CURVELO

SÃO PAULO(vamos lá) – Já perdi a conta da quantidade de projetos, planos, maquetes, promessas, esboços e sonhos de autódromos no Brasil que já publiquei aqui. Tinha até prometido não divulgar mais nada, porque na maioria das vezes o que os proponentes queriam era isso mesmo: propaganda de graça para seus projetos mirabolantes e inviáveis.

Mas vá lá.

O mais novo projeto é este aqui, de um autódromo internacional em Curvelo, a 160 km de Belo Horizonte. Ninguém fala em F-1, o que é um alento. MotoGP seria o alvo principal. Não conheço as pessoas que estão por trás da ideia. No texto tem uma relação de empresas envolvidas e não é citado o nome do proprietário da fazenda onde pretendem fazer o circuito e o complexo esportivo, turístico ecológico e sustentável.

Como digo sempre, tomara que saia. E tomara que ande com os próprios pés, sem dinheiro público envolvido. Claro que o poder público pode ajudar de diversas formas: apoio, infraestrutura, planos bem elaborados para aproveitar o empreendimento e desenvolver uma região e/ou comunidade etc. Mas, por favor, sem um centavo dos nossos bolsos. Essas iniciativas são particulares. Que se mantenham assim, e se sustentem sozinhas.

O maior problema dessas iniciativas é que raramente elas saem do papel. Então, por conta dos antecedentes, nascem desacreditadas. Lembram do projeto de Cabreúva? Está aqui, em post de maio de 2006. Era um baita projeto. Não tenho a menor ideia do fim que levou.

Sendo assim, de novo, fico apenas na torcida, sem a menor condição de afirmar “dessa vez vai” ou “mais um que não sairá do papel”. E ilustro a nota com a linda foto emprestada do Moto.com.br. Adoro essas placas de cor marrom com os ícones das atrações turísticas e históricas de determinado vilarejo. Na Europa tem um monte, acho um charme. E não tem cidade melhor para uma pista cheia de curvas do que Curvelo.

Comentários

  • Quanto após que falam que a estrada é ruim, já não vai à Curvelo a um tempão pois a Rodovia está ótima para o tráfego e duplicada até Belo Horizonte. Quanto à infraestrutura, Curvelo é uma das melhores cidades, mas pode sim receber um empreendimento dessa ordem, pois possui aeroporto, topografia plana, malha rodoviária e ferroviária privilegiada, espaço para construção do porte e tem tendência a ser cidade pólo da região. Quanto aos que dizem que deveria ser mais ao sul de Minas para ficar mais perto de Rio e São Paulo, discordo plenamente, pois acho que o Brasil precisa desenvolver seu interior e não apenas o eixo Rio-São Paulo, que de tanto exageros, há vem sofrendo terríveis problemas. Parabéns aos mineiros por essa conquista e paulistanos, vamos deixar de ser invejosos!

  • garantimos que tera mais gente nas arquibancadas do que em interlagos,a´paulistada vai somente na formula um,estive ano passado em interlagos numa etapa de marcas e tinha menos de 100 pessoas na arquibancada em dia de sol
    o brasil nao se resume so em sp e rio,nao se pode substimar o investimento
    nao se pode julgar o empreendimento pois a mineirada gosta muito de automobilismo,nao temos praia,poucos eventos pro lado de ca
    observem as arquibancadas de etapas diversas e as do interior do brasil sao mais cheias que as da capital
    existem poucas pistas privadas no brasil e tambem e outro braço do negocio
    nao tenho duvidas que sera um sucesso
    jc sete lagoas

  • Curvelo parou no tempo por algumas décadas mas agora está se desenvolvendo rapidamente. Siderúrgicas, investimentos grandes na área hospitalar, faculdades… A estrada é duplicada nos primeiros 120 km partindo de BH e os 40 km restantes são recém asfaltados e com terceira pista. Nao se encontra no norte de minas gerais, está na verdade no centro (exato) do estado.
    Tem um povo orgulhoso e obstinado. Contra tudo e todos, acho que sai do papel.

  • Se o governo federal (na verdade nós) bancar $$$$$, todo prefeito terá seu autódromo em seu município!!

    Teremos mais autódromos do que estádios de futebol!!

    Que tal um autódromo em Carapicuíba ou Cubatão???????

    “Vivaa!!!”

  • E por que não um autódromo em Curvelo? Iria fazer desenvolver a região, levar investimentos à cidade e cidades vizinhas (oficinas de preparação, escola de pilotagem, hotéis…). A região norte mineira tem demanda reprimida para muita coisa. Além disso, fica próximo de BH. Um pouco mais ao norte de Curvelo, fica Montes Claros. Cidade pólo regional com 400 mil habitantes e cheia de gente que adoraria assistir a provas e até correr em track days ou campeonatos de arrancada, como já fazem alguns daqui que vão ao Mega Space. Tomara que dê certo! O povo norte mineiro está torcendo.

  • Com o titulo “Largada para o sonho” , o jornal Estado de Minas de 28/11/2.012, publicou matéria sobre projeto do autodromo em Curvelo. Sendo que houve encontro com os presidentes das – Federação Mineira de Auomobilismo , Pedro Sereno e a Confederação Brasileira de Automobilismo, Clayton Pinteiro. Serão revelados os nomes dos investidores na empresa Cicuitos do Brasil, que coordenará as obras e administrará o empreendimento. O montante de R$24.000.000,00, para construção das pistas, com 4.216 m. Alexandre Barros tem ajudado a estudar ajustes para atender as normas de homologação da FIM.
    Esperar para vêr. Lula tambem cantou de galo com o pré sal….

    • Correção: O automobilismo brasileiro deve estar no auge.

      P.S. : Já que todos estão fazendo projetos e com ajuda de recursos públicos.
      Vou propôr um projeto de autodromo no meio da floresta amazônica. Ao lado da Reserva Indígena Waimiri-Atroari. Tudo projetado pelo Hermann Tilke(sempre ele).
      Terá F1, Indy, WEC, Speed Racer, biga(com Ben-Hur “o Schumacher A.C.”) e uma super moderna pista para corrida de lesmas. Para entrega dos troféus: primeiro colocado, o cacique entrega; segundo colocado: uma linda e jovem índia nua entrega; terceiro colocado(esse tem que se ferrar):uma índia velha com os peitos no joelho entrega o troféu. E como compensação ambiental planto um ipê no centro do autódromo.

  • Flávio,

    Faça um post sobre a cara de pau da Ferrari em querer ganhar o campeonato pro chorão do alonso no tapetão!!! Justo a Ferrari que quebra o lacre propositalmente para ajudar esse chorão!!!
    É muita cara de pau desses caras!!

  • Se sair um Kartódromo, vai ser além da conta. Automobilismo é muito caro. Se nem estádio os caras fazem no PAÍS DO FUTEBOL. Ok, fazem mas só por causa da Copa, do jeito que dá, e só com um monte de ajuda do governo, dinheiro público e desvios pra tudo que é lado. Circuito então, nem se fala.

  • Também acho bacana essas placas marrons indicando sítios turísticos. Tive uma experiência lmarcante uns anos atras, quando dirigia de Berlim para Praga e procurava uma cidade boa para passar a noite. De repente vi na estrada uma dessas placas marrons escrita “Dresden”. Nunca havia ouvido falar do lugar, mas vendo um desenho de “Dom” na placa inferi que devia ser um local interessante. Chegamos e obviamente ficamos encantados com o lugar. Mas o que mais marcou foi que, como nao sabíamos nada da cidade, eu comprei um desses guias que vendem em quiosques turísticos. Lembro de estar sentado ao sol, ao lado do rio, quando, lendo a introducao do guia fiquei conhecendo a terrível história da cidade. Parei, levantei os olhos, chamei minha esposa e disse a ela “você sabia que esta cidade foi inútilmente dizimada em 1945, por bombardeios americanos e ingleses?”. Foi um choque para mim conhecer esta história pouquissimo divulgada, assim, in loco… Acabamos que depois de conhecermos Dresden fomos dormir ali perto, em Meissen, outra cidade descoberta através de uma placa marrom…

  • Flavio, sobre Cabreúva: além dos problemas enfrentados com a licença ambiental (que demorou muito para sair), o grupo de investidores que construiria o complexo foi abalado pela crise internacional entre 2009 e 2010, e acabou mudando as prioridades de investimentos. O complexo do autódromo, se transformou em um projeto de campo de provas multiuso e depois acabou encostado pelos fatores acima. Uma pena; tomara que um dia voltem a pensar nisso.

  • Mais um projeto. Quanto ao autodromo de Cabreuva , virou um Kartodromo, o Moa em Nova Odessa, muito bom tem vários traçados pode ser, e é, dividido para uso concomitante de duas pistas e já estão falando em um hotel dentro do complexo. Acho que o mais viável é realmente fazer kartodromos, baratear o inicio do esporte a motor. Pista boa para grandes eventos já temos em interlagos e basta. Fazer autodromo em Curvelo., nao da!!

  • Moro em Curvelo e mesmo aqui ninguém botou fé no projeto mas hoje com certeza foi um dia q calou a boca de muita gente. Ainda falta um pouco de infra estrutura principalmente na parte hoteleira mas dá pra resolver sem problemas, temos um aeroporto para jatos de pequeno e médio porte com pista para pousos e decolagens noturna. Não custa sonhar alto….

    • Bruno, fala sério Curvelo não tem infra estrutura para receber nenhum evento esportivo do porte da moto GP , F1 e outros, e dificilmente terá. Os hostéis se sustentaria como fora dos eventos ? Quem é de minas gerais e conhece curvelo sabe que NEM BELO HORIZONTE tem estrutura para um autodromo internacional, quanto mais Curvelo. Com todo respeito ao povo curvelanó, mas isso é viagem total. Na minha hu,ilde opinão.

  • Não sei a quem interessam estas noticias destes pseudoempreendimentos ! Curvelo é uma cidade quase ao norte de Minas, francamente decadente e que vive basicamente da pecuária ! Antigamente só era notada porque a estrada principal para a região norte passava por ela, hoje nem isto ! Autodromo lá para que ? Para quem ? Só se for para corrida de caminhão ou de carro de bois !

  • Sobre o autódromo não tenho nada a dizer, mas sobre a cidade sim; estive lá várias vezes:

    É pequena, agradável como toda cidade mineira, entretanto, não possui uma estrutura capaz de atender a contento um evento do porte da MotoGP. No máximo alguns eventos nacionais de médio porte. O que já é válido demais para um estado tão rico e com tão pouca opção.

  • ja passei por curvelo a uns anos atras. a estrada para se chegar lá a partir de SP era horrivel. tem locais que o asfalto nem existe mais. Inumeros acidentes e quebras. Acho que Minas tem que usar este piche em outro lugar