VENDE A MÃE (7)

gridbra17b

SÃO PAULO (calor, frio, calor) – Mercedes abre, Mercedes fecha. Um erro incomum de Hamilton escancarou o caminho para Bottas fazer a pole agora há pouco em Interlagos com o tempo de 1min08s322, batendo Vettel por muito pouco, 0s038, quando a Ferrari já estava pronta para comemorar o resultado do alemão.

[bannergoogle]Lewis, tetracampeão há duas semanas no México, bateu no Q1 e larga em último. Ele escorregou no Laranjinha e foi parar na barreira de pneus. Com uma Mercedes em cada ponta do pelotão, a diversão estará garantida amanhã. Valtteri, agora com três poles na carreira, tentará o óbvio: na ausência do companheiro, fazer a lição de casa e vencer. Já o inglês, vindo lá de trás, fará o que dá para fazer em Interlagos com um carro bom: se divertir. Pode até chegar no pódio, embora a previsão de sol e calor reduza um pouco as chances de imprevistos na corrida.

Hoje o dia foi frio, úmido e cinzento. A temperatura que ontem bateu na casa dos 30 graus era de 17 na classificação. Mas o asfalto, apesar dos temporais noturnos, não chegou a ficar molhado em momento algum. Havia um pouco de água nas zebras, e era só tomar cuidado para não sair rodando. Todos tomaram. Mesmo a escapada de Hamilton — que foi abraçar o colega no fim das atividades — não teve nada a ver com pista escorregadia. “Eu apenas cheguei na curva muito rápido, não tenho muito para falar, foi só um erro meu”, relatou.

gridbra17cTirando a batida de Lewis, que interrompeu a sessão por alguns minutos, nada de muito dramático aconteceu no sábado paulistano. Vettel ficou em segundo, com Raikkonen em terceiro. Depois deles vieram os dois carros da Red Bull, Verstappinho e Ricardão, mas este perderá dez posições no grid por troca de componentes do motor. Assim, o quinto no grid será Sergio Pérez, sua melhor posição no ano, com Alonso em sexto — também ele não tinha largado tão à frente ainda na temporada. Hülkenberg, Sainz Jr. e Massa fecharam a lista dos que foram ao Q3.

O brasileiro reclamou do espanhol e uma pequena treta se desenhou entre os dois. Nada mais desnecessário, diga-se. Um vai parar de correr. O outro está no início da carreira. Vão se ver de novo em Abu Dhabi e, depois, nunca mais. Felipe não precisava gastar muita energia com essas coisas, ainda mais agora. Eu, se fosse ele, aproveitaria essas últimas horas num palco que lhe é tão caro.

[bannergoogle]Q1 e Q2 também foram absolutamente normais, com Wehrlein, Gasly, Stroll e Ericsson se juntando a Hamilton na primeira degola, e Ocon, Grosejan, Vandoorne, Magnussen e Hartley ficando na segunda.

Os tempos começaram a baixar de 1min09s com Bottas já no Q2, de novo deixando no ar a questão: Interlagos não está curtinho demais? São apenas 4.309 m, menor apenas do que a versão F-1 do Hermanos Rodríguez, que tem 4.304 m — estamos desconsiderando os poucos mais de 3 km de Mônaco, por suas características peculiares. Na pista mexicana, porém, a média de velocidade é mais baixa e as voltas são cumpridas na casa de 1min16s, 1min18s. No calendário atual, só o circuito austríaco da Red Bull tem tempos de voltas mais baixos que Interlagos. Com seus 4.318 m, mas muito rápido, a pista de Spielberg neste ano foi percorrida em 1min04s251 por Bottas, que também fez a pole lá.

internovoE já que tocamos no assunto, vou republicar ao lado o desenho tosco que fiz algum tempo atrás com uma sugestão de ampliação do traçado de Interlagos, uma obra que seria simples, rápida, barata e dependeria apenas da vontade política de meia-dúzia de pessoas — incluindo o prefeito da cidade e o organizador do GP, Tamas Rohonyi –, para que fosse feito um estudo rápido de engenharia, um levantamento de custos, um modelo de negócios (ofereçam as novas curvas a empresas, que poderiam batizá-las e arcariam com os valores necessários) e uma consulta técnica à FIA para aprovação.

É um troço mais simples que pão com manteiga, não precisa aterrar nada, nem mexer em relevo, ou deslocar volumes gigantescos de terra, erguer pontes e viadutos. Basta usar trechos do circuito antigo que já existem e construir duas pequenas interligações, preservando, inclusive, o desenho atual para quem quiser continuar utilizando-o. É só esticar um pouco a antiga Reta Oposta, fazer uma variante à direita para acessar o final do antigo Retão e a Curva 3, agora lenta e sem necessidade de área de escape gigantesca, retomar o antigo caminho da Ferradura, construir uma pequena rampa à esquerda para retomar o traçado de hoje no Laranjinha e, assim, ganhar-se-iam uns 800 metros, talvez um pouco mais — façam esse cálculo com as ferramentas do Google Maps, não sei usar isso –, alguns bons segundos por volta, algumas curvas, seria ótimo.

É só querer, mas ninguém quer e não será feito nunca. Então esqueçam.

Comentários

  • Oi, Flavio.
    Eu também tinha algo parecido, um pouco mais detalhado.
    https://s7.postimg.org/6xa3ksmu3/Interlagos_Novo.jpg
    A intenção foi de resgatar o que pudesse do velho traçado, inclusive o anel externo.
    Voltaram a 3, a 4, Ferradura, Laranja, Junção e consegui até um Tenente, mais fechado que o Sargento.
    Mudei o box para a Reta Oposta e assim abri a visão total para a arquibancada.
    A área de trabalho passa a ficar atrás do box, na imensa área dentro do Sol.
    O relevo dessa pista é o que há de melhor para proporcionar isso.
    E como medida de segurança, para viabilizar mais áreas de escape, acho que teríamos que inverter o sentido para corridas de alto desempenho, melhorando entrada e saida dos pits, possibilidade de criar uma área na saida do Café, entre outras, mas obviamente perderia o charme do traçado original.

    • Muito legal. A curva 3 no entanto tá rápida demais. Não dá pra fazer área de escape. O “Tenente” é bem interessante. E não precisaria mudar nada de boxes, não. Custaria muito e é desnecessário.

  • Flávio, burramente medindo aqui, seriam mais 1,3km de pista.

    Agora uma pergunta leiga: essa ligação da “nova” reta oposta com a Ferradura, por ser uma curva mais aberta, não eliminaria as chances de ultrapassagens no local?

  • O traçado proposto é interessante e certamente viável, mas para o público da F1 o ideal seria talvez aumentar o número de voltas ao invés de utilizar um circuito maior – similar ao conceito que adotaram em Curvelo esse ano pela Stock Car. Ao utilizar o circuito menor, o público nas arquibancadas vê os carros mais vezes, de forma mais constante.

  • Um traçado mais longo seria interessante, mas o retorno para o traçado atual deveria ser antecipado para não “matar” a velocidade no Laranjinha… mas é um sonho… alíás, tempos de volta curtos ocorrem também na Áustria…. se a FIA não se incomoda com isso lá, não deve se incomodar com isso por aqui.

  • “É um troço mais simples que pão com manteiga, não precisa aterrar nada, nem mexer em relevo, ou deslocar volumes gigantescos de terra, erguer pontes e viadutos.”

    Óbvio que não vão querer fazer, aqui. Se é simples e barato, da onde vai sair a graninha da propina e do superfaturamento? ;-)

  • Alonso tá na atrás do Vandoorne tb no campeonato, e aí? Max tá atrás do Ricciardo tb, e aí? Não vejo vocês criticando nenhum deles. Ah, quebrou o câmbio do Stroll? Por isso ele tomou um segundo? Deixa eu fazer o trabalho que vocês não fazem então e te dar um banho de fatos. Vou pegar as vezes no qualy que o Felipe meteu mais de 7 décimos no Stroll nessa temporada. Pegando a diferença entre as melhores voltas deles em cada quali:

    Austrália: 2.7s – China: 0.7s – Bahrain: 1.1s – Russia: 0.9s – Espanha: 1.2s – Mônaco: 1.2s – Canadá: 1.4s – Grã Bretanha: 0.7s – Bélgica: 1.1s – Cingapura: 0.7s – Japão: 2.1s – Austin: 1.7s – México: 0.9s – Brasil: 1s. (Nossa, como o Stroll tá perto do Felipe!!)

    Tô falando da chacota que o povo faz deles baseando-se nas críticas rasas que vocês fazem sobre os pilotos brasileiros, sem analisar fatos nem nada, como essa de dizer que o Stroll tá melhor que o Massa na temporada. Vcs estudam as corridas, ou só assistem, olham resultado, e comentam? Pq é uma pena o único e maior site de automobilismo no Brasil ter esse perfil tão amador como vem tendo, e não digo nem do seu blog, mas do site em geral, incluindo o Paddock GP. Vcs só não conseguem bater as bobajadas do Lito Cavalcanti e Sérgio Maurício.

  • Uma pergunta: fiquei com a impressão que, com esse traçado pode arruinar o Laranjinha?

    A proposta é legal, mas parece que aquela variante antes do Laranjinha poderia arruinar uma das curvas mais desafiadoras do ano.

  • Achei que a sugestão de traçado ficou legal… porém temos que pegar de pau quem aleijou Interlagos a mais de duas décadas. Fizeram do Templo do Automobilismo Nacional um Super Kartodromo… volta a 1min e 8 segundos????

  • Os dois postulantes ao vice (é muita emoção…) partem da primeira fila, sendo que Bottas precisa anular em dois gepês os 15 pontos que Vettel tem de vantagem. E não conta neste gepê com a ajuda de Hamilton.
    Enquanto Vettel tem que ser cerebral, Bottas tem que se manter na ponta nas duas corridas, o que será insuficiente se Vettel chegar em segundo em ambas. Isso, sem contar com alguma quebra ou batida.

  • Eu fui no GP de 1976 , e a pista tinha uma reta oposta de dar inveja a outros
    circuitos , a idéia resgataria em parte a reta antiga , e certeza os carros de
    hoje chegariam a uns 340 p/h.

  • Uma das melhores alternativas de traçado para (o desfigurado) Interlagos que eu já vi. Certamente fácil e barato de se fazer. É tosco, parece Paint, mas é legal. Muito legal e muito barato: Nunca farão.

  • Com todo respeito, Flávio Gomes, mas qual o sentido de fazer aquele vídeo falando que o Massa tem que ser respeitado e etc pra depois falar nesse tom sobre a performance (e comentários) do Massa? Será que a mídia como vcs não influenciam e alimentam a “chacota” que essas pessoas fazem de pilotos como Massa e Rubinho?? Será que a mídia brasileira não influencia o fato de empresas não apoiarem pilotos brasileiros, pq se eles n forem o próximo Senna, serão “fracassados” representando as empresas deles?? É uma pena que o único canal de automobilismo brasileiro deixa muito a desejar no quesito JORNALISMO (profissional), e no fim não passa de um bando de fãs dando opinião, com muita parcialidade. Não vale destacar será que ele classificou pro Q3 em 6o enquanto o companheiro dele ficou em 18o? Será que não foi uma boa performance visto o carro que ele tem? Que o tempo dele do Q2, sem ser atrapalhado, seria o suficiente para p6?? Enfim, a verdade é que não temos mais pilotos brasileiros na Fórmula 1 não só por culpa das confederações, mas muito também pelo modo que a mídia tratou e ainda trata o seus últimos representantes na categoria principal de automobilismo. Ah, pra vcs que falavam que o Stroll tava com performance no mesmo nível do Massa, agora tá 16-2 no qualy pro Felipe, com diferença de quase 1 segundo de MÉDIA, disparado a maior lavada da temporada.

  • Acho que aquela emenda muito próxima do laranjinha mataria essa curva, pois faria o pessoal tirar o pé onde geralmente vêm em velocidade crescente. A emenda teria que ser antes.

      • Não sei se ajudará a perceber o problema, mas fica a informação, No PC tudo bem, mas com tablet IOS também salta para o Grande Prémio quase imediatamente após carregar o seu blog.
        Aproveito para a agradecer as leituras que aqui faço, engrandecem a minha vida. Ontem, depois de ler aqui, contei a minha companheira a sua reação de pensar onde é que estava o condutor do carro quando estava ao volante de uma viatura inglesa e rimos com isso o dia todo. Obrigado.

  • * Toro Rosso caiu demais de produção, Ok Gasly esta começando, mas o Hartley era piloto de testes do programa da Red Bull. É fraco pra F1.
    * Tirando as 3 melhores equipes, Massa era o mais rápido. No Q3 foi claramente atrapalhado por Sainz, mas teve uma segunda chance e foi mal, dessa não cabe desculpas.
    * Leclerc bateu Ericsson no TL, e mesmo assim o sueco tem chance de correr ano que vem. Pode isso?
    * Hulkemberg e Sainz estão lutando por milésimos de segundo, se a Renault acertar o carro ano que vem…..
    * E a Mac Laren, hoje claramente deu pra ver que falta motor, chassi tá pertinho do pelotão da frente, e o espanhol da “adorando”.
    * Stroll fez merda hoje.
    * Deu a lógica, Vettel, Verstappen, Perez e Wherlein mais rápidos que os companheiros.
    * Bottas pole com record extra oficial da pista….. nada mal.

  • – Assinando aqui em baixo. Mas os frescos vão dizer que em caso de acidente, os pilotos vão morrer na lagoa. Se aterrarem a lagoa, é briga certa com o pessoal do “meio” ambiente.

  • Quem viu o carinha vestido de bailarina na torcida em referência ao BALÉ DA F1???? O melhor do treino!

    O pior foi o incansável narrador… e agora Massa vai na zebraaaaa da curva quaaaaaaaaaaaatroooooooo!!!!!

    • Até parece que o povão tem pleno acesso a teatros, estádios, museus e demais facilidades similares, que são públicas. Eu acho que os entes públicos têm o direito sim de possuírem tais locais e explorarem de maneira a dar retorno ao investimento para manutenção. E como já foi dito por aqui, existem tipos de facilidades públicas de acesso livre (praças, parques, jardins) e outras que são exploradas com eventos de acesso restrito por serem organizados de forma privada. Não deveria ser difícil entender isso…

  • Flavio,

    Esse desenho tem um erro. Dá pra licar a reta depois da curva 4 até a subida do Laranjinha, basta ligar na parte final da ddescida do Lago, ficaria ótimo e deixaria a pisya mais veloz.

  • Mas você ta azedo, hein Flavio? Concordo com a não venda mas aproveite o fim de semana, muita gente queria estar ai, no seu lugar. Parece que você não esta gostando de estar ai. Relaxa cara

  • Para mim, está muito boa a idéia. Inclusive, pode mandar o desenho pro Herman Tilke pra ver se ele aprende como faz e começa a acertar mais do que errar nos circuitos deles…
    Aproveitando, parabéns pelo belo texto como sempre. Abraço.

  • Lembro do post e concordo que seria um ótimo adicional pra pista e custaria no máximo uns R$ 5 milhões, valor viável a qualquer potencial patrocinador para Interlagos.

    O “S” em subida que levaria ao laranjinha tornaria essa sequencia de curvas talvez no melhor trecho de um circuito no mundo. Sem falar na reta oposta que seria um ponto ainda melhor para ultrapassagens.