MENU

Wednesday, 24 de December de 2014 - 20:26Sem categoria

NÚMEROS & DÚVIDAS

MACEIÓ (porque deu fome) – Felipe Nasr tinha escolhido o #40, agora mudou para #12. Não sei as razões, e só espero que ninguém comece a fazer referências ao #12 de Senna em seu primeiro título mundial. E espero que ele, principalmente, não venha com esse papo. Espero, realmente, que seja só coincidência.

A lista de inscritos para o próximo Mundial que a FIA divulgou tem três times, dos 11, com asteriscos. Um deles é a Manor-Ferrari, que vem a ser a razão social da Marussia, que já fechou. Será que alguém realmente acredita que vai aparecer algum maluco para colocar essa equipe em marcha? Até a fábrica foi vendida. Os equipamentos, leiloados. Não existirá Manor-Ferrari, em resumo.

Caterham e Lotus são outras duas com asteriscos “a confirmar”. Não sei bem por que a Lotus entrou nessa. De qualquer maneira, preparem-se para um campeonato com apenas dez equipes, na melhor das hipóteses.

29 comentários

  1. Paulo Pinto says:

    Niki Lauda também usava o #12 na sua Ferrari, quando conquistou seu primeiro título.

  2. Brabham-5 says:

    “Não sei as razões, e só espero que ninguém comece a fazer referências ao #12 de Senna em seu primeiro título mundial. E espero que ele, principalmente, não venha com esse papo. Espero, realmente, que seja só coincidência.”

    Sabe de nada inocente…
    No Brasil, “por lei”, você tem de fazer referência ao AS de alguma forma, principalmente se virou “famoso” ou ‘celebridade’.

    Ate o Gabriel Medina, menino de 20 anos (porém NUNCA assistiu mais 2 corridas de F1 da era Senna, pois nasceu DEPOIS QUE O AS MORREU) depois de campeão mundial de surf, já deu entrevista a repórter global e teve de falar da “influência e inspiração” de AS em seu “trabalho”. Ao desembarcar em Guarulhos, lá estava a sobrinha de AS esperando o rapaz, bem na frente da imprensa do mundo todo, com um capacete amarelo do AS para dar o garoto. Mal desceu do avião!

    Agora um piloto brasileiro, buscando espaço, visibilidade e $$$ pra continuar na F1, ser apenas “coincidência”…

    Se prepare para um especial da Globo só falando disso antes da primeira corrida de 2015. E tome pachecada.

    Na verdade, eu gostaria que o cara chegasse metendo o pé na porta e assumindo o “1”.

    Chega de jogador de futebol, pilotos de F1 e ídolos (agora sufistas também!) COXINHAS no Brasil!

  3. luiz felipe says:

    Jogada comercial é algum problema seus babacas?

  4. Gonzalez says:

    Me lembro que quando o tio do Felipe, o Amir Nasr tinha equipe na Stock Car, um dos carros, o do Hoover Orsi, era #12, pode ser daí a escolha do moleque

  5. Eduardo says:

    Eu correria com meu #54 se estivesse na F-1….não abandonaria meu número…hehehehe

  6. Mateus says:

    Não vi comentários, mas se ocorrer de um Piloto X correr com o 99 em 2015 , e o Sutil voltar a correr em 2016 , com qual deles seria a prioridade e propriedade do número ?

  7. Roberto says:

    Eu não ia torcer pra ele. Agora vou só por causa do mítico 12

  8. Marcelo de Castro says:

    E se for isso mesmo, qual o problema??. Quando o incrivel Hulk pegou o 27 todos elogiaram ” só ele teve coragem de pegar o 27 do Vileneuve”. Concordo que muitos exageram sua adoração pelo Senna mas acho que essa homenagem, caso seja isso mesmo, não tem nada demais. Depois grandes pilotos tem mais é que ser lembrados mesmo.

    • Serginho says:

      Tem gente que deve ter pouca coisa pra se preocupar… o cara escolhe o número que quiser, sendo homenagem, jogada comercial, o que for. Ele tem o direito. É, o mundo tá um saco mesmo.

  9. Anderson says:

    O Vettel escolheu o #5 em homenagem ao Mansell. E?

  10. Carlos says:

    Eu acho que esse #12 vai estar associado à algum produto de patrocinador…

  11. luiz albeto says:

    A verdade que ninguém que ver , para talvez ,não desanimarem totalmente desta atual Formula 171 de carros muito feios ,autódromos “Um Luxo Só ” em terras sem tradição e traçados no minimo idiotas onde só com o estupido D S R e mais algumas coisinhas é que se passa alguém com carro do mesmo nível é que propositalmente nõa querem enxergar que Lotus sem Chapman não é Lotus , assim como a Brabham sem o Jack , a Tyrrell sem o Ken todas não resistiram sem seu criador as únicas que tem se mantido com resiliência ,tem sido a McLaren com o senso organizacional do Ron que sempre foi do ramo e a Equipe do Cavalinno com o grupo Fiat a dar-lhe suporte,se não ………………………. pois sem Il Commendatore ; é veramente un casino !!!
    E a bem da verdade : QUE FALTA FARIAM EQUIPES QUE SÓ ANDAM NO FUNDO DO PELOTÃO ? Sem a minima condição de lutarem para estarem classificadas pelo menos entre os dez melhores carros.

  12. Marcos José says:

    Com exceção da Manor (ex-Marussia) que hoje não existe mais (a fábrica em Banbury foi leiloada e comprada pela Haas) as outras duas (talvez) mudariam de nome pra 2015 como a FIA não sabe exatamente a nova nomenclatura destas equipes optou por manter as suas inscrições usando o nome antigo e marcado com o asterisco.

  13. Carlos Tavares says:

    Se ele simpatizar com o número realmente por causa do Senna, não vejo nada demais. Ruim é se for jogada de marketing por causa do Senna. Aí não é legal.

  14. Jonatas says:

    Sendo o Nasr paitrocinado pelas Organizações Globo, temo que essa mudança de número tenha segundas (e piegas) intenções.

    • Wagner says:

      Cada besteira que inventam! E se tiver segundas intenções? E se a idéia é algariar mais patrocínio ou ganhar maior visibilidade na emissora? Se tem uma coisa que andam precisando resgatar por aqui é o gosto pela F1. Depois nego reclama que o automobilismo tá abandonado por esses lados. Qualquer referencia aos nossos campeões do passado vira alvo de críticas e de discussões inúteis. Certo exagero por parte de quem transmite ou patrocina o esporte é algo normal, mas pra maioria só é lícito quando diz respeito ao futebol, pra qualquer outro esporte vira pachequismo, imoralidade, etc.

  15. Pablo says:

    Não gostaria de ver o nome Lotus desaparecer da F1. É uma pena

  16. Tobias says:

    É claro que o número do Nasr é uma referência a Ayrton Senna… ou a Globo ia perder a chance de fazer uma babaquice dessas?

    • luiz albeto says:

      E até prova em contrario o Nars é só mais um Felipe e mais nada e pena que o numeral não acrescente pelo menos o mesmo em potencia a sua unidade motriz para pelo menos poder andar um pouquinho mais e ainda teremos as idiotas e irritantes comparações com seus companheiros no próximo ano e em dose dupla .Haja saco !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      A Rede Plin Plin esta doida para achar um candidato a campeão mas em 20 anos o melhor que achou foi dois grandes SEGUNDÕES bem peleguentos. O bom disto tudo é que os Pachecos de plantão e também os de prontidão já estão listando de antemão o rol de desculpas para qualquer frustração dos pilotos brasucas ante expectativas muito animadoras a principio .E terão este blog para defenderem seus “pilotos”

    • Wagner says:

      Babaquice pq cara? Queria que ele usasse o número do Rubinho, do Henrique Bernoldi? Ou de um campeão estrangeiro? Nasr n é o único no grid a usar o número de outros campeões, e se isso lhe servir de inspiração que mal tem?

  17. Celião says:

    Perderam a chance das equipes por 3 carros na pista , e apreveitar um monte
    de pilotos sem dinheiro para estar na F1 .

  18. Kursch says:

    E tem problema se for uma referência a Senna? Entendi não.

  19. Luiz Filipe says:

    Tem um que vai ficar o tempo todo, já na primeira corrida, falando sobre isso e, por causa do número vai fazer as melhores previsões ao Felipe e desejando “a melhor sorte do mundo” (lugar comum do mesmo).

  20. Sanzio says:

    Vou ficar muito surpreso se a Lotus não alinhar em Melbourne. Os dois pilotos tem contrato assinado, acertaram de correr com os Mercedes… Tem que dar uma merda federal para não participarem…

  21. Cláudio F1 says:

    Acredito que podem ser apenas 8 equipes em 2015 ( a lotus pode pedir PDV logo no início da temporada), mas não importa pois lembro de um jogo muito bom da minha infância chamado Super Monaco GP onde eram só 16 carros na pista e mesmo assim as corridas eram emocionantes!!!!!!!!

    • Robertom says:

      Essa estória de comparar um jogo da Sega dos anos 90 com corrida de verdade não tem cabimento.
      Para melhorar a qualidade, é necessário ter maior quantidade de equipes e pilotos na competição.
      Com 16 carros, Bernie poderá faturar vendendo vídeos da F1 como soníferos sem efeitos colaterais. (Dormonid estará obsoleto)

Leave a Reply to Marcelo de Castro Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *