MOTOLAND | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018 - 22:51Motoland

MOTOLAND

RIO (40 graus) – A Mahindra relançou no mês passado na Índia, através de uma subsidiária montada apenas para fabricar motos clássicas, a icônica (argh) marca Jawa, com três modelos em estilo retrô. Todas serão equipadas com motores de 293 cc de cilindrada, refrigerados a água.

São lindonas, mas é claro que de Jawa só têm o nome. De qualquer forma, é uma homenagem justíssima à marca checa, que até onde sei continua ativa na Europa. Pelo que entendi, as motos indianas serão feitas sob licença da empresa europeia. Na origem do nome Jawa, inclusive, tem uma das argolas da Auto Union — o “wa” vem de Wanderer, e o “ja” do nome de um cabra na antiga Checoslováquia.

Fernando Bento mandou a notícia.

jawamahindra

10 comentários

  1. Giovani Grazinoli disse:

    Quando era moleque, tinha uma revendedora e oficina na Rua São Joaquim na Liberdade em São Paulo. Foi meu primeiro contato com motos. Vivia lá enchendo o saco do pessoal, que eram ótimos.

  2. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G : Boa ideia essa de fabricaras clássicas JAWA

  3. Martinho de Souza Franco disse:

    Entregam no Brasil??? rsrsrs. Lindíssima essa preta.

  4. Tohmé disse:

    Gomes, a Jawa Índia existe desde 1950.
    E ainda existem modelos produzidos na Rep. Checa. Inclusive a 350 era produzida com motor dois tempos até ano passado. O modelo 660 cc é bem legal.

  5. Alex disse:

    Ah, se andar de moto em SP não fosse 70% do caminho para a cova eu juntaria uma grana pra essa vermelhinha classicaça!!

  6. BK disse:

    Flávio, você precisa conhecer as Royal Enfield Classic que inclusive são vendidas no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>