MENU

terça-feira, 22 de dezembro de 2009 - 19:28Cars & girls, Indústria automobilística

CARS & GIRLS

SÃO PAULO (será que pelo menos o nome fica?) – Pegando carona na seção, que não se faz só de pernas e decotes, informamos que depois de longo relacionamento, que vem desde os tempos da Iugoslávia, na década de 50, a Fiat assumiu por 100 milhões de euros o controle da Zastava, que pertence ao governo da Sérvia.

Já faz algum tempo que a Zastava produz em suas fábricas o Punto. Alguns modelos do passado que levavam a marca iugoslava também eram licenciados pela Fiat. Até o 500, creio. A foto eu tinha guardado para usar um dia desses, e acho que é de um Zastava. Pelo menos o avião é de lá.

A Fiat anda comprando demais, eu diria.

pic32570

43 comentários

  1. Ernesto disse:

    Parece um Opala. O aeroporto é na Alemanha, Suissa ou Austria.

  2. Michel disse:

    Deve ter sido uma propaganda de ” FLY & DRIVE” da época…pois a moça parece estar entregando algo ( deve ser a chave) para o cliente recem chegado !!Quanto ao avião sem dúvida é um CARAVELLE ( ou uma imitação Soviética deste que foi o 1º jato comercial do mundo) o carro parece mesmo um Ford ( Taunus !? Feito na Alemanha)

  3. ivo zangirolami junior disse:

    o mais legal é o detalhe do fio oucano , pendurado embaixo do carro…muito 10 a foto!!!

  4. Du Carmo disse:

    O carro é realmente u Ford Alemão, o Taunus 17M com motor V4 que equipava também os defuntos SAAB 96V4!
    Óptimo Natal para todos.

  5. Muller disse:

    Pode ser um avião Iugoslavo, mas a escadinha com os dizeres “Flughafen” (aeroporto, em alemão) e o Rekord estacionado me fazem acreditar que o local seja em algum ponto da Alemanha…

  6. geraldo nunes disse:

    Levo o carro e a aeromoça, tem bastante espaço interno para dois…

  7. RODOLFO disse:

    O avião é um CARAVELLE vou muito aqui no Brasil nos fins da decada de 50 com a bandeira da Varig, Panair e por fim Cruzeiro do Sul até serem vendidos e substituídos nos anos 70. FELIZ NATAL A TODOS.

  8. Danilo disse:

    É um Ford alemão dos anos sessenta: não sei se é o 17M ou 20M.

  9. N disse:

    Já levaram tudo. Acho que nem o nome fica.

  10. Edilson Vieira disse:

    A estratégia da Fiat é garantir que seus carros para exportação continuem sendo produzidos nessas fábricas do leste europeu com baixo custo de produção -se comparadas com as fábricas da europa ocidental, digamos assim. Se a Zastava vai continuar a existir.. talvez sim. Talvez o Skala 55 chegue ao Brasil com o mais novo popular da Fiat, quem sabe… Quanto ao fato dela estar comprando demais. Não penso assim. Bem que a Fiat poderia investir na Avtovaz por exemplo e garantir uma bela fatia de mercado antes que a fábrica russa naufrague de vez ou os chineses a comprem primeiro.

  11. Claudio Arantes disse:

    O carro é um Ford Consul ou Zephir alemão dos anos sessenta

  12. Gerson disse:

    nem imagino que carro é esse, parece uma mistura de corce l1 com opalão.

  13. marcello baviera disse:

    Gomes,como vc é fã das marcas europeias gostaria que vc comentasse em um tópico a venda da VOLVO para a chinesa GEELY!No Brasil os Volvos não são muito apreciados,foram pouco vendidos,uma pena!Nos filmes americanos é comum vermos modelos como o meu 940!

  14. O risco é acontecer o mesmo que aconteceu com a GM. Compra, compra, compra e depois…

  15. Marco disse:

    A escadinha do avião está escrita em alemão… Será que não é um Opel Rekord mesmo?

  16. Eric disse:

    FG,
    O 500 moderno é feito na Polonia.

  17. Tohmé disse:

    E a FORD vendeu a Volvo para a chinesa Geely

  18. victor freire disse:

    uma coisa que eu sempre achei interessante é que a antiga iugoslávia, pelo fato de não ser alinhada, tinha uma margem de manobra enorme e interessante tanto entre o lado ocidental quanto o oriental. era como se fosse uma suíça comunista. o padrão de vida deles era interessante também, sensivelmente melhor que países da rabeira do capitalismo europeu, como espanha, portugal e grécia. tito poderia ter suas desvantagens no que diz respeito a liberdades individuais, mas também era o único que conseguia manter aqueles cabeças duras dos bálcãs unidos.

  19. Banana Joe disse:

    Comprando demais?
    Também acho, mas E$ 100 milhões deve ser pouco mais do que o salário anual do Montezemolo… ninharia!

  20. Fernando disse:

    Caravelle sem dúvida, porém quanto ao carro, creio ser um
    Opel Record. Feliz Natal.

  21. Juan disse:

    Comprando demais e mal!

    Juan

  22. Ricardo Bigliazzi disse:

    Invariavelmente qualquer negocio tende a morrer mais cedo ou mais tarde.

    A FIAT sabe disso… entre morrer mais cedo ou morrer mais tarde… acho que os Italianos estão tentando optar pela segunda opção.

    Neste momento da economia mundial… ou as empresas se estabelecem e ocupam os espaços disponiveis ou perecem por falta de planejamento estratégico.

    De longa data a FIAT se preocupa com o antigo Leste Europeo, já com um espaço conquistado entre os consumidores é melhor reforçar a sua posição do que deixar o flanco aberto.

    Segue o jogo…

    Abraços

    Imperador
    A Fiat esta crescendo…

  23. JDFortuna disse:

    A FIAT e a VW consolaram-se de comprar fábricas, nenhuma delas tentou a SAAB. :(

  24. Rogério Magalhães disse:

    Só sei que uma aeromoça dessas eu Zastava pra dentro do banco traseiro da caranga e tratava como a deusa dos ares, hehehehehehe…

  25. José Brabham disse:

    Grande Caravelle… voei algumas vezes neles nas cores da saudosa Cruzeiro do Sul…

  26. Thiago Sabino disse:

    Caravelle…..
    grande avião. Dos que marcaram história!

  27. Chico Rulez! disse:

    Tem um je ne sais quoi de Democrata, não?

  28. Lucas Martin disse:

    parece um opala com trazeira de corcel I . O farol da menina está aceso…

  29. Victor disse:

    O que muda para a Zastava com essa compra?
    Mais estrutura/grana para para produçao?

  30. Eudemar disse:

    FLAVIO E GALERA, ESQUEÇA ESSA GIRL(QUE DEVERIA ESTAR MENOS VESTIDA E ME PARECEW OUTRA PEITUDA!), AI, E LEIAM E COMENTEM:
    O ALEMÃO FOMINHA VOLTOU, GENTE, SEGURAAA ELE NICK ROSBERG! rsrs!
    Segundo o jornal alemão Bild, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher finalmente acertou o seu retorno à principal categoria do automobilismo mundial para correr pela equipe Mercedes pelo valor de 7 milhões de euros por um ano.

    Depois de uma tentativa frustrada de retorno pela equipe Ferrari, pela qual conquistou cinco títulos mundiais, em substituição ao brasileiro Felipe Massa, Schumacher passou mais de um mês em negociação com a equipe que adquiriu a Brawn GP, campeã de pilotos e construtores na temporada 2009.

    O alemão não havia retornado à Fórmula 1 devido às dores no pescoço que foram causadas por um acidente em corrida de motos sofrida no mês de fevereiro. Com isso, acabou dando lugar ao italiano Luca Badoer, posteriormente substituído na Ferrari pelo compatriota Giancarlo Fisichella. Em entrevista recente, o presidente ferrarista Luca Di Montezemolo afirmou que não poderia dar um carro para Schumacher em sua equipe que terá o brasileiro Felipe Massa e o espanhol Fernando Alonso na próxima temporada.

    Com as saídas do inglês Jenson Button e do brasileiro Rubens Barrichello, a montadora alemã passou a buscar um piloto que pudesse colocar a marca em evidência. A tentativa com o finlandês Kimi Räikkonen fracassou e o campeão de 2007 foi para as provas de rali. Mas Michael Schumacher demonstrou vontade de retornar para acertar com o time alemão.

    O principal trunfo da equipe Mercedes para o retorno de Schumacher foi Ross Brawn, chefe da equipe, que trabalhou com o piloto alemão na Benneton entre 1992 e 1995 e na Ferrari entre 1996 e 2006. Brawn foi o estrategista da escuderia italiana nos principais momentos de Michael Schumacher.

    A equipe Mercedes deverá ter uma equipe completamente alemã. Além de Michael Schumacher, o alemão Nico Rosberg, que correu pela Williams em 2009, deverá pilotar um dos dois carros da equipe. De acordo com o jornal alemão, a dupla de pilotos deverá ser anunciada pela escuderia em janeiro, mês em que Schumacher, que deverá ter o número 4, poderá testar o novo carro com uma licença que a Mercedes tenta obter junto à Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

    A porta-voz de Michael Schumacher, Sabine Kehm, afirmou à BBC que não pode fazer nenhuma declaração sobre o possível acerto com a equipe Mercedes.

  31. Alfredo Gehre disse:

    O carro eu não sei…
    Mas não é feio para a época !

    Agora…o CARAVELLE atras é maravilhoso !!!

  32. jugger disse:

    A coluna do teu amigo candango R Nasser diz que a VW pode comprar a Alfa, que a FIAT aceita vender… inexplicavel… A mais Cuore das marcas italianas…

  33. Alexandre Bento disse:

    Acho que é um Opel Rekord. Notem as calotas…

  34. petrafan disse:

    vários carros nessa época tinhm muitas semelhanças de estilo com o Opel Rekord, que depois virou nosso Opala.
    acho legais essas fotos em preto e branco de lugares atrás da cortina de ferro.

  35. Rodolfo Garcia disse:

    Olá Flavio Gomes,

    Deixo a seguir um link muito curioso de um video feito pela equipe Red Bull Racing da NASCAR. O video é feito na Times Square, onde um carro da NASCAR faz um pit stop em plena avenida. Muito curioso.

    http://www.youtube.com/watch?v=kZbnR7rKR6k&feature=player_embedded

    Sou grande fã seu e não perco nenhum episodio do Indiana Gomes no Limite.

    Um grande abraço.

  36. regi nat rock disse:

    Zastava na hora de mostrar uma atual vovó, em seus belos tempos.

    Como será que está hoje?

    que trocadilho idiota esse…

  37. Marcelo Curvo disse:

    O avião é um Sud Aviation Caravelle.

    Sds

  38. Carlão disse:

    Fiat ??? Isso aí na foto tá parecendo um Opalão 4 portas 60′ e qualquer coisa…

  39. Phil disse:

    Belo Caravelle alí atrás.

  40. Mario Mesquita disse:

    Tem um jeitão de opala… bonito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>