MENU

sexta-feira, 16 de março de 2012 - 16:22Kart

AJUDA DOS UNIVERSITÁRIOS

SÃO PAULO (puxem pela memória) – O Roberto Seixas, da SPTuris, gosta de arrumar sarna pra se coçar. Ex-administrador do autódromo de Interlagos, o melhor dos últimos anos, diga-se, está agora revolvendo o passado do Anhembi para levantar um histórico de eventos no local que, hoje, recebe de desfile de escola de samba a F-Indy, de feira de sapatos a exposição de carros antigos.

Ele precisa de informações sobre essa corrida aí da foto, de 1992. A única referência que tem é que era de uma certa F-200 e fazia parte do campeonato paulista de kart. Quem souber de algo pingue aqui ou escreva direto para ele: [email protected]

28 comentários

  1. Olá Flávio e olá a todos os colegas que aqui estão. Bem, o assunto é chutar gato motor. mas, a gente sempre da um chutinho a mais se preciso, então, vamos lá:
    Falam que a F-200 nasceu aqui, nasceu ali, mas na realidade, nasceu em Curitiba no ano de 1984. Pompeo Calicetti, dono do conceituado Restaurante Bologna, havia voltado da Itália e estava impressionado com o Superkart europeu, que dependendo da pista, colocava tempo nos F-1 da época. Resolveu então, aproveitar os chassi dos bimotores 250 que corriam em Sp, e que estavam sendo sucateados, já que não havia mais pilotos para correr nesta categoria. Foi adaptado um motor DT de 180cc ao lado esquerdo do kart, alavanca de câmbio, um pedal central e as carenagens, eram as do Superkart mesmo. Bem, deu no que deu. A F-180 como era conhecida, no primeiro ano já tinha um grid com 30 karts. No ano de 1985, 1986 e 1987 o que rodou aqui em Curitiba, era o F-180. Em fins de 1986, Adeodato Volpi trouxe um motor Agrale e um chassi ROMADAP feito especialmente para o F-180 e pediu para meu pai, Danilo Julio Afornali, desenvolver o futuro conhecido F-200 para ele. Meu pai desenvolveu o chassi, escapamento, motor, enfim, tudo para que o kart ficasse usual na época. Lembro bem, que o teste para o kart foi feito por Moronguinho (na época, piloto de cross) e por José Córdova, grande campeão do kart paranaense. O lançamento da nova categoria foi em 1987, no clube Mornegau. O kart já tinha o chassi “Lavrale” feito pela Mini com todo o desenvolvimento que meu pai colocou em cima, mas, como aqui em Curitiba nada vai, o lançamento foi um fiasco e somente foram vendidos 3 karts, todos para Tony Garcia. Bom, aqui a mendiguice na época, fez com que a maioria dos “pilotos econômicos” não melhorassem seus squipamentos, optaram por usar os agrale juntos aos Dt 180 e assim foi, sucatas correndo no meio de 3 carros novos. Em 1988, meu pai estava assistindo ao Esporte Espetacular no Domingo a noite, quando viu um gris de mais de 40 karts alinhados: Era o F200, que ele fez e criou aqui, junto com a equipe da Pódium promoções. Por fim, o restante desta história aqui, todos conhecem. Apenas finalziando, que o último campeonato paranaense de F-200 ocorreu em 1996, ano ao qual, eu fui o último campeão da categoria. Meu equipamento: Chassi Mini 1995, carenagem desenvolvida em túnel de vento e motor DT180 super retrabalhado. Resultado: 15 mil rpm’s de rotação máxima e velocidade final no autódromo de Curitiba, que tem a resta em subida, de 205 km/h. Em Londrina que a reta é descida, a velocidade chegava a 212 km/h mas só se o vento estivesse a favor, senão, não passava de 200. Bem, espero ter ajduado. Caso queiram comprovar a veracidade daqui que falo, basta clicar nestes links aqui:
    http://www.museudokart.com.br/fotos_galeria.php?o=4C308416AD53ACDCD38780BB7108D61D&id=131
    http://www.museudokart.com.br/fotos_galeria.php?o=4C308416AD53ACDCD38780BB7108D61D&id=132
    http://www.museudokart.com.br/fotos_galeria.php?o=4C308416AD53ACDCD38780BB7108D61D&id=133
    http://www.museudokart.com.br/fotos_galeria.php?o=4C308416AD53ACDCD38780BB7108D61D&id=134
    http://www.museudokart.com.br/fotos_galeria.php?o=4C308416AD53ACDCD38780BB7108D61D&id=136
    http://www.museudokart.com.br/fotos_galeria.php?o=4C308416AD53ACDCD38780BB7108D61D&id=252

    Grato, Marcelo…

  2. Valério Paiva disse:

    Lembro que a TV Manchete chegou a exibir algumas provas, inclusive no Anhembi (eu tinha uns 11 anos de idade e lembro bem disso). Se alguém souber onde foi parar o acervo da TV Manchete pode localizar as fitas dessas provas.

  3. Roberto Seixas disse:

    Obrigado a todos e as informações postadas vão me ajudar a formatar um contéudo sobre o tema. Valeu pela ajuda.

    Em breve estas informações e outras mais, estarão disponíveis no site de eventos do parque anhembi

    abs a todos

  4. tuca disse:

    So esquci de acrescentar que a f200 e’ da epoca que tinha autodromo em Goiania. Acabaram com tudo. Hoje so corrida de caminhao e trator. Alias, destruiram o Estadio Olimpico tambem, e o Serra Dourada uma hora desaba igual a Fonte Nova.

  5. tuca disse:

    Essa bagaça surgiu aqui em Goiania mesmo. Esta foi uma corrida promocional da categoria.

  6. Paul Nascheck disse:

    O Fórmula 200 é um Kart Shifter que tomou anabolizantes! Realmente um monstro! Parabéns a todos os SACUDOS que aceleram e já aceleraram esse Monstrinho!

  7. disse:

    O Edú tem a história, e lembrei de um amigão, Willian Grandino de Sorocaba. Velhos tempos.

  8. Pablo Vargas disse:

    Um velho amigo corria nestes trecos…
    No final da reta oposta a maior velocidade registrada foi de 212 Km/h (1995).
    Motor 2 T 32 cv a 11.500RPM
    Em Itu – Schincariol
    http://www.youtube.com/watch?v=y1YoB2780Hw

    Em Interlagos – S do Senna
    http://img.photobucket.com/albums/v666/gazgaz/s-senna-f200.jpg

  9. Paulo Tohmé disse:

    Lembro-me bem de ter assistido várias dessas corridas dos LAVRALE.

  10. Paulo Abreu disse:

    Flavio, bandeirei corridas por 11 anos, e foi nesse época… O que disseram acima é tudo verdade… os karts tinham motor Cagiva/Agrale, tinham marchas e lembro do Otávio Chato de Galocha Mesquita era um dos corredores… espero ter ajudado

  11. Rafael Balneário disse:

    Aqui em Balneário Camboriú aconteceu uma corrida da Formula 200 em 1995 aqui na Avenida do estado. O ronco pra variar uma coisinha mais querida.

    No youtube tem um trecho de um treino da corrida em Jaraguá do Sul SC.

  12. Luc Monteiro disse:

    O Eduardo Homem de Mello há de ter as respostas que o Seixas precisa.

  13. rodrigo disse:

    Só lembro que chegou a ser televisionado.

  14. jovino disse:

    Esta categoria foi criado em Goiânia com motores agrale de 200 cc e depois foi levada para outras Estados com um certo sucesso. Em Goiânia estes karts andavam também nos autódromo,pois nos kartódromos, eles perdiam para os karts 125 dois tempos, pois eles eram lentos na resposta.
    Jovino

  15. Fernando Melo disse:

    Tem uma reportagem na edição de setembro 398 de 1993 da Quatro Rodas, página 43:
    http://quatrorodas.abril.com.br/acervodigital/

  16. CESAR MARINARI disse:

    FG a Fórmula 200 começou aqui em Goiás em 1988 com a primeira corrida de demostração no mês de outubro se não me engano.A partir de 1999 a Formula 200 realizaou conpeonatos regulares chamado Copa Centro Oeste de F 200 da qual fui campeoão em 94 e 95.Eram duas cotegorias Graduado e Jóvem com a participação de mais de 60 pilotos.Realmente houve uma corrida em Portugal na preliminar da F1(eu não foi).Houveram vários compeonatos Brasileiro com participação da pataiada de São Paulo(perdiam todas)
    O Eduardo Homem de Melo era o piloto que mais dava trabalho para os goianos.Eté hoje tem o campeonato aqui em Goiás.A corrida do sambódromo foi amistosa,não lembo quem ganhou.

    • Alexandre Freitas de Andrade disse:

      \bom comentário César Marinari. Campeão de 94 e 94. Fico orgulhoso, porque quando começou, foi como meu companheiro de box. Parei em 93, depois de ganhar o título brasileiro e ter que aguentar as ladroagens de bastidores do Reginaldo Bufáiçal. Abraço para você amigo Marinari.
      Alexandre Andrade

    • Alexandre Freitas de Andrade disse:

      Grande Cesar Marinari,
      Fico feliz de encontrar por aqui e lembrar destas boas épocas. E orgulhoso, afinal, quando vc começou a correr fui seu primeiro companheiro de equipe. Parei de correr em 92, após ganhar o brasileiro daquele ano. Por onde anda?
      Abraço
      Alexandre Andrade

  17. Eduardo "coelho" Furtado disse:

    Acho que o ano é 92, mas não tenho certeza. Como não corri neste ano e nunca andei no Anhembi então acredito ser o certo. O MAIS FACIL É PERGUNTAR AO OTAVIO MESQUITA (O APRESENTADOR) ELE CORRIA CONOSCO E PARTICIPOU DO PAULISTA DE F200 POR VARIOS ANOS.DEPOIS O F200 VIROU F5, FICOU CARO E ACABOU…. ERA BOM, PERIGOSO, COMO SÓ O AUTOMOBILISMO SABE SER (HEHEHE MEU CAPSLOCK TRAVOU)

  18. Francisco Meireles disse:

    Pode perguntar para o apresentador narigudo que tem o carro do fischella em casa que ele sabe, lol…

  19. Mauro Corso disse:

    Pelo que eu me lembre, começou sendo chamada de Fórmula Lavrale, pois utiliza motores de 200cc das motos Agrales, fabricadas em Caxias do Sul, e eram adaptados aos chassis dos karts pela revenda de motos Lavrale. Com o sucesso ela passou a se chamar F-200. Tendo, inclusive, acontecido uma corrida demonstrativa em Portugal, no Estoril.

    Abraço a todos.

  20. Cícero disse:

    O Otávio Mesquita corria nesse troço aí, inclusive com algumas etapas em Interlagos (na pista grande mesmo, não no kartódromo) antes de existir a Copa Uno, se não me angano. Parecia um kart vitaminado e tinha marchas.

  21. Minoru disse:

    Me lembro que usavam motores de motos Cagiva/Agrale de 30cv e 200cc. e salvo engano, tinha algum piloto famoso que recomeçou nestes karts… seria o Emerson???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *