MENU

quinta-feira, 3 de abril de 2014 - 9:29F-1

VOTEM, VOTEM, VOTEM!

ferrai2014surveySÃO PAULO (democracia é tudo) – A Ferrari está em campanha aberta contra a nova Fórmula 1. Luca di Montezemolo pretende se reunir com Bernie Ecclestone e Jean Todt neste fim de semana no Bahrein para discutir o que pode ser feito para “melhorar o espetáculo”. A avaliação do presidente da Ferrari é de que as duas primeiras provas do ano foram uma porcaria. “Corrida de motorista de táxi”, teria dito o dirigente, que acha um despropósito ver pilotos tão caros e talentosos tendo de se preocupar em economizar gasolina. E ainda tem o lance do ronco pífio dos motores e da complexidade dos GPs, difíceis de serem compreendidos pelo público.

Tendo a concordar com Luca, em que pese o fato de que sempre haverá quem acredite que ele só está chiando porque a Ferrari, de novo, parece ter feito um carrinho apenas meia-boca, sem chance de lutar pelo título. Até uma pesquisa a equipe colocou no ar, com a seguinte e direta pergunta: “Te agrada esta nova Fórmula 1?”. Está dando goleada para o “não”: 85% a 15%.

Assim, reproduzo a mesma pergunta para vocês votarem aqui nos comentários: te agrada esta nova Fórmula 1? Podem comentar à vontade, mas comecem com a resposta pura e simples: “sim” ou “não”. Assim fica mais fácil de computar os votos.

530 comentários

  1. Piriquito disse:

    NÃO. Que voltem os V8 ou V10 ou ainda os V12 aspirados, esses novos motorzinhos de dentista são chatos d+.

  2. José Marinho disse:

    Nâo.
    estava ancioso para que começasse a temporada, não tive saco para assistir treinos e nem corridas todas só flashes.

  3. Carlos disse:

    NAO, nao me agrada a nova F1.
    O som dos motores, a notoria falta de disputas e de novo a enorme superioridade de UMA equipe. Eu traria para o presente, o passado. Cambio de alavanca, mesmo, sabe aquele? Aquele que os pilotos tinham que contornar a curva com apenas uma das maos enquanto trocavam as marchas.

  4. Roberto Fróes disse:

    NÃO, um milhão de vezes NÃO!

  5. Vera Peres disse:

    NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  6. Luís Carlos Gonçalves de Oliveira disse:

    Don Cordero precisa pedir aos engenheiros da Ferrari que construam um carro que ganhe campeonatos. Faz alguns anos que a turma de Maranello não constrói carros vencedores. Uma alternativa é fazer um campeonato de Ferraris porque esta Ferrari é uma carroça conduzida pelos dois melhores pilotos em atividade: Alonso e Raikonen.

  7. Silvio disse:

    SIM… Só assim vão desenvolver motores mais econômicos…Já já os engenheiros descobrem como fazê-lo. Os melhores estão trabalhando nisso…. Estamos apenas na 3ª corrida. Calma.

  8. gera disse:

    Não. Outra coisa: as imagens deveriam ser ágeis como na Indy.
    Se tem pitstop, divide em duas, uma para o pit, outra para a pista etc.
    Na Malásia ficaram mostrando na última volta, uma disputa do 11º e do 12º
    enquanto coisas melhores aconteciam na frente!
    É um problema de cada rede transmissora, mas devia ter alguns critérios.

  9. Raposa 56 disse:

    Em que pese a situacao da Ferrari, acho extremamente pertinente a preocupacao do Lucca de Montezolo a respeito da F1 atualmente no que tange ao som dos motores. Descaracterizou totalmente o esporte. Chama-me atencao tambem o fato de que foi dispendidp um tremendo esforco no desenvolvimento destas unidades de potencia e, no entanto, os tempos que os carros estao fazendo nas pistas sejam muito inferiores aos dos propulsores antigos.

  10. bruno bossoi disse:

    Nao!
    Mas ainda sim está melhor que os últimos anos, um pouco menos previsível.

  11. Jean disse:

    NÃO.

    Está uma bosta. Se ele falou ou não, a frase é correta: corrida de táxi!!!!
    Dependendo da próxima, talvez eu nem acompanhe o restante da temporada.

  12. Luciano disse:

    Não. Economia de combustível em carro de corrida é um absurdo. É o mesmo que querer limitar o quanto um jogador de futebol pode correr em uma partida. E estimularia muito mais as fabricantes a criarem motores que consumissem menos, pois seria uma vantagem que diminui quase a zero neste atual formato.

    Quanto ao presidente da Ferrari, não acho que seja só choro. Nos últimos anos a Ferrari tem feito carros meia boca e ele não foi tão crítico quanto ao regulamento

  13. Carlos Ferreira disse:

    Sim. Apesar do barulho do motor estar uma bosta!

  14. Juarez disse:

    SIM.

    Acho cedo ainda para avalidar, como já falaram, chega na metade da temporada ninguém mais liga para algumas mudanças. Na verdade eu sou fã da F1, então geralmente eu tenho a tendência de gostar das corridas..etc. Por alguns depoimentos de pilotos, parace que está mais desafiador.

    Sobre a economia de combustível, já ví vídeos/depoimentos que, nas temporadas dos anos 80, o Senna tinha que ficar economizando gasolina o tempo todo com a Lotus porque já largava devendo gasolina. Então para ver beleza nas coisas depende do ponto de vista também, já que a maioria fala que os anos 80 eram os melhores.

  15. Antonio Silva disse:

    Não. Pra mim esse novo “som” nao transmite nenhuma sensação de velocidade, não arrepia. Sem falar nessa estória de controle de fluxo de gasolina, nunca vi corrida de carro você ter q ficar economizando gasolina. É o fim!!!

  16. Eduardo disse:

    Engraçado que quando a Ferrari fazia primeiro e segundo com Schumacher e Rubinho o pessoal de vermelho não reclamava. Quanto ao lance dos combustíveis, no ano anterior eram os pneus que tinham de ser economizados e eu também achava chato pacas. Poderia sim voltarem os pits pois torna as estratégias mais surpreendentes, no mais não estamos muito longe dos anos anteriores quando uma equipeconsegue desenvolver melhor o carro.

  17. Waldir disse:

    Não … Se voltar o som “original” dos motores, ja é 50% de melhoria

  18. Luis disse:

    - acabar com a troca obrigatória de pneus. Escolhe um e vai até o fim, se conseguir.
    Pra melhorar (da pra voltar na época de Senna/Prost/Mansel?)
    - eliminar a comunicação por rádio. Apenas placas.
    - Classificação sem divisão. 1 hora, 12 voltas, 4 jogos de pneu, combustível no mínimo. Tem q se valorizar o carro mais rápido (mesmo que em uma única volta), é corrida e não desfile.
    - acabar com, ou minimizar a importância do campeonato de equipes… Queremos ver disputas entre pilotos (de que adianta dois ótimos carros de uma mesma equipe se não podem “duelar”?)
    - volta da alavanca de câmbio.

  19. Luiz disse:

    Entende-se a preocupação com custos, entende-se a preocupação com a ecologia, entende-se tudo. O que não se entende é a criação de regulamentos restritivos demais. Nos anos 60 e 70 tivemos de tudo na F-1. Motores H 16, V 12, Boxer 12, V 8, início do uso dos aerofólios e spoilers, etc, etc, etc…Isso trazia emoção, discussão, e divertmento. Hoje todos correm com o mesmo motor, o mesmo câmbio, basicamente a mesma coisa todos. Então por que não criam uma monomarca como na Indy? Todo mundo igual! Muda só a côr do carro e numaeração. Vira autorama HO de vez! Liberdade para a F-1!

  20. Ricardo Ferreira Gomes disse:

    Sim, é uma evolução constante como acontece em toda a história da Fórmula 1 e do automobilismo. O som é simples, tem menos decibéis e menor frequência, mas nã odeixa de ser bonito. Só a transmissão focial aumentar o “granho/trim” dos microfones que acabam as reclamações.

  21. Andre disse:

    O choro é livre. Quando o Schumacher ganhou 14 corridas em 2004, o Montezemolo tava achando a Formula-1 o máximo da emoção.

  22. Cleston Teixeira disse:

    SIM. É muito cedo pra afirmar que o caminho está errado. O ronco não quer dizer nada. Desafios tecnológicos são ótimos. Mais tempo de treinos e preparação de uma mudança tão grande, tinha que ser. Concorrência nos pneus, necessária. Concorrência no combustível?.. talvez. Menos frescura e mais competição.

  23. Andre disse:

    NÃO!!!

    Automobilismo em que o piloto tem que economizar combustível o tempo todo não é corrida de verdade.

Deixe uma resposta para José Marinho Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>