MENU

terça-feira, 18 de novembro de 2008 - 10:33Publicidade

SEM PLÁGIO

SÃO PAULO (logo, logo) – Fiquei tão decepcionado com a informação levantada pela blogaiada de que aquele lindo comercial da Ford, no novo Focus, é uma espécie de plágio de uma propaganda de batatas fritas da Austrália, que decidi, pelos próximos 20 anos, reproduzir aqui apenas comerciais de automóveis feitos no Leste Europeu. São produções criativas e puras, ninguém copia ninguém. Começo a série, alimentada pelo Ricardo Guerrero, com este lindo anúncio do Tavria, que nada mais é que o Samara, só que veito na Ucrânia.

25 comentários

  1. Giovenardi disse:

    faz tempo que o site kibeloco mostra vários plágios como este ..

  2. Mario Aquino Alves disse:

    Flavio:

    Veja este singelo reclame do Volga…

    http://www.youtube.com/watch?v=vUffry9JK4Q

    Não é demais?

  3. Ricardo Laika Autoba3 disse:

    Detalhe que ninguém comentou… O carro é flex, gasolina e querosene…A tecnologia já existia por lá , só pra variar um pouco!

  4. Vi também a comparação publicada no blog do kibeloco. Ao que me pareceu, não foi exatamente uma cópia do comercial das batatas em todos os sentidos. Houve algo como uma inspiração, tipo, uma propaganda inspirou a outra. Um “quase plágio”, por assim dizer. Mesmo assim, isso diminui em muito o “impacto criativo” da propaganda do ford focus.

  5. Tohmé disse:

    Que merda de comercial.

    Inclusive, tem um ícone americano: ZIPPO

  6. samuel disse:

    Flavio, o blog, ou melhor, o site do Kibeloco, (porque blog tem que ter interação) acha plagio em tudo, a idéia do comercial australiano era diferente mostrava os caras comendo um doritos e trabalhando. unica coisa que era igual nos comerciais era a música. plagio mesmo é o comercial em que o cara tenta comprar passagem aérea para bauru. tá no kibe também, até o cenário é muito parecido.

  7. Cabra disse:

    Acho que o símbolo da Globo foi “inspirado” no da CBS……….

  8. Dener disse:

    Muito bom o comercial…

    mas o melhor de todos até hoje pra mim é esse:
    http://youtube.com/watch?v=yUGNM0OcyBI

  9. Sirlan Pedrosa disse:

    Mesmo que tenha sido inspirado em alguma coisa já existente….o comercial do Focus é de uma beleza ímpar.

    Como quase não vejo televisão, assisti aqui quando você postou….Gostei tanto que chamei outras pessoas para ver, e para minha surpresa as pessoas já tinham visto e gostavam muito do comercial….mesmo as mulheres, que não ligam tanto para carro como nós….

    O do Samara….ah…..Tem gosto para tudo amigo…..Embora o comercial seja bem melhor que o carro….

  10. wolf disse:

    Não é porquê está sendo usada a mesma música que trata-se de plágio. Um produto não tem nada a ver com outro. E a propaganda da Ford nem se compara em termos de produção. E a idéia também é diferente. Um fala sobre produção de um carro. A outra de um consumidor de batatinhas!!!

    Se fosse assim, ninguém mais poderia utilizar em uma propaganda uma música que já tivesse sido usada anteriormente!!!

    Imagina isso aplicado à ” Garota de Ipanema ” !!!!!!!!!!

  11. Rodrigo Moraes disse:

    Estranho que, em vez de destacar o design e a qualidade de construção do automóvel, focaram na economia. Esses criadores de reclame não sabem de nada…

    Aliás, a nova propaganda do Focus (a do dublê) é um porre!

  12. Marcia Helena Guerra disse:

    Gente que carro horrível….. O cara deveria por fogo nele!!!!!! Hahahaha…..

  13. Muito bom… mas parece que o Tavria é mais compacto do que o Samara.

  14. joao plata disse:

    muito boa!!!!!
    começaste bem a série

  15. Ricardo Beagle disse:

    Muito Bom!!!!

    Os Russos (e seus descendentes) são muito criativos.

    Veja o link abaixo… um verdadeiro sho de habilidade em derrapagem nas ruas da Europa.

    http://br.youtube.com/watch?v=yeG1G6c6HnU

    Abraços da Sibéria

    Ricardo Bigliazzi
    Uma no cravo… outra na ferradura… LOL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  16. Marcos Micheletti disse:

    Lucas, meu filho: é o contrário – o cara compra o isqueiro e ganha esse carro de brinde ….

  17. Lucas Micheletti disse:

    Deveria ter um isqueiro de brinde para quem comprasse esse carro. ahahahahahahaha ! ! !

  18. Beto Guaraná disse:

    Oi Flavio… não sabia como entrar em contato com você então resolvi comentar por aqui.
    Segue o link para o blog f1 nostalgia (http://f1nostalgia.blogspot.com/), do Rianov Albinov, lá foram postadas algumas fotos de motorhomes e me apaixonei por Mercedes, então como sei que você pode convocar uma legião de blogueiros gostaria de mais informações sobre os veiculos (caminhão e carro), a foto esta neste link: http://img371.imageshack.us/img371/3267/1954mercedesxo5.jpg
    Obrigado

  19. Nelson Pasini disse:

    Flavi,
    Eu só acho que eles deviam usar um isqueiro modelo Binga, pois o do filme é Zippo e muito americano pro meu gosto.
    Pasini

  20. Fabio Mantovani disse:

    Não sei de que ano é o comercial (reclame, como dizia meu avô), mas aqui desse lado do mundo seria politicamente incorreto (de novo!).

    Onde já se viu alguém se dar bem por ser fumante?

    O mundo tá muito chato.

  21. Pé de Chumbo disse:

    Vá ser econômico assim lá na casa do isqueiro!

  22. fe disse:

    Bom… sobre aquele comercial do Foccus, uma coisa bacana a ser dita: a trilha sonora foi toda feita no Brasil, por profissionais brasileiros. Foram adquiridos os direitos da música mas não os direitos sobre a gravação, então a música foi toda regravada por profissionais brasileiros. E ficou muito, muito bacana, porque eles conseguiram manter o mesmo estilo da gravação original (o que é super complicado, porque os instrumentos são outros, a tecnologia avançou e mesmo assim eles conseguiram manter o ar retrô).

  23. LBM disse:

    Na propaganda dificilmente se acha algo novo, praticamente tudo é copiado ou reciclado. Por exemplo, o simbolo da Globo é cópia de um símbolo de euma TV no Japão, só que é quadrado, não redondo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>