O FIM DO AUTOMÓVEL

SÃO PAULO (desisto) – Tudo bem, sou um chato de galochas. Velho, antiquado, gosto de coisas do passado, dos tempos em que as pessoas que curtiam velocidade e carros “envenenados” iam a autódromos, compravam revistas, colecionavam fotos de seus ídolos daqui e da Europa. Sou dos tempos em que pilotos sabiam pilotar, tempos em que as equipes de garagem preparavam suas baratas para correr em Interlagos, disputar as Mil Milhas, viajar até Jacarepaguá, Tarumã, Cascavel…

É verdade que tinha coisa perigosa, e como tinha! Corrida de rua, por exemplo, era uma insanidade. Mas elas aconteciam daquele jeito mambembe muito mais porque o Brasil era um país primitivo, pastoril, do que por necessidade de exibição de virilidade dos participantes. Eram outros tempos, carro no Brasil era uma novidade absoluta. Lembremo-nos que o primeiro carro fabricado no país saiu da linha de montagem em 1956. O automobilismo “explodiu” nos anos 60. Esses tempos, das corridas de rua, eu nem peguei.

Tinha também o cirquinho do pessoal da Willys, que saía pelo interior para apresentações de seus carros de corrida nas ruas e praças, fazendo cavalos-de-pau e queimando pneus. Mas os pilotos eram Bird Clemente e Luiz Pereira Bueno, Chiquinho Lameirão e José Carlos Pace. E não se tem notícias de acidentes.

Os pilotos agora se chamam… Múcio Eustáquio, como esse do vídeo aí em cima, e deste aqui, pior ainda (veja só o final, o cara que filmou estava bem onde uma BMW sem capota pavorosa, escapou). Os carros são essas trapizongas deploráveis vistas no 7º Festival de Manobras de Formosa, em Goiás. Sétimo! E que cazzo vem a ser um festival de “manobras”? E como é que tem tanta gente vendo uma merda dessas?

É mais do que, somado, todo o público de oito anos dos nossos campeonatos de carros clássicos em Interlagos. Realmente, este planeta não me pertence.

Comentários

  • deixa de ser ridiculo,milhares gostao disso,se vc nao gosta e problema seu,mais nao fale porcaria ai,respeite o gosto alheio,e por isso que nao compro uma revista dessa,com um comentarista como voce.ridiculo

    • Fbaeb, eu sou um dos milhões que não “gostão” disso, o que é de gosto é regalo da vida, tem gente que gosta de carro antigo, tem gente que gosta de carro de corrida, tem gente que gosta de cerveja, tem gente que gosta de mulher, tem gente que gosta de ceder a cauda, que eu acho ser o seu caso, voce nunca poderia comprar uma revista o fg, anted disso voce precisa aprender a ler, e pelo seu modo de escrever, voce escreveun problema errado o certo é pobrema. na proxima apresentação do seun idolo, fique no, meio da arena, garanto que nada vai te acontecer, afinal ele só acerta os idiotas da direita que estão no alambrado.

  • puta que pariu!!!

    tem uma lista de vídeos no youtube com acidentes desse cara e ele ainda continua solto….
    primeiro, que isso é um homicida; segundo, isso não é automobilismo…

  • Todos são culpados pela tragédia: os imbecis que dirigem estas “armas” certamente sabendo quais os riscos que estão impondo ao público sem proteção e os pobres coitados alienados e deslumbrados que se dispõem a momentos de idolatria aplaudindo esta irresponsabilidade e submetendo-se passivamente a serem alvos evenuais de erros humanos, que sempre irão acontecer em qualquer atividade desenvolvidas nos limites da capacidade de controle. Sou piloto de kart amador, adoro a velocidade e a competição, mas tenho um mínimo de discernimento do que é mentalmente (e fisicamente) saudável, o que todo este público parece não ter: burros!.

  • Manobras e Drift são esportes radicais motorizados que acontecem em eventos de respeito do mundo todo. Assim como qualquer categoria de automobilismo.

    Aqui no Brasil, a maioria dos eventos de “Manobras” são organizados “nas coxas”, infelizmente. Portanto, acho justo discriminar somente os eventos mal organizados, como esse foi.

    Se essa foi a intenção do post, então até aí tudo bem.

    • joão, apesar de tambem ser uma babaquice, a segurança do publico e dos pilotos é infinitamente superior ao “show” desse pseudo piloto, ninguem saiu ferido, todos se divertiram na boa, explique porque poderia ser pior.

  • Flavio Gomes!!
    isso sempre existiu ,mas agora ta ai midia pra mostrar.
    E essa turma, Bird Clemente, Luiz Pereira Bueno, Chiquinho Lameirão e José Carlos Pace ja deve ter feito das suas.

    NINGUEM HE SANTO e vamo melhorar essas criticas.

  • Uh oh. Concordei em algo com o dono do blog. Danou-se.

    Mundo esta chato mesmo. Parece que vivemos numa Suica…. so que com mais violencia, mais pobreza, mais poluicao, mais gente ruim, mais gente suja nas ruas, politicos mais corruptos, estado mais ladrao cada vez mais, gente mais bebada dirigindo, mais gente assaltando pessoas do bem nas ruas, mais tragedias que poderiam ter sido amenizadas, pedagios mais caros, servicos de telefonia, cabo e internet mais caros e piores, bancos que ganham muito mais as custas de incautos, bispos evangelicos mais espertos e ricos, e picaretas em geral. Eca. Que pais mais merda. E eu que nao consigo voltar ao primeiro mundo…..

  • Flávio, obrigado por denunciar cretinos assim.

    O duro é entrar aqui para comentar e me deparar com um comentário IMBECIL desta espécie:
    “Isto faz parte do espírito goiano de ser. Só quem o vive que o sabe …” é no mínimo IMBECIL.

    Não compreendo como alguém pode justificar crime, pois é disto que se está falando, com esse tipo de comentário lastimável.

    Se este é o jeito goiano de viver — o que eu duvido muito — só posso lastimar pelas pessoas de bem que tem de viver entre inimigos da civilização.

    Para quem se interessar, Roberto DaMatta tem um recente trabalho sobre trânsito, onde afirma que “o brasileiro vê bom motorista como babaca”. Aqui: http://autoreselivros.wordpress.com/2010/10/06/roberto-damatta-o-transito-no-brasil/

    E ele está coberto de razão.

  • Ola pessoal, eu estava no dia desse evento na arquibancada. O locutor falou pra todos sairem de perto da pista e tals. Ele pediu pra afastarem da grade e os pneus de proteção. MAs ninguem obedeceu. O incidente nao foi culpa do Mucio. O carro dele infelizmente quebrou a barra de direção e por isso que aconteceu isso. Ele e um ótimo piloto daqui de Brasilia e tals.

    • não, não, não, mil vezes não, isso é puro desperdicio de combustivel, não agrega nada, um panaca que tira o pé rapido demais da embreagem, faz o volante girar de um lado para o outro, fazendo uma fumaceira e acabando com os pneus, dá uma traseirada, tenta consertar erra de novo e atropela o publico.
      quebrou a barra de direção? isso foi uma tremenda braçada do cara isso sim, para braço enferrujado pilulas de DW 40 após as refeições.
      Piloto do que ele é mesmo? pelo que eu vi nos videos as duas bm, a branca e a amarela “convercivel”, (é como ele a descreve e escreve), tiveram acidentes parecidos, ambas quebraram suas barras de direção, e ambas puxaram para a direita na quebra, dificilmente a barra de direção quebra do lado esquerdo onde vai o braço pitman, sendo assim a roda que fica boba é a do lado direito, mesmo assim a roda do lado esquerdo que continua ligada a caixa de direção fica com ação, na época dos omegas de stock car, vi um piloto nessa situação e ele conseguiu levar o carro para os boxes.

  • Meu caro Gomes, eu tenho uma resposta sobre o porque dessas idiotices serem mais populares que o Campeonato de Clássicos. Simples: Piranhada, funk, cerveja de qualidade duvidosa (e quente) e um monte de carro cagado de tunning. Quer coisa mais atraente do que isso pra esse povinho de merda, que é o brasileiro?

  • Podem me criticar depois, mas até que eu acho bom que este tipo de mer** aconteça, pra ver se as autoridades ou mesmo os apreciadores de competição automotiva ACABEM duma vez com esse tipo de prova imbecil, idiota, de mau gosto, sem propósito, sem beleza, sem graça, aonde esses imbecis dessas equipes de manobras possam ser definitivamente esquecidos e apagados do mapa. O problema é que muitas acham que eles são “pilotos” porque conseguem dar uns cavalos de pau e uns zerinhos. Grandes Bostas, isso sim. Eles “se” acham os caras, porque conseguem manobrar carros dessa forma, mas não se dão conta de que isso é um estupro ao invento “Automóvel”. Em tempo, Flávio, excelente título, “O fim do Automovel”.

  • Pau neles, Flávio ! Bando de bundões !

    Na reta de Tarumã, há anos, organizam o Racha Tarumã. Além de provas de arrancada, há show de manobras. Goste ou não deste tipo de “automobilismo”, o importante é que tem segurança. De um lado o muro dos boxes e do outro o público em uma arquibancada vários metros acima do nível da pista.

  • Quanto ao publico a receita é basica, basta seguir as chamadas que venho ouvindo nesses ultimos dias nas radios cariocas:

    – damas não pagam
    – cerveja a R$1,00
    – Show com o DJ XPTO
    – apenas para maiores de 18 anos (essa é pra ingles ver).

    Se o campeonato de classicos usar essa receita as corridas terão arquibancadas lotadas.

    Imperador

  • O que esperar de um motorista que guia uma van bebendo whisky no gargalo e comendo frango? O que falta no Brasil são categorias que chamem a atenção do público e categorias que se preocupem com a formação de bons e responsáveis pilotos, além de cultura e educação para o povo. Ficam com essa merda de stock car só para agradar a Dona Globo e o filhote do Bueno! Puta copisa sem graça com seus carros e pilotos bolhas, nos dois sentidos. Aliás é tão pasteurizado que parece que dentro do carro e dentro do macacão, os pilotos e os carros são genéricos e iguais.

    • Boa Rafeal S. É exatamente iso q esta acontecendo. Quando começou esses festivais de arrancada aqui em BSB, os pegas na cidade corriam soltos. A intenção do governo da época, era acabar com ísso e diminuir os acidentes. Acreditem funcionou! Era organizado, aconteciam a noite no autodromo daqui. Derrepente isso parou. Voltou algum tempo depois bem mais organizado ainda, e pouco tempo depois parou novamente. De lá para cá virou zona! Todo pedaço de estacionamento livre vira “arena automotiva”. Som de carro alto, muito pó, “pilotos” bebados, a piranhada dançando no teto de carro, so merda o tempo todo.

  • Flavio, concordo com voce plenamente, porque eu tambem sou dessa época, que iamos a Interlagos com uns lanches,e passavamos o dia todo lá. Agora quanto a esse video, esse BABACA, que atropelou as pessoas, deve ser filho de algum “CORONEL”, da cidade, daquelas aonde nao existe lei, só a dele. Enquanto existirem lugares e gente assim, esse País nao vai pra frente.

    • Acho engraçado quando falam de coronel, cidade sem lei, filho de papai e etc… O que o cara fez tá errado e fim! Agora com relação a Brasília, que fique bem claro que a grande maioria das pessoas, são trabalhadores como a grande maioria dos Brasileiros. Existe sim muitos filhos da puta ladrão, corrupto, 171 e por ai vai, mas vieram exportados para cá de um certo modo. De Brasília mesmo são poucos e como em todo lugar sempre vai ter gente q não presta. Moro minha vida toda nessa cidade, e do mesmo jeito que tenho vontade de conhecer novos lugares, adoro quando retorno a minha cidade.

  • E tem empresa que patrocina estas merdas, pode reparar que o carro é cheio de propagandas e o evento com certeza de aporte de algumas empresas.

    empresas pequenas e sem expressão claro, mas mesmo assim dão dinheiro pra incentivar uma merda destas

  • No youtube tem um monte de vídeo desse tal Mucio. Todos do mesmo nível.
    O cara deve é um puta babaca que só vai parar com essas idiotices quando terminar num hospital ou cemitério, mas levando antes, os igualmente idiotas que assistem a esse show de horror em quatro rodas.

  • É um lixo o que essas pessoas fazem com os carros, putz cara BMW’s é o fim da picada!!!
    Provavelmente essas BM’s não devam mais ter documentação… sei la…

    E ainda dirigem sem cinto, bebendo wisky(nem sei se é assim que escreve) ÊÊÊÊÊÊ Brasilzão!!!! Que lixo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Realmente tem mais marginais em um encontro desse do que em uma etapa da classic cup Flavinho… porém acho que ninguém que va na classic cup para assistir ou para correr faz questão de que esses marginais va a interlagos….

    Minha opinião

  • Bem, devemos separar o joio do trigo.

    Concordo com você Flavio quanto a ser contra a existência de provas envolvendo automóveis sem qualquer segurança ao público que assiste ou quanto a qualidade de quem faz a apresentação.

    Agora em relação a festivais de manobras, gostaria de salientar que Carlos Cuunha (o Flavio deve lembrar) que inclusive foi piloto de Stock, fazia apresentaçoes deste tipo em todo o Brasil (anos 80) divulgando os carros da GM e, nunca teve problema algum (pelo menos que eu saiba).

    Assisti a várias apresentações dele e gostava muito do que via. Não podemos condenar manifestações do tipo, agora que sejam feitas com pessoal gabaritado e com total segurança.

    Se restringirmos o automobilismo a corridas em pista, por ser este o único e verdadeiro automobilismo, ficaremos restritos somente a saber de corridas por este Blog, pois tudo ficará restrito a SP, RS e ao PR, principais estados com autóromos decentes (sei que vários Estados tem pistas de asfalto) e nunca poderemos assistir a qualquer prova que envolva carros.

    Repito mais uma vez, SOU CONTRA a organização de provas sem segurança, mas sou a favor de provas como arrancada, festival de manobras, entre outras.

    Abraço

  • Nos anos 60 tinha uma equipe que fazia exatamente este tipo de “show”, nas ruas e sem segurança alguma, usava Sincas e umas rampas improvisadas para andar em duas rodas, a dois ou tres metros do público. Eu sempre assistia estes “shows” em Santos, na temporada de férias. Irresponsáveis sempre existiram.

  • Victor, acho que temos a ver sim com isso. É por conta desses cretinos retardados que vão a esses eventos que as estradas estão cheias de ordinários que se acham o Schumacher ao volante (ou, para igualar essa cambada, se acham o tal do Eustáquio…).

    Evento automobilístico tem que ser profissional. Não um palanque angariador de votos com um bando de caipiras bêbados, golzinho bola socado, IPVA atrasado (como bem lembrou alguém aí em cima) e essas tiriças com progesterona latente.

    Além da falta de cultura desses trouxas, falta-lhes de educação.

    Abs.

  • Galileu, o que estou dizendo é que quando começou o automobilismo também era assim, carros potentes, sem segurança, com pistas/ruas sem segurança, com um monte de gente pra ver.
    Depois é que foram se profissionalisando e a segurança aumentando.
    Não estou defendendo a falta de segurança, loucura, etc., e sim apenas dizendo que modalidades começam assim. Infelizmente, pra pessoas como você, o que importa é o piloto de corridas, e aquele que faz qualquer outra coisa no volante que não seja correr não tem merecimento…

    • O que importa são pilotos (profissionais) de corrida, sim. O resto é motorista de carro, assim como eu e assim como vc (a não ser que vc seja um desses que seja acha, Senna, Schumacher, Piquet ou Prost). E se quiser fazer manobra, que seja profissional de manobra, com carro preparado, revisado e em local preparado para isso. Quem entra num negócio como esse do vídeo é uma paspalho querendo aparecer!!

  • Por isso bato palmas aos administradores do MegaSpace em Belo Horizonte, que indiferente a má vontade do governo estadual trouxeram para o público diversas modalidades do esporte a motor de forma bem mais disciplinada.
    Mas, é bom lembrar que muito antes do Mega existiu o 6 pistas. Local próximo a Nova Lima, onde pilotos irresponsáveis de BH e região iam para fazer esses tipos de loucuras.
    Talvez GO esteja nessa fase 6 pistas. Talvez falte alguém (governantes) para organizar um local apropriado e seguro.
    É bom lembrar que São Paulo, que hoje é referência para o automobilismo nacional, já teve também seus dias de loucura.
    Qdo as crianças querem jogar bola e não encontram um campinho, elas acabam utilizando a sala de estar. Então deêm a elas o campinho e todos estarão mais felizes.

  • Vamos começar pelo que ele se define piloto, que piloto? ´Tem cedula esportiva? se não tiver não é piloto, pelo que vejo é ‘um imbecil’ para isso não precisa documento nem curso já vem na criação.

    Segundo que manobra? cavalo de páu, carro saindo desequilibrado, frente apontando para tudo que é lado, isso não é manobra, meu filho de 10 anos faz igual.

    Terceiro organização? que organização, um bando de pessoas vendo aquilo, nos anos 70 se fazia melhor com os fuscão 1600 corcel GT e Chevete GP.

    E a CBA? Concorda com isso? Não é dito como um evento automobilistico? Não tem que ter a concordancia da CBA?

    Ainda bem que isso ocorre em um outro pais, longe do sul suldeste.

  • “Tudo bem, sou um chato de galochas.” Putz, agora que você descobriu ??? Rsssssss.
    Falando sério, é ridiculo essas iniciativas de Tunning, Manobras etc. Perigoso e altamente sem graça. E os “caras” se acham pilotos. Esse mundinho tá uma bela M..rda !

  • Já tem um ano esse acidente, e são esses mesmos babacas que foram atropelados por esse barbeiro que elegeram o então senador Marconi Perillo (presente neste evento) a Governador do estado de Goiás.

    É o Brasil, FG.

  • O mucio é bom de braço, o probléma tá sendo o exagero dele. Toda arrancada e show de manobra ele tá muito louco, o trem já é complicado e muito doido piora. Apareceu aqui em BSB um tal de Adriano Burro e colocou ele no bolso. Resultado: O homen ficou mais pirado ainda. Nesse dia em formosa isso ai foi palanque politico! Organizaçao ZERO! Agora que a eleição já passou …o problema foi embora. Eu queria que alguem me explicasse como uma barra de direção não qebra com um voo desse tipo. Ele vacilou, e a barra de direção quebrou no decorrer do acidente.

    • Se a sua definição de bom de braço é ficar girando um carro de tração traseira, reveja seus conceitos, sério.

      O evento em si não é o problema. O problema está nas pessoas. Os organizadores, que regam a álcool e demais regalias o povão, e os “pilotos”.

  • Puta que o pariu! O tal “piloto” é uma besta! Sabe , vá lá, rodar cavalos de pau e só. E memso assim, meio sem controle. E a gentarada acha que ele manja alguma coisa, pagam um pau, como dizem. Que saudades do Carlos Cunha.

    Flávio, salve a parada e bote uns vídeos do Carlos Cunha aí prá descontrair, que tal?

    Abraço do Fabio Bill, restaurador de equipamentos de som antigos / valvulados e visitante assíduo.

  • sou de brasilia,e sei sobre esse acidente.
    o qeu vc ñ sabem é que ovuve vitima fatal.
    e sobre o fusca q explodiu(arrancada) o motor no audotromo de brasilia,e a peça atingiu a cabeça de um espectador q veio a falecer.
    o outomobilismo de brasilia morreu e esqueceu de cair,agora essa porcaria de arrancada é que tem espaço na capital.
    piloto de reta pramim na tem valor algum.
    ñ se mede o valor de um piloto em retas,e sim em curvas.