MENU

segunda-feira, 26 de maio de 2014 - 23:43Indy, IRL, ChampCar...

FALA, HELINHO

RIO DE JANEIRO (we will survive) – Helinho explica a Victor Martins e Evelyn Guimarães a incrível chegada de Indianápolis. Legal demais o trabalho da dupla nas 500. Muito orgulho deles. Demais mesmo.

20 comentários

  1. Petrus disse:

    Não vejo a hora do GP TV ficar mais forte, ai sim teremos um canal de automobilismo de verdade no Brasil. Parabéns Vitor e Cia Ltda!!

  2. Joseas Ruela disse:

    Vi a corrida, boa.
    1- A dupla da Band tem sinergia, são bons.
    2- Americano sabe fazer eventos.
    3- Aumentou muito a segurança.
    4- O que aconteceu com o carro do Bom Baiano?Combustível?
    5- O Montoya tá rendendo.
    6- Castro Neves é especialista em Indianápolis.
    7- Fui.

  3. Eric disse:

    A Evelyn é demais!!! aliás, FG, saiu já a matéria que ela fez aqui no Velo Citta? No Racing school…

    Abraço!!!

  4. Eduardo Schmidt disse:

    o Helinho tá de parabéns, tremi como nunca, achei que eles iam bater, ambos ( Ryan e Helinho) eram merecedores da vitória…foi demais!!!!

  5. Ulisses disse:

    Helio é um mestre em Indianápolis!

  6. Roberto Borges disse:

    Foi realmente excelente o trabalho deles!
    Sobre o Hélio, que dureza! Melhor seria ter ficado uns 20 s atrás.

  7. Acarloz disse:

    Só eu achei que ele poderia ter sido um pouco mais osso com o Ryan Dr. Rey na chegada ??

  8. Gastão disse:

    Está faltando um Castroneves na Fórmula 1. Honesto, decente e grande piloto.

  9. Delubio Martins disse:

    o que ele fala é dissociado da expressão corporal.

  10. Rafael disse:

    Depois dessas coberturas in-loco de indy, barcelona e monaco, não resta dúvida que o GP é a maior potencia de sites de automobilismo no Brasil.
    Cobertura excepcional!

    Parabens!

  11. Marcelo disse:

    Alguém percebeu, Helinho sempre deu mais valor pra 500 milhas de Indianápolis que para o campeonato. Por morar nos Estados Unidos isso faz do esportista uma espécie de lenda, mas no Brasil poucos falam dessa conquista. É como vencer as 24 Horas de Le Mans, dentro da Europa tem enorme importância, mas no Brasil ninguém sabe quem foi os últimos vencedores. Só que é duro correr por um time de ponta como a Penske durante 14 anos e nunca ter conquistado um título. Veja o caso de Franchitti, era o Schumacher da época. Scott Dixon também vem muito bem, tricampeão da categoria e uma vitória nas 500 Indy em 2008. Foda mesmo foi A. J. Foyt, ninguém chega perto. Correr nessa USAC era uma coisa totalmente insana!

    Heptacampeão da USAC(antiga Formula Indy – 1957 a 1979)
    Vencedor das 500 Milhas de Indianápolis por quatro vezes.
    Faturou as 24 Horas de Le Mans em 1967.
    Venceu provas na NASCAR.

    Foyt foi mais longe que eu pensava, deixa qualquer lenda da Formula Um no chinelo. Lembro de uma vez nos anos 90, um jornalista brasileiro perguntar para um torcedor americano, se ele já tinha ouvido falar no nome Senna. O cara tava tomando cerveja, sorriu e disparou na lata:

    “Porque você me perguntou isso, por acaso conhece A. J. Foyt?”

    http://pt.wikipedia.org/wiki/A._J._Foyt
    http://pt.wikipedia.org/wiki/CART

  12. Marcelo disse:

    Foda é o gosto de cabo de guarda-chuva na boca, dura até a próxima Indy 500!!!

  13. André disse:

    Trabalho espetacular! Parabéns.

    E esse Montoya é um mito!

Deixe uma resposta para André Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>