse:

    Esse trapaceiro já foi tarde!

  6. Felipe Fugazi disse:

    O momento de maior emoção da corrida foi a capotagem do Hulkenberg.

    Emoção artificial do narrador mala.
    Porque o piloto estava super bem.
    Um pouco fulo e desconfortável por estar naquela posição, mas bem.

    Mas o narrador em um momento datenizado (quem for de São Paulo vai entender) tinha de dramatizar o momento.

    No mais, foi a F-1 de que nos acostumamos de uns tempos pra cá.

    Duas categorias à parte e uma tocada de endurance economizando pneus e combustivel.

    Coisa chata…

  7. Segafredo disse:

    Bom….de todas as previsões que fiz no ínício da temporada só não perpetuei a colocação de Alonso com relação à Hulk, no mais: ………o vice do pilotinhofakedebosta, a marcha ré da Honda na ToroRosso, o Penta do negão, a prova de que Raikonen pilota bem mais do que o FakeTedesco, etc……………………e Verstapen?? ………..é outro bosta tipo Fettel que acha que os carros de Newey não precisam de Motor, kkkk. Ano que vem será primoroso rir dele e do Nazista do Helmut. Que venha logo a RBR-Honda pra darmos gargalhadas!!

  8. Leandro Batista disse:

    Ali, dando zerinhos na pista, eram 11 títulos mundiais nos últimos 13 anos. Faltaram Kimi e Rosberg.

  9. Guilherme disse:

    Alonso pilota muito, Mas nunca soube gerir sua própria carreira, assim como não sabe tirar o melhor de uma equipe. Na formula 1 isso é metade pelo menos metade do trabalho. Não pode ser pura coincidência um piloto tomar tantas decisões erradas,

    Hamilton por sua vez sempre soube gerir sua própria carreira, pulou pra mercedes no momento exato e já está preparando o terreno pra abandonar o barco no primeiro sinal de mudança na direção do vento.

    Espero que ano que vem por algum milagre a red bull venha forte, o max merece uma chance de provar que pode ser campeão.

    Já o vettel, que foi o piloto que ganhou minha torcida esse ano… esse ai precisa arrumar um bom psicólogo. Jogou fora o campeonato na metade da temporada

  10. Vinícius disse:

    Destaco a inteligência do Hamilton, que ao sair dos boxes depois de ter feito o pit-stop precoce, chegou a ultrapassar Verstappen. Ao ver que o holandês engrossaria a disputa, deixou-o a frente pra ganhar todas as posições mais tarde. Atitude esperta que faz de Hamilton pentacampeão. Se Verstappen aprender…

  11. Chato do Dia disse:

    Oi pessoal, só para ser o chato do dia, nos países árabes não se pode beber bebida alcolica, assim a garrafa é de champagne, mas a bebida é Sprite ou 7up.
    Aprendi essa visitando o próprio Yas Marina,

  12. Mônica disse:

    O meu gatão é abençoado! Saiu cedo da corrida e ainda assim ficou somente atrás do campeão e do vice na pontuação do campeonato.
    Desnecessária a imagem daquela Mortícia nos momentos em que o meu gatão abandonava a disputa.

  13. guest disse:

    Será que as transmissões da F1 na Globo “subiram no telhado”?

    Um encerramento apressado da transmissão da prova, quando seria de se esperar algo como “termina mais uma temporada…”, “um abraço para o Reginaldo e para o Luciano, companheiros desta jornada, “nos vemos no ano que vem…” etc.

  14. JEAN disse:

    Vou sentir falta do Alonso, a F1 também. Mas da Globo, dessa não sentirei falta nenhuma quando deixar de transmitir a F1. Está uma verdadeira palhaçada o que estão fazendo com o fã do esporte, e essa vai entrar para história. Última corrida do campeonato e cortam logo depois da bandeirada, nem o pódio mostraram, despedido do Alonso, nada, tudo para ficarem 3 horas falando de futebol. Ano que vem sou obrigado a assistir pelos sites obscuros que transmitem as corridas dos canais gringos, porque pela Globo não vejo mais. Depois culpam a F1 pela perda de audiência…. tenha dó..

  15. Eduardo_SC disse:

    Alonso começou a cair em desgraça nesse mesmo GP em 2010 quando perdeu o título

  16. Renato F1 disse:

    Vitória da Mercedes de Will Smith para fechar o ano bem (mas, como ele mesmo disse no vídeo, ninguém notou a diferença). Depois de ele amarrar o Lewis Hamilton e tomar o lugar dele, fez bonito na pista e não deu chance para os adversários.

    Pouco me importa quem esteja pilotando: Valtteri Bottas, Lewis Hamilton, Will Smith, Nico Rosberg, Michael Schumacher, Juan Manuel Fangio. Eu quero a Mercedes largando nas duas primeiras posições e fazendo a dobradinha em todas as corridas. A Mercedes precisa de ver este negócio aí: só conseguir o título na penúltima corrida do ano é para acender o sinal de alerta. Se um dos pilotos foi o campeão, o problema só pode estar no outro, que não está somando uma quantidade suficiente de pontos para garantir o título mais cedo.

    Quanto ao mundo de pilotos, parabéns ao Hamilton pelo pentacampeonato. Ao Fernando Alonso, foi um prazer vê-lo correr. Pelo talento que ele tem. Se não fosse a arrogância, a falta de humildade e o espírito desagregador (esta história da espionagem na McLenta e da batida em Cingapura (ou Singapura) – duvido que ele não sabia e não tenha participado ativamente em ambos os casos – foram determinantes para a carreira dele. Para quem já esteve na McLaren (com motor Mercedes-Benz), na Se Ferra-ri e na McLenta, teve todas as condições de ter ganhado mais um título, pelo menos. No fim da carreira, arrastou-se pelas pistas mundo afora (isto quando conseguia terminar a corrida).

    Bom, somos o fruto de nossas escolhas. Boa sorte a ele na nova categoria! Por fim, que venha 2019: a chance de igualar a marca de seis títulos consecutivos no mundial de construtores da Se Ferra-ri!

  17. Ricardo Bigliazzi disse:

    Hamilton e Mercedes, que Dupla!!! Parabéns!!!!

    Quanto ao Idiota Veloz Espanhol desejo que seja Feliz, sentimento puro de reciprocidade por nos agraciar com sua despedida da categoria.

    Agora posso voltar a torcer por minha Mclarem!

  18. Moy disse:

    E por pouco o Max não fode tudo, se jogando em cima de Ocon. De novo.

  19. Wilian Esteves disse:

    A corrida foi até boa. Não assisti ao vivo, pois trabalho à noite e o horário não me favoreceu. Graças às modernices de hoje em dia, gravei pela caixinha da TV a cabo. Mas fiquei puto com essa sacanagem da Globo (mais uma), de encerrar a transmissão da última corrida do ano antes mesmo do fim da volta da vitória, sem sequer avisarem que tal evento poderia ser visto no SporTV, que afinal, é da mesma porcaria de grupo. Mais uma putaria dessa emissora, contra a qual não sei como lutar, pois têm o monopólio das transmissões. #NojoDaGlobo

  20. Astrólogo disse:

    É o seguinte: Quem já está de saco cheio da supremacia de Lewis Hamilton e da equipe Mercedes é melhor nem chegar a assistir F1 em 2019. Porque digo isso? Porque 2019 será um ano em que os astros estarão completamente a favor de Hamilton, completamente contra seu principal rival(Vettel) e nada favoráveis a outros possíveis concorrentes(Verstappen e Leclerc). Porquê digo isso. Hamilton é do signo de Capricórnio. O atual posicionamento de Saturno está em Capricórnio. O que ajudou a esculhambar com o Canceriano Vettel nesse ano de 2018. E vai continuar em 2019. Vale ressaltar que Saturno não é um Planeta que favorece ninguém. Quando está posicionado em determinado signo é pra desfavorecer esse signo, além de desfavorecer o signo que faz oposição e os signos que fazem quadratura. Então, com o atual posicionamento de Saturno, além de Capricórnio, Câncer(oposição), Libra(quadratura) e Áries(quadratura) são os signos desfavorecidos pela vida atualmente. Porém Capricórnio(signo do Lewis) é o q que menos sente a maleficente energia Saturnina. Simplesmente porque Capricórnio é regido por Saturno. E como Capricornianos conhecem bem a energia Saturnina, o que poderia ser desfavorável muitas vezes pode se transformar em algo favorável. Esse atual posicionamento de Saturno influenciou bastante nessa temporada tendo Hamilton cada vez mais reconhecido e Vettel se superando em fazer bizarrices, fazendo talvez a sua pior temporada e tendo sua credibilidade chegando ao fundo do poço. E falando de 2019… Falei sobre Hamilton e Vettel né? Mas também preciso falar de Max Verstappen e de Charles Leclerc. Ambos são do signo de Libra. E Libra faz quadratura com o atual posicionamento de Saturno sendo assim um dos signos desfavorecidos pela vida atualmente. Então vamos lá… Além de ter Saturno lhe favorecendo, desfavorecendo seu principal concorrente(Vettel) e atrapalhando outros possíveis concorrentes(Verstappen e Leclerc), Hamilton terá em 2019, Marte como regente do ano a seu favor. Pois Marte exalta Capricórnio. Totalmente ao contrário de Vettel que além de ter Saturno lhe desfavorecendo, será desfavorecido pela regência de 2019 também. Já que Marte sofre queda em Câncer. Verstappen e Leclerc que já estão desfavorecidos pelo atual posicionamento de Saturno serão ainda mais desfavorecidos pela regência Marciana de 2019. Já que Libra sofre exílio de Marte(que é ainda pior que queda). E ainda tem o Daniel Ricciardo que é Canceriano como Vettel. E seu primeiro ano na equipe Renault tem tudo pra ser um fiasco. Enquanto Verstappen deve continuar se atrapalhando com seu estilo agressivo. Leclerc deve agradar mas título deve passar longe. E Vettel no pior dos casos será demitido e no melhor dos casos não repetirá os erros de 2017 e 2018 mas mesmo assim perderá o Campeonato. É isso que tem tudo pra acontecer em 2019 com os maléficos influenciando fortemente, dando uma ajudinha a Hamilton e ferrando completamente com seus concorrentes. Então quem tá doido pra ver o fim da supremacia Hamilton-Mercedes, faz F1 passar longe de sua TV em 2019. Porque o Cabra Inglês(Hamilton) está disposto a chegar no topo e empurrar o Cabra Alemão(Schumacher) pra longe e enquanto ele não conseguir isso, não irá largar o ritmo de 2018. E tendo os astros completamente a seu favor… Perder um Campeonato será praticamente impossível. Ah, e desde 1994, a F1 sempre teve um Capricorniano Campeão nos anos de Marte. 1994(MSC), 2001(MSC), 2008(HAM), 2015(HAM).

  21. Macario disse:

    Eu acho que assim como Lauda, Schumacher e Raikkonen, Alonso volta. Vai ser em 2021. Acho que ele vai trabalhar pra isso.

  22. Paulo Pinto disse:

    Os Deuses da Velocidade deram um presente para Kimi Raikkonen. Mesmo quebrando, o finlandês conseguiu manter o terceiro lugar no Mundial. Seus dois adversários diretos, Verstappen e Bottas, chegaram em posições abaixo do necessário para superá-lo.

  23. ms disse:

    alonso,( assim como todos os demais pilotos da f1) foram tragados por um verdadeiro rodamoinho, um furacão de magnitude 10 chamado louis hamilton…..tanto alonso como vettel ou mesmo raikkonen….deram azar pq se tivessem nascido uns 15 anos antes ou 15 anos depois da data em que nasceram certamente teriam muito mais chances de serem campeões conquistando mais títulos mundiais do que aqueles que já conquistaram……agora….com um hamilton na parada, faminto por buscar e superar as marcas alcançadas por Schumacher, sejamos realistas, não vai ter pra mais ninguém acho até que neste contexto outros pilotos do grid também deveriam pensar sériamente em seguir o mesmo caminho de alonso….

    • CHAGAS disse:

      Vettel é tetra campeão. Quer mais ainda?

      • ms disse:

        que nada meu chapa….o ser humano é movido a “vaidade” e a “desafios”….pergunte ao vettel se ele está satisfeito com seus 04 títulos……ainda mais ele sendo contemporâneo de hamilton, assistindo o inglês a faturar seu quinto título neste ano e com grandes chances de conquistar seu sexto caneco ano que vem….. aquela história de que o importante é competir é”… história da carochinha….”.o que mais importa pra esses caras é vencer campeonatos e quando isso não acontece ficam na maior deprê como foi o caso de vettel que mesmo com seus 04 canecos e sendo vice-lider do campeonato ficou visivelmente abalado quando se deu conta que dificilmente conseguiria alcançar haminton…..e todo vice-lider ´é bem aquilo o que o povo fala: que è “…é o primeiro dos perdedores….” .

      • Comentarista Crítico disse:

        Concordo plenamente MS. E digo que isso foi um dos motivos pro Rosberg se aposentar. Ele viu que o Lewis não voltaria a dar bobeira como em 2016, que voltaria a perder pra Lewis, a ser vice do Lewis e prefiriu se aposentar. Esse Hamilton foi de um garotinho pobre e sofrido a um Homem de extrema sorte. Pois quando teve companheiros a altura, eles saíram de seu caminho (Alonso, Button e Rosberg), e agora ele enfim tem um companheiro que não o ameaça, que vai facilitar pra caramba o objetivo dele de ser o maior vencedor da F1, e no que depender dele, esse companheiro fica junto com ele até 2023.

      • ms disse:

        pra mim, rosberg é ainda um enigma a ser decifrado……

  24. Flavio Padilha disse:

    Boa noite Flavinho! Estou deixando o grupo, por ter apanhado em casa. A Patroa tem horror a vídeo pornô e de longe ela ouvia a narração da corrida: E vai, E vai E vai, mete por dentro, busca a traseira vai pra cima, pelo lado, aaaaaaaaaaaaaahhh! seguraaaaa, é téeeetra – comentárista! você se lembra quando jantamos com pintacuda , O outro. concordo com você, em 2002 e estava …Olha é desesperador e bate pertinho com narrações em milhas e termos técnico o tempo todo. Undercut, Overtakin, Overtime, Lucky dog, Pit, penalty, vivemos o pior momento…abraços

  25. Mika disse:

    Seguinte gurizada! Opinião simples de alguém que acompanha a F1 desde o final dos anos 80.
    Alonso sim foi e é um puta piloto, fez muita merda e tomou um monte de decisões erradas, se hoje ele estivesse na Ferrari ou na Mercedes eu acreditaria que ele seria vice campeão pois Hamilton está guiando muito.
    Agora desmerecer ele como piloto, só falar de Singapura, isso é coisas de fãs do Nelsinho Piquet e do Massa, vira e mexe falam de Singapura, o mundo não está nem mais aí para o que aconteceu lá, ele fez o maior erro naquela prova, mas isso não quer dizer que como piloto ele é ruim. Precisa de três Nelsinhos e três Massas para fazer um piloto no nível do Alonso.

    • Eduardo disse:

      E ultrapassar o Massa na entrada dos boxes? E ficar parado no Box para não deixar o Hamilton trocar de pneu a tempo de voltar para fazer fazer a pole? Parece que sua memória é curta.

      • Alberto disse:

        Eduardo você também deve estar com a memoria fraca.
        A McLaren tinha um acordo para treinos classificatórios em pistas mais extensas: em situações alternadas, um dos pilotos tinha direito a uma volta a mais no Q3. Em Hungaroring, pista onde as ultrapassagens são extremamente complicadas, Alonso era o beneficiado. Hamilton, já genioso, se recusou a abrir o caminho para a vantagem de Alonso. Mas Fernando não aceitou bem e quis manter sua vantagem a fórceps.
        Os dois foram ao pit-lane colocar um último jogo de pneus para tentar a pole. Alonso entrou antes, com pouco tempo no relógio e fez a troca. Mas com um grande porém: ficou parado com o carro após receber a liberação da equipe para voltar à pista. Atrás, Lewis esperava para fazer a troca do jogo de pneus. Alonso teve que lutar contra Dennis e seu pupilo Hamilton. A Maclaren ganhou a maior multa aplicada no esporte a motor e ainda foi desclassificada do mundial devido a espionagem na ferrari e Alonso e Hamilton perderam o mundial de pilotos devido a falta de gerencia de Dennis que teria que cumprir o combinado com Alonso ao menos no primeiro ano ja que ele foi para la como a sensação do time de Work.

      • Mika disse:

        Sim meu caro amigo, posso ter memória curta, como disse ele pode ter feito muitas merdas nas corridas e nos bastidores, mas tu achas que em termos de pilotagem Massa (quem admiro muito como piloto e pessoa) e o Nelsinho que esteve envolvido em toda aquela história são melhores pilotos que Alonso? Que no braço são melhores? Alonso sim guiou muito, como muitos pilotos guiaram! Não tiro ele para Santo, tanto que Senna, Schumacher, Piquet (pai) e todos os outros grandes campeões não são flor que se cheiram!

  26. Segafredo disse:

    Para os “espertos” do blog:……..Mclaren termina à frente de Force Índia, STR, Sauber e Williams. Alonso nunca deixou de ter razão quanto aos motores japoneses, tomara a RBR leve na bunda em 2019……tanto Max, quanto Helmut merecem ser trolados em 2019. Cada vez mais mimado e sem limites esse merdinha holandês que bateu em todo mundo hoje nas ultrapassagens e sequer foi investigado………

    Grande Alonso, foi uma honra ter acompanhado todas as corridas de sua carreira. Depois de Senna e junto com Hamilton melhor piloto que vi…!!

  27. Pagando a Aposta disse:

    Vamos lá……..

    Parabéns à Hulkenberg por conseguir ser o 1º do resto, mostrando que é um piloto acima da média e merece ter uma chance numa equipe de ponta!!

    • Alfredinho disse:

      Você está fugindo do espírito da aposta. Coloque seu nome ou apelido, tanto faz, no comentário. E diga que Hulk derrotou Alonso, afinal, esse foi o motivo da nossa aposta.

      • Segafredo disse:

        Não preciso fugir de nada amigo! Vc que está deturpando o espírito da aposta achando realmente que Hulk é piloto do mesmo nível de Alonso, kkkkk!!!

        Aposta paga, pois não sou covarde e Hulk merece meu reconhecimento, no devido patamar, mas merece!

        Vc é um babaca sr. alfredito, faça o favor de nem olhar mais meus comentários daqui pra frente, pois serão ignorados. Bom Natal pra vc!

      • Alfredinho disse:

        A viúva perdeu a linha. Estava demorando.
        É duro ver um dos amados apanhar de outro alemão, mas é a vida, amigo!

        Feliz Natal!

      • Segafredo disse:

        Duro deve ser: …..”ter uma penca de títulos e não ter seus pilotos reconhecidos entre os maiores!! Essa é a realidade da Alemanha na F1……..2 campeões medíocres que venceram pelas circunstancias……

        Agora vai dormir…..vai Sr. alfredo

      • Bola da Vez disse:

        A viúva tá de TPM…

      • Paulo Pinto disse:

        Não esquenta, Alfredinho! O Sennafredo tá pau da vida porque o Arrastonso não fez nada em sua despedida.
        Olhando melhor, ele não tem feito nada há anos.

  28. Robby disse:

    E essa Globo! Como pode ter tanta falta de respeito com os fãs do esporte f1, não transmitindo a parte final do campeonato mundial de 2018 deixando os amantes do automobilismo embasbacado com o corte. Não é de hoje que a Globo maltrata os torcedores automotivos, as vezes colocam narradores de futebol em certas corridas que é um horror, o cara grita o tempo todo como se fosse gol , embaralha os nomes, equipes e colocações. Na sua coligada SporTV o narrador fica narrando as mensagens das redes sociais e solta cada besteira que só ele ri, caso não tivesse o auxilio de um piloto e de um outro cara entendido em automobilismo, mas super arrogante , também seria uma ruina.

  29. Chupez Alonso disse:

    “coloquem-no numa Mercedes que ele ganha o campeonato com tanta facilidade quanto Hamilton.”

    Com ou sem Hamilton na equipe?

  30. Chupez Alonso disse:

    “Resultado de suas escolhas? Mais ou menos.”

    Como assim?

    Alguém o obrigou a assinar ou desistir de algum dos seus contratos?

  31. clodoaldo lelli disse:

    com um carro como a mercedes só o bostta2 não consegue nada

  32. Valter disse:

    A Liberty e a FIA deviam obrigar a Mercedes AMG contratar o Alonso pra disputar com o Hamilron em 2019 e 2020.

  33. Alfredinho disse:

    Veja só, Segafredo, como são as coisas. Mesmo sendo protagonista de um acidente espetaculoso, Hulkenberg continuou à frente de Alonso.
    Está na hora do senhor pagar a aposta que fizemos há algumas corridas, onde quem perdesse, elogiaria o piloto de quem ganhasse.

  34. Toni Righi disse:

    Alonso com uma Mercedes só perderia para o Hamilton (assim como ele perdeu com a McLaren quando o Hamilton ainda era imberbe).

    Para tríplice coroa basta criar uma classe especial para a McLaren na Indy 500. Com uns 200 cavalos a mais que os concorrentes. Assim como é a Toyota do WEC com a qual ele “venceu” em Le Mans.

    • Alexandre disse:

      Ñ perdeu, empataram nos pontos, E olhe q o Alonso tinha brigado com a equipe, a mesma equipe q a apadrinha a carreira de Hamilton desde cedo.

      • alberto disse:

        A| memória é curta ou o gosto por um grande clarinete é imenso.
        Esquecem que Hamilton perdeu para Rosberg ,tendo carros iguais . E a Mercedes não é uma equipe inglesa, nem estaria protegendo seu pupilo como fez a McLaren (atual McLenta). .
        Da mesma forma que a inglesa comissão de investigação tem um olhar mais suave para alguma eventual falha de Hamilton e as frequentes de Verstappen , e para os demais ,muita severidade nas punições.

      • Fernando disse:

        Perdeu meu caro, chegou em terceiro atrás de Hamilton, se você não sabe nem como é o regulamento não deveria acompanhar a F1. E Alonso perderia novamente, e perderia sempre para Hamilton.

        Destes pilotos atuais todos perderiam para Hamilton com carros iguais. E a McLaren sempre deu condições iguais para os dois, assim como a Mercedes (como sempre), tanto que Rosberg venceu Hamilton numa temporada ruim pois é um ótimo piloto.

        Bottas foi escudeiro este ano porque é muito ruim, sem chance de competir, a Mercedes não é a Ferrari que tem segundo piloto por contrato, geralmente brasileiros.

  35. Comentarista Crítico disse:

    E eu bem que queria dar uma alfinetada na Mercedes e no Hamilton mas não dá. Capacho mor caiu pra 5° lugar e aí só restou ao Mirtao fazer a corrida dele e correr pro abraço.

    • Renato F1 disse:

      Uai?!?!? Dá uma alfinetada na Se Ferra-ri e na Red Bucha! Também ganharam vários anos seguidos! Aguentei a zoeira dos outros torcedores; agora é a vez deles aguentarem a minha!
      Tomara que 2019 e 2020 sejam com mais dois títulos para a Mercedes! Assim, coloca-se o nome na história como equipe que mais ganhou títulos de construtores em sequência!

  36. Comentarista Crítico disse:

    Alonso já era pra ter parado em 2016. Depois de 3 temporadas consecutivas sem brigar por título e brigando por 10° lugar, eu no lugar dele pararia e creio que outros pilotos também parariam no lugar dele. Acho que ele só suportou 5 temporadas seguidas se conformando em não disputar título e brigando por posições medíocres nas corridas pelo simples prazer de correr.

  37. andre disse:

    “No pódio, que a TV Globo não mostrou,…”. Emissora desrespeitosa. A dona da F1 tem de ver isso aí, tá ok?
    Sinceramente, a narração e os comentários deveriam ser do Sérgio Maurício, Lito Cavalcante e Max Wilson. Não dá mais para aguentar a lenga-lenga do Galvão, Reginaldo Leme e Burti. É um saco a comparação constante de Senna x resto do mundo. Coisa enfadonha e desnecessária.

  38. Zé MCZ disse:

    Sinceramente, o Fernando Alonso conquistou apenas dois títulos na F1, mas eu sinto a maior admiração (fanatismo mesmo) do que se ele tivesse batido todos os recordes. Ele fez muito mais com categoria de um dos melhores pilotos que eu já assisti, do que Shummacher e Hamilton. Tudo isso independente da antipatia e de ter sido beneficiado com as trapaças do Flávio Briatori. Era empolgante vê lo pilotar!
    É meu ponto de vista

  39. Zé MCZ disse:

    Sinceramente, o Fernando Alonso conquistou apenas dois títulos na F1, mas eu sinto a maior admiração (fanatus

  40. José Augusto Sabato disse:

    Excelente o título desta matéria…

  41. José disse:

    Concordo com os adjetivos dados para ele.. porém esqueceram de arrogante, manipulador e mesquinho. Talvez se não fosse isso estaria com um histórico melhor.

  42. Paulo Pinto disse:

    Adivinhem qual foi o último GP pontuado por Alonso? É ele mesmo, galera e não poderia ser outro! GP de Singapura!
    Os Deuses da Velocidade são realmente caprichosos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>