ZERO ESPERANÇA

SÃO PAULO (já deu) – Ando bastante de moto em São Paulo. Não é algo fácil, nem tranquilo. Mas muitas vezes, é necessário pelo absurdo do trânsito numa cidade totalmente fora de controle. Ando pelo que se chama de “corredor”, também. Aquele espaço entre os carros. Só quando eles estão parados, devo dizer, o que necessariamente não me absolve. E ando devagar, tenho medo de bater nos espelhos dos carros, a ponto de irritar a maioria dos motoqueiros que têm o azar de ficar atrás de mim. Mas procuro não atrapalhar. Saio da frente assim que pinta uma brecha. Não quero encrenca. Na verdade, chamar de moto minha lambretinha é um exagero. É uma scooter que me serve bem para pequenos trajetos. Nunca passei por nenhum perrengue com motoristas de carros, ônibus, táxis, SUVs, nada. Os problemas são recorrentes com os motoqueiros. Sim, em sua imensa maioria, motoboys. Cheios de pressa, plenos de falta de educação, sem noção alguma de cidadania, segurança, respeito. Verdadeiros animais motorizados, que fazem o que bem entendem diante da total e absoluta inação do poder público. O poder público, em São Paulo, espalha radares pelas avenidas. Eles sabem se seu carro não fez a inspeção da Controlar, ou se estão rodando no horário do rodízio. Leem placas, fotografam, enchem os cofres da Prefeitura. Mas não leem placas de motos. Não reprimem o tráfego em altíssima velocidade pelos corredores. Os motoqueiros são seres à parte na cidade. Têm suas próprias leis, e seguem-nas da maneira que consideram adequadas. Veem todos os outros seres como inimigos em potencial, sejam eles motoristas, pedestres, outros motoqueiros. Lamento dizer, é triste pra caralho, mas acho que nunca notei um único gesto amistoso de um motoqueiro em São Paulo. Um único. É triste demais. Não são todos? Não. Mas são quase todos. E isso é triste pra caralho.

Me mandaram esse vídeo aí embaixo. O autor tem 491 vídeos publicados no YouTube. Tem nome e sobrenome. Tem loja de escapamentos, site e tudo. Tem nome, sobrenome e endereço. Tem 491 vídeos publicados no YouTube. Quando se leem os comentários postados nesses vídeos, de gente sinceramente admirada e excitada pelo que está vendo, perde-se totalmente a esperança em qualquer coisa. Quando se presta atenção nos monólogos do autor a bordo de sua moto quando resolve “botar terror” nas ruas e estradas, idem.

São 491 vídeos. Nome e sobrenome. Alguns mostram até que o rapaz tem lá suas ideias, alerta contra as drogas, contra o preconceito, contra o crime. Não vi todos, claro, foi por amostragem. Talvez tenha bom coração, família, mulher, filhos, sei lá. Não tenho a menor ideia. Mas um vídeo só, apenas um, esse aí embaixo, deveria ser suficiente para que as autoridades da cidade impedissem-no de dirigir qualquer coisa motorizada. Qualquer coisa. Não estou discutindo caráter, bondade, maldade, nada, nada disso. Não sei quem ele é, não tenho o menor interesse em conhecê-lo, espero apenas nunca cruzar com ele na rua, porque provavelmente vou me assustar, cair da lambreta e me estatelar no asfalto. Quem faz o que esse rapaz faz nesse vídeo aí embaixo é claramente alguém que não tem a mais remota noção do que é ser um cidadão que vive em coletividade. Ele não é único, claro. São milhões, e também ocupam carros, ônibus, táxis, scooters. Somos uma cidade de milhões de cretinos, idiotas, irresponsáveis, egoístas, estúpidos. Alguns deles postam 491 vídeos no YouTube. E fica tudo por isso mesmo. Donde se conclui que cretinos, idiotas, irresponsáveis, egoístas e estúpidos também são facilmente encontráveis entre as autoridades da cidade, medrosas, covardes, patéticas. Na cidade onde não pode gritar na feira, usar celular no banco, comer pastel, levar bandeira ao estádio, vender hot dog na rua, cantar na calçada, fumar no bar, deitar no banco da praça ou dar sopa a moradores de rua, andar no “corredor” da 23 de Maio a 150 km/h pode. Se uma polícia de uma cidade como São Paulo é incapaz de fazer algo contra alguém que faz o que esse rapaz faz no trânsito, nas ruas e nas estradas, fazendo o favor de dar nome, sobrenome e endereço para quem quiser encontrá-lo, esqueçam. Isso aqui não tem jeito, mais.

Parece que o vídeo foi tirado do ar, mas dá para ver aqui.

Subscribe
Notify of
guest
929 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Alex U.
Alex U.
9 anos atrás

Se um desses se espatifa no chão e aparece num desses policialescos, já aparece como vítima. Se for na Sonia Abrãao então, toca até música deprê.kkkkk

Neto Brucutu
Neto Brucutu
9 anos atrás

Hoje na Raposo Tavares, a maioria dos motoristas se acostumou a andar próximo ao muro de concreto bem à esquerda para dar passagem às motos que andam no corredor. Como vc disse FG, existem os milhões motoristas de carro quadrupedes também,que mudam de faixa sem dar seta, não facilitam para as motos e coisas mais. Não sei se estamos certos deixando essa passagem para eles, mas podendo facilitar deixando-os seguir seu caminho acredito ser melhor para todos. Só que tem um problema, agora eles fazem pista dupla no corredor, ultrapassam uns aos outros feitos estupidos e não tem respeito com os que estão mais lentos, então fica dificil, pois você da a mão e o camarada quer te por no rabo. Todo dia entre ir e voltar, vejo de 2 a 3 acidentes envolvendo motos, em pouco mais de 15km de Raposo. Agora, me pergunta se tem algum tipo de fiscalização.

Aos motoqueiros, motociclistas, conscientes e civilizados, tenham um bom dia.

Aos outros o fone do Resgate é 193. (Se conseguirem ligar)

Helder Sobrêda
Helder Sobrêda
9 anos atrás

Terra sem lei, isso é o que parece aqui, e as coisas estão cada vez pior. Estamos em uma “guerra civil motorizada”.

sidney almeida
sidney almeida
9 anos atrás

ando diariamente de moto desde 1979…e o que mais me estressa são os filhos das putas dos moto boys que andam como uns desesperados desrespeitando a todos os outros motoristas e motociclistas. é só verificar o que acontece nos túneis da Av. JK em São Paulo todos os finais de tarde. p.s. cada um desses merdas quando morre fazem um favor para a sociedade…

Fernando Enns
Fernando Enns
9 anos atrás

Que falta que a educação faz num país.
Todos devíamos ter aula de BOM SENSO, mas enfim…. isso é difícil de aprender…. na maioria das vezes vem de berço, ou de dentro da família.
Todos erramos, mas isso que vi no vídeo é só pra massagear o EGO ESTÚPIDO deste “motociclista”, que quer ser elogiado por outros “motociclistas” iguais a ele.

Andre
Andre
9 anos atrás

Flavio,

DIscordo somente de uma coisa.
O “isso aqui nao tem jeito mais”.

Olha so pode demorar mas sujeitos como este, publicando na internet estao cada vez mais dando respaldo para que algo seja feito. Afirmam publicamente a inaptidao do estado em produzir leis que coibam o usa destas maquinas como armas de intimidacao. E claro pra mim que este sujeito nao deveria dirigir nem skate, mas sao sujeitos como este que vao colocar cada vez mais pressao nas autoridades para que algo seja feito.

Minha sugestao e toda vez que voce publique um video como tal, publique tambem um link da policia, do ministerio publico, ou seja la quem achar responsavel, pra reclamacao e assim colocamos pressao para que algo seja feito.

Mister Fórmula Finesse
Mister Fórmula Finesse
9 anos atrás

Essa “demonstração de habilidade” lembra os motoristas que andam acima de 120 com chuva forte, se achando os especialistas na água, nem desconfiando que uma lâmina um pouco mais espessa (paradoxal, não?) de água é o suficiente para tirar o rei da chuva da estrada….é o rolar dos dados, o jogar com a sorte!

Basta um movimento de um carro nas avenidas ilustradas ali, para o Rossi suburbano visitar as dependências do IML.

Um completo imbecil enfim, vá correr em um autódramo contra mais 20 sujeitos em motos iguais, depois venha se exibir!

MFF

LUIZ
LUIZ
9 anos atrás

Ando de moto a mais de 30 anos sendo que desde 1982 aqui no Reino Unido, pelo que vi neste video, o rapaz nao tem um pingo de respeito nao somente pela propria vida, mas como de qualquer mortal que esteja a sua frente.Simpatia ao lado, ele ridicularizou inclusive um carro da policia na 23 de maio ao ultrapassa-lo!
Depois dizem que motorcicleta é perigoso, sim na mao de um “IMBIOTA” (imbecil + idiota) desses claro que nossa reputacao ira para o brejo!
Este individuo deveria ser usado como exemplo pelas autoridades omissas!

Flavio Bragatto
Flavio Bragatto
9 anos atrás

Outros que normalmente não valem nada, são os perueiros. Eles são motoboys dirigindo microônibus. Não estão nem aí para você.

Rafael
Rafael
Reply to  Flavio Bragatto
9 anos atrás

Os motoristas de carro se acham e só vivem reclamando de todo mundo, são os donos da razão, só eles andam certo, eles reclamam da perua, do caminhão, da moto, do ciclista, do buraco, da pomba, do cet, do flanelinha, do táxi, deles mesmos, só vivem resmungando

Mauricio Beniacar
Mauricio Beniacar
9 anos atrás

155Km no meio da cidade? Isso é um imbecil (imbecil não, pra ser imbecil ele ainda precisa melhorar muito) ainda se acha no direito de reclamar de alguma coisa… Tudo que podemos esperar é que quando ele se acidentar, porque é uma questão de tempo, ele se machuque sozinho…

Joca
Joca
9 anos atrás

Expressa a mentalidade de muitos, “eu estou certo os outros errados, o mundo vive para mim, não existe convivencia com outros, fazem o que eu faço porque seu sou o bom é um exemplo a ser seguido, as leis são as minhas.”
Só que quando este imbecil tomar um pancadaço e for para no pronto socorro, vai ser atendido pelo SUS que é mentido precariamente pelos outros no qual ele acha que são os errados.
Realmente somos errados.
A sociedade é errada em permitir um imbecil destes pilotando pela Rua, pilotando não, tentanto se matar pela Rua, s já não o fez.
Deve levar na carona sem saber um vermelinho com rabo em formato de flecha, dizendo “acelera tú es o bom, vai que dá”.
Não tive estomago para ver os outros videos e nem vou lhe dar este gosto, mas se está identificado devidamente pelas manobras que está realizando o MP pode se assim o quiser o indiciá-lo por diversos crimes sendo a sociedade a parte interessada.
É revoltante porque estou com a minha CNH suspensa porque passei a 96 em uma estrada federal em um unico lugar que era para passar a 60 km/h.
Isso é Brasil.

Carlos
Carlos
9 anos atrás

Mais triste do que tomar conhecimento de gente q faz esse tipo de merda, q põe a cara pra bater e não leva nem brisa na testa, pq colocou a merda q fez pra todo mundo ver, é ver nego que vem aqui, lê o blog, lê o post e vem esculachar o autor. Não concordar com algo q a gente leia ou ouça é perfeitamente aceitável, e até saudável, já dizia o agora centenário Nelson Rodrigues que “toda unanimidade é burra”. Mas no caso aqui, achar q o q o cara faz é legal é defender o indefensável, pelamordedeus. Falando sério, gente, alguém aqui pensa em defender esse tipo de irresponsabilidade quando ele ferra a tua vida quebrando o retrovisor do seu carro, quebrando o farol do seu carro, amassando seu parachoque, ou ferrando você com um processo se, numa infelicidade, você tiver a falta de sorte de fazer o sujeito voar no meio da pista e se moer todo?

Ricardo Arcuri
Ricardo Arcuri
9 anos atrás

Tenho um amigo, dono de boa moto e socio de clube de motoqueiros, que usa uma definiçao que gosto bastante: “nos somos motoqueiros e nao motoboys”. Por isso, digo que devemos temer os motoboys, que sao assim, feito animais na rua e completamente ausentes de educaçao e senso de coletividade. Realmente, sao uns nadas e nunca serao nadas na vida.

Mas tem o poder de prejudicar os que sao alguma coisa. E o governo mostra ser tao nada quanto estes irresponsaveis, ao nao conseguir punir esses nadas.

Admiro os motoqueiros e quiça um dia serei um. Quanto aos motoboys, nao sei o que eu faria se minha integridade ou a de meu carro estivessem em questao….

Rafael
Rafael
Reply to  Ricardo Arcuri
9 anos atrás

Ai, Ai, Ai, a integridade do meu carro, ui, ui, ui, não se importa com as pessoas, só com a integridade do carro, é capaz do cara levantar machucado da moto e o motorista do carro querer bater ou passar por cima, depois somos os psicopatas

Vicente
Vicente
9 anos atrás

Estava parado no transito, em frente ao colégio Liceu Pasteur, rua de 2 faixas apenas. Uma mulher na minha frente começou uma baliza para estacionar à direita, pra ajudar, dei uma jogada no carro pra esquerda, bem devagar.

Nisso vinha um motoqueiro, a milhão, que óbviamente se assustou. O cara parou na minha janela e tivemos o diálogo:

Motoqueiro: “Depois não sabe porque vocês perdem o espelhinho, né?”.

Eu: “vocês quem truta, tu me conhece por acaso? Que que eu fiz de errado? Nem da minha faixa eu saí”

M: “Não tá vendo o corredor caralho, o transito parado e vc vira assim”

Eu: “Truta, to dentro da minha faixa (apontei pra minha roda no chão) não tem porra de corredor nenhum aqui, e é isso mesmo que tu falou, o transito ta parado, o farol ta fechado, e vc ta a milhão no meio dos carros em frente a um colégio. E se passa um criança correndo aqui, ou uma senhora, e se meu filho tivesse posto a cabeça pra fora do carro, era tudo culpa deles também?”

Aí, na falta de uma resposta, ele acelerou e tentou chutar meu carro, por sorte o carro da frente tinha andado e eu acelerei também e joguei pra direita, conseguindo desviar dele, que por pouco nao caiu.

E não parecei tanto motoboy não, mas enfim, é a educação da gente né, fazer o que.

Vicente
Vicente
Reply to  Vicente
9 anos atrás

E isso é geral, ontem mesmo estava tentando entrar numa rua, com alguns carros antes de mim e outras atras, o taxista que estava atras ficou puto, pegou 2 contramãos causou na galera que vinha na outra rua, para… entrar na minha frente.

Se tivesse um cet ali, era uns 14 pontos na carteira, tudo isso pra passar UM carro.

E era um senhorzinho, duns 60, 70 anos.

Rafael
Rafael
Reply to  Vicente
9 anos atrás

criança não deve atravessar sozinha ou fora da faixa de pedestres, criança ou adulto não deve por a cabeça ou braço pra fora, pois pode passar um onibus do lado e não conseguir freiar, vc sabe que nesse rua frequentemente passam motos no corredor, pra que ignorar, o que custa tomar mais cuidado, a sua onipotencia de estar dentro da sua faixa, pode tirar uma vida, pra que a pirraça

Deluegro
Deluegro
9 anos atrás

Mas é um babaca mesmo. O imbecil ainda reclama do cara no celular…

Danilo Cândido
Danilo Cândido
9 anos atrás

Logo, logo, esse beócio virará carne moída.
Enquanto isso não ocorre, ele bem que poderia filmar em ângulo reverso, com a GoPro enfiada no rab…
É o que esse tipo de …”gente” merece.
Motoqueiros. A maioria não presta.

Danilo Cândido
Danilo Cândido
Reply to  Danilo Cândido
9 anos atrás

Apenas ressaltando: eu disse a “maioria” (grande e esmagadora maioria), não todos.

João Vitor
João Vitor
9 anos atrás

Falou tudo. Nas sábias palavras do mestre Gomes. Motoqueiro é aquele idiota que fecha todo mundo, se acha inquebrável, imortal. É aquele cara que chuta o seu carro, que bate no seu retrovisor, que acha que tem direito de subir na calçada, de entrar na contramão, que acha que sua buzina tem poderes que contrariam a lei da física, que acham que por que estão trabalhando sobre a moto o mundo é deles. Motoqueiro é aquele cara que coloca um escapamento barulhento na Sundown dele e acha que arrebenta. Escreve vida loka na moto e pinta o motor de verde pra ninguém roubar. É o moto taxi que acha que alvará é para idiotas. Esses otários vivem lotando as ruas abandonadas por um Estado que não fiscaliza, daí, em decorrência de suas cagadas e, no caso específico de Rio Preto, cheias de acéfalos ao volante de seus carros que disputam os apertados espaços das nossas fantásticas avenidas, caem e se dizem vítimas da sociedade. É isso. Digo isso com a autoridade de quem anda de moto e respeita as regras, anda pelo prazer do vento, da pilotagem e da liberdade. Esses são poucos, como eu. Somos motociclistas.

Deluegro
Deluegro
9 anos atrás

Um dia ele vai acabar filmando a propria morte

Tupi
Tupi
9 anos atrás

Esse pústula vai entrar para as estatísticas em breve. Espero que não leve mais ninguém consigo.

Wagner
Wagner
9 anos atrás

Caro Flávio,

Senti-me recompensado ao ler seu texto.

Concordo com ele na integra.

O único conforto é saber que estes infelizes, que não são nada na vida, moram em condições lamentáveis (por acaso, sei onde este metecapto reside) e o único momento em que eles podem se destarcar na vida é cometendo estar barbaridades e de forma covarde agredir fisica e verbalmente (claro que agem somente em bando) os demais cidadãos.

Danilo
Danilo
Reply to  Wagner
9 anos atrás

Quer dizer que é confortável ver pessoas morando em condições lamentáveis???
Você é muito pior que ele, seu babaca.
Flavio, irretocável seu post.

Abrçs.

Rafael
Rafael
Reply to  Danilo
9 anos atrás

è verdade, os motoristas comemoram quando veem um motocilcista morto no chão, pra que esse ódio, ninguém faz nada a favor da moto, só fazem leis para restringir a circulação, nós jogam em avenidas misturados aos carros, que parece uma montanha russa, por que não pensam melhor e seguem outros exemplos de faixa exclusiva

Rafael Chinini
Rafael Chinini
9 anos atrás

caraca, esse vídeo nem parece real de tão bizarro que é.
parece que o cara ta brincando de jogar video game, olha a facilidade que o rapaz passa todo mundo…
e assim, depois que morre, fala que não tem sorte…pelo amor….se é pra arriscar a vida desse jeito, podia fazer algo mais util

Luciano Rizzi
Luciano Rizzi
9 anos atrás

Flávio, essa situação não acontece somente aí na capital, no interior é cada vez mais comum. Muita moto e pouca preparação por parte de quem tira a habilitação. Mas, sinceramente, acho que o brasileiro está cada vez mais mal educado. Mudando um pouco a frase do Nelson Rodrigues, o que atrapalha o Brasil é o próprio brasileiro.

Carlos Pereira
Carlos Pereira
9 anos atrás

Primeiro: não tenho moto e não pretendo ter. Acho desconfortável. Mas gosto de ver a Moto GP sim. Incrível o que aqueles pilotos fazem dentro de um circuito fechado, teoricamente, com um certo nível de segurança. Agora, na rua, andar deste jeito, como no vídeo, é ridículo. Altamente perigoso e sem sentido.
E em várias cidades e estradas vemos cenas do mesmo tipo, diariamente. Infelizmente, mesmo quem anda dentro dos padrões, acaba sendo hostilizado, pois temos a mania de generalizar …

Marcelo
Marcelo
9 anos atrás

Com dois minutos de vídeo, já achei que o cara é um babaca.

Maurício
Maurício
9 anos atrás

Não tem como mandar este video para a polícia?

Luis Claudio Barbosa
Reply to  Maurício
9 anos atrás

Como assim “mandar” pra polícia? Será que a polícia não tem internet? Ou nunca ouviu falar em youtube?

Bosley de La Noy
Bosley de La Noy
Reply to  Maurício
9 anos atrás

E você acha que eles vão fazer alguma coisa????

Gustavo Monasterio
Gustavo Monasterio
9 anos atrás

Pelo que vi no vídeo, esse camarada vai ter um vida curta! “Nois é loco memo!”(sic). <- Assassinou a lingua portuguesa…

Flavio Bragatto
Flavio Bragatto
Reply to  Gustavo Monasterio
9 anos atrás

Mas até lá, ele já pode levar uma familia inteira para o outro plano.

Zeno
Zeno
9 anos atrás

o cara não sabe viver em sociedade, no final do vídeo diz que todo mundo tem seu espaço mas o espaço dele ele faz questão de ampliar com aquela buzininha irritante, ainda bem que acidentes acontecem, já pensaram se essa raça se reproduzisse sem um “predador natural”?….
nos comentários tem um querendo se converter ao clã, pobre jovem:

“AI KLEBAO BLZ MANO SOU DE SANTA CATARINA CURTO MUITO SEUS VIDEOS TENHO 17 ANOS GOSTO MUITO DE MOTOS , QANDO PEGAR 18 ANOS VO TIRAR CARTERA AI TO EM DUVIDA SE PEGO UMA CB300 OU UMA NINJINHA 250R OU SE COMESO COM UMA 150CC Q SE AXA MANO????
Herikghizzi 16 horas atrás”

José Leão
José Leão
Reply to  Zeno
9 anos atrás

Acho que você deveria começar por um curso de Português.

bruno mantovani
9 anos atrás

O cara comete o crime, divulga a prova e nada acontece.
Então se o sujeito matar alguém, filmar com sua própria câmera e colocar no YT, não tem problema nenhum também. A impunidade não é um problema só da cidade de São Paulo. É do Brasil, é do brasileiro. Brasileiro é um povo tonto demais.

Edu Guanaes
Edu Guanaes
9 anos atrás

O cara é um imbecil. Infelizmente ta cheio de gente igual a ele que pensa “ta todo mundo errado e eu é que to certo, mano” e pra completar, ta cheio de gente obtusa que não entende nada o que as pessoas escrevem ou falam. O mundo ta perdido mesmo.

Marcelo
Marcelo
9 anos atrás

Hoje me surpreendi no transito: Um motociclista fez sinal educadamente e me solicitou passagem. Atitude rara partindo deles. Mas prova que existem bons exemplos.

Marcos Lima
Marcos Lima
Reply to  Marcelo
9 anos atrás

Não confunda motociclista com motoqueiro…faz favor…

Mauro Corso
Mauro Corso
Reply to  Marcelo
9 anos atrás

Marcelo, tú falou corretamente, um MOTOCICLISTA, e não um motoqueiro.

ba
ba
9 anos atrás

Aí tem acidente e, por causa de um (UM!) idiota desses, a pista sentido aeroporto da 23 de Maio é interditada e prejudica o quê? Umas 50.000 pessoas? Bacana… Bacaninha…

Peter Losch
Peter Losch
9 anos atrás

Flavio,

você quer dizer que seja algo semelhante à “síndrome do Pateta”? http://www.youtube.com/watch?v=B2QdvxJVJ2U

Besteira.

Falta de educação, mesmo.

Abraço,

Peter

Renato
Renato
9 anos atrás

Já tinha visto os vídeos do imbecil, do tempo que ele tinha uma xj6. O que me espanta é a popularidade do sujeito, a quantidade de pessoas que acham “legal” o ele faz. E os imbecis que volta e meia passam por aqui quando a carapuça lhes serve. Tristes cidades!

Bruno Laporta
Bruno Laporta
9 anos atrás

Não conhecia os vídeos e assim que tomei conhecimento parei para ver mais de um. O carinha ai é mais um, resultado de uma megalópole frenética que exige isso dele. Rapidez em primeiro lugar. Em um dos vídeos ele celebra freneticamente “até parou a moto” o fato de ter ultrapassado uma Ferrari. Ele faz o que faz porque pode, não que isso seja correto, pelo contrário, mas é uma luta dele. É como costurar com um alfinete facilmente em uma malha cheia de agulhas de “tricot”… Trabalhando como nós. Acredito, e o vídeo mostra, que a moto é de uma agilidade gritante comparada com um carro. O excesso de confiança dele preocupa, ele pode acertar alguém nesses corredores. Mas a maior vitima é ele próprio quando errar… Talvez por isso ele tenha comemorado tanto quando passou uma Ferrari.

Burrinho Batiquebra
Burrinho Batiquebra
Reply to  Bruno Laporta
9 anos atrás

Ô meu amigo, pode pegar sua análise sociológica e… jogar na privada e puxar a descarga. O cara é um criminoso que põe a vida dos outros em risco voluntariamente e não uma vítima do sistema.

Juliana Heller
Juliana Heller
9 anos atrás

Falta de educação é comum em todas as profissões, motoboys andam arrancando espelhos, jornalistas escrevendo que pessoas são débeis mentais.

Você, Flávio Gomes, é igualzinho a ele.

Carlos Alexandre
Carlos Alexandre
Reply to  Flavio Gomes
9 anos atrás

SE Fuuu…

Rafael
Rafael
Reply to  Flavio Gomes
9 anos atrás

E vamos a Democracia

Sieg
Sieg
Reply to  Rafael
9 anos atrás

Que democracia? Isto aqui se trata de um blog privado. O dono tem o direito de permitir aspenas os manifestos que julgar relevante. Nem se trata de uma entidade governamental ou de partido politiqueiro.

Alexandre - BH
Alexandre - BH
9 anos atrás

E o “pilotão” ainda fica pagando de humilde, de gente boa: “Bom dia, bom dia. Não é pra vocês dirigirem do jeito que eu dirijo. É só pra assistirem meus videozinhos”. Ah, vai te fuder, cara!
Flavio, tô pouco ligando se esse cara se fuder num acidente. Ele tá procurando e vai achar, isso é questão de tempo. Mas que se foda sozinho, sem atingir ninguém.
O caso é que a atitude desse e de outros tantos milhões de idiotas Brasil afora interfere diretamente no meu bolso. Na condição de contribuinte/extorquido, não me vejo na obrigação de ter que bancar Samu, internação, fisioterapia, licenças, indenizações ou qualquer outro tipo de benefício pra esses merdas. Nem mesmo rabecão e enterro, caso o cretino vá pro saco.
É por causa desses filhos da puta que o seguro obrigatório pra motos foi parar nas alturas. E deve subir muito mais, pois não há sistema de saúde que aguente. Portanto, caros MOTOCICLISTAS, não se assustem quando tiverem que pagar 500 paus de seguro por causa desses malditos MOTOQUEIROS.

Marcos Lima
Marcos Lima
Reply to  Alexandre - BH
9 anos atrás

Falou e disse……

Braulio Gerhardt
Braulio Gerhardt
9 anos atrás

Não vi o vídeo e nem quero ver. Mas o texto, embora descreva os motoqueiros e o poder público paulistanos especificamente, também descreve perfeitamente os motoqueiros e o poder público da minha cidade, que é 26 vezes menor e fica a 3.500 km de SP. Acredito que ele se aplique a praticamente todas as cidades brasileiras, infelizmente.

Sieg
Sieg
9 anos atrás

É compreensível que motoqueiros abusem dos corredores, pois possuem horários e em diversos casos são “operadores logísticos” sobrecarregados e estressados. Não é o ideal, não é correto, por vezes não é aceitável, mas é compreensível: há um motivo prático por trás, econômico, uma dinâmica capaz de ser analisada e alterada caso houvesse interesse para tanto.

Mas um sujeitinho desses do vídeo é idiota demais para que queiram sequer compreendê-lo. Ele mesmo registra vários motoqueiros trabalhando, usando os corredores, mas como oportunidade, com certo comedimento. Nenhum entregador acompanhou o imbecil do vídeo em sua empreitada exibicionista, muitos deram passagem, desconfiados e incomodados.

E a própria polícia fez algo mais do que fingir que nada percebia?

Caio
Caio
9 anos atrás

Boom econômico à parte, continuamos como um país condenado à mediocridade de uma sociedade que jamais conseguiu pensar coletivamente.

David Felix
David Felix
Reply to  Caio
9 anos atrás

Exatamente…

Vinícius
Vinícius
9 anos atrás

Eita. O pior é ver gente defendendo esse tipo de atitude. E o pior, defendem com argumentos tão tacanhas que fico até me perguntando se o cara só não é mais um troll de internet. Botar a culpa nos patrões? Falar que o rapaz é uma figura e “assume as merdas que faz” como se isso fosse alguma escusável pro comportamento bizarro desse sujeito no transito?

É na internet que as pessoas, escondidas atrás de “personagens” mostram seu lado mais mesquinho e escroto. Essa porra não tem esperança mesmo. Lamentável.

Ricardo Sarmento
Ricardo Sarmento
9 anos atrás

Não perca as esperanças, Flávio. Até um tempo atrás a camada alta da sociedade escravizava os negros, julgando-se superior à eles, e mulheres não tinham o direito de se divorciarem da tirania de maridos violentos. Apesar de tudo, a vida ainda proporciona elementos que nos fazem acreditar em um mundo melhor. Talvez eu não esteja vivo para ver isso se concretizar, mas a humanidade caminha para a frente, ainda que muitas vezes a passos curtos e lentos.

O brasileiro deveria parar para pensar que é por causa de mentalidades que se identificam com uma asneira como essa, que nada funciona corretamente nesse país. Um povo só pode ter governantes com os quais de identifica.

Alan Bandeira Preta!
Alan Bandeira Preta!
9 anos atrás

Ando de moto grande todos os dias no mesmo trajeto desse cara sei que se você não medir certo o acelerador chega em 150 fácil, mas, vamos lá! Que cara chato! Enfia essa buzina na bunda! Infelizmente a gente ve muito cara de Hornet que faz merda, mesma mentalidade de muitos que tem Golfs e afins (não generalizo, tem babaca andando de bicicleta também, de scooter não). Pra mim não vi nada de mais em sua pilotagem não aconselhável, porque tenho 38 anos disso… Disso de que? Andar no corredor? Desviar de retrovisor? O máximo que ele consegue é estourar o saco no tanque. Quem já pegou um buraco desprevinido com uma suspensão dura sabe do que eu to falando. Vai a merda… ficar assustando os outros no transito! Puta vídeo chato.

Mauro Andres
Mauro Andres
9 anos atrás

Flavio,

Eu também sou mais um que possue moto, só que a tenho para lazer e não para trabalho.

A questão colocada de modo estupido a respeito das entregas pode ser um fator, mas com certeza não tem questão nenhuma de patrão no comportamento dos animais que dirigem as motos da maneira como o rapaz do video faz. Ele não esta correndo para entregar nada! Está sentado numa Hornet rasgando a cidade de um lado a outro para o compromisso dele.

O maior problema é que vivemos numa cidade onde o que vale é sua perspectiva (egoísmo em outras palavras). O cara condena o motorista no celular, mas ele andar numa velocidade onde ele pode causar um tremendo acidente (e o maior prejudicado se ele mesmo) aí pode certo? Isso é da essência da pessoa. E numa cidade onde a essência das pessoas esta deturpada de tal forma (a moticicleta é um exemplo dentro milhares), somente acabando com tudo e recomeçando de novo.

São Paulo, nesta vida, já era.

EduRSR
EduRSR
9 anos atrás

não achei nada demais… achei o cara engraçado…uma figura.
e não é um hipócrita, faz as merdas e assume o que faz.
todos nós, de vez em quando, fazemos nossas merdas, e tenho certeza que o senhor tb faz as suas…mas é escondido né, ai pode.
e antes que corrija algum erro de português, que possa existir em meu texto, sugiro que se olhe no espelho antes de crucificar os outros.
tava sem inspiração para escrever algo bom e fez este post…lamentável.
nem todos tem $$$ para comprar seu carrinho de corrida e brincar no autódromo.

Maurício
Maurício
Reply to  Flavio Gomes
9 anos atrás

Que comentário imbecil deste idiota! Ele deve ser tão doido quanto o cara do video. Uma total falta de responsabilidade. Só espero que ambos não matem ninguém. Se querem morrer, estejam a vontade, não farão falta alguma, mas assumir o risco de causar um acidente pilotando (deve se achar piloto mesmo, como se piloto de verdade) fizesse merda no trânsito é total falta de respeito com os outros que não tem nada a ver com a vida deles. Deve ser necessidade de provar que é homem, macho, fudido ou coisa parecida. Na hora que cair e o bilauzinho não funcionar mais vão parar de se achar o macho dominante do pedaço.

do Pandeiro
do Pandeiro
Reply to  Flavio Gomes
9 anos atrás

Muito bem, Flávio Gomes. Mande esses merdas à própria merda

David Felix
David Felix
Reply to  Flavio Gomes
9 anos atrás

Um absurdo as pessoas pessoas pensarem assim… inacreditável… existir alguém que concorda com um cara desses… nada demais… é por isto que somos a anos um país cheio de pontencial, mas que não consegue sair da merda…

Flavio não sei se vc concorda comigo, mas creio que os nossos políticos são um reflexo de nossa sociedade… esses vídeos e opiniões embasadas como do outro rapaz refletem muito bem nossa realidade…

Estamos em epoca de eleições, eu sou presidente de seção eleitoral e nessa época me dá vontade de sumir do Brasil, não pelo meu serviço que faço com competencia e me sinto honrado como cidadão em faze-lo, mas sim ao ver as “opções” e “escolhas” que os nossos concidadãos fazem…

Bosley de La Noy
Bosley de La Noy
Reply to  Flavio Gomes
9 anos atrás

Se prepara Gomes, pois as bestas irão aparecer por aqui hoje, defendendo o indefensável…

Lobo
Lobo
Reply to  Bosley de La Noy
9 anos atrás

Surreal tanta gente defendendo esse idiota. Espero que o Flavio consiga com que algum colega dele faça uma pauta com esse tal de Kleber Atalla. Afinal, idiotas assim só são investigados quando aparecem na TV ou no jornal…

Gislene
Gislene
Reply to  EduRSR
9 anos atrás

Faz um favor, se mata! E leva junto com você a renca que pensa assim.

Ricardo Bifulco
Ricardo Bifulco
Reply to  EduRSR
9 anos atrás

Voce deve ouvir funk tambem né ô animal??

Rafael
Rafael
Reply to  Ricardo Bifulco
9 anos atrás

Não gosto de funk, gosto de Black Metal, mas vc é bem preconceituoso

Jeff
Jeff
Reply to  EduRSR
9 anos atrás

Se não achou nada demais, você então deve ser um selvagem igual ao babaca da moto.

Mariana
Mariana
Reply to  EduRSR
9 anos atrás

Puxa, faz o maior sentido esse raciocínio de “nem todos tem $$$ para comprar seu carrinho de corrida e brincar no autódromo” para defender o cara aí do vídeo. Afinal, se um bom cidadão tem amor à velocidade mas não tem dinheiro pra ser piloto profissional e correr em locais adequados, lógico que ele tem todo o direito do mundo de procurar alternativas. No caso, a alternativa que esse encontrou foi sair pelas ruas cometendo atentados contra o resto da população. Eu acho que o governo deveria criar um “Bolsa Carro de Corrida”, que nem o já sugerido “Bolsa Cavalo de Hipismo”.

Luciano
Luciano
Reply to  EduRSR
9 anos atrás

Olha o que esse retardado escreve na última frase : “nem todos tem $$$ para comprar seu carrinho de corrida e brincar no autódromo.”

PQP iss o quer dizer que quem não tem grana pra correr no autódromo tem o direito de barbarizar nas ruas? VÁ TOMAR NO CÚ SEU RETARDADO

Guilherme
Guilherme
Reply to  EduRSR
9 anos atrás

Se não tem dinheiro para correr no autódromo, tem de correr nas ruas? Espero que o senhor seja mais um usuário de transporte público, pois pessoas com a sua mentalidade são a principais causadoras de barbaridades no trânsito.

Fernando Rodrigues
Fernando Rodrigues
9 anos atrás

Comentei no video desse babaca, e olha como ele foi educado comigo respondeu isso:
“FALAM ISSO DESDE QUE EXISTE CORREDOR.CONTINUA SE FUDER NO TRANSITO SEU IMBECIL.

KLEBER”

Rafavivax
Rafavivax
Reply to  Fernando Rodrigues
9 anos atrás

Eu li esse cometário dele lá, lamentável……………….pior q tem um monte de muleque lá rasgando elogios (po tiozão c é mto loookkooo, porra c é foda memo).
Todos sabemos o fim dele né? Excesso de confiança é complicado. Só tomara que não leve nenhum inocente junto!

Estevão
Estevão
Reply to  Rafavivax
9 anos atrás

Também li esse comentário. Como disse alguém aí de cima, esse animal vai fazer parte das estatísticas. Logo, logo.

Fernando Rodrigues
Fernando Rodrigues
Reply to  Estevão
9 anos atrás

E olha que o comentário infeliz que ele me fez está cheio de “joinhas”…lamentável. O desgraçado ainda me bloqueou, me deixando sem ação de resposta.

Francisco M
Francisco M
9 anos atrás

GoPro2 – Be a Hero (or an Idiot)!

Leonardo
Leonardo
9 anos atrás

Flávio, esse é nosso povo, e infelizmente acho que não vai mudar nunca. Somos o país da permissividade, da leniência. Não nos cabe entender , apenas aceitar que isso é consequencia de como o povo se “desenvolveu” ao longo dos ultimos séculos. Aos que não se conformam com esse comportamento, não resta nada a não ser o fardo de viver sob indignação, em um país com o qual não nos identificamos. Nascemos aqui, quanto a isso nada podemos fazer.

Rodrigo Moraes
Rodrigo Moraes
9 anos atrás

Tem o bração tomando um tombo aqui: http://youtu.be/eS78Ok36niM?t=8m

Zeno
Zeno
Reply to  Rodrigo Moraes
9 anos atrás

ahh desse vídeo eu gostei, dei até joinha…., um dia vai dar “certo” ah vai…

Alexandre - BH
Alexandre - BH
Reply to  Rodrigo Moraes
9 anos atrás

De vez em quando os “vida loka” se fodem, né? Só faltou uma Scania vindo atrás. É nóis!

Rafael
Rafael
Reply to  Alexandre - BH
9 anos atrás

Poderia fazer igual vc, e falar que a Scania poderia acertar seu carro tb, mas não vou fazer isso

Alexandre - BH
Alexandre - BH
Reply to  Rafael
9 anos atrás

Ué, tá tomando as dores do vida loka por quê? Você anda na garupa desse maldito com sotaque de Racionais MC’s?

Rafael
Rafael
Reply to  Alexandre - BH
9 anos atrás

Demorei um pouco pra perceber que era o ADG, mas esse comentário da Scania já dá pra perceber o seu ódio e preconceito que se estende a muitos outros que andam de moto e que tem opnião contrária a sua

Alexandre - BH
Alexandre - BH
Reply to  Rafael
9 anos atrás

Não sou esse tal de ADG, imbecil. Use seus dois neurônios e compare o meu avatar com o dele.

Rafael Fernandes
Rafael Fernandes
Reply to  Alexandre - BH
9 anos atrás

Não usei em nenhum momento palavras de baixo escalão com vc, porque vc usa ? falei da possibilidade de simplesmente dois ips ou dois pcs diferentes, é uma hipotese, continuo desconfiando

Alexandre - BH
Alexandre - BH
Reply to  Rafael Fernandes
9 anos atrás

Usar dois ipês (roxo ou amarelo?) é coisa de baixo ESCALÃO.

Gerson
Gerson
9 anos atrás

Dá raiva ou o quê, ouvir esse retardado da moto falando?

Roberto
Roberto
9 anos atrás

Cara, vai me desculpar (ou vai te fuder, tanto faz)… Você é um alienado. Fica fazendo discursos e mais discursos aqui neste seu blog mas no fundo é um alienado, vive fora da realidade. A culpa não é da falta de cultura ou cidadania ou educação ou seja lá o que for dos motoboys; a culpa é dos patrões que mandam estes caras correrem feito loucos para entregar rápido e poderem fazer milhões de entregas em um dia, e é também dos clientes, vocês, que querem a comodidade de ter tudo rapidinho em mãos. Eles são apenas um instrumento, o reflexo da sujeira que vocês que mancham vocês e que vocês querem apagar a qualquer custo.

Mauro Andres
Mauro Andres
Reply to  Flavio Gomes
9 anos atrás

Por que estou com a sensação que o alienado é quem acusou?

Lobo
Lobo
Reply to  Mauro Andres
9 anos atrás

A menor parte dos acidentes são com motoboys. 70% sao com jovens de 18 a 23 anos que usam a moto como transporte. Chega desse papinho de trabalhador coitado, neguinho corre assim pq gosta.

Rafael Fernandes
Rafael Fernandes
Reply to  Lobo
9 anos atrás

Gostei do Comentário do Lobo, não são dados absolutos, mas no final ele tem razão, muitos motociclistas com motos de baixa cilindrada são confundidos com motoboys

pedro
pedro
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Pô Roberto, acho que isto não tem nada a ver. Se a lei funcionasse e os caras fossem autuados, os “patrões” perderiam tempo e dinheiro e passariam a recomendar mais prudência a seus empregados, terceirizados ou não. Independente dos verdadeiros culpados, a lei não funciona e ponto final. O culpados somos todos nós, até porque o que prevalece no país, em geral, não é a lei do mais forte? Cada um por si e Deus por todos, sendo que cada um se acha o mais especial perante o todo poderoso. Você faz parte da merda também, tá achando o quê?
País sem lei é este nosso…

Peter Losch
Peter Losch
Reply to  Roberto
9 anos atrás

É um ponto de vista válido.

A culpa é de todos. A culpa é desta época maluca que vivemos.

Mas o cara não é um motoboy, né?

Maurício
Maurício
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Os patrões são culpados ao exigirem que a entrega seja feita em pouco tempo, o mesmo em relação aos que pedem pizza e ficam ligando de 5 em 5 minutos cobrando a entrega. Porém, como disse o Pedro, se os moto-boys se unissem para exigir melhores condições de trabalho da mesma maneira que eles fazem quando há algum acidente qualquer na rua para botar medo no motorista (principalmente quando este está certo e não o moto-boy), os patrões não exigiriam mais que eles andassem em alta velocidade. Não é porque eles estão trabalhando e tem horário que PODEM infringir as leis de trânsito pilotando em alta velocidade, não respeitando sinais de trânsito, trafegando na contra-mão, sobre a calçada etc etc etc (os etcéteras são piores). E além disso, se eles acham que estão sendo explorados pelos patrões, que estão correndo risco desnecessário, ganhando pouco ou coisa parecida, simples: PROCUREM OUTRO EMPREGO!

Ricardo Bifulco
Ricardo Bifulco
Reply to  Roberto
9 anos atrás

isso mesmo Roberto. Poorque voce não vai fundar um partido dos motoboys perseguidos???? Sinceramente..

Rafael Chinini
Rafael Chinini
Reply to  Roberto
9 anos atrás

se o patrão mandar o cara matar, dar o C# pq a gente quer tudo rapidinho então, eles vão fazer?! kkkkkkk
a cidade virou um ciclo de merdas, uma atrás da outra, mas não adianta justificar seu problema por culpa dos outros.
aliás, é tanto absurdo que se lê que nem sei se meresse resposta….

puto
puto
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Ahhh tá, agora eu peço uma pizza e sou culpado pela morte de uns três? Sério, mesmo?

De alienação sofre o brasileiro em geral meu caro, o que se pode esperar de um povo que gasta mais horas vendo futebol/novela do que estudando? E que quando está na escola acha um absurdo ter que submeter-se às provas, avaliações, cumprimento de horário?

David Felix
David Felix
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Me desculpa mas culpa não é dos patrões, é sim dos motoboys, da falta de cultura da falta de cidadania, da falta de unidade…

Rapaz vc já ouviu falar me Jimmi Hoffa ???

Ele parou a américa organizando uma greve de caminhoneiros em nome de direitos trabalhistas mais justos, e nao parou um dia só não em uma marginal da vida… todos os caminhoneiros do país pararam juntos… entendeu…??? JUNTOS !!!

Se fossemos um povo que tem consciencia, e vamos por assim dizer, os motoboys fizessem uma greve por melhores direitos trabalhistas e NENHUM cedesse, com certeza iriam dorbrar as vontades… se todos nós exercessemos nossos direitos e deveres como cidadãos de forma correta e nao elegessemos pessoas como Romário, ou Tiririca quem sabe, os motoboys, e por que não, a classe proletária de nosso país vivesse com maior igualdade social…

Voce quer mudar realmente as coisas, aprende a votar cara…

Zurrilho
Zurrilho
Reply to  David Felix
9 anos atrás

Olá David, desculpe mas eu não tenho a sua esperança. Infelizmente. A tradição e os costumes praticado aqui no brasil são muito fortes, não mudarão numa eleição. Isso aqui vai ser sempre essa pátria meia boca. Ora piora um pouquinho, ora melhora um pouquinho. Sou pessimista.

Perneta
Perneta
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Motoboy é um covarde que põe a culpa no chefe para justificar as merdas que fazem.

E quando não estão trabalhando no fim de semana?!
Continuam fazendo merda! É aí a culpa é de quem???

Flavio Bragatto
Flavio Bragatto
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Ô esperto! O “patrão” aponta uma arma na cabeça ou ameaça a familia do motoboy para ele correr? Não, né? Então acho que este discursinho de sindicalista não cola.
Vamos combinar uma coisa: Quando você, ou um outro alucinado destes acertar alguém na rua, tenta usar este discursinho com uma autoridade para ver se cola.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Então se o patrão mandar vc enfiar o dedo no seu c. vc enfia?
E vc já procurou trabalhar em empresas de entrega, as que possuem regras, inclusive as que exigem que se trafegue dentro dos limites de velocidade?
Acho que não né?

Zurrilho
Zurrilho
Reply to  Roberto
9 anos atrás

“a culpa é dos patrões que mandam estes caras correrem feito loucos para entregar rápido e poderem fazer milhões de entregas em um dia, e é também dos clientes, vocês, que querem a comodidade de ter tudo rapidinho em mãos. Eles são apenas um instrumento, o reflexo da sujeira que vocês que mancham vocês e que vocês querem apagar a qualquer custo.” Rapaz, meu irmão é cirurgião plantonista e garanto que quando está de sobre aviso, a sua pressa para chegar no pronto socorro é mais importante que a pressa da pizza chegar quentinha ou do senhorzinho bem comportado receber sua encomendinha. Mesmo assim ele dirige de forma honesta, não representando risco no trânsito, muito menos enlouquecendo os outros com buzinaço. Há muito carro nesse mundo, muita moto, muita gente e pouca educação, pouco valor à vida, poucos sentimentos de fraternidade. É uma porra mesmo.

Guilherme
Guilherme
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Falou, falou e não disse nada. A pressão do patrão não é motivo para arriscar a própria vida. Tá com pressa? Saia mais cedo ou aprenda caminhos alternativos?

Fernando Linhares
Reply to  Roberto
9 anos atrás

Acorda. Aceita quem quer. Para com este papo babaca de opressão de patrão que isso não cola mais. Afinal, não estamos no País perfeito projeto pelo PT há 10 anos onde sobram oportunidades e empregos. Se ele arrisca a vida é pq quer e se diverte (491 vídeos???) e não pq não tem opção.

1 2 3 6