500, 100

SÃO PAULO (parece mentira) – Tem coisas que só em corridas com as 500 Milhas, mesmo. O final da prova de hoje foi histórico, inesquecível, inacreditável.

Os carros da Ganassi dominaram a prova toda, favoritos que eram, mas no fim, com menos bandeiras amarelas do que o habitual, Franchitti teve de tirar o pé para não ficar a pé, sem álcool, quero dizer, e apareceram duas zebras do tamanho de Indiana: o belga Baguette e o americano Hildebrand, este by National Guard.

Baguette parou a quatro voltas do final para colocar combustível. Eu arriscaria até na banguela, Baguette! Mas é claro que a equipe controla essas coisas direito. Não dá para confiar no ponteiro na reserva.

Então, o litro de leite caiu no colo de Hildebrand, que assina JR e não é Júnior. Quatro voltas, quatro voltinhas, 10 milhas para quem já tinha acelerado 490, e olha lá o estreante vencendo, curva 1, curva 2, curva 3, curva 4, não perde mais, bum.

Bum no muro.

Ô, Hildebrando. A poucas centenas de metros da quadriculada, e o carro veio lambendo o muro, todo esbagaçado, bobeasse ganhava daquele jeito mesmo, o cara com a bandeira na mão, a faixa de brickyard chegando, mas tinha alguém vindo com quatro rodas e motor funcionando, Dan Wheldon, de uma equipe que só corre em Indy, o cara que perdeu a vaga na equipe do Hildebrando para o Hildebrando.

E ganhou o british guy Dan, por vezes “Dom”, que já tinha vencido uma vez, em 2005, e batido na trave nas últimas duas edições, terminando em segundo.

Foi o maior drama que vi em toda minha vida numa corrida de automóveis. Pela dimensão das 500 na prova do centenário, pelo absurdo da batida sozinho, pelo que significa aquele círculo da vitória e ter o rosto estampado em alto relevo no Borg-Warner.

Hildebrando, meu menino, o que houve na curva 4?

Subscribe
Notify of
guest
105 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Tailor Jr.
Tailor Jr.
10 anos atrás

Não acreditei na hora… Que baita cagada.

Barão
Barão
10 anos atrás

Se ele depois da pancada, mete-se o pé na tábua, ganhava de três rodas e tudo…

Guilherme Rosa
Guilherme Rosa
Reply to  Barão
10 anos atrás

Ele fez isso…

Rodrigo Correa
Rodrigo Correa
10 anos atrás

O Luciano do Valle se atrapalhar para falar Ryan Hunter-Reay, Hinchcliffe e Hildebrand tudo bem. Agora trocar Dan Wheldon por “Dom” aí é de mais. hehehe

Danilo Candido
Danilo Candido
10 anos atrás

Outra coisa (totalmente fora de questão, reconheço) chamou a atenção, logo antes do início da prova: a (boa) qualidade de interpretação e de arranjo na execução do Hino Norte-Americano pela dupla Seal e pela Kelly Clarkson. Igualzinho ao Luan Santana, não é mesmo ???
Nem nisso o Brasil presta para fazer direito num evento de grande porte…

Flavio Bragatto
Flavio Bragatto
10 anos atrás

Também vi e nao acreditei. Pensei que fosse aqueles “flash” de acidentes igual a F1 em que se tiram a câmera bem na hora H para mostrar alguma coisa importante.

So acreditei depois que vi no replay.

Mauro Batera
Mauro Batera
10 anos atrás

500 Milhas é sempre show!
Que chegada mais louca!

Alexandre gomes
Alexandre gomes
10 anos atrás

Ah, idéia do Roberto na comunidade de f1… Ri muito,

Alexandre gomes
Alexandre gomes
10 anos atrás

Síndrome de Charlie Brown?!

http://www.youtube.com/watch?v=dPv–TZcpmI

Veja a partir do 3 min…

Rogério Magalhães
Rogério Magalhães
10 anos atrás

Putz, quando ele assumiu a ponta faltando aquele punhadinho merreca de voltas, ainda pensei: só dá pra dizer que ganhou depois da bandeirada… aí na última curva aparece o retardatário retardado lento como uma chicane ambulante e o obriga a passar por fora para não passar por dentro do câmbio, porque não tinha como tirar pé ou atolar no pedal do freio, pega a sujeira e pimba… puta azar do carvalho! E ainda foi raçudo de continuar se arrastando pra tentar ganhar… mas essa caiu no colo do Wheldon…

Mas foi uma corrida animada, curiosamente com poucas bandeiras amarelas do que de costume e muita movimentação, principalmente no final… até a Danica podia ter ganho… muita gente se lascou porque não apareceram algumas bandeiras amarelas salvadoras para o tanque…

Corrida boa também foi do Kanaan, outro que, se bobeassem, beliscava essa vitória… a entrevista dele depois da corrida foi bacana…

Mas bacana mesmo foi ver o primeiro carro a ganhar as 500, 100 anos atrás, desfilando nas primeiras voltas, abrindo caminho para o monte de pace-car e os 33 protagonistas…

E ainda bem que pude escapar do mala do Bolacha na transmissão, porque no Bandsports deixaram o Celso Miranda narrando, não fizeram pool…

Roberto
Roberto
10 anos atrás

Flávio, assista a este saudoso e emblemático vídeo, e entenderá o que aconteceu ao pobre da curva 4. O resumo da situação começa aos 3 minutos:

http://www.youtube.com/watch?v=dPv–TZcpmI&feature=related

willian
willian
Reply to  Roberto
10 anos atrás

hahaha! ótima comparação, Roberto!

Gabriel
Gabriel
10 anos atrás

Essa corrida foi igual ao filme Cars, só faltou chegarem juntos. hehehe

thiago
thiago
10 anos atrás

Minha teoria é que ele tava tao preocupado com a questão do combustível que acabou se desconcentrando..

ou entao sentiu a pressao mesmo..

Orlando Salomone
Orlando Salomone
10 anos atrás

Acho que ficou sem combustível, o que provocou a saída, por falta de empuxo. A centrífuga venceu.

Eder Casagrande
Eder Casagrande
10 anos atrás

Depois de dar 1 zilhão de voltas no circuito oval, ele estava com tuntura, oras…

Ron
Ron
10 anos atrás

“That’s unbelievable…”
100a corrida em Indianápolis, o povo de lá doido para ganhar a corrida, com um piloto da casa na frente no final de prova podendo vencer depois de alguns anos e acontece isso? Os torcedores devem ter saído de lá desolados.
Até torci para o Hildebrand assim como o Baguette também porque achava que o Tony não tinha mais chance e o Franchitti iria “papar” o troféu.
O coitado do Hildebrand não vai dormir hoje à noite. Era melhor ter entrado nos boxes para por combustível ou ter tido pane seca do que acontecer um negócio desses.

Cauê
Cauê
10 anos atrás

Se o Ulisses Costa estivesse narrando:

E vem Hildebrand… última curva… pra levar o litrão de leite… para entrar para a história….

BUUUMM!!!
.
.
.
.
.
MAS O QUE QUE É ISSO???
.
.
.
Aí não!!!

Lazlo Barbieri
Lazlo Barbieri
10 anos atrás

Essa chegada só perde para aquela do Emerson em 89, no duelo de arrepiar com All Unser Jr, e do próprio Unser Jr contra Scott Goodyear, em 1992, por um pentelhésimo de diferença.

Pergunta: de onde saiu esse Hildebrand? As 500 milhas têm disso, do nada surge um cara do qual ninguém ouviu falar e entra para a história… no caso dele, pela lambança.

Willian Ifanger
Willian Ifanger
10 anos atrás

Coitado do muleque…não sei se é consolo (ou se vai virar piada pro resto da vida), mas vão lembrar muito mais do cara que bateu do que de quem ganhou. Ficou pra história, com certeza.

Domingo que lava a alma de todo fã de brita.

jefferson
jefferson
10 anos atrás

me sinto mal pelo que aconteceu com hidelbrando pascoal ele merecia vencer mas tinha um carro lento na frente e ele botou a roda na sujeira ai perdeu tudo

perder a edição dos 100 anos perder a grana milionaria deve ser uma facada no peito minhas considerações

mas torci demais pro kanaan o grande brasileiro na indy esse ano com a lotus 82 de jim clark

helio ta numa fase ruim mas tem o seu brilho e os outros brasileiros sao pilotos de brinquedo

fabio
fabio
10 anos atrás

Impressionante como o Helio castroneves perdeu o foco na carreira…. não ta andando nada. O Vitor Meira merecia muito ter um carro competitivo.

Guilherme Rosa
Guilherme Rosa
Reply to  fabio
10 anos atrás

Você chegou a ver a camera onboard do Helio? Tremia tudo!
Ele tá mal sim mas hoje a cagada foi da equipe mesmo.

Leandro
Leandro
Reply to  fabio
10 anos atrás

Quero ver voce manter o foco com a Receita Federal na tua cola. A cana é brava, não é igual o Brasil não.

emerson neves
emerson neves
10 anos atrás

Hildebrando, meu menino, o que houve na curva 4?
Resposta MEDO TREMEU NA BASE AMARELO>
Flavio 3milhoes e muito se vc 3mil ele teria ganhado
Quem agradeçe weldon cai no colo do piloto desempregado 3milhoes.
VC nao comentou dos brasileiros?
Kanaaa esta de parabens chegou em sexto meira 19normal piada pesk castro neves parecia
que seu carro era uma carroça de tanto que tremia. bia coitada.
Trasmiçao da band Parabens ao felipe chiafone conhe muito sabia que danika; baquete e ate
e a te hindebrnd que arriscou teriao que parar para abastecer.
Uma bena que ele Hindebran mesmo com o carro arrebentado se arastando nao ganhou viraria um filme.
EDIÇAO 100 Para emtrar para historia umSHOW!!

Lucas
Lucas
10 anos atrás

Gente do céu!

9:00, acontece um GP de Mônaco inacreditável, incrível, emocionante, absolutamente épico…

…Depois começava as 500 milhas, com todo aquele clima que apenas Indianápolis pode criar.

E a corrida começou bem morninha, com domínio das Ganassi até a volta 150, mas depois…

…O quarto final da prova foi absolutamente inacreditável também, com Danica, Baguette, Hildeband, Hildelbrand… HOJE NÃO, HOJE NÃO… hoje sim! Bateu no maior estilo Nigel Mansell, deu pena, sério.

Aproveitem, fãs do automobilismo, porque não teremos outro domingo como este durante esse ano.

Cesar Cardoso
Cesar Cardoso
10 anos atrás

O Hildebrand sentiu a última Curva 4 da corrida. É a explicação. Não tem outra. Sim, eu sei que foi ultrapassar o retardatário e acabou na parte suja, mas enfim…

Hildebrando
Hildebrando
10 anos atrás

Tio Flavio, demais amigos que me leêm: peço desculpas pela cagada! Bati porque esqueci que pra ganhar tem que terminar (ficou mais uma vez provado). Tava pensando na chuva de mulheres que ia cair no meu colo dali a 350 metros, ou escorreguei na baba, não sei…

rufles_27
rufles_27
10 anos atrás

pra mim ele veio numa trajetoria da curva, ai quando deu de cara com o retardario mudou, quando o fez pegou sujeira e perdeu a mão…

kadu borges oliva
kadu borges oliva
10 anos atrás

Isso aí é culpa do Lewis Hamilton.

ChristianS
ChristianS
Reply to  kadu borges oliva
10 anos atrás

Concordo

Marcelo
Marcelo
10 anos atrás

Ele vai ser mais lembrado pelo vexame que se tivesse vencido o GP! Fiquei com pena do rapaz!

Será que ele gritou “GANHEI” antes de fazer a curva?

Deu sorte em cruzar em segundo, mas, uma chance igual a essa, nunca mais…

Pagodeiro Bello
Pagodeiro Bello
10 anos atrás

Esse, não dorme p/ uma semana. Outra chance? Bem, como diria Fangio e Jobson, ex-Botafogo ” Carreras son carreras “…

Bugre
Bugre
10 anos atrás

Foi o maior coito interrompido da história.

Rogério Magalhães
Rogério Magalhães
Reply to  Bugre
10 anos atrás

Exatamente!

Luiz
Luiz
10 anos atrás

Sujeira. Prestem atenção como o carro perde o grip apos passar o retardatário por fora.

Gonzalez
Gonzalez
10 anos atrás

O que aconteceu foi que o Charlie Kimball estava lento na parte de dentro da curva, dando para o Hildebrand a parte suja, e como diria o Burti, aquela sujeira, também conhecida como “Marwels” ou “Marmels” sei lá como se fala, são como bolinhas de gude

Pagodeiro Bello
Pagodeiro Bello
Reply to  Gonzalez
10 anos atrás

Marbles…

André
André
10 anos atrás

Incrível. E o Wheldon tinha perdido a vaga da Panther para o Hildebrand. História pra contar pros netos.
André / Piloto no http://www.f1bc.com

Sérgio Santana
Sérgio Santana
10 anos atrás

Tão bizarro que até o narrador fica sem “clima” pra narrar o vitorioso. Ele não acredita que um sujeito perca uma vitória deste jeito!!

Se serve de consolo, ele ainda chegou em segundo e embolsou uma grana pra poder gastar em um boteco e afogar as mágoas até maio de 2012.

barbosa
barbosa
10 anos atrás

O retardatário na sua frente estava mais lento e por dentro, enquanto ele mais rápido optou passar por fora, mas ele tinha tempo pra fazer a curva atras do retardatário e ganhar a prova, afinal o Dan Weldon estava muito atrás.

Júlio
Júlio
10 anos atrás

Ele foi atrapalhado. Um carro mais lento o obriga a sair do trilho, ele pega a sujeira e pinba. Merecia ganhar.
Abç

Fabricio Ferri
Fabricio Ferri
10 anos atrás

JR Hildewall….hahahahahahhahaha….que pancadão….incrível isso ……….putz……….

Sergio Silva
Sergio Silva
10 anos atrás

Inacreditável! Só uma correção Flávio, o Wheldon se tornou bicampeão, pois já havia vencido em 2005.

Raphael F1
Raphael F1
10 anos atrás

O hildebrand se assustou com o retardatário, pisou fora do traçado e jogou a vitória no lixo…

Denis Freitas
Denis Freitas
10 anos atrás

Para mim era o Burt Reynolds ao volante…

Márcio David
Márcio David
10 anos atrás

Mas o que foi isso?
Tive a impressão que ele continuou acelerando mesmo depois da pancada na parede.
Pena, o garoto perdeu a concentração, 500 Milhas são 500 Milhas, não são 499,98…

Rafael Chinini
Rafael Chinini
10 anos atrás

foi demais a prova.

mas na última, passou um retardatário por fora, e o carro escorrou total na sujeira..fica claro isso no replay (já to ficando craque, aconteceu muito isso hoje) hahaha

coitado…perder assim é fogo…

EduardoRS
EduardoRS
10 anos atrás

Abriu demais a curva pra passar um carro que tava quase parando por dentro da curva, foi na sujeira = muro. Deu até pena, tava torcendo pra ele ganhar com o carro esgualepado mesmo, seria mais histórico ainda.

marcio riva
marcio riva
10 anos atrás

Puxa que corrida, agora me recuperando lendo o blog do Gomes para daqui a pouco encarar a Coca-Cola 600, que dia, deveria ser o dia mundial do automobilismo.

Felipe Passos
Felipe Passos
Reply to  marcio riva
10 anos atrás

É verdade, Monaco, Indy 500 e Charlotte 600 no mesmo dia!!! Dia Mundial do Automobilismo!

Eduardo - SP
Eduardo - SP
Reply to  marcio riva
10 anos atrás

E o Dale Jr. ficou com inveja e se f%@# no final também.

roger v
roger v
10 anos atrás

UIauiahuiah descobriram que a mãe dele é brasileira! aiuhaiuahiahuihai Pachecadaaaaa ! eehhehe (sacanagem…)

rogerio
rogerio
10 anos atrás

não foi Perda de concentração e sim Merda de Concentração. hehehe

rogerio
rogerio
10 anos atrás

Mais engraçado do que ver o Massa batendo no tunel em Monaco, foi o final da Indy 500. Foi um final que superou Mansell na F1 no Canadá em 1991. O que aconteceu em Indianapolis hoje dificilmente será superado. Em uma palavra: Hilário. Hehehe

Jonatas
Jonatas
10 anos atrás

Em 1994, se não me engano faltando pouco para o final, Emmo bateu ali também Nas entrevistas ele disse que perdeu a concentração, pensando em que homenagem prestaria ao Ayrton.
Acho que o novato também deve ter ficado com a cabeça longe… Tão perto da vitória e tão perto do muro que não teve jeito…
Parabéns ao Wheldon.

Mansur
Mansur
10 anos atrás

Ele passou alguém na curva 4, por fora. Acho que passou na sujeira. Inacreditável!

Samir
Samir
10 anos atrás

Marmelada isso, não é possível. Não dá pra acreditar, hehehe

Anna Carolina
Anna Carolina
10 anos atrás

Não tem explicação…