MENU

sexta-feira, 28 de julho de 2017 - 14:15F-1

BACK TO THE OFFICE (4)

MOGYORÓD (crise é foda) – Uma das farras dos tempos em que eu viajava atrás deste negócio era esperar começar a temporada europeia para conhecer os motorhomes.

Motorhomes. É até meio esquisito chamar essas coisas que eles usam hoje de motorhomes. Motorhome é Kombi Safari. Ou ônibus que tem um puxadinho que vira tenda, coloca umas mesinhas embaixo e vamos nessa.

Era assim, inclusive, na F-1. Não tinha Kombi Safari, mas os motorhomes não passavam de ônibus com uma estrutura interna razoavelmente luxuosa e uma área externa coberta onde se colocavam umas mesas desmontáveis, uma máquina de café, um aparador para por os pratos e o rango e a gente ia lá almoçar. Ali ficava todo mundo exposto, inclusive, aos olhares indiscretos da imprensa. Quando se via o Prost almoçando na Williams, ou o Schumacher na Ferrari, era um alvoroço.

Na maioria das vezes, porém, não era nada. Só comida boa, e de graça.

Mesmo assim, observar o movimento nos motorhomes era sempre interessante. Até um dia em que a McLaren apareceu com um troço em Imola que parecia inacreditável. Acho que foi em 2001. Eram dois ônibus, e eles dobravam de altura quando estacionados — elevadores hidráulicos elevavam a bagaça, que ficava com dois andares.

Entre os dois, uma estrutura que levava cinco dias para ser montada (diziam, na época, que precisava de cinco dias, o que era mentira) resultava, depois de pronta, num verdadeiro prédio de escritórios com mesas e TVs de plasma por todos os lados, iluminação especial, vidro fumê, salas reservadas, terraço e o caralho a quatro.

Pronto, acabaram os motorhomes, pensei. Na F-1 todo mundo é metido a besta, então todo mundo ia querer fazer o mesmo que a McLaren, ou mais.

E assim foi. As grandes começaram a vender seus velhos ônibus para as pequenas, ou para outras categorias, e contrataram engenheiros, arquitetos, artistas e decoradores para conceberem seus novos motorhomes.

O problema é que como a F-1 começou a correr muito fora da Europa, essa coisa começou a ficar cara demais para a meia-dúzia de GPs que sobraram por aqui. Motorhome era algo muito prático, porque levava tudo que era necessário de um circuito a outro por via rodoviária. Era estacionar no paddock, puxar a tenta, montar as mesas, um cercadinho e acabou. Tinha cozinha, banheiro, ar-condicionado, sofá, estava bom demais.

Depois que a McLaren veio com seu prédio ambulante, as demais se viram obrigadas a fazer algo parecido e caíram do cavalo, porque gastaram os tubos para usar cada vez menos seus dotes exibicionistas — já que começaram a fazer corridas no cu do mundo, como Malásia, Bahrein, Cingapura e Abu Dhabi.

Dei uma volta pelo paddock hoje e notei que alguns times voltaram à austeridade de antes e têm estruturas bem menos impressionantes que no passado recente — casos da Haas, novata que nunca precisou gastar dinheiro à toa, da Sauber e da Renault, por exemplo.

Mercedes, Ferrari e McLaren continuam exageradas. A Red Bull, então… Tem um shopping center no paddock, que abriga também a estrutura da Toro Rosso.

Adorei a Honda. Acho que foram expulsos da mansão da McLaren e estacionaram um motorhome das antigas ao lado. Dá até pena, num primeiro momento, mas certos estão eles. Os japoneses têm coisas mais importantes para resolver, como descobrir como funciona um motor.

Aí embaixo tem uma galeria com todos os motorhomes da F-1 de 2017. Cliquem nas fotos para ampliá-as e digam o que acharam! O mais feio é o da Sauber, com sua tenda na entrada que lembra festa de fim de ano na firma. O da Mercedes lembra prédios da Berrini. Da Red Bull, já falei, é quase uma praça de alimentação. A Renault parece ter aproveitado alguma coisa que era da Lotus. A Williams ganhou o prêmio de arquitetura mais sem graça do século. A McLaren segue opulenta e misteriosa, e a Force India é brega de dar pena.

Menos é mais, como diz o Fogaça. Fico com o da Haas como meu motorhome predileto.

35 comentários

  1. Anselmo Coyote disse:

    E eu só queria uma Kombi, podia ser a corujinha mesmo, para carregar meu kart.

  2. Anselmo Coyote disse:

    Gostei mais do da McLaren.

  3. RENAN MORAIS disse:

    o da McLaren eo mais bonito eo da honda o mais simples

  4. Andre disse:

    Gostei mais do da Renault. Parece mais pé-no-chão, sem ser acanhado.

  5. randy disse:

    Pois é né Flavio, o sonolento Kimi comeu as duas mercedonas!!! Já pensou a hora que ele acordar de verdade!!!!

  6. randy disse:

    Com certeza, FG, tua cobertura em loco é muito mais emocionante a autentica, ganha de goleada ta turma da globo e esporteteve, se a globo realmente entendesse de f! te contrataria hoje!!! a globotrata todos como idiotas ingenuos, eu já cansei disso há tempo, assisto tudo no mute!!! só aumento o volume pra ver algum radio ou informação, aliás a globo é uma merda em tudo!!!

  7. Anderson Pinna disse:

    O motorhome da Renault é sim o da Lotus, que antes era… Renault! Só foram mudando a pintura. Aqui uma foto de 2010, quando ainda era Renault.

    http://matt.my.tripper-tips.com/photo/motorhome-renault-700-63446.jpg

  8. randy disse:

    O da Ferrari ganha de goleada!!!
    è um mundo a parte, não falta dinheiro!!!
    não deixa de ser um show também né!!!

    FLAVIO, retomando o assunto corridas, voce nao acha que esse monopo0lio da Pirelli atrapalha, ela é quem decide no fim das contas quais pneus usar, acho isso un saco e um sufocamento da categoria!!!!

  9. Fumio Kurihara disse:

    Flávio é uma delicia ler as suas histórias. Se menos é mais, então, vinho de de boa safra envelhecido fica melhor….. De vez em quando voce deve ir pra Europa e EUA, e contar histórias que só voce consegue.

  10. Alex disse:

    Além do exagero nos gastos e do gosto discutível, não tem ligação nenhuma com automobilismo, pelo menos na minha opinião. O único que me lembra vagamente ambiente de corridas é o da Renault.

  11. Atenágoras Souza Silva disse:

    Olá Flávio, tudo bem?
    Parabéns pela cobertura diferente que está imprimindo em sua volta a uma cobertura de GP na Europa.

    Eu não me lembro de ter visto ao longo da semana passada qualquer indicativo no site de que o Grande Prêmio faria uma cobertura in loco.
    É uma surpresa vê-lo fazer esta cobertura, e portanto, estou curioso:
    Como decidiu fazê-la, e que oportunidades convergiram para que isto fosse possível?

    Um grande abraço do fundo do meu coração vermelho de outubro de 1917,
    Atenágoras Souza Silva.

  12. alex cristian disse:

    dei uma pesquisada e achei várias fotos de motorhomes, alguns bem antigos, e certamente devem te trazer boas lembranças.

    https://br.pinterest.com/pavelpavka/f1-motorhome/?lp=true

  13. moisesimoes disse:

    - Sacana é a Renault que pintou dois CPU’s da década de 1960 de amarelo e virou um motorhome.
    O da Force Índia poderia ser a casa da moranguinho. Minha filha ia adorar.
    E por mais coxinha que seja o da Williams, o da Pirelli é ainda mais. Perderam a chance de usar as cores dos pneus pra fazer algo diferente.
    E o da Sauber, é só o lobo mau soprar que o negócio voa. O voto vai pra Kombi-Safari.

  14. valdemir braga disse:

    O motorhome da McLaren é o mais bonito de todos.

  15. Diogo Sorocaba disse:

    O da Williams parece aqueles postos ou delegacias de Lego. Gostei porque sempre quis ter um, rs
    Pura nostalgia

  16. Samuca SDMF disse:

    Motorhome?
    Legais mesmo eu acho os bitrens da V8 Supercars australiana!
    https://www.youtube.com/watch?v=zXwkOfNw9UU

  17. Airton Silva disse:

    A experiência do Flavio Gomes para pegar o carro alugado foi bem menos tensa que a que o Fabio Seixas contou que teve com o taxista.

  18. Iuri Jacob disse:

    Como sempre você manda muito bem, Flavio Gomes. Muito legal as fotos dos motorhomes. O da McLaren é realmente impressionante. Parece arquitetura do Oscar Niemeyer.

  19. Karlo disse:

    E ai? Com que carro o Hamilton foi pro autódromo? Foi de helicoptero?

  20. vinicius disse:

    interessante como os bastidores tomou forca (assim como o post dos carros dos pilotos), pois a reacao do público é instantanea e ludica. Ou a F1 na pista sucumbiu um pouco o brio, ou o back office realmente é interessante e pouco difundido. Flávio poderia elucidar esta questao. infelizmente, pela imprensa televisiva, nao temos muito acesso aos bastidores (aqui no Brasil). Deve ser bem legal o que se passa entre a pista e os motorhome!

  21. Reinaldo Bascchera disse:

    O mais bonito é o da Ecurie Ecosse…

  22. Lincon disse:

    Esse da Haas era da Manor… Gomes, o da FIA também é bem discreto, mas é de bom gosto…

  23. Marcus - Franca disse:

    Bom, como pedi la no instagram que fizesse um stories com os motorhomes, e, inclusive me respondeu positivamente por la, que faria, adorei esse post.
    Não que tenha feito por minha causa, mas gostei…
    Ainda os acho opulentos, mas achei o da Sauber o mais mequetrefe (ate o da Pireli é mais bonito), e o mais bonito na minha opinião são os da Renault…

  24. cesar disse:

    Alo galera! Todos domingo de manha na Band news fm para acompanharmos o Gp da Hungria, pois na tv estão escalando o Luiz Tranquera Roberto pra estragar a transmissão, então abaixem o volume e fiquem na transmissão nota 10 da band news fm com Odinei Edsom e Luiz Fernando Ramos. abraços!

  25. cesar disse:

    E essa boa noticia de que a Aston Martin quer entrar como fornecedora de motor Gomes? Fico com o motorhome da Ferrari!

  26. Raphael disse:

    O da Mercedes e da McLaren Honda são os mais bonitos. O da Williams é o mais simpático. Só não achei o da Honda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>