MENU

segunda-feira, 30 de julho de 2012 - 16:56F-1

12 ANOS

SÃO PAULO (uai, foi outro dia!) – Hoje faz 12 anos da primeira vitória de Barrichello na F-1. Foi em Hockenheim em 2000. Largou em 18°, estava fora da briga, praticamente, mas aí uma série de eventos acabou levando o brasileiro ao triunfo. Um desses eventos foi um francês doido que invadiu a pista para protestar contra sua demissão da Mercedes. O safety-car foi acionado e Rubens se juntou ao pelotão da frente.

Mas decisiva, mesmo, foi sua pilotagem com slicks na pista parcialmente molhada nas voltas finais. Para mim, uma das maiores vitórias de todos os tempos.

Aproveitando, digam: qual foi a mais espetacular vitória de um piloto brasileiro na F-1 para vocês? Tem 101 para escolher: 14 de Fittipaldi, uma de Pace, 23 de Piquet, 41 de Senna, 11 de Barrichello e 11 de Massa. Escolham apenas uma como a maior de todas. Mas se quiserem citar algumas outras marcantes, fiquem à vontade.

276 comentários

  1. Railson disse:

    Como é somente uma: Donington 1993.
    Mas Senna foi especialista em vitórias épicas, que viu sabe bem.

  2. eduardo disse:

    piquet na hungria quando passou o senna por fora

  3. Vcs esqueceram de citar a maior de fittipaldi q foi na Argentina em 1973,passando cevert e stewart nas voltas finais,tá na memoria pq nem video eu acho,se alguem puder ajudar e tiver o video saberá do q estou falando.

  4. marcelo de almeida disse:

    Voces esqueceram a maior de fittipaldi na F1 que foi na Argentina em 1973 pois passou cevert e stewart nas voltas finais,procurem saber como foi pois só tá na memoria pq nem video eu acho!

  5. marcelo de almeida disse:

    Vcs esquecerem a do fittipaldi em 1973 na Argentina!Procurem saber como foi,pois tá na memoria pq nem video eu acho.

  6. Sandro Marques disse:

    A vitória do Barrichello foi épica, a melhor na pista e pelo tanto que era esperada.
    Eu destacaria também a vítoria do Senna no Japão em 88 quando ele deixou o motor morrer na largada, caiu para as últimas posições e depois se recuperou vencendo a prova de forma incrível e de quebra faturando seu primeiro título.
    Outra marcante foi a vitória de Donington 93 principalmente pela primeira volta. Tem também aquela de Mônaco 92 em que o Senna, mesmo com um carro inferior segurou o Leão no braço até a bandeirada.
    Para não deixar o Nelsão de fora citaria a dobradinha Pique-Moreno novamente no Japão em 1990 foi marcante.
    E o Massa? Brasil 2008 e o seu quase título, uma vitória tão emocionante quanto frustrante. Que o diga seu Titônio Massa.

  7. André Sberze disse:

    Senna – GP do Japão de 1989… pena que não deixaram subir ao pódio, mas que ele ganhou na raça, ganhou!!

  8. MMM disse:

    Ayrton Senna, em Donington Park, em 1993. Pneus slicks em pista molhada.

  9. Vitória do Ayrton Senna no GP da Europa de 1993, em Donington Park.

  10. Anderson Puff disse:

    Senna em Monaco X Nigel e sua super Williams

  11. raphael disse:

    A vitória de Senna em Interlagos em 93 foi mágica, não só pela pilotagem perfeita, mas pela festa da torcida depois, com um mito sendo levado pelos braços de seu povo. Me chamem de viúva do Senna se quiserem, mas até mesmo o Flávio gomes deve se emocionar com aquela cena. Mas essa vitória do Rubinho foi magistral também, a segunda melhor.

  12. Janaína disse:

    Ayrton Senna, GP Brasil 1991…As vitórias dele no Japão em 88 e 89 (tirada dele pelo Balestre depois) e em Mônaco 92 foram demais. Mas como o GP Brasil 91 foi a primeira corrida que eu vi no autódromo, e foi a primeira vitória dele aqui, me marcou mais.

  13. Mr. Inforrock disse:

    corrigindo…
    escrevi errado

    é 1972 MONZA !!!

  14. Mr. Inforrock disse:

    vamos lá:

    - EMERSON – F1 – 1974 MONZA (valeu o titulo e com carro reserva)
    - EMERSON – INDY – 1989 INDIANAPOLIS (a 1ª no oval)
    - PACE – 1975 BRAZIL (eu assisti os treinos)
    - PIQUET – 1980 LONG BEACH (a 1ª de Piquet e último pódium de Fitti)
    - SENNA – 1989 JAPÃO (sim, no coments)
    - BARRICHELLO – 2009 ESPANHA (a volta por cima!)
    - MASSA – 2008 BRAZIL (na traaave)

    Valeu amigo
    [ ]s

    • - Emerson – GP da Itália 1972 (primeiro título mundial de F1 com o carro reserva)
      - Senna – GP do Japão 1989 (memorável, mas desclassificado por Jean M. Balestre)
      - Barrichello – GP da Espanha 2009 (segundo no GP e o primeiro foi Jenson Button, que aliás teve sua volta por cima completa de piloto medíocre há campeão do mundo em 2009)

  15. Segafredo disse:

    Gp Portugal 1985 1ª vitória de Senna e logo de cara foi esmagadora, humilhando a concorrencia

  16. Guto Lelis disse:

    Senna em Interlagos, 1991.

    Outras marcantes: Senna em Donington, 1993; Barrichello em Hockenheim, 2000; Massa em Interlagos, 2008.

  17. Braga disse:

    Pela idade que tenho, não tive a oportunidade de ver Emerson e Piquet que sem dúvida foram dois monstros que marcaram na sua época a formula1. Agora voltando à pergunta, em minha opinião a vitória mais marcante foi sem dúvida a do Rubens em Hockenheim 2000, lembro exatamente os momentos da corrida junto com meu Tio que assistia comigo na hora, emocionante! A segunda vitória mais marcante eu classifico devido as circunstância. A vitória do Ayrton Senna em Adelaide na Austrália, mesmo com oito anos na época, consegui acordar sem despertador para assistir a corrida de madrugada, lembro bem dos momentos finais da prova, e naquela que acredito ser a 1º vitória que melhor recordação eu tenho do Ayrton também viria a ser sua última…
    Abraço a todos e legal poder compartilhar esses momentos pessoais com os fãs de automobilismo em geral!

  18. Felipe Portela disse:

    Tantos posts e ninguém mandou Interlagos 91. Pra mim foi a melhor disparada, depois a do post e por fim a do Massa quase campeão.

  19. Mauricio Camargo disse:

    Senna Suzuka 1988.

  20. GP da Itália 1972, Emerson Fittipaldi vence e conquista o primeiro título brasileiro na F1, por antecipação, essa não tem para ninguém.

  21. Renato Rolim disse:

    Ayrton Senna, Donnington 1993.

  22. Lucas disse:

    Não sei se você percebeu Flávio, mas quando a Globo fez a sua recuperação de momentos marcantes brasileiros em cada circuito, eles sumariamente ignoraram esta vitória em Hockenheim, que fora realmente épica. O mesmo ocorreu em Hungaroring, porém, desta vez, resolveram lembrar de seu momento ruim, que foi a quebra da suspensão em 2003 e novamente esqueceram tanto da vitória em 2002 quanto da ultrapassagem no Schumi em 2010.

    Tá certo que o Rubinho tá na Indy agora, mas francamente, acho uma falta de respeito tremenda de uma emissora que deveria transmitir informação ao público de forma imparcial negar ao Rubens o seu lugar na história. Lembrar apenas dos momentos ruins é uma baita falta de consideração com ele e com seu fãs.

  23. Vando Monteiro da Silva disse:

    a maior vitória de um brasileiro foi a corrida que ganhou, mas não levou…
    a batalha épica de Senna x Prost em Suzuka 89, foi pro box sem o bico do carro e foi buscar a vitória, mais foi roubado pelo Ballestre.

  24. Joaoleopires disse:

    Barrichello em Silverstone 2003, pra mim aquela corrida que o padre louco invadiu foi uma das melhores que já vi, não sou da época do Senna, Piquet , Fittipaldi muito menos ou outros, mas tenho certeza que esses Gênios também tiveram corridas heróicas e brilhantes.
    Agora, falando dessa corrida, que corrida espetacular mesmo, lembro muito bem que o Schumacher bateu na largada em um acidente com o Fisichella, aí as chances de Rubens aumentaram!!

  25. Cristiano Seixas disse:

    GP do Brasil 1991 sem duvida.

    Fittipaldi : GP dos EUA 1970
    Piquet: GP do Brasil 1986
    Massa: GP do Brasil 2008
    Barrichello: GP da Alemanha 2000

  26. Conrado disse:

    Senna Mônaco 1992

  27. Pedro Bueno disse:

    Pra mim, a de Nelson Piquet em Jacarepaguá – 1986, pois teve dobradinha brasileira, com Senna em 2°, além de ter sido a última vitória brasileira no circuito carioca, muito mais charmoso e legal que o atual Interlagos e que agora só existe em nossas memórias e registros.

  28. Angelot disse:

    Senna GP do Brasil de 1991 em sua primeira vitoria no Brasil. E foi iniesquecivel ele completamente destruido com a batalha dele com o carro sem algumas marchas, para levantar o Trofeu ao final. Ali mostra o esportista e sua luta pelo resultado.

    Agora se for a melhor volta final eu sugiro a do Massa e Kubica, essa briga que valeu grama e tudo na chuva. (olha que o Vetel foi punido pela escapada no GP da Alemanha). O Massa deveria ser sempre como nessa luta. http://www.youtube.com/watch?v=I7YujiyyiFI

    • CAMPANO disse:

      E verdade que o carro so tina 6* marcha? e possivel fazer a curva bico de pato somente com 6* marcha? ele contou deu varias voltas somente com 6* marcha,
      quem acredita? os pilotos da F1? os chefes de equipe? os engenheiros? mecanicos?
      levantando trofeu quanta luta para levantar o trofeu pinoquio, destruido? batalha?
      pode acreditar que Alonso, Kimi, Vetell vai tambem imitar o heroi Brasileiro.

  29. Emmerson em Monza 72.
    O primeiro título de um Brasileiro na F1.

  30. Maurício Freitas disse:

    Senna, na Espanha, em 1986.

  31. Filipe disse:

    Sem dúvida das 41 vitórias de Senna, a inesquecível é o GP do Brasil de 1991 e com apenas a 6ª marcha.

    Das 11 vitórias da maior decepção de todos tempos ( Barrichello), GP da Alemanha que foi marcante.

  32. Batista Lara disse:

    - Senna no Japão em 88
    - Barrichello – Essa do post
    - Massa – Brasil , no ano em que ele foi campeão por alguns segundos.
    Do Piquet a que me veio na cabeça foi aquela em que ele quase desmaiou no pódio, acho que em Jacarepaguá…

    Já meti várias vezes o pau no Galvão e no Barrichello aqui no blog. Barrichello foi perfeito nessa corrida e o Galvão me emocionou com sua narração, tendo como música o Tema da Vitória. Me emocionei mesmo.

    • Fravião disse:

      Essa vitória sensacional do Nélson Piquet foi em 1982, largando em 7º, indo para cima, fazendo um duelo incrível com Keke Rosberg, troca de posições e tudo, depois remando até alcançar a Ferrari Turbo de Gilles Villeneuve (Pqt viria a usar o BMW Turbo naquele ano, porém, ali usou o velho Cosworth) e ficar o atazanando nas curvas, já que ele abria no retão, até o canadense perder o ponto da freada, rodar (e passar com o carro desgarrado na frente do brasileiro), assumir a ponta e faturar a vitória, com keke em 2º, e um Prost em ritmo de rali de regularidade em 3º. John Watson ainda chamou a atenção, em uma recuperação muito forte, até quebrar e sair cuspindo marimbondo… Naquele calor incrível do verão carioca, comemoramos na arquibancada, jogando muita água para cima e um nos outros (o que deu um efeito visual bem legal na tv). Porém, uma semana depois, desclassificaram os dois primeiros e deram a vitória para o francês.

  33. jotaquest123 disse:

    Essa vitória do Rubinho CONTRIBUIU essencialmente para o título do Shumacher.É fato que se HAUKOINEMMM houvesse vencido Shumi não venceria o campeonato.

    • Bruno Wenson disse:

      Por quê? Podes especificar melhor?

      • Zé das couves disse:

        Ele foi bem claro, se Rubinho não tivesse vencido, HAUKOINEMMM seria campeão. Nos resta descobrir quem diabos é esse HAUKOINEMMM.

      • Bruno Wenson disse:

        Seria campeão por que?? Não era a corrida de definição do campeonato. Hakkinen terminou a 19 pontos de Schumacher. DEZENOVE. Não foi por 3 pontos. Hakkinen só levaria mais 4 pontos se vencesse a corrida. Dizer que a contribuição de Rubens DEU o campeonato a Schumacher é exagero de pacheco.
        Só zé das couves mesmo pra não pesquisar nem conferir e dizer que um comentário sem base é “bem claro.

      • Bruno Wenson disse:

        Pensando bem… Tens razão, Zé das Couves. Entendi seu deboche e gostei dele. Só mesmo o HAUKOINEMMM poderia ser campeão com a vitória do Rubens.

        Pena que internet escrita não tem tom de voz. Assim daria pra entender mais rápido as ironias e deboches ás coisas.
        Bem sacada essa, Zé. Parabéns!

  34. Acir Astolfo Pereira disse:

    A do Senna em Donington e em segundo lugar do Senna no Japão em 1988, a do Japão, devido a importância da corrida, talvez seja a melhor

  35. Will disse:

    Senna, Donington Park, 93!

  36. Bruno Oliveira. ( Black) disse:

    Pergunta dificílima meu Caro!
    Mas o fato é que tenho de 26 anos de idade, assisti o finalzinho de Senna, e estive de viva voz em todas as vitorias, de Barrichello e Massa, ( e espero estar vivo, para ver mais, Bruno, Razzia C&A me deêm essa graça!), voltando, a mais espetacular que eu assisti foi essa do Rubinho na Alemanha, a mais emocionante a do Massa em Interlagos, 2008 e a que eu gostaria de ter visto, seria a de Senna no Japão em 88, eu tinha apenas dois anos… rs…!!! Abs,

  37. Prof. Alexandre Santos disse:

    Só para constar minha opinião: quem diz que o Barrichello não tinha personalidade, nesta corrida ele mostrou à Ferrari que tinha plenas condições de assumir riscos e pilotar no mais alto nível de competitividade. Tanto que ele manteve a opção pelos pneus secos em uma pista claramente favorável para uso de pneus intermediários… Só isso justifica minha opção. Coisa de um piloto com no mínimo, coragem…

  38. Prof. Alexandre Santos disse:

    Na minha ótica, Barrichello em Hockenheim (2000). Depois, Senna em Donnington Park (1993) e Piquet na Hungria (1986).

  39. O Rubinho Barrichello é sem sombra de dúvida o maior chorão da história da F1, e essa prova de 2012 foi sem dúvida uma das mais bizarras da história da F1, e com certeza foram os deuses imortais da F1 que deram essa vitória ao Rubinho, isso por que se ele não vencesse passaria pelo menos quase nove anos e meio sem vitória, e provavelmente sua primeira vitória seria no GP da Áustria 2002.

  40. André Almeida disse:

    Olha, a do Barrichello, de longe, foi a mais talentosa. Mas a do Senna, no Japão em 88 também não fica para trás. E não dá pra esquecer a ‘orgasmática’ última vitória do Piquet na F1, em 1991 no Canadá, quando o Mansell, na última volta (dando tchauzinho e tudo pra torcida) viu seu carro morrer manhoso no hairpin.

    Tudo para um Galvão resfolegante narrar a vitória do Nelsão, que depois descreveu que ‘quase chegou ao orgasmo’ quando passou pelo carro do Leão bigodudo azarado.

    Ou a do Senna em Donington, ou no Brasil perdendo as marchas.

    Foram várias vitorias marcantes.

  41. Antonio disse:

    Senna Japão 88, e olha que eu sou Piquet..rs

Deixe uma resposta para Mauricio Camargo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>