NAZOROPA (3)

SÃO PAULO (duca) – Era para ser a pior corrida do ano. Foi uma das melhores. Graças a alguns pilotos soberbos. Alonso, Raikkonen e Schumacher no pódio. Pódio retrô. A molecada é boa. Mas os velhinhos ainda dão muito caldo. Inclua-se nessa lista Webber, o quarto colocado.

Fernando se emocionou muito, como nunca tinha visto. Pegou até bandeirinha da Espanha, parou na frente da arquibancada, chorou no pódio nos dois hinos, e se mais hinos houvesse, iria chorar também. Ele vive um momento diferente em sua vida pessoal. Não foi aquele choro desbragado e sofrido, acabou sendo até contido. Mas não importa, não há categorias de choro, chorou e pronto. Choronso. Esse pode. Sabe o que foi o começo da temporada. No fim do ano, se separou da mulher. Entrou numas. Está apaixonado pela Ferrari, que retribui com paixão igual. Vai ser um chorão emotivo até o fim do ano. A Ferrari, acho, desperta tais sentimentos.

Mas lágrimas à parte, guiou pacas. A começar das três posições que ganhou na largada. Ontem, depois de ficar em 11° no grid, disse que pódio estava fora de questão. Que iria salvar alguns pontinhos e ver o que fazer na próxima. Malandrón. Era o oitavo até a primeira bateria de pit stops. Passou Hülkenberg na pista. Nos boxes, ganhou as posições de Kobayashi e Raikkonen. De repente, apareceu em quarto “virtual”. Foi aí seu melhor momento na prova: voltou no tráfego, a galera da frente teria de parar, mas não se sabia quando, e ele foi passando um a um, com uma precisão irritante, até ficar em quarto mesmo. Quando a McLaren, de novo, se embananou na parada de Hamilton, durante um safety-car para tirar pedaços de pneus da pista, terceiro.

Aqui, parênteses para Hamilton. Pobre Hamilton. Estava tranquilo, em segundo, até a parada. Vergne e Kovalainen se enroscaram, pneus se dissolveram pelo asfalto e lá foi a turma da limpeza para a pista enquanto o safety-car juntava todo mundo. Ótimo para a corrida, porque Vettel estava um ano na frente do resto, caminhando célere para uma nova e sossegada vitória. No box, uma parada de 20s para todo mundo virou 30s para Lewis. Caiu para sexto.

E quando a prova recomeçou, a sorte começou a sorrir para Fernandinho. Sorte auxiliada pela competência, é bom que se diga. Primeiro, ele passou Grosjean, então o segundo colocado, na pista. No muque e na moral. Na mesma volta, Vettel quebrou. Problemas elétricos. Choque no rabo. Sei lá o quê. Pane em alguma coisa. Alternador, segundo o time. Babau. Mas aí Garibaldo cresceu e foi para cima. Tinha carro para brigar com Alonso. Os pneus iriam acabar, uma hora ou outra. Era apenas uma questão de saber com quem a borracha seria mais generosa.

Não deu nem tempo. Romain, de repente, parou também. “Sistema de alimentação de combustível”, informou a equipe pelo Twitter. A bomba perdeu pressão. No meu DKW acontece isso, também, quando resseca o diafragma. Depois, avisaram que foi alternador. Por isso que prefiro dínamo.

Aí ficou mais fácil para Alonso. Mas ainda tinha coisa para acontecer, porque nas últimas dez voltas de todos os GPs é o tal negócio: quem cuidou dos pneus com mais carinho começa a chegar nos caras da frente. A duas voltas do fim, Raikkonen assumiu o segundo lugar ao passar Hamilton — as ultrapassagens hoje, quase todas, foram lindas, sem asa-móvel ou outras viadagens. Maldonado curtiu, estava em quarto, e foi fazer o mesmo ao perceber que a borracha do britânico tinha ido para o caralho. Expressão chula, mas bem precisa, que só o português nos oferece: “Para o caralho” é autoexplicativo e pode ser usado em várias circunstâncias. Ontem, por exemplo, no Canindé, mandamos o São Paulo para o caralho.

Mas voltando à corrida, Maldonado e tal, Lewis não deixou. Se tocaram. O inglês foi parar no muro, foi para o caralho, e ficou putíssimo. Achei que foi culpado. Pastor perdeu o bico. Caiu de terceiro para décimo. Chávez vai interromper hoje o fornecimento de petróleo para todos os países de língua inglesa do mundo.

E aí, acelerando loucamente, surgem Schumacher e Webber, que tinham largado de pneus duros, lá atrás, e na parte final da prova tinham os macios calçados em seus carros. Foram atropelando Deus e todo mundo e na última volta, com a batida de Hamilton e o infortúnio bolivariano, Michael apareceu em terceiro, com Mark em quarto. Raikkonen, nas últimas voltas, ainda foi avisado pelo rádio que os pneus de Alonso iriam acabar e que poderia vencer. Mas como não acabaram, não inventou muito e ficou na dele, em segundo. Porque, como diz o ditado mui popular, “quem tem pneu, tem medo”.

Dez títulos mundiais no pódio: dois de Alonso, um de Kimi, sete de Schumacher. No Canadá, levaram troféus Hamilton, Grosjean e Pérez. Todos meninos, egressos da GP2, média de idade 25 anos. Hoje, Alonso, Raikkonen e Schumacher. Todos velhacos, egressos da era dos dinossauros, do Paleolítico, dos tempos em que “iPad” era o que a menina dizia para o menino quando ele partia pra cima sem pedir nada, idade média 35 anos. Schumacher voltou ao pódio depois de seis anos. O último tinha sido na China em 2006, salvo engano. Troféu mais do que merecido para um cara que teve a coragem de voltar a correr depois dos 40. Fodástico do bairro Peishotten.

Isso é legal nesta F-1 2012. Tem para todos os gostos. Jovens e velhos competitivos, carros de todos os tipos andando na frente e brigando até o fim, atuações assombrosas (hoje, além dos quatro primeiros, há que se elogiar Di Resta, sétimo com apenas uma parada, Hülkenberg, quinto, Maldonado, que era para ter terminado em terceiro, Kobayashi, que lutou muito e se envolveu em dois acidentes, sobre os quais falo daqui a pouco, e até Petrov, que chegou a estar em décimo, incrível), atuações horrorosas, toques, disputas, mesmo numa pista de merda como a de Valência.

Grande campeonato.

Grande campeonato que não fazem os brasileiros. Aliás, me digam: verdade que a Globo passou metade da corrida discutindo se a punição a Senninha no toque com Koba-Mito foi injusta, que o comissário era finlandês (Salo) e por isso queria foder o Brasil inteiro por causa do piloto reserva da Williams (Bottas)? Porra, putaquepariu. OK, Bruno poderia chegar mais à frente, mas Kamui também. E daí? Na hora, na rádio, eu disse: Senna espremeu o japa, vai ser punido — embora eu ache um exagero o que se pune na F-1; mas pelos critérios vigentes, foi ele que teve culpa. Só que esse incidente NÃO TEM UMA PORRA DE IMPORTÂNCIA NENHUMA NUMA CORRIDA COMO ESSA! Será que é tão difícil entender? É tão difícil compreender a irrelevância de um toque e uma punição numa disputa ali pelo oitavo ou nono, quando se tem uma disputa tão bela na frente, com protagonistas do porte de Hamilton, Vettel, Alonso, Raikkonen?

Bem, dane-se. Bruno até que se recuperou bem, chegou quase nos pontos, tem um carro bom, precisa aproveitar e não está aproveitando. Quanto a Massa, deu azares de todas as montas. Primeiro, na hora de trocar pneu. Uma volta antes do safety-car. Vai ser cagado assim no inferno. Aí despencou, de sétimo para 14°, passou a enfrentar as dificuldades de sempre, sucumbiu. Ainda foi acertado por Kobayashi numa disputa de posição, o pneu furou, acabou lá atrás. Até o Petrov passou ele. Putz.

Alonso tem 111 pontos agora. Como Vettel e Hamilton abandonaram, Webber, quem diria, é o vice-líder com 91. Ó o Webber, ó! Lewis tem 88 e está em terceiro. Vettel, com 85, é o quarto. É uma gangorra da peste, este Mundial. O australiano tem cinco quartos lugares, já. Regularidade é tudo. Alonso é o único, agora, com pontos em todas as corridas. El Fodón de Las Astúrias. É a chave para ser campeão. Por isso acho que Hamilton foi bem burro hoje ao tentar, sem pneus, segurar Maldonado. Deixa. Chega em quarto, faz 12 pontinhos, vai a 100. Agora, viu Fernando escapar. Terá de correr atrás.

Faltam 12 provas, ainda. Está bonita a festa.

Subscribe
Notify of
guest
379 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Cyro De Cicco
Cyro De Cicco
9 anos atrás

Não ouvi nenhuma menção ao Salo na transmissão…

Cyro De Cicco
Cyro De Cicco
9 anos atrás

Não costumo ouvir a transmissão pela globo e sim pela rádio bandeirantes, estadão espn ou jovem pan, porém assistindo a corrida novamente agora em casa pela globo, percebi que é verdade quando falam que o Galvão se atravessa na frente dos outros (Burti e Regi) na transmissão. Falando sobre a diferença de tempo do Hamilton para o Alonso, rolou um estressezinho entre Galvão e Burti. O Burti chegou a falar: ” Eu sei…” O Galvão quer ter a ultima palavra, é foda e se esquece que o Burti já sentou num f1.

pc
pc
9 anos atrás

Legal mesmo foi morrer de rir com os comentarios. Os caras se superam a cada corrida com cada teoria! E tome de pneu duro, pneu macio e temperatura de pista e a corrida rolando. Mostrar que Vettel, simplesmente esmagou todo mundo com qualquer pneu, abrindo quase um segundo por volta até sua quebra, não tinha a menor importancia. Importante era justificar a corrida de merda do Senna e do Massa. Esse, coitado, não deve ter dormido à noite pensando como ele consegue ser tão improdutivo com um carro que Alonso leva até o podio. Maldonado mostrou que é cachorro grande e que sua vitoria anterior não foi por acaso. Ainda tem instantes de cachorro doido. Senna é o cordeirinho com desculpas do tipo, ele foi mais agressivo, ai! Como se estivesse num colegio de freiras. Parece um frango que se perdeu do galinheiro.

Mauricio Alves
Mauricio Alves
9 anos atrás

Só a viuvada, o Galvão e o Fábio Seixas acreditaram que o tal do Bruno não foi o culpado pelo acidente em que ele envolveu o Kobayashi!

Foi bizarra a discussão do Galvão com o Burti, quando este tentava explicar ao narrador faccioso as condições em que o acidente se deu e a culpa do brasileiro!!
Será que o Galvão leva jabá da assessoria de imprensa do Bruno, como levava do “titia”” dele??

Enko
Enko
9 anos atrás

gosto de me divertir às custas das amantes do alemão, como elas deliram, não aceitam a realidade, ele foi muito bom sim na época dele, hoje a realidade é outra, a idade também, existe apenas um negócio chamado força G que faz uma diferença medonha e o corpo a medida que envelhece passa a não mais suportar essa força como antes, e hoje um f 1 gera brincando 5 Gs de força, é muita coisa.
mereceu o pódio, sim, mereceu, mas não se esqueçam caras amantes que graças às trapalhadas do hamiltom e maldonado isso aconteceu e só.
tem um que escreve um verdadeiro romance, posta video, coloca estatisticas que ele mesmo inventa, mas no final é a mesma repetição, senna o diabo em forma de piloto de f1, shumacher, o deus do automobilismo, o resto é o resto, aí vem oum que comenta ai!!!!!!!!!!!!, seus comentários sobre o nosso shummy!!!!!!!!!!!! são demais, tem outro que tem sobrenome alemão mas tem vergonha de usar quyedisse já ter sido piloto, mas não diz do que, que espinafra tudo o que piloto nacional, só alemão serve, volta para alemanha porra.
esse blog é muito divertido.

Burrinho Batiquebra
Burrinho Batiquebra
Reply to  Enko
9 anos atrás

O Schumacher tem 43 anos, não tem 70. O condicionamento físico dele é tão bom quanto qualquer piloto de 30 e poucos. Quanto aos reflexos, argumento muito queriado ao Galvão Bueiro, já está provado em testes de reflexo que, com o treinamento adequado, seu reflexo decai muito pouco até os 45 anos, quando, aí sim, ocorre uma deterioração sensível no tempo de reação.

Que a condição física do MS é inferior aos dos adversários, é uma coisa óbvia, mas garanto que a desvantagem é muito menor do que algumas pessoas acreditam que é.

Speed Racer da Mooca
Speed Racer da Mooca
Reply to  Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

Batiquebra, os reflexos podem, através de exercícios específicos, ser mantidos. A parte física é o que realmente compromete e ele não tem condicionamento físico à altura de um piloto de trinta e poucos anos não. Procure uma matéria no Bild onde relatam que ainda nesta temporada o Schumacher não consegue evitar problemas no pescoço e, vez ou outra, termina a corrida com fortes dores. E isso tem atrapalhado muito em sua performance de volante, afinal, ninguém desaprende à pilotar. Realmente ele nunca mais pilotará como pilotava antes. Aposte nisso.

Enko
Enko
Reply to  Speed Racer da Mooca
9 anos atrás

caro burrinho, apenas um teste:deite-se de lado em uma mesa, onde seu pescoço e sua cabeça deverão ficar para fora desta, tente permanecer o maior tempo possível nessa posição, não precisa nem acrescentar um capacete nesse teste, pois é; isso seria uma forma de explicar como funciona a tal força “G” em uma curva, imagine esse peso multiplicado pela corrida inteira e o pescoço ali sofrendo curva a curva, voce já reparou por acaso no pescoço do tony kanaan? acha que é de graça ser daquele jeito?
existe ainda outro fator, predominante: por mais bom que seja o piloto, temos algo que se chama instinto de sobrevivência que fala mais alto em caso de risco eminente,
Certa vez o jos verstapem viu pela telemetria onde o senna e o shummy freavam no S do senna e pensou, se eles freiam lá, eu também freio, se preparou e na volta seguinte ao passar da placa monde normalmente freava se viu7 freando, não chegou lá, o cerebro comandou a freada contra a vontade do mesmo, ou será que foi uma parte da anatomia do cara que fechou?

Nelson
Nelson
Reply to  Enko
9 anos atrás

Deve ser por tudo isso que o Schummi andou muito mais no final da corrida ultrapassando varios.Deve ser por isso que conseguiu uma pole em Mônaco…………

Burrinho Batiquebra
Burrinho Batiquebra
Reply to  Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

Sim, eu concordei que hoje o fator físico está contra o M.S., isso é óbvio, mas o que eu quis dizer é que a diferença não é tão abissal como alguns parecem pretender.

Quando o MS faz uma má corrida, o pessoal cai de pau chamando o cara de velho, a começar pelo Galvão Ruinzeno, que parece estar se referindo a um senhor de 80 anos tipo Mister Magoo ao volante. O problema é que uma semana depois ele faz uma grande corrida, inclusive ultrapassando vários adversários nas últimas voltas (o que denota que ainda estava com fôlego). A conclusão inevitável é que o preparo não está tão ruim assim, já que é impossível ele flutuar de 15 em 15 dias da condição de aposentado por invalidez para atleta.

Enko
Enko
Reply to  Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

tudo bem, mas se não hovesse o choque entre os dois trapalhões, (mais por culpa do maldonado), esse pódiom não teria vindo. o cara ainda é bom, mas não retiro uma virgula do que disse, em Spa ele vai andar muito bem.

Jimmy
Jimmy
9 anos atrás

Alonso mandou mto bem, mas o Petrov em décimo com aquela cadeira elétrica que ele pilota é digno de nota!

Raquel
Raquel
9 anos atrás

Fernando Alonso.

João Felipe Moradei
João Felipe Moradei
9 anos atrás

Fernando Alonso foi o melhor. Combativo do início ao fim. E tem uma sorte indigitável.

Lincon Sousa
Lincon Sousa
9 anos atrás

Flávio, não sei se vale, mas pra mim o melhor do GP da Europa foi o Adrian Newey, apesar do problema no RB8 do Vettel, o cara conseguiu criar soluções que permitissem ao Vettel correr com sobras, posso estar enganado, mas em Silverstone (pressão aerodinamica é importantíssimo) acho que eles vão sobrar…

andre daun
andre daun
9 anos atrás

Senna.

Salvador Costa
Salvador Costa
9 anos atrás

Schumacher

Vinicius
Vinicius
9 anos atrás

Melhor da corrida foi o Glock, mesmo tendo feito algumas cagadas.

Alexandre Bento
Alexandre Bento
9 anos atrás

O Hamilton quando começou a ser pressionado pelo Vergne deveria ter
deixado passar e quem sabe ele ia chegar em Alonso e se estranhar com
o espanhol mascarado…

Burrinho Batiquebra
Burrinho Batiquebra
Reply to  Alexandre Bento
9 anos atrás

Sonho meu…

Lucas
Lucas
Reply to  Alexandre Bento
9 anos atrás

Vergne??? KKKKKKKKKKKK

marcos almeida
marcos almeida
9 anos atrás

Koba-mito foi i melhor da corrida.

Endrigo Zotelli
Endrigo Zotelli
9 anos atrás

Alonso foi o melhor, sem dúvidas. O espanhol está guiando o fino.

marcos almeida
marcos almeida
9 anos atrás

O melhor da corrida foi o nova mito.

Eric Martini
Eric Martini
9 anos atrás

O melhor da corrida foi Fernando Alonso

Guilherme Martins
Guilherme Martins
9 anos atrás

Chupa Fabio Seixas!

Leo Santos
Leo Santos
9 anos atrás

O melhor foi o ALonso. Apesar de ser um mala… Malonso…

Sílvio Vieira
Sílvio Vieira
9 anos atrás

O melhor foi Alonso!

Fernando
Fernando
9 anos atrás

O melhor sem sombra de dúvidas foi El Fodón de Las Astúrias. Pois campeão também tem que ter ao seu lado a sorte. E ela estava ao lado de Alonso.

Speed Racer da Mooca
Speed Racer da Mooca
9 anos atrás

Até o momento o que vemos é a Ferrari, que trabalhando igual uma condenada pra melhorar um projeto que prometia uma vergonha histórica, vem vencendo ou chegando entre os ponteiros. A McLaren, que havia sido nomeada a campeã antes da primeira corrida, também venceu duas, mas vem fazendo feio nos pits, com Button cada vez mais querendo assistir às corridas pela televisão e com Hamilton distribuindo e recebendo totozinhos aos montes. Na F1 não tem outro jeito, ou trabalha-se pra evoluir, ou fica-se pelo caminho. A Ferrari tem trabalhado como uma maluca, é verdade, mas vem contando com o fato de nenhuma equipe evoluir à ponto de imprimir uma sequência vitoriosa. Sem contar com os infortúnios alheios, todos em ótima hora. Dizem que além de competência, todo campeão tem uma dose de sorte, e isso não tem faltado para o Alonso até agora. E quanto ao Felipe, foi legal ter acompanhado sua trajetória na F1. Em nome de sua historia na categoria, emplacou um vice-campeonato em 2008. Legal, Massinha!

Roberto
Roberto
9 anos atrás

Flavinho, seu post da corrida foi “Do caralho”, com o perdão da expressão….

Juan Santista
Juan Santista
9 anos atrás

E más una vez en Aluenso! Dá-le Aluenso!

Juan Santista
Juan Santista
9 anos atrás

E vueto de novo en Alonso!

Juan Santista
Juan Santista
9 anos atrás

El merrrror fue el fodon de Asturias. O cara é fueda! E lo riesto é riesto! ARRIBA ESPAÑA!

Palombo Racing
Palombo Racing
9 anos atrás

Fico com Mark Weber que largo muito la atras e chegou em quarto, O Alonso é um leão de corrida mais a vitoria caiu no seu colo SORTE

Abraços a todos

Glauco
Glauco
9 anos atrás

O nome da corrida foi Maldonado, aprontando desde o qualify !

Se não fosse por ele a corrida e o campeonato seriam outros.

Alonso deve agradecer muito ao Pastor quando comemorar o título, teve sorte e como tem sorte esse sujeito, tem grandes chances de levar o título pela regularidade e pela sorte, não acho que ele seja tão superior assim. Pode até ser bem melhor que os atuais concorrentes, mas a qualidade dos pilotos da F1 hoje está muito abaixo do que era feito antes da eletrônica, quando os pilotos realmente seguravam o carro no braço e levavam o carro do jeito que dava, até com 1 ou 2 marchas. Por essas e outras que a de hoje da F1 não tem corridas tão emocionantes, como as de Le Mans !

A RedBull ganhou nos últimos anos pelo mesmo motivo da Brawn, foram espertos em fazer um carro que usa bem demais as brechas do regulamento, as outras não conseguiram copiar e as “inovações” foram proibidas, onde foi parar o pioneirismo e o desenvolvimento na F1 ??

Outro grande nome foi o presidente Montezemolo, defendendo que o teto de gasto seja o mesmo da década de 90, na entrada oficial da eletrônica na F1. Ele ainda teve seu longo currículo na Itália analisado durante a transmissão do treino, pela emissora oficial do Brasil.

pedro
pedro
Reply to  Glauco
9 anos atrás

Quanta merda num texto so, incrivel!
Entao quer dizer que os pilotos da decada de 50 sao os melhores de todos os tempos ne…pois guiavam com aqueles volantes de 1m de diametro e pneus 145…

Moacyr Lopes
Moacyr Lopes
9 anos atrás

O melhor foi o Vergne, que, com sua batida fez o SC entrar e dar mais emoção à corrida. E corrida boa não precisa ter brasileiro na ponta.

Luane Magalhães
Luane Magalhães
9 anos atrás

Voto no Alonso, el fodón de las Astúrias. A sorte que quem é alonsista é que eles torcem para o Alonso. A corrida tinha tudo para ser uma desgraça e o cara teve sorte e talento de dar um jeito e vencer.

Burrinho Batiquebra
Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

Por enquanto ainda existe um motivo para acompanhar as transmissões da Globo: Luciano Burti. É o único que vê o que está acontecendo e tenta não pachecar, além de decifrar algumas transmissões de rádio inaudíveis.

Resta saber quanto tempo ele vai aguentar do lado de Galvão Bueiro e seu boneco-de-ventríluquo Reginaldo Leme, o “especialista” que não sabe a diferença entre divergência e cambagem. O RL está totalmente despersonalizado, foi lobotomizado pelo Bueiro e virou um zumbi pacheco. Espero que o Burti saia enquanto é tempo.

Nelson
Nelson
Reply to  Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

Perfeito.O Reginaldo realmente está um pé no saco.Que o GAVIÃO sempre foi uma besta todo mundo sabe mas o outro virou bonequinho mesmo.Esqueceu tudo o que sabia ou perdeu o respeito próprio.

CAMPANO
Reply to  Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

O REGINALDO LEME E TRAVADO PELO GALVÃO BUENO.

Mariana
Mariana
Reply to  Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

Agora, todo mundo tá falando muito sobre terem ficado metade da corrida discutindo se a punição ao Bruno foi correta (com o Burti tentando explicar bunitinhu pq que foi sim e o Galvão não aceitando de jeito nenhum), mas teve coisa muito pior: a outra metade da corrida em que o Galvão ficou falando… er… do programa da Fátima Bernardes, caralho!!!! Entrou o rádio do Grosjean, que na hora tava em segundo ou terceiro e mais rápido que os da frente, e ele mandou tirar “porque no momento falar do programa da Fátima é mais importante que o rádio do Grosjean”!!!! O cara tá narrando uma corrida, Jesus-Maria-José, nunca que “o programa da Fátima” seria mais importante que o rádio de quem quer que fosse, simplesmente pq esse rádio seria parte da tal corrida que era o nosso assunto, oras!

Burrinho Batiquebra
Burrinho Batiquebra
Reply to  Mariana
9 anos atrás

Isso também foi um pé-no-saco duplo. Como se o público do automobilismo estivesse cagando para o programa da “Fátima”. Aliás, foi tanto “carinho” no ar que achei até estranho, melhor o tal do William Bonner ficar esperto. O sobrenome já não ajuda muito, que eu saiba “boner” é o cara que desossa o gado, ou seja, o cara que leva o chifre pra casa.

Zé Fini
Zé Fini
Reply to  Mariana
9 anos atrás

A sorte deles é que não fazem como nos jogos de futebol, que permite os telespectadores a enviarem mensagens na hora da transmissão ou igual ao Sport TV, através do twitter.

Porque nessa hora que ele deixou a corrida de lado pra puxar o “saco” da Fátima, foi foda.

André Cunha
André Cunha
9 anos atrás

Alonso……sem dúvida.
além de ser o melhor piloto em atividade tem a estrela de campeão.

Paulo Soares
Paulo Soares
9 anos atrás

O melhor da corrida foi o Raikkonen

Mauricio
Mauricio
9 anos atrás

Post irretocável.
É como o alonso. Foi no ponto e venceu.
Mudando de assunto: Continuo não gostando deste espanhol. Acho-o mascarado demais. Porém pilota como gênio.

Mauricio Alves
Mauricio Alves
Reply to  Mauricio
9 anos atrás

Concordo!!
Arrisco dizer que é o piloto mais completo em atividade!

E, quanto a ser mascarado e antipático, suscitando sentimentos controversos, o ídolo da viuvada e dos pachecos, o tal do “titia” Senna, também era e foi um bom piloto!

Ronald Wolff
Ronald Wolff
Reply to  Mauricio
9 anos atrás

Qual piloto ali não tem sua máscara? Você acha que o Raikonnen é o quê? Não estão ali para serem humildes nem simpáticos, afinal,fazem coisas que poucos fazem na vida…

Eduardo Cruz
Eduardo Cruz
9 anos atrás

Voto no El Fodón das Astúrias, com menção honrosa pro velho Schumacher. Não sei se ganho o bloquinho, mas esse estilo de escrever “foda-se que eu não trabalho mais pra Folha” eu acho ótimo.

Gabriel Araújo
9 anos atrás

Obviamente o melhor da corrida foi Fernando Alonso. Até parecia nosso grande ídolo, o mito Senna. Agora tenho um novo motivo para acordar bem cedo todo o domingo para sentir a emoção de ver este herói Alonso correndo.

rodrigo
rodrigo
9 anos atrás

Alonso

Jaime Boueri
9 anos atrás

Os ponteiros são um comentário à parte,claro. O destaque fica com Petrov e a Catheram “catarrenta” aniquilando o que ainda sobrava de Massa no final da prova (e Galvão narrando que acontecia o inverso). Impagável.

Mauricio Alves
Mauricio Alves
Reply to  Jaime Boueri
9 anos atrás

Impagável também foi a discussão do Galvão com o Burti que, mostrando “por A mais B” a culpa do “sobrenome com rodas”, levou um sonoro “NÃO” do odioso narrador, que insistia irracionalmente na responsabilidade do Kobayashi!

Será que o Galvão acha que vai conseguir construir outro ídolo de papel?? O outro, pelo menos, tinha talento!!

Egas Muniz
Egas Muniz
9 anos atrás

Como voce mesmo diz, el fodon de las asturias, acho que é isso.

Helmut Taube
Helmut Taube
9 anos atrás

Vergne pela linda manobra com o Kova, trazendo mais alegria para corrida.

Viviane
Viviane
9 anos atrás

Alonso. Sem mais.

Leandro
Leandro
9 anos atrás

Alonso mestre!!!
Sem dúvida melhor GP dos ultimos 10 anos

Luis Tucci
Luis Tucci
9 anos atrás

Sair do meio do grid e vencer não é pra qualquer um. Pode até ser que o fator “sorte” tenha ajudado, mas qual foi o campeão que não contou com ela ao menos uma vez? Ainda não dá pra falar que Alonso será tricampeão. Mas dá pra dizer que está guiando muito neste ano, que é o melhor até aqui, ainda mais com o carro que tem nas mãos. Sem dúvida foi o melhor do GP da Europa.

Burrinho Batiquebra
Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

Corrida negra para a Pachecolândia anti-Ferrarista-coitadista. 3 campeões ferraristas no pódium, todos com títulos vencidos com nossos brasileirinhos segundos-pilotos na equipe, e o melhor piloto do mundo da atualidade, o atual titular da Ferrari, no degrau mais alto.

CAMPANO
Reply to  Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

FALA AI BATIQUEBRA, ALONSO LEMBRA PROST, RAIKKONEN MANSEL,
SCHUMI PIQUET, TODOS COM TITULOS VENCIDOS, VAMOS BRUNO PEGA NA MÃO DO MASSA RESGATEM OS DOMINGOS QUE SEU TIO PILOTAVA UM MCLAREN HONDA CONTRA A RAPA. HOOOOOOOOOOOO, MEUS DOMINGOS NUNCA MAIS SERÃO OS MESMOS.

Rafaela
Rafaela
Reply to  CAMPANO
9 anos atrás

Só para registro, os dois títulos de Alonso foram pela Renault. Nenhum pela Ferrari. E nenhum com companheiro brasileiro.Giancarlo Fisichella foi o outro piloto da Renault nas temporadas de 2005 e 2006. Não que isso mude alguma coisa, mas é apenas uma correção.

Francisco M
Francisco M
Reply to  Burrinho Batiquebra
9 anos atrás

Eu concordo que os brasileiros vão mal, mas os carros na Ferrari eram diferentes. Nao sei a diferenca em desempenho, mas na f1 onde uma arroela faz diferença, os suportes de retrovisor dos carros do Alonso e do Massa eram diferentes!!!

Ronald Wolff
Ronald Wolff
9 anos atrás

Conforme foi dito antes em outro comentário, Alonso realmente foi o Chuck Norris da F1, ontem!!! Qualquer outra coisa pode ser usada como sinônimo de Alonso…Exterminador, Anderson Silva do MMA…ou seja, o cara é Soda, como dizia Focrátes…

Lucas Leite
Lucas Leite
9 anos atrás

O melhor piloto do GP da Europa foi o camarada Petrov!
Andou muito com a draga que tem.

vlamir antequera
vlamir antequera
9 anos atrás

Alonso o melhor piloto da F1, dá gosto ver o cara pilotar, não desiste nunca, e sorte meus amigos só acompanha quem tem competencia, quanto as transmissões da F1 agora só faço o seguinte: escuto pelo rádio e a noite assisto o replay no SPORTV

Ronald Wolff
Ronald Wolff
Reply to  vlamir antequera
9 anos atrás

E sempre foi o Alonso, mesmo quando a F1 estava monótona, aquele cara que nunca desiste…todo piloto tinha que ser como ele, ou seja, sempre insistindo, mesmo com um carro teoricamente inferior…dá lição na hora de competir, de lutar…nesse ponto, dá para fazer uma comparação com o Senna, que também era um cara que sempre lutava por posições a frente, sem se acomodar. Mas o Alonso erra muito pouco, mesmo sendo arrojado.

Julio Nunes dos Santos
Julio Nunes dos Santos
9 anos atrás

Alonso melhor do GP, sem dúvida.

Luiz Oliveira
Luiz Oliveira
9 anos atrás

O melhor foi o Schummy,,,,,,,,Pelo conjunto da obra e pela quase “garfada” pela red bull

Rogério Mondi
9 anos atrás

Ahhhhhh… Esqueci de destacar o Maldonado… Ele jogou o Hamilton no muro… MITOOOOO!!!!

Mauricio
Mauricio
Reply to  Rogério Mondi
9 anos atrás

Foi o epi mais insólito da prova inteira.