MENU

segunda-feira, 16 de janeiro de 2006 - 21:33Foto do dia, Gomes, Literatura

EU ME AMO

SÃO PAULO (juro que é a última do dia) – Quando digo que sou ruim de TV, não estou fazendo tipo. Estou aprendendo, mas aos 41 é duro aprender algumas coisas. Enfim… Fiquei feliz mesmo hoje ao receber um exemplar do livro “Meu Jogo Inesquecível”, da editora Contato Comunicação.

É uma coletânea de 56 textos encomendados a um monte de gente. Sabe-se lá por quê, pediram um para mim. As companhias são de deixar qualquer um orgulhoso: Chico Buarque, Luiz Felipe Scolari, Joelmir Beting, Juca Kfouri, Heródoto Barbeiro, Ivan Lins, José Roberto Torero, Ricardo Kotscho, Cléber Machado, André Barcinski, Arnaldo Ribeiro, Cesar Augusto, José Geraldo Couto, Mauro Beting, Nando Reis, Nasi…

Um monte de gente boa, com alguns deles trabalhei na “Folha” e em outros cantos. Mandei um textinho despretensioso, mas do qual gosto muito. Quem tiver paciência para ler, está aqui.

Boa noite a quem fica.

18 comentários

  1. Thiago lima disse:

    Sem querer pedir, ou cobrar nada, porque sei que não depende de você Flavio, mas seria legal se o IG mantivesse os links e os textos por mais tempo online.
    Acho bacana ler textos antigos.
    Abraços a você e a toda equipe do Grande Prêmio

  2. skywalker disse:

    Acho legal te valorizarem vc pedindo para colaborar com o livro com várias pessoas famosas.
    Tem pessoas que postam aqui te criticando…são meros desconhecidos assim como eu, eles só postam aqui porque vc tá ficando famoso, apareçe na tv, é um jornalista talentoso , então eles aparecem no seu rastro. Eu tenho um blog tambem sobre carros nacionais fora de série e réplicas…até agora só teve uma postagem…
    Parabéns!

  3. Guilherme Zahn disse:

    %[email protected]$&@#Fabio…
    …sem sacanagem nem puxa-saquismo (isso *deve* estar errado), esse texto do Alexandre tem lugar em qualquer compilação decente que fizerem… Lembro de quando eu li, a primeira coisa que eu fiz foi mandar direto pro meu pai, por e-mail… e embasbaquei o velho também…
    Abração e parabéns!

  4. Alessandro disse:

    Tem gente que axa o blig perda de tempo… então pq le e depois comenta????

  5. MARCELO BATISTA FRUT disse:

    Flávio, você realmente nos surpreende sempre. Li o texto e realmente me emocionei, tenho 2 filhos sendo o 1º com 10 e o 2º com 2 anos de idade. A situação descrita por você já me ocorreu algumas vezes, não num estádio de futebol, mas em outros locais e situações e essas lembranças vieram à cabeça enquanto lia seu texto, você é meio maluco, mas escreve como poucos e faz jus às companias do livro.
    Um abraço.

  6. antonio disse:

    Qualquer pai mareja os olhos ao ler o texto ( o qual já havia lido algumas vezes ) . Ele possui ingredientes infalíveis : crianças , expectativa , final feliz , pequeno suplantando grande , emoção … é um grande barato este texto . Os outros escritores é que terão de rebolar para fazer textos que os mantenham no (merecido) alto do Olimpo em que se encontram .
    Parabéns !

  7. Felipe C.Souza disse:

    Poxa vida, e vc ainda diz que o texto foi com um apelo despretensioso, nada menos do que lindo, juro que quando li me lembrei de algo parecido que ocorreu comigo na época em que eu ia no estádio Zezinho Magalhães (estádio do grande Xv de Jaú) e também entrava com os profissionais, ao ler foi como reviver ou ao menos relembrar uma época impar de minha vida que sei que seus filhos também lembrarão com muito carinho.
    Parabéns, tanto pelo texto mais também por ter podido proporcionar essa emoção ao seus filhos.

  8. Manuel da Lupa disse:

    esse texto é excelente… esse Flavio ainda sera presidente da Lusa!

  9. Ricardo de Oliveira disse:

    Já conhecia o texto ele é muito bom digno das companhias do livro.

  10. Sucrilhos disse:

    Não li o texto, tou com preguiça. Só passei por aqui pra deixar minha impressão do carro da BMW: que coisa horrível! Finalmente um adversário de peso para disputar com a Toyota o título de pintura mais feia.

  11. Ricardo Marx disse:

    Eu já tinha lido esse texto … muito bom!

  12. Cláudio R. disse:

    Sei que o tema é futebol, mas o melhor texto é “Meninos Orelhudos”, quem estiver interessado veja em “Diários de Viagem” no site Grande Prêmio.

  13. Luciano Balarotti disse:

    Flávio: o texto é muito bom e a história é excelente. só fico triste pela situação da lusinha, que já perdeu as duas primeiras partidas no Paulistão.

  14. Ana disse:

    Comparar seus textos críticos com esses sensíveis é tarefa para psicanalista nenhum colocar defeito. Acho que você sofre de dupla personalidade( brincadeirinha). Na verdade admiro as pessoas que conseguem dar valor as pequenas coisas da vida e não se preocupam em parecer ridículos ao admirar os próprios filhos.
    Quando me tornar mãe vou ser mais ‘coruja’ que vc, só que isso vai demorar.

  15. Luciano disse:

    Flávio, o texto é ótimo mas prefiro seus textos sarcásticos e mau humorados… Aliás eles têm rareado, você está muito mais família…

  16. Marco Leite disse:

    Não sei se você é ruim de televisão, não tive oportunidade de avaliar, mas descobri uma outra coisa: você é abusado e sarcástico e explico. Na resposta ao meu comentário do teu comentário sobre o Barrichello, tá lá o “ingênuo” convite: “Se quiser discutir mais o assunto no meu blog, fique à vontade”. Eu até tava, até acessar o blog – o teu – e dou de cara com aquele convite (que você recebeu) pra fazer um textinho pra formar ao lado daquele bando de “cobras criadas”. Agora pergunto: você acha que existe senso de humor (ou hora de vôo, ou estrada)pra comentar qualquer coisa?
    De qualquer forma, um grande abraço.
    Marco

  17. do contra disse:

    Ô, FG, que textinho fajuto, heim?

  18. Alessandro Candido disse:

    Flavio, esse Diário de Viagem me emocionou pra caramba… e de certa forma me fez dar valor a pequenos detalhes, já que não sou pai, mas crio uma sobrinha….
    Parabéns…e Obrigado
    Alessandro C.

Deixe uma resposta para MARCELO BATISTA FRUT Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>