MENU

domingo, 13 de junho de 2010 - 15:12Automobilismo internacional

AH, LEÕEZINHOS…

SÃO PAULO (vamos ao que interessa) – A Audi ganhou as 24 de Le Mans. Fez o segundo. E o terceiro. Ah, os leõezinhos da Peugeot, hoje, não assustaram. Cheios de problemas existenciais, ficaram pelo meio do caminho. O melhorzinho chegou 28 voltas atrás…

A nova geração dos pilotos da velha e boa DKW de Ingolstadt matou a pau. De novo.

55 comentários

  1. Kauan Abdon disse:

    Oi ae vcs podem me tirar uma duvida ? Como uma pessoa se torna piloto de Le Mans ? Meu sonho e ser piloto de Le mans =)

    Kauan Abdon

  2. MSM disse:

    Esse ano foi de surpresas. A Peugeot dominou até ficarem pelo caminho, tanto pela equipe de fábrica, quanto pelas particulares. A Audi com o novo R15 manteve-se constante e acabou no pódio com uma trinca.
    Na P2 o Honda da Patron Racing dominou também, mas quem levou foi o Honda de outra equipe (menos mal).
    NA GT1, duelo entre Ford Gt e Corvette, mas foram ficando de fora e quem levou no bolso foi o Saleen S7 com mais de 10 anos de pista.
    E na GT2, o Corvette e a Ferrari travaram duelo, e quem roubou a cena foi o Porsche 997.
    Corridas de longa duração, não adianta ser rápido o tempo todo, e sim manter regularidade e ter um equipamento confiante.
    Destaque negativo foi a batida logo no início do Mansel.
    E apesar de não completar a prova, o Jaime Melo vinha fazendo um corridão, largaria em 1º mas foi punido para a última posição e aí fez uma corrida de recuperação até chegar na disputa da 1ª posição com o Corvette, curva a curva os dois foram sensacionais.

  3. Róber D. Botelho disse:

    Aconteceu a fábula da Lebre e da Tartaruga na fabulosa Le Mans 2010.
    Peugeot derrotada pela soberba – Audi em primeiro, segundo e terceiro.

  4. Fabio Souza disse:

    Flavio,

    Para mim, ganhar uma prova com as posições “herdadas” é muito sem graça. É igual aquele time que perde mas leva o campeonato, porque jogou com o “regulamento”.

    Corrida para se gabar, tem que ganhar ultrapassando os adversários e não contando com o azar dos outros. Se não fossem os problemas técnicos, os “dkw” de hoje estariam vendo os leões beeeem de longe.

  5. Marcos disse:

    A explicação veio da própria Audi, com as limitações impostas aos motores a diesel a Audi resolveu limitar a potência de seus motores visando a durabilidade em detrimento a velocidade.
    Tá explicado.

  6. Carlos Galto disse:

    Marcel, os Audi “SÓ” ganharam por causa dos motores dos Peugeot que explodiram????
    Não adianta a Peugeot colocr o motor do Colúmbia nos seus carros e eles não aguentarem… Os Audi podi ter motor DKW, 2 tempos e 100 cavalos que, com a manutenção correta, levariam a prova…

  7. pauloaidar disse:

    Caro Flavio, é obvio e enxerga quem quer. Enquanto os franceses, americanos e italianos (esses ultimos com a manjada malandragem latina),continuarem achando que uma corrida de Endurance se resolve no primeiro terço da prova , vão continuar batendo palmas para os tedescos.

    A largada foi proeminente, os quatro monstros franceses dispararm feito vaca louca enquanto os AUDI na dele, os tres juntos,naquela tocada segura e eficiente que sabemos como acabou, 1-2-3 humilhante.

    Na GT2 os vaca louca da GM jogaram as Vettes, agora tb nesta categoria, na frente como se não houvesse amanhã, depois da rossa ter sido flagrada com a utilização de peças não homolgadas na suspensão da sua F430, e não com problemas na asa traseira como divulgado e relegada ao lugar que picaretas merecem, o fim do grid.

    Enquanto isso os Porsches 997 RSR desfilavam sua habitual resistencia e competencia para ao final guardar mais uma no bolso.

    Então, plebe rude das corridas, sonhem mais um ano porque a de 2010 já tem dono.

  8. Marcel, p’ra vencer corridas é preciso terminá-las. E é por isso que se chama Campeonato Mundial de ENDURANCE. Como você mesmo disse, foi merecido.

  9. ECidade. disse:

    Os motores da era turbo da F1 eram 1,5 l e não 1,6.

    ECidade.

  10. vitão disse:

    e o problema dos leões foi pior, porque o primeiro carro a abandonar ( LAMY, Bordais) teve uma colossal ruptura estrutural na ancoragem da suspensão dianteira na fibra de carbono. Este é um defeito que podia atingir os outros carros, de maneira perigosa para os pilotos. E para quem falou em motor diesel 1.0, lembro que o principal problema é a inércia de elementos móveis ( pistões, bielas, etc) muito mais reforçados e pesados em comparação a motores a gasolina. A perda é maior que as vantagens. Acho que o menor motor diesel é da PEugeout , com 1,3 litros, que a Ford equipa o Fiesta na Europa. E os agradecimentos ao Speed channel por realizar esta façanha.

  11. Marcel Cintra disse:

    A AUDI só ganhou por causa dos motores PEUGEOT que explodiram. Os AUDI estavam precisando de binóculos para ver os leões lá na frente. Mas como Le Mans o importante não é ser o mais rápido e sim o mais durável, a AUDI levou merecidamente. Uma pena para o Jaime Melo que sobra na GT2, mas sua Ferrari não aguentou, câmbio pediu arrego 3 vezes.

  12. Gustavo Oliveira disse:

    Ah, e Timo Bernhard e Romain Dumas são pilotos contratados da Porsche, sintomático…

  13. Gustavo Oliveira disse:

    Foi a maior derrota que já vi nesses 25 acompanhando corridas. A Peugeot era franca favorita, com os 908 sempre muito rápidos e vindos de uma grande vitória em Spa, mas esse final de semana mostrou que, antes de qualquer coisa, Le Mans é resistência. Com problemas graves como os que aocnteceram nos 3 carros da fábrica e no da equipe Oreca (que o GP informou os pilotos errados), não adianta nada ter uma performance de F1.

  14. Carlos Galto disse:

    SORTE???
    AZAR???
    INCOMPETÊNCIA MESMO!!!
    Não tive pena não!!
    Os Pug’s eram 2 segundos mais rápidos que os Audis por volta, mesmo quando tinham uma volta de vantagem. Quais eram os papéis de seus chefes de equipe?? “Galera, levantem o pé do acelerador!! Vamos rodar no mesmo tempo e poupar os carros…” Mas nãããããooo!!! “Somos muito mais rápidos!! Na telemetria os carros estão rodando como relógios suiços!! Soquem o pé no porão!!”
    Na P1, na GT1 e na GT2 aconteceu a mesma coisa!! Os favoritos eram tão favoritos que largaram pra fazer sprint de duas horas… Peugeot, Ford GT, Corvette e Ferrari moeram tudo o que podiam e não podiam. Ninguém tem de chorar não!!!! Quer dizer, podem chorar de raiva pela burrada que fizeram em jogar fora o trabalho de um ano inteiro…
    A galera que estava acompanhando a prova pela comunidade do orkut vinha dizendo isso desde a primeira bandeira amarela causada pelo acidente do Mansell. O pessoal dizia “cacete, eles têm meia volta de vantagem e tão socando a bota!! Pra quê??” Com os Ford GT a mesma coisa. Os Vette da GT2, depois do show da Ferrari da Risi no início, partindo de último e chegando na ponta antes das primeiras duas horas, impuseram um ritmo de GT1 junto com a Ferrari por umas 4 horas, trocando várias vezes de posição por volta, isso por umas 3 horas. A Ferrari quebrou e os Vettes continuaram, de repente querendo ganhar na geral entre os GT.
    Não tem segredo, magia ou materiais de outro planeta, ENDURANCE!!! Coloca um Formula 1 em LeMans… Talvez dê umas 30 voltas, colocando umas 5 em cima do primeiro protótipo, depois babau…

    Quanto a narração/transmissão pelo Speed, critiquei fortemente as vozes mas só posso agradecer!! Enquanto a Globo e suas afiliadas, e também a Band e o ESPN nem dão a informação de que está sendo disputada a mais importante prova do automobilismo mundial, com 3 brasileiros na pista e um engenheiro brasileiro ganhando um pódio na P2 (isso nem o Speed disse…), o Speed nos entregou, mesmo que em cima da hora, imagens belíssimas de quase toda a prova e informações aceitáveis para os não iniciados. Para a galera que já tem algum conhecimento, a gente se vira e filtra as informações equivocadas. Caso a transmissão se repita, a equipe do Speed BR poderia dar uma estudada antes, inclusive tomei a liberdade de convidá-los durante a transmissão para nos acompanhar pelo orkut…
    Valeu, Speed!!!

  15. Antonio Vieira disse:

    Caro Rodrigo Mattar, tenho grande respeito por ti e pelo teu blog, uma das (poucas) boas referências de automobilismo neste país. Acho que no dia em que o Speed abrir as portas talvez fosse o teu caminho mais natural… até torço por isso. Agora me diga: qual a TV nacional faz melhor do que o Speed? Onde mais encontro esforço (como na transmissão das 24 horas) e dedicação ao automobilismo, ainda que em condições bem distantes das ideais? Onde mais encontro respeito pelo telespectador das corridas? Talvez somente nos canais da Rede Bandeirantes… concordas?

    • Antonio, como vai? Obrigado pelos elogios. Concordo que o Speed fez bonito ao transmitir Le Mans, como já fez no ano passado. Mas discordo de você quanto à Band. E a transmissão das 500 Milhas de Indianápolis? E as corridas em horários simultâneos com o futebol? Nem todo mundo tem Bandsports. Eu não tenho.

  16. Jason Vôngoli disse:

    Ótima ilustração: um casalzinho de pistões felizes, ao melhor estilo “enfim, sós” e os outros dois pares de pistões bem putos, arrastando um monte de válvulas e um comando…

  17. Carlão disse:

    É verdade Gomes, tem nada a ver. Em comum, só quatro rodas um motor, um chassis, um DNA, uma das Argolas do logotipo e uma das fabricas que constituiram a atual AUDI. Nada a ver…

  18. arnaldo disse:

    Enquanto a Audi ganhava em Le Mans com os DKWs modernos,nos ganhavamos aqui em Interlagos com os DKWs tradicionais.A homenagem feita aos pilotos BIRD e MARINHO foram fantasticas.estiveram presentes tambem B. SHARP, SR.CRISPIM,FRANCISCO LAMEIRÂO,pessoal dos dois clubes de DKW,RENALT CLUB.Tinha GT MALZONI,PUMA DKW,BELCAR,CARRETERAS,assim comoRENAULT ALPINE,R8,berlineta INTERLAGOS.Teve um coquetel com um bate papo muito legal com os pilotos.Parabens aos organizadores ALFREDO GEHRE ,FRITZ.

  19. Hey disse:

    Amigo Hendrix ressucitou a teoria utópica do moto continuo… Abaixo a resistência do ar, atrito das pecas, calor e outras energias perdidas.

    • hendrix disse:

      tecnologia serve pra isso.
      poderia ser então um motor mil turbo de 4 cilindros em linha com kers, e no final gastar pouco litros por andarem 305 km por domingo.

    • hendrix disse:

      obs: nos anos 80 com o turbo liberado, os motores eram de 1.6 litros e rendiam 1.000 cavalos durante a corrida e 1.400 na classificação.
      ouvi uma entrevista do piquet dizendo q os turbos eram maiores q os motores.

    • Renan disse:

      é realmente não da pra ser moto continuo… mas da pra chegar perto!!
      Teria que liberar o Turbo tbm!! ai ajudaria muito com o consumo!!
      alias ta na hora da F1 para com essa coisa estranha de travar o desenvolvimento do motor e traçar um plano de redução continua do Tanque de Combustivel!!
      2011 250L
      2012 230L
      2013 200L
      e assim vai!!!

  20. Carlão disse:

    1°, 2° e 3°… Agora o Gomes tem assunto pro ano inteiro…
    E viva os alemães.

  21. hendrix disse:

    eu queria muito ver essa tecnologia de motores turbo-disel na F1.

    imagina só: motor 2.0 turbo disel v6 com kers.

    obs: o kers liberado pra todas as retas, e ñ somente uma vez por volta.

    a f1 ia ficar ecologicamente condisseste com a necessidade do mercado, além disso podia ao passar dos anos ir diminuindo o volume do tanque de combustivel, chegando a um ponto q somente o kers ser o “combustivel” totalmente limpo da categoria, onde automaticamente o carro se re-alimentava, a tão famosa energia infinita.

  22. Espinosa disse:

    Flávio parabéns como você previu, deu Audi com seus DKWs e temos que agradecer ao canal Speed por nos ter presenteado com a oportunidade de assistir alguma coisa mais interessante do que essa chatura de Copa do Mundo,
    E temos que torcer para que a Globo JAMAIS adquira os direitos de transmissão das 24 horas de Le Mans, pois tudo que a globo põe o seu dedo acaba estragando e por fim não respeitando o público amante da velocidade. Como por exemplo, a decisão da emissora de interromper a transmissão do Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1 para a cobertura da visita do papa, e outras coisas a mais. Um abraço a todos e tenham uma boa semana.

  23. O Dr. Wolfgang Ullrich chefe de equipe da Audi estava emocionado nas duas últimas voltas, é de se imaginar, ano passado no centenário não conseguiram levar, porque o carro era um novo projeto, esse ano lavaram a égua e ainda ensaboaram o potrinho. Falando de carros alemães olha o que estão fazendo com seus Trabis aqui na Alemanha
    http://www.n24.de/news/newsitem_6040784.html?id=846614&autoplay=true

  24. Caique Henrique. disse:

    Eduardo,

    As 4 Argolas que a AUDI usa, foi uma permissão da Volkswagen quando comprou da Mercedes a Auto Union. O Logo da AUDI é um Loguinho bem chinfrim e ela era apenas uma das Argolas que hoje ostenta como seu LOGO principal. A DKW era outra das 4 Argolas, completadas pela Horsch e pela Wanderer.

  25. Antonio Vieira disse:

    A Audi além de fazer o pódio inteiro ainda bateu o recorde da distância percorrida na prova… sensacional! Como disse o Felipe Passos: também é preciso registrar a incrível cobertura do Speed e dos heróicos Sérgio Lago e Roberto Figueroa, que narraram a maior parte da prova além das 3 categorias da Nascar, tudo num dia só! E com informação e bom humor, do começo ao fim. 10 pro Speed, de novo!

  26. Du Carmo disse:

    Assisti no canal Speed e ouvi de alguém, que a AUDI inovou nos motores a Diesel, mas a Peugeot exagerou com motores a lenha!

    • Eles correm com um motor com sistema de injeção Bosch Common Rail com injetores acionados por cristais piezo elétricos e uma bomba de diesel para cada banco de cilindros, a usina tem aproximadamente 1000Nm(100kgf) de torque e uma curva plana, ou seja, torque máximo desde as baixas rotações, e para 2011, estão planejando correr com um diesel V6 e um novo modelo chamado R18.
      Más a Peugeot corre um motor tão Hitec quanto os da Audi.

  27. Henrique disse:

    A corrida foi fantástica! Não pude ir pessoalmente (fica pro ano que vem) mas era dramática a transmissão francesa, com um Leão por vez caindo. Eu não gosto da Peugeot, não vou muito com a deles como equipe… muito pelo documentário Truth in 24 e umas declarações meio arrogantes da época que o Villeneuve ainda estava por lá. Mas, sobretudo, porque como engenheiro mecânico , há de se tirar o chapéu para a Audi. O pacote deles não é o mais rápido, mas é um tanque em termos de confiabilidade. Os Peugeots, sempre que forçaram, arrumaram problema. Uma pena pela equipe Oreca. Simpatizo com equipes privadas, muito embora seu outro carro tenha chegado em 4º. E por fim, parabéns ao trio do carro #9 pela vitória. Aquela imagem dos 3 Audis recebendo a bandeirada juntos não tem preço!

  28. ALEX B. disse:

    Ahhh, os devaneios dos po po po po…

  29. Marcos disse:

    Amigão, nunca ouviu falara da Auto Union?

  30. Felipe Passos disse:

    Só complementando a informação Flávio, o melhor Peugeot (da equipe Oreca Matmut) nem completou a corrida. Parou no meio da pista no fim da corrida quando tentava a qualquer custo chegar no 3º Audi forçando demais o carro e só ficou com a 4ª colocação porque estava bem na frente do 5º colocado. A Peugeot foi uma decepção total hoje. Bom para quem gosta de Audi como eu e você Flávio!

    Vale parabenizar à transmissão do canal Speed, principalmente os narradores/comentaristas Sérgio Lago e Roberto Figueroa que ficaram ontem no ar direto desde às 9h30 até meia-noite (entre transmissões de Le Mans e Nascar) e voltaram hoje das 7h até o fim da corrida às 10h30! Criticamos muito – e com razão – as transmissões da Globo e Bandeirantes, temos que enaltecer quando tem um canal (pena que somente fechado) que dá valor ao automobilismo e beneficia nós no Brasil que convivemos com um certo “preconceito” com o automobilismo por parte das TVs, com raras exceções!

    Abraços

    • Eduardo disse:

      Felipe,

      A qualidade da transmissão das 24 Horas de Le Mans pelo canal Speed é muito discutível. O fato dos narrador e comentarista terem se desdobrado para “ficar no ar direto” revela, acima de tudo, falta de profissionalismo da direção da emissora, inaceitável para um canal pago. Levar seus profissionais à exaustão, como aconteceu na última hora de corrida, que ao invés de apresentarem uma análise em profundidade do que aconteceu nas quatro categorias, os levaram a ficar respondendo e-mails de telespectadores, que nada acrescentavam.
      Além do mais, interrupções impertinentes ao veicular comerciais de produtos não comercializados no Brasil, reforçam o primarismo da gestão desta emissora.

    • Não é inveja, nem despeito, mas acho a qualidade da dupla referida bem discutível.O conhecimento automobilístico deles é bem raso. E com a internet hoje difundindo a Endurance, não custava uma consulta às boas fontes de informações. Prefiro assistir as provas com narração em inglês, feitas por gente que entende do riscado e tem conhecimento de causa. No dia em que o Speed abrir suas portas pra sangue novo, quem sabe…

    • vitão disse:

      mesmo que ocm alguns erros, assino embaixo.

    • Felipe Passos disse:

      Eduardo e Rodrigo respeito a opinião de vocês, até concordo em algumas coisas, mas tenho um opinião um pouco diferente.
      O Canal Speed é um canal americano que está ainda começando a engatinhar no Brasil. As transmissões são feitas desde Los Angeles. Sérgio Lago e Roberto Figueroa trabalhavam na ESPN quando a transmissão desta era feita desde os EUA. Inclusive o Roberto Figueroa ainda mora em Bristol, Connectcut (onde fica a sede da ESPN) que é do outro lado dos EUA. Todo fim-de-semana ele vai pra Los Angeles para as transmissões da Nascar. O contrato feito pelo Speed pra transmissão das 24 h de Le Mans deste ano para o Brasil saiu de última hora. Pra quem assiste o Speed direto sabe que os 2 estão se esforçando ao máximo para que o canal “pegue” no Brasil, fazendo programa voltado ao Brasil (Curva do S) e tb transmitindo eventos nacionais como a Copa Montana, Porsche Cup, Mini Challenger, Marcas e Pilotos paulista e gaúcho. Isto tudo com pouca verba que o Speed americano libera para as transmissões brasileiras. O canal apresenta propagandas de produtos não comercializados no Brasil pq, por falta de verba, usam o mesmo sinal que vai para a America Latina, só enviando o sinal de áudio em português. Agora se queremos ver propagandas nacionais, mais transmissões de eventos brasileiros e mais profissionais capacitados nas transmissões devemos apoiar o canal, dar audiência para que produtos comercializados aqui no Brasil queiram pagar pra terem suas marcas divulgadas e assim gerar mais verbas. O fato de lerem mensagens de e-mail ou twitter (eu escrevo direto pra eles) é uma forma deles terem um feedback de como está a transmissão e tb um meio da transmissão se tornar interativa, que é uma tendência em todos os canais de grande porte.
      O automobilismo nacional e os amantes de automobilismo em geral carece das TVs que na grande maioria está nem aí, fazendo descaso nas transmissões. Vide o que Globo faz com Estoque e a Band faz com a Indy (deixa a maior parte das transmissões só no canal fechado). Temos que dar créditos sim para canais como Rede TV, Record News e Speed que têm se esforçado para manter o automobilismo, senão vivo, pelo menos ainda respirando na mente dos brasileiros.
      Canais como Sportv e ESPN deixam muito a desejar. Mas muito mesmo. A Sportv tem pouquíssimas transmissões de automobilismo se comparar o porte do canal. A ESPN quase não mostra automobilismo. Olha que adoro a ESPN, é o canal que mais assisto, mas só tem 1 hora semanal de programa de automobilismo e 1 hora de WRC qd acontece uma etapa.
      Um canal 24 h voltado ao automobilismo é o que a maioria de nós que freqüentamos o blog do Gomes sonhamos em ter na nossa TV. O Speed está tentando ser isto mas precisa de nossa colaboração também!
      Eu faço minha parte assistindo (ainda bem que tenho o canal na minha operadora!) e também escrevo direto pra eles dando meu apoio e opiniões.
      Espero que vocês entendam ou pelo menos respeitem minha opinião. Pode ser que eu esteja errado mas está é minha visão.

      Abraços

    • Meu caro Felipe, acho que os dois moços do canal deveriam ter a humildade de reconhecer que não fazem transmissão pra quem curte automobilismo. O maior exemplo são as gracinhas do Figueroa que diz na cara lavada que o Jeff Gordon é bicha. Tremenda falta de respeito, não acha?
      Eu tinha visto uma corrida anterior da American Le Mans Series, transmitida ao vivo, se não me engano a de Long Beach. Qualquer um que acessasse o site da categoria saberia no grid de largada que piloto guiaria o carro no primeiro trecho de prova. No Aston, andou primeiro o Harold Primat e eles saíram dizendo que o Adrián Fernandez é quem guiava. E não se corrigiram, mesmo com o GC mostrando que era o Primat. Pombas! Será que eles não usam internet pra se atualizarem? Só ficar lendo e-mail elogiando não adianta. Têm que aceitar críticas. Há três anos o canal está no ar e poucas transmissões deles foram realmente boas.
      Abraços

    • Felipe Passos disse:

      Rodrigo, eu entendo seu ponto de vista. Mas há 2 anos acompanho as transmissões do Speed e nunca vi eles se vangloriando que fazem uma excelente transmissão. Quanto às brincadeiras do Figueroa eu particularmente gosto, deixa a transmissão mais leve. Ele pega no pé do Jeff Gordon pq o Sérgio Lago torce para o piloto. Então na verdade é uma brincadeira entre eles. Na minha modesta opinião é melhor uma transmissão independente, leve, com brincadeiras do que só coisas formais, como por exemplo obrigação de elogiar os eventos, evitar de falar nomes de empresas citando com siglas ou coisas do tipo. É claro que eles não são experts em automobilismo, mas pelo menos o Figueroa está se buscando se aperfeiçoar em Nascar que é a principal categoria do canal. Quanto ao acesso à internet, que também acho essencial numa transmissão, eles várias vezes ao vivo nas transmissões já informaram que não é sempre que tem um laptop no estúdio de transmissão. Não sei o motivo, mas inclusive os e-mails que lêem são impressos. O Twitter o Sérgio Lago acessa do telefone dele…já disse numa transmissão. E também várias vezes lêem mensagens criticando.
      É lógico que o canal ainda é falho se comparar com as grandes Globo/Sportv, Band/Bandsports e ESPN mas espero realmente que cresçam bastante pra que cada vez melhorem mais as transmissões.

      Abraços

    • Fernando Kesnault disse:

      Ratifico as suas palavras Felipe eu também tenho a sorte de ter um canal (se não com o melhor conteúdo…) específico de automobilismo o que é muito legal e só em sonho nos permitiria pensar que pudesse ter, mas virou realidade pela FOX e cabe a nós incentivarmos esta iniciativa, mesmo se for boa ou ruim as apresentações, tudo se melhora, se adapta e se desenvolve. Está ótimo com o atual nível e os dois (Lago e Figueroa) merecem o nosso crédito e confiança e outra ninguém é obrigado a saber tudo e basta pesquisar. Estão dando um grande passo com o canal Speed e espero sinceramente que continue assim, para o nosso bem. (hehehe).

    • Caro Rodrigo,
      .
      Não escrevo neste blog há tempos, desde que fui bloqueado pelo Flávio Gomes em seu twitter. Talvez ele não queira saber minha opinião.
      .
      Só vi este post, porque meu irmão me passou o link, e achei nobre defender um canal que traz um pouco de automobilismo na pobre grade de canais do Brasil.
      .
      Eu sou irmão do Felipe e desde que na casa dele chegaram as imagens do Speed, faço de tudo para estar lá e assistir o canal, porque a porcaria da TVA não o disponibiliza para mim e não mudo de provedora por motivos de custos.
      .
      Pois bem, concordo que a transmissão do Speed não é muito técnica, mas hoje eu sou mais fã da Nascar do que da F1 pelo motivo simples da transmissão descontraída do Lago e do Figueroa.
      .
      Quanto a informações técnicas em transmissões de corridas, aqui no Brasil, acho que o Speed não deixa muito a desejar.
      .
      Alguns nobres narradores, trocam nomes de pilotos, abreviam nomes de equipes que tem patrocinadores diferentes dos seus, brigam contra as imagens em nome de um nacionalismo barato, esquecem de dar informações técnicas importantes entre outras “falhas” que não deveriam acontecer em uma transmissão séria de automobilismo.
      .
      O pífio espaço que Bandeirantes, Bandsports, Globo, Sportv e ESPN dão ao automobilismo ao vivo no Brasil, não agrada a qualquer apaixonado por automobilismo.
      .
      Quem segue os pilotos brasileiros no twitter sabe que muitos, mas muitos mesmo, estão insatisfeitos com as transmissões de corridas nas TV’s do Brasil, com destaques para Tony Kanaan e Rubens Barrichello que ficam putos com o fato de que, nas folgas deles no Brasil, acordam cedo no domingo para ver uma corrida dos amigos da Stock Car, e a Rede Globo apresenta a largada, algumas voltas, aí entra uma matéria do Cleiton Conservani fazendo rafting, e volta com o VT da chegada. Isso é sério? Isso é técnico? Isso é honesto com os telespectadores que vêem a propaganda, acordam cedo pra ver a corrida e não vêem nada?
      .
      Não, não é privilégio da Globo! O Sportv também dá suas “barrigadas”, muitas vezes com narradores que não sabem nem o que é cambagem em um carro ou downforce, salvando apenas alguns raros bons comentários técnicos do Lito Cavalcanti.
      .
      Calma, não é só Globo e Sportv! Bandeirantes dá um show de horrores! Ryan Briscoe, virou Brian Riscoe! Exclamações contundentes: “Vitinho Vitinho Meira já é 15° colocado… ótima corrida de Vitinho!”. Câmeras totalmente perdidas na transmissão da SP Indy 300. E etapas ao vivo, simplesmente esquecidas, jogadas para o Bandsports. Deste canal, só mesmo se salvam, na minha oinião, Celso Miranda e os comentários do Felipe Giafone, além do Ivan Zimmerman que faz umas transmissões no estilo do Lago e do Figueroa.
      .
      Bom, da ESPN, no que diz respeito a automobilismo, nem tenho muito a comentar, mesmo porque automobilismo na ESPN Brasil praticamente não existe, apenas com o programa Limite (tirando os flashs da Mitsubishi Cup e raras corridas em VT do WTCC), que é bem feito e extrovertido, porém apresenta poucas coisas do que rolou no fim-de-semana e alguns carros antigos, que apesar de bacanas, nem sempre estão relacionados ao automobilismo de competição.
      .
      Eu, que sou um cara que adora automobilismo, não tenho opções. Pretendo mudar de operadora em breve, só para ter o canal Speed, pois lá, apesar das limitações técnicas, o foco é o automobilismo, com muita descontração nas transmissões e sem rabos presos com seus patrocinadores.
      .
      Concordo contigo que as transmissões em inglês da Nascar e da Le Mans são mais técnicas, mas inglês não é meu forte, e procuro me informar antes das corridas sobre o que vai acontecer e depois das corridas sobre o que aconteceu, pois em qualquer transmissão em português no Brasil, informação não será o ponto forte, independente de qual canal eu veja Speed, Globo, Band, ESPN, etc. e, com isso, dou preferência aos que transmitem com bom senso e interagindo com os telespectadores.
      .
      Aliás, conduzir um programa ou uma transmissão de esportes como o Tiago Leifert vem fazendo na Globo, o João Carlos Albuquerque faz na ESPN, o Zimmerman faz na Bandsports e o Lago / Figueroa fazem no Speed é algo que vem deixando as transmissões muito mais atrativas e menos massantes.
      .
      Fico imaginando transmitir 24horas de Le Mans só falando de dados técnicos, telespectador nenhum aguentaria. O mesmo serve para as longas corridas da Nascar e da GrandAm. Por isso acho que a dupla Sérgio Lago e Roberto Figueroa quebram um bom galho transmitindo as corridas.
      .
      Por isso tudo, dicordo do seu comentário e concordo com o que o Felipe, meu irmão, escreveu.
      .
      Aposto, que 90% das pessoas que seguem automobilismo no Brasil estão insatisfeitas com as raras transmissões ao vivo, então meter o pau na transmissão do pessoal do Speed, sabendo que você faz parte da equipe da Sportv, acaba sendo o “bem roto”, falando do rasgado. Então que deixasse o elogio do meu irmão sem comentário.
      .
      Flávio, obrigado pela oportunidade de escrever no seu site, apesar de, aparentemente, você não querer saber muito das minhas opiniões.
      .
      Fernando Passos.

    • Fernando Passos, meu caro… a sua candente defesa do comentário do seu irmão me fez lembrar outra coisa que a dupla que você tanto defende sequer citou. Eles nem sabiam que além dos três brasileiros presentes na pista, havia um quarto: Ricardo Divila, um dos maiores engenheiros de carros de corrida do mundo, que levou o Pescarolo da OAK Racing a chegar em 2º lugar na classe LMP2. Pra mim, falha grave de informação.
      Mas tudo bem… se vocês gostam da dupla, fiquem com eles. Prefiro ouvir em inglês. A turma não engana.

  31. Vando Monteiro disse:

    é Flavinho, a vida não foi fácil para os leões… começando pelo maior deles que quase se arrebenta no muro, Il Leone Mansell…
    seria um presságio???

  32. Marcos disse:

    Ritmo impecável dos audis.

    • Carlos Henrique. disse:

      Torço pelas DKW’s, mas este ano foi sorte. Nunca andaram perto dos Peugeot.

    • Marcelo disse:

      Grande corrida da Audi, e uma pena que o Audi 07 perdeu um tempão depois de sair de bater no guard rail ao desviar de um BMW com o pneu furado…

      Fiquei com um olho no Speed e outro na audi TV com câmeras on line em seus três carros (acompanhar o amanhecer dentro dos DKW foi muito bacana!!!)

      Carlos, sobre acompanhar os Peugeots só uma frase:
      “Para terminar em primeiro, primeiro você precisa terminar…”

    • Roberto Borges disse:

      Acompanho a grande frase do Marcelo: tem que terminar!
      Não adianta nada “voar” e “estourar”!!
      Tive pena da choradeira, no verdadeiro sentido da palavra, especialmente na Oreca.
      Precisam tomar um Dreher! Que dureza!

    • Allan Guimaraes disse:

      Fato que os Pug’s foi que perderam a corrida. Mas corrida é assim mesmo, ainda mais de 24h, onde MUITOS já perderam assim… Os 917 L andavam na frente desde 70, mas eram os K quem venciam… E o proprio 917 tomou seu veneno antes, sendo o mais rapido e veloz em 69, mas quebrando no meio da prova.

  33. Mauricio disse:

    Falando da velha e boa DKW, quando é que o 69 vai voltar à ativa? Aquele DKW era muito simpático.

Deixe uma resposta para Fernando Kesnault Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>