MENU

quinta-feira, 30 de junho de 2011 - 11:45F-1

TROCA-TROCA

SÃO PAULO (está sol?) – Vai sair nas próximas horas o anúncio. A Hispania trocará Narain Karthikeyan por Daniel Ricciardo a partir de Silverstone. E o indiano só deve correr mesmo na Índia. Ricciardo, australiano, é da Red Bull e tem feito alguns treinos pela Toro Rosso. Deve substituir Buemi na filial de Faenza no ano que vem. Mas se impressionar em corrida, mesmo pela nanica Hispania, pode até ir parar no lugar de Webber na Red Bull.

Quem publicou a notícia foi a “Autosport” inglesa.

20 comentários

  1. Valter Prieto disse:

    Pôxa, porque ela fala de impostos e taxa de juros ???
    Que injustiça, esse País é tão correto no campo tributário ……

  2. João disse:

    Já começou essa palhaçada na Hispânia. Não seria surpresa se mais pilotos revezassem nessa equipe esse ano. Deve ter ganho uma graninha para fazer Ricciardo ganhar quilometragem. Provavelmente não vão ganhar nem uma asinha assinado por Newey.

  3. Ricardo Arcuri (Paddock Press) disse:

    Cuidado Flavio, vc acabou de dar um chute! A Europa inteira disse que seria pro lugar de Alguersuari…

    A verdade é que ninguem sabe. Nem mesmo Helmut Marko. Seja como for, essa experiencia pode ser boa para Ricciardo, para pegar um carro de F-1, mesmo que uma cadeira eletrica.

  4. Piloto de carrinho de supermercado disse:

    Acho que o Ricciardo tem mais potencial para atrair patrocinadores que o Karthikeyan e deve ser muito melhor guiando, também. O indiano, além de veterano, nunca foi bom de braço. Lembro-me do chefe da Jordan comentando que o Tiago Monteiro era muito superior ao Narain… Porra, um cara que consegue ser pior que aquele português não deveria nem chegar perto de um carro da Fórmula 1! Discordo de quem diz que é uma fogueira para o australiano. Ele só vai precisar andar na frente, ou perto, do fraco Liuzzi – e quem não consegue isso, pode tomar o mesmo rumo do português e do indiano citados. Acho uma boa para o Daniel começar pela Hispania, pois guiar um carro péssimo de uma equipe praticamente mambembe condiciona o sujeito a trabalhar na dificuldade, no caos, tornando-o mais eficiente – e ele só precisa ter talento para aproveitar a oportunidade; muitos não tiveram.

    • Gilles_Senna disse:

      O Tiago Monteiro era muito melhor do que o Karthikeyan na consistência, apenas isso. É preciso ver que o português conseguiu um recorde difícil de ser batido, pois terminou as primeiras 16 corridas de F1 em que participou e das 19 da temporada de 2005 só não terminou uma (em Interlagos) por problemas mecânicos. Mas em termos de rapidez Monteiro deixava a desejar e foi batido por Albers nesse aspeto em 2006, o mesmo Albers que depois seria arrasado pelo Sutil em 2007, quando a equipa já se chamava Spyker.

      Quanto à HRT, não é equipa que sirva para avaliar o talento de ninguém mas sim para dar quilometragem a um piloto. É isso que que ele vai fazer para lá e ao trabalhar na dificuldade vai aprender muito e melhorar como piloto. Tal como aconteceu com o B. Senna, que nos testes de Jerez andou ao nível do Heidfeld com o mesmo tipo de pneus e condições de pista menos favoráveis, além de que o alemão já conhecia o KERS e tinha desenvolvido os Pirelli. Mesmo assim não fez melhor do que B. Senna e só ficou na equipa porque esta queria mesmo um piloto com muita experiência. Pensavam que a experiência de Heidfeld poderia tornar o carro ganhador e enganaram-se redondamente, pois nem Kubica conseguiria ganhar com o Renault deste ano, tal como não conseguiu ganhar o ano passado. A vantagem dos Red Bull é muito grande e até os McLaren e Ferrari são claramente melhores do que o Renault, que parece estar a descer na hierarquia à medida que a época decorre.

  5. Leo disse:

    Jogaram o muleke na fogueira!
    Pra que serve a Toro Rosso então? Se fosse pra ele entrar na formula 1 esse ano deferia entrar no lugar de Alguersuari, que pra mim é menos piloto que o Buemi. A toro rosso foi criada pra ser uma escola de luxo pra jovens pilotos rubrotaurinos, mas eles tem o mesmo time desde 2009, já passou da hora de escolher outros pilotos

  6. Gilles_Senna disse:

    Uma coisa é certa: no plantel atual da F1 há quatro reservas de luxo e o Daniel Ricciardo é um deles (os outros são Hulkenberg, Senna e Grosjean). Portanto só a Renault tem dois pilotos com um bom potencial prontos para entrar a qualquer momento e ambos estão a ser preparados para o futuro. Mas quanto mais a época avança mais difícil se torna entrar a meio e mostrar todo o potencial pelo que o ideal seria a entrada sem pressão de resultados, apenas como forma de preparar a época seguinte. Ricciardo e Hulkenberg sempre vão participando em sessões de treinos livres nos GP.s e estão mais bem preparados. Além disso são mais jovens e têm lugar garantido na F1 no próximo ano. Ricciardo entra agora com a HRT e Hulkenberg ainda pode ter sorte com a Force India, no lugar do Sutil, pelo menos em alguns GP deste ano. Senna está parado e seria sempre mais complicado entrar a meio e defrontar adversários já com milhares de Kms. de treinos e GP.s feitos este ano. Grosjean tem mais ritmo de competição, pois está no GP2, mas nunca guiou o R31, ao contrário de Senna. Mas nenhum deles deverá entrar este ano e Grosjean poderá ser o primeiro dos dois a ser titular com a Lotus Renault, em 2012, sobretudo se for campeão no GP2. Quanto a Senna seria bom que a Renault o emprestasse a outra equipa (como faz agora a Red Bull com a HRT para o Ricciardo) se não tiver lugar para ele como titular no próximo ano.

  7. Cranio disse:

    Demorou, né?? Mesmo com a desculpa do carro ruim, o cara não consegue mostrar nada. Aliás, com melhores carros no passado, já não tinha mostrado nada!

    Dessa turma nova que pintou na F1, dois caras me chamaram a atenção: Di Resta e Ricciardo. Acho que é uma boa chance pro segundo conseguir mostrar alguma coisa. Já o Di Resta, passou bem por outras categorias e merece estar na Force India. Tem dado uma certa canseira no Sutil em algumas corridas. Gostaria de vê-los em carros melhores.

  8. André Almeida disse:

    Essa é a prova de fogo desse camarada.

    Não para entrar na Toro Rosso… E sim para a Red Bull!!

    Por que o Christian Horner deve pensar assim:

    “Se o Ricciardo guiar bem essa merda, imagine se ele guiar nosso carro principal?”

    Sei não hein…. Tá parecendo que a Hispania vai levar um troco devido essa substituição…

    Seria até legal! Vejamos…

    Se o Adrian Newey ajudar o pessoal da Hispania pra eles deixarem de ser essa bosta de equipe, colocando um carro melhorzinho projetado?

    Não seria bom ver o pessoal da Hispania tentando ultrapassar… pfff… o RUBINHO???

    jhasuhaushushua

  9. Maxwell B. Medeiros disse:

    Acho difícil alguém impressionar naquela carroça da Hispânia. Fica parecendo que querem colocar o carro na frente dos bois.

  10. Vinicius disse:

    Flavio, Esqueça, Ricciardo na Red Bull, só no dia que Vettel Deixar a Equipe, juntar Vettel e Ricciardo, pode muitissimo bem dar num nova briga lá dentro como foi com Vettel e Webber no ano passado, e isso a Red Bull não quer(creio eu) por isso, na minha opinião, deve ir atrás de outro piloto no mesmo nivel de Webber,ou até melhor ,mas que aceite a condição de Segundo Piloto, o que não é o caso de Ricciardo,Kobayashi,Di Resta e muitissimo menos Hamilton, mas é o caso de pilotos como Heidfeld,Petrov,Sutil,etc…

  11. claudio aun disse:

    vai troc
    vai trocar 6 por meia duzia!!!

  12. Maxwell B. Medeiros disse:

    Sou mais o Buemi do que o Alguersuari.

  13. Rafael disse:

    Acho que o piloto a sair da Toro Rosso no ano que vém, deve ser o Alguersuari e não o Buemi.

  14. Fabio Amparo disse:

    Flavio

    Já era hora. Narain além de ser ruim de braço é arrogante que só – basta ver sua resposta à Massa depois da cagada que ele fez no Canadá, quando não saiu para dar passagem.

    Vai tarde, que não encha o saco e que pilote charretes na India.

    Abraços

  15. Eduardo - SP disse:

    Se o cara impressionar com a Hispania é melhor o B. Senna pegar o boné do Banco Nacional e ir para casa.

    • Gilles_Senna disse:

      Nada mais errado! O B. Senna entrou na Hispania depois de um ano em que esteve longe dos fórmulas. Ricciardo está ativo nas WSR e nos treinos livres de sexta-feira. Além disso o HRT sempre é um pouco melhor do que o ano passado, pelo menos na comparação com a Virgin. Mais importante ainda, é preciso ter em conta que o B. Senna faria certamente melhor numa segunda temporada. Ele só não ficou lá porque o Kolles não gostava dele por uma razão bem simples: nunca se conformou com o facto de um estreante não ter a obrigação contratual de pagar pelo lugar na equipa cuja chefia herdou do Adrian Campos. O Bruno até contribuiu com os patrocínios da Embratel e do Cruzeiro do Sul mas os montantes ficavam muito aquém daquilo que a equipa precisava, tendo em conta as suas dificiuldades financeiras. Na maneira de ver de Kolles a HRT devia ter apostado num piloto experiente ou em alternativa num jovem com muito mais dinheiro do que aquele que o Bruno trouxe para a equipa.

  16. marcos disse:

    Me lembro de momento F1, alonso pilotando pela Minardi , ele fazendo tempos de um 12 /13 colocado, com carro andava no fundo e nem terminava provas.
    Poul Stuart, então proprietario da equipe na época, veio aguardar o jovem piloto ao sair do carro.
    O Shumi todo mundo ja sabe, meteu um primeiro lijar com jordan.

    Agora todo mundo reclama que Bruno e o Grasi não puderam mostrar nada com carros do ano passado..
    Mas se durante o ano todo eles tivessem aproveitado a oportunidade passado para o Q2, as outras equipes o veriam com outros olhos.

    • Eduardo - SP disse:

      Ce tá louco? Passar p/ Q2 com uma Hispania? Tão impossível qto o Corinthians ganhar a libertad…

    • Gilles_Senna disse:

      O Minardi que Alonso pilotou em 2001 estava muito mais próximo do nível de uma Toro Rosso. Nada a ver com o fraquíssimo nível dos HRT de 2010, nem mesmo do Virgin que o di Grassi pilotou. Os responsáveis das equipas sabem bem que não era possível avaliar o potencial de dois jovens com carros tão maus como aqueles. Mas na F1 atual quem não tem carro para brilhar na estreia nem dinheiro suficiente para continuar fica de fora, pois entretanto há sempre jovens com carro para mostrar talento e são esses que ficam. Senna e di Grassi só têm mesmo é de continuar a trabalhar como pilotos de reserva até terem a oportunidade que ainda não tiveram. Esta pode nunca surgir, sobretudo no caso de di Grassi, a quem eu aconselharia a encarar a possibilidade de enveredar por uma carreira na F Indy. Aliás ele já está a pensar nisso e faz bem. Há mais vida para além da F1 e para quem não entra na altura certa fica sempre tudo mais difícil.
      B. Senna que o diga. Sem os efeitos da crise global teria entrado com a Honda mas depois, sem possibilidades de fazer mais testes era inevitável perder a vaga na Brawn para Barrichello. Perdeu assim a possibilidade de entrar na altura certa com o carro certo, o que lhe teria permitido ganhar corridas, lutar pelo título e estabelecer-se como um dos bons valores da F1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>