MENU

domingo, 17 de março de 2019 - 20:55F-1

AUSSIES (2) – SAPATTADA

meld199

Bottas: melhor corrida da vida, disparado.

RIO (não, não tenho hora) – Às vezes um segundo piloto tem momentos de brilho que nem sempre seu companheiro, claramente melhor ao longo de um campeonato, de uma carreira, consegue com tanta autoridade. Baixa um santo no cara, sei lá. De supetão, lembro de Barrichello em Silverstone, 2003. Não vou dizer que foi seu maior desempenho — Alemanha/2000 é imbatível –, mas ele colocou mais de 25s em Schumacher, que terminou em quarto. Uma façanha.

Bottas fez isso hoje na Austrália. De longe, a melhor corrida de sua vida, com o requinte de cravar a volta mais rápida no final para ficar com um ponto extra que pode até não fazer muita diferença no campeonato, mas eleva sua autoestima aos céus.

Foi estranho o baixo rendimento de Hamilton — segundo colocado a 20s de distância do finlandês, sem que nada muito grave tivesse acontecido com ele, sua namorada, seu carro, seu avião. Ele largou mal, isso é fato. E admitiu. Disse que talvez tenha de treinar mais. Depois da corrida, a Mercedes contou que o assoalho quebrou, perto do pneu traseiro esquerdo. OK, um desempenho tão ruim de seu pentacampeão sempre deve ter alguma explicação. Mas, sinceramente, é até sacanagem atribuir a uma merdinha de pedaço de assoalho a vitória acachapante de Bottas.

meld193

Hamilton: aconteceu alguma coisa, sim, mas não é desculpa.

Valtteri é um piloto discreto, para não dizer fraco, na maior parte do tempo. Chegou à Mercedes em 2017 e hoje alcançou apenas sua quarta vitória com a equipe — e na carreira. No mesmo período, Hamilton ganhou 20. É uma discrepância muito grande. Mas abstraia-se tudo isso para fazer justiça ao nosso simpático Sapattos. Ele construiu o resultado com enorme competência a partir da largada, muito melhor que a do inglês, e em pouquíssimas voltas abriu uma vantagem que só poderia ser anulada em caso de um safety-car.

Incrivelmente, não houve a necessidade de nenhuma intervenção na corrida de Melbourne, normalmente acidentada pelas características bem peculiares de Albert Park. E, assim, Bottas foi sumindo, sumindo, sumindo, até se dar ao luxo de, nas voltas derradeiras, avisar à equipe que iria buscar o ponto extra do giro mais veloz da prova. E assim foi, com 1min25s580 contra 1min26s057 de Hamilton, a segunda volta mais rápida do dia. Meio segundo. Para aplaudir de pé.

A corrida em si não foi das mais espetaculares dos últimos tempos, mas teve algumas atuações dignas de nota. E uma robusta lista de decepções que pode começar, pela ordem cronológica, pela incrível barbeiragem de Ricciardo na largada. Ele colocou duas rodas na grama para passar alguém, acho que Pérez, mas no meio do caminho havia algo parecido com um meio-fio. Explodiu sua asa dianteira, ele teve de ir para os boxes e, pouco depois, abandonou. Um desastre para quem corria em casa e estreava por um novo time, a Renault.

meld199c

Vettel: lentidão esquisita e afago da Ferrari contra Leclerc.

Depois, a Ferrari. Vettel parou cedo demais e seu segundo stint, com pneus médios, foi horroroso. Foi ultrapassado por Verstappinho com a mesma facilidade com que se corta um tablete de manteiga com faca quente. Adoro essa comparação. Mais tarde, quando seu novo parceiro Leclerc se aproximou, a equipe mandou o monegasco tirar o pé para não deixar o humor do alemão ainda pior. Primeira ordem idiota do ano. Pombas, corrida inaugural, quarto e quinto, ninguém ia bater em ninguém, são civilizados. Mattia Binotto começou bem sua trajetória como chefe de equipe. Mostrou-se um babaca. Tem mais 20 corridas para se recuperar.

(Aqui cabe mencionar o que chamamos de “outro lado”. Leclerc não reclamou, disse que a equipe não quis arriscar nada, e preferiu fazer um discurso otimista para o resto do ano. “Não há motivos para entrar em pânico ainda, apenas não fomos bem neste circuito”, falou. Sebastian resmungou o tempo todo. “Por que estamos tão lentos?”, perguntou pelo rádio em determinado momento. Já Binotto justificou a ordem de equipe dizendo que não era uma briga pela vitória, e que Vettel estava de birra com os pneus. Por isso, o melhor era mesmo manter as posições e evitar problemas.)

Nessa relação de frustrações, podem ser incluídos também Grosjean (perdeu a roda dianteira de novo, como em 2018), Sainz Jr. (quebrou o motor), Norris (começou bem com a McLaren, especialmente na classificação, mas terminou lá atrás) e Gasly, que com uma Red Bull de pneus macios na parte final da prova não conseguiu passar Kvyat, de Toro Rosso e pneus mais duros, ficando fora dos pontos.

meld195

Verstappinho: primeiro pódio da Honda desde 2008.

O elenco de gente sorridente após o GP da Austrália, porém, foi também numeroso. Verstappen, da mesma Red Bull, chegou em terceiro e levou à Honda ao seu primeiro pódio desde o terceiro lugar de Barrichello em Silverstone/2008 pela extinta equipe de fábrica — que deu origem à Brawn e, depois, à Mercedes. Masashi Yamamoto, o homem da montadora japonesa junto ao time rubro-taurino, caiu em prantos após a corrida. Merecidas, as lágrimas.

Magnussen em sexto também teve motivos para comemorar, assim como os demais que pontuaram, a saber: Hülkenberg, Raikkonen, Stroll e o já mencionado Kvyat. Kimi fez seus pontinhos na estreia da Alfa Romeo e acho que vai andar melhor em pistas com maiores possibilidades de ultrapassagem. Lance foi bem melhor que Pérez, uma surpresa. Kevin, da Haas, foi consistente desde sexta e não cometeu erros. Nico buscou pontinhos importantes para a Renault, num dia em que Ricciardo decepcionou. Palmas para todos. Dormiram em paz com suas consciências.

No frigir dos ovos, foi um GP OK. Inesquecível para Bottas, certamente. Mas uma corrida que, apesar do domínio da Mercedes com um de seus carros, não dará necessariamente o tom da temporada. Tem muita coisa para acontecer ainda.

139 comentários

  1. Zé Rico disse:

    Essa corrida ou mostrou tudo…. ou não mostrou nada…..entenderam?

    Já assistir a F1 ouvindo a globolixo com galvão bueno é como ir para a lua de mel e levar a sogra junto: ela só vai ficar falando do falecido e querendo dar palpite em tudo….
    Recordar e homenagear senna sim é valido, mas o galvão já tá vilipendiando o cadaver, reparem que galvao se projetou com fazendo sensacionalismo encima da morte do senna. E a globo que sempre domiou 80% das mentes brasileiras graças a alienaçao total……

  2. Cesar Machado disse:

    Acho que o problema do Alonso não era o motor…

  3. Glauco Tavares disse:

    Bottas ainda é fraco e inofensivo, uma Exelente improvável e inédita atuação não é suficiente para mudar seu status.
    A Mercedes ainda é o melhor carro e sobra em relação aos outros carros. Se o Bottas dominou com facilidade imaginem quando Hamilton acordar (e vai acordar logo) pegar a mão do carro, acertar na estratégia e no acerto do carro… Será hexa tranquilo.
    A Ferrari sendo Ferrari novamente, cagou na estratégia dos dois pilotos e novamente deu uma ordem de equipe completamente desnecessária e estúpida.
    A Alfa Romeo se esqueceu de Giovinazzi, certeza! Não é possível que tenha sido uma estratégia consciente deixar o piloto se arrastando na pista sem qualquer grip.
    A Willians não tem condições de andar na F2!! Chega ser perigoso ter na pista carros tão mais lentos que os outros.
    E pra fechar, eita MacLaren hein…. Primeira corrida da Honda com a Red Bull e já vem um pódio, além do ponto da Toro Rosso com Kvyat. Melhor fechar a equipe e montar um food truck.

  4. Alfredinho disse:

    Só não deu as três principais forças nas seis primeiras colocações devido à inexperiência de Gasly.
    De resto é que se viu nos últimos anos e o que se vê neste ano.

  5. pdehaan disse:

    Com nem os fãs do Lewis satisfeitos, nem os fãs do Vettel, e com Verstappen indo muito bem novamente, há muito menos comentários do que o normal.

    Foram os comentários mais animados do ano passado: (1) fãs do inglês trolando os fãs do alemão, (2) fãs do alemão trolando fãs do inglês e (3) fãs de ambos falando mal do Verstappinho. Uma corrida assim como foi a GP da Austrália é péssimo para a sustenção desse site!

  6. sandro soares disse:

    Falando em Ferrari “tem mais 20 corridas para se recuperar”, esqueça.

  7. Sandro disse:

    O dia que Verstappen tiver um carro imbatível quebrará todos os recordes da F1.

  8. joao calango disse:

    Acho que a Ferrari e a Mercedes erraram na estratégia para seus pilotos principais, abrindo a chance do Bottas ganhar a corrida.

    Além disso, o Bottas foi frio e conseguiu mostrar para todos, que é o piloto certo, quando o Hamilton não tiver condições de vencer a corrida. Fez uma corrida soberba, polpou pneus e fez o ponto extra, quando precisou.

    Acho que o Bottas é mais adversário do Hamilton, do que a Ferrari.

  9. Brabham-5 disse:

    Coloquem Vetel na Mercedes do Hamilton e deixa o Hamilton na Ferrari trapalhona, mal gerenciada e incompetente, ou mesmo na RBR imprevisível. Vamos ver quando é que ele volta a conquistar um titulo de F1 de novo.
    O problema de Vettel na Ferrari é o mesmo que encontraram Alonso, Massa, Raikkonen e agora será com o Leclerc.
    O problema da Ferrari é´GERENCIAMENTO. Dentro e fora das pistas.
    SEM JEAN TODT E ROSS BRAWN, a Ferrari virou uma casa italiana, a casa da ‘nonna’, uma BAGUNÇA.
    Erram toda hora. Principalmente nas estratégias de corrida. Ontem foi mais um exemplo. De novo com Vettel.
    Toda hora é um italiano “bufone” paraquedista diferente sentado na beira da pista tomando decisões imbecis.
    É a “casa da mamma Joana”.
    Não há piloto que não seja afetado por essa bagunça italiana.
    Minha ressalva ao Vettel é não se rebelar internamente com isso, e dentro da pista, na hora de decidir quando parar nos boxes, mudar a estratégia, que seja mais PRÓ-ATIVO, pois se continuar deixando as decisões nas mãos dos bananas italianos, ele só vai se ferrar. Ontem foi dia para Vettel fazer uma segunda parada nos boxes na hora que viu Verstappen encostar na sua cola. Teria melhores pneus no final, mesmo com motor com baixo rendimento. Naquele momento tinha distância de vantagem para isso de Leclerc e tinha voltas que davam tempo suficiente de tentar uma reação, apertar o ritmo quando os pneus de quem ia a frente começassem a desgastar.
    Tem hora que o piloto tem que mostrar mais atitude e bater de frente até com a equipe que defende.
    Sobre o Bottas? É só mais um Mark Webber.
    Na próxima corrida a “lógica” da ordem de hierarquia de pilotos da Mercedes estará de volta.

  10. Toni Righi disse:

    E o Bottas mandou os críticos se foderem! rsrs Literalmente.

    Vou pedir para ele incluir o Galvão Bueno na lista. GB que voltou a invocar os espíritos do Senna durante a transmissão, como não poderia deixar de ser.

  11. Luciano Sampaio disse:

    O Barrichello também teve uma performance dominante na Áustria em 2002, até uns 100 metros antes da linha de chegada…
    Na Austrália, teve o Fisichella ganhando em 2005 de Renault, aí o Alonso colocou ordem na casa e foi pro primeiro título. A tendência é isso acontecer de novo, mas vai saber…

  12. Paulo Pinto disse:

    Bastou o Alonso ir embora, para o motor Honda apresentar melhoras significativas.

  13. José Roberto disse:

    O Bottas botou pra F, e ligou no modo hard. Sabe que a temporada é tudo ou nada, tem gente de olho na vaga dele.

  14. Eduardo disse:

    Acho que o Vettel, devia era ir para casa cuidar dos filhos, a Ferrari puxar o Ricardo para correr com o Leclerc,este ano nem 3o e 4o lugar a Ferrari faz, se bobear a Alfa Romeu vai andar na frente.

  15. Andre disse:

    Tem coisa mais enfadonha do que o trio da rede Globo durante as transmissões da F1? Fala sério. Com tantas mudanças que a emissora anda fazendo, poderia deixar a turma do SporTV conduzir as transmissões. Chega dessa nostalgia de Senna e cia. Aqueles comentários do Reginaldo Leme sobre os tempos das paradas se tornaram totalmente dispensáveis, diante da tecnologia das transmissões. Coisa mais ultrapassada.

  16. Mauricio Rocha disse:

    Muita coisa ainda para acontecer. A única coisa certa é que Leclerc já assumiu o papel de “O Segundão”.

    • Alfredinho disse:

      Alguém esperava algo diferente na Ferrari? Schumacher teve três companheiros, ou seriam acompanhantes? Irvine, Rubens e Massa. Alonso teve dois: Massa (nunca vi tanta humilhação) e um Raikkonen desmotivado. Vettel, dois até agora: Raikkonen de sangue novo e Leclerc, que de bobo não tem nada. Está fazendo o joguinho da equipe de olho no primeiro assento.

  17. Paulo disse:

    Tudo armado pela Mercedes para o Bottas ganhar porque tiraram uma vitória dele no ano passado. Só não vê quem não quer. Só sendo muito ingênuo para achar que a Mercedes do Hamilton vai estar no fim da prova somente 2seg à frente do Honda do Vestapen e 20seg atrás do Bottas, depois de ter dominado todo e treino e feito a Pole. Não me surpreenderia se até a Liberty estivesse no esquema.

  18. Alfredo Aguiar disse:

    Deu uma grande cagada de largar melhor. Provavelmente Hamilton estava mais preocupado e atento com Vettel e Verstappen logo atrás e nem olhou pro costumeiro lerdo ao lado. A corrida provou o que todos já sabem. Essa Mercedes de cara pro vento era e é imbatível, tem sido assim por anos. largou na frente, desaparece e passeia no circuito. Se o Ericsson tivesse colocado a grana da Tetra Pack por lá, poderia até ter sido campeão, quiçá multi. Palmas pra engenharia Tedesca. Mas Lewis vai dar essa bobeira novamente durante a temporada? Ai seguindo outro carro a coisa muda de figura. Nesse caso sabemos que ele vai baixar a cabeça, dizer sim senhor pro Lobo mau, se preocupar em ser um fiel súdito da monarquia britânica e segurar quem vem atrás ao invés de correr pra ganhar. Como fez magistralmente na temporada passada.

  19. Rafa Benitez disse:

    Agora que não temos mais a opção de assistir a F1 pelo Sportv, somos obrigados a aturar o Galvão Bueno, um saco isso…Pelo menos na Nascar que passa na FOX, dá pra colocar o som original pra não ter que ouvir o chato do Edgar falando o óbvio na maioria das vezes e suas piadinhas antigas…
    Sobre a corrida, destaque para o pódio do Verstappen de Civic.
    O negativo vai para a Ferrari e o cagão do Vettel…

  20. André Fonseca disse:

    FG,

    Acredito que vamos ter uma temporada como 2016, onde apenas a Mercedes vai dar as cartas…

    Mas será que o Bottas terá peito para brigar como fez a “Rosdiva”????

  21. CHAGAS disse:

    Ahhhh o Bottas. Sensacional pilotagem e ao menos uma vez na vida o carro com problemas na prova foi do Inglês.
    Largada perfeita, consistente em toda corrida, fazendo voltas rápidas uma atrás da outra, administrando no final, mas não antes de fazer a melhor volta e puxar mais um tento (na penúltima volta com pneus desgastados)
    Pilotagem que foi aplaudida por Ocon com sorriso azedo.
    Impagável, e ainda mandou um “foda-se” pra quem interessa possa, e aqui no blog tem muitos, mas muitos mesmo.
    Hamilton chegaria mais próximo se não fosse obrigado a marcar Vettel que fez uma prova apagadíssima.
    Verstappen vai dar trabalho, uma que o motor Honda parece confiável, e outra porque o moleque está começando a pensar a corrida. Alguém mais viu o espaço que Vettel deu na largada pro holandês colocar o carro e disputar a curva e o rapaz não quis? Isso é pensar mais do que agir afoito, isso é agir como campeão – e será em breve.
    Leclerc não atacar Vettel nas voltas finais, aconselhado pela equipe é a coisa mais natural do mundo. Primeira corrida dele na Ferrari, provou que tinha mais ritmo, e que poderia passar o alemão. Deu seu recado, em uma próxima ele não vai ser tão passivo com Vettel que vai ter que tratar de ter mais desempenho.
    Magnussen/Hulk/Kimi merecem elogios.
    Já Stroll e Kvyat só conseguiram os pontos porque Giovinazzi sem rendimento, atrapalhou todo mundo lá atrás dessa foram que largou com pneu médio, pode ficar mais tempo na pista e com a estratégia de boxes e a ajuda do Italiano, conseguiram melhor sorte.
    Mc Laren é fraca, e Willians e Kubica decepcionaram.
    Aguardando o próximo GP, para ver o duelo dentro da Mercedes.

  22. Luiz Marques disse:

    E a Williams, hein?

    O carro consegue ser pior do que o do ano passado. Kubica levou 3 voltas. Que tristeza.

    Não dá mais para ele. Espero estar errado mas acho que não.

    Eu torço para a Williams como para um time de futebol, mas eu espero que o Russell nao seja queimado pelo pouco possante equipamento inglês. Ele merecia coisa melhor.

  23. Felipe disse:

    Pois é. Parecia que a Ferrari ia isso e aquilo este ano, mas veio a primeira corrida do ano e a Mercedes soltou os cachorros. Ganhou como quis. Acho que a próxima corrida, no Bahrein, em uma pista mais normal que Albert Park vai dizer a real: se a Ferrari voltar a andar mal – e andar mal aqui quer dizer ou não andar na frente da Mercedes de novo ou andar parecido com ontem – o campeonato vai novamente para a Mercedes. E, claro, novamente para Hamilton. E esqueçam Bottas. Nem ele sabe, como disse na entrevista após a corrida, como ganhou daquela forma tão categórica. Este ano vai ser importante para Lewis porque, a confirmar o foguete que tem nas mãos, vai poder sonhar em chegar ainda mais perto dos recordes de Michael Schumacher, algo que eu julgava que ninguém em tempo nenhum seria capaz de bater. Quem diria.

  24. Gus disse:

    Os pilotos caminham tanto pela pista, fazem tanto reconhecimento e o Ricciardo me faz aquele barbeiragem…será que ele não percebeu que a beira da pista seria lugar inóspito para a diminuta altura do spolier dianteiro, caso fosse preciso esticar um pouco os limites, principalmente na largada?
    Pensei que eram mais metódicos…

  25. Bjark disse:

    TOTO WOLF e seu sorriso amarelo com a vitória de Bottas. Foi uma balde de água gelada enquanto eu comemorava a vit´roia do FinlandÊs. Nitidamente não era para ele ter vencido. esqueceram de afrouxar aquele parafusinho mágico do carro de Bottas. Temo que isso não mais acontecerá nesse campeonato. $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$.

    • Costa disse:

      Fico estarrecido, como dizia uma ex presidente, com o fato de Toto ser chefe da MB e ainda ser empresário de vários pilotos… Brutal conflito de interesses… Aliás o GP deveria fazer uma reportagem sobre quem são os empresários dos pilotos da F1!

  26. Clayton Araujo disse:

    Bottas triturou a concorrência. Impiedoso!

  27. Gus disse:

    Adoraria estar errado e não soar pedante com a seguinte sentença: o campeonato acabou no começo; Bottas fará uma próxima corrida horrível e Hamilton tomará de volta o seu lugar de direito (por talento).
    E não falo como torcedor dele pois não sou, desejo – como a maioria – um campeonato competitivo.
    Mas a Mercedes não “deixa”…

  28. Vanderlei J Silva disse:

    Nada sobre a corrida. Sugestão ao site do GP: recolocar os links para os blogs. Deu vontade de ler suas impressões sobre a 1a prova da F1 e tentei a sorte pelo Google. Abraço!

  29. Ricardo Bigliazzi disse:

    Resultado (Mercedes) mais do que esperado.

    A Mercedes ainda é o carro a ser batido.

    Fica a esperança que a RedBull e Honda continuem o bom trabalho (#Nowwecanfight!), que a Ferrari consiga entender o que deu errado e que o “resto” continue a melhorar a cada prova.

    Obs.: Fiquei com dó do Idiota Veloz Espanhol depois de ver o post da RedBull e da Honda dizendo que agora “podiam lutar”… fiquei com muita dó… mas passou rápido!

  30. Mansell disse:

    A comparação com a vitoria do Rubinho na Inglaterra em 2003 foi corretíssima. O alemão estava na pista. Em 2002 na pixotada da Áustria, Rubens tb dominou, mas Schumi estava sempre mto próximo. E deu no que deu. Não creio que Bottas fique mto tempo a frente de Hamilton. Não aguenta a pressão

  31. JFCVT disse:

    Reparei que não mencionou a Williams. Para quê, mesmo? Que absoluta desgraça de time, com Kubica provando que não tem lugar nessa F1

  32. Eduardo disse:

    Achei a corrida muito ruim, fraca mesmo.

    Na minha opinião, dá para tirar algumas conclusões:

    1- A Mercedes está em outro nível, a diferença para as outras equipes é maior ainda que nos anos anteriores.
    2- Hamilton teve problemas no carro.
    3- A Ferrari não está bem como todos achavam e parece que piorou em relação ao ano passado.
    4- A Red Bull melhorou e parece que está um pouco melhor que a Ferrari.

    Dá até para começar a apostar em Hamilton campeão novamente.

  33. clodoaldo lelli disse:

    não vou falar que nem vou assistir mais o campeonato que é mentira mas que foi o inicio mais boxante dos ultimos anos foi
    e o kubica ? ta certo que a williams é outra categoria mas a diferença pro companeiro dele é muita coisas fora que ja se atrapalhou na primeira largada acho que a F1 ja não da mais pra ele

    • Ricardo Bigliazzi disse:

      O Hamilton é muito bom. São por essas e outras que dou muito valor para o Niko Rosberg.

      O Bottas vai ter que repetir esse desempenho da Austrália em todas as outras provas para ter alguma chance.

  34. Comentarista Crítico disse:

    Estava na expectativa de uma porcaria de corrida. Mas graças ao erros de Ferrari e principalmente de Mercedes com seus primeiros pilotos, a corrida acabou sendo boa. Bottas depois de uma temporada em que ele quer esquecer que existiu, já começou a nova temporada fazendo uma corrida de craque. Hamilton como sempre cheio de sorte. Ah, se Verstappinho não errasse na primeira curva… E como sempre cheio de mimimi quando a vitória não é dele. Indiretamente ele e Mercedes desmereceram a vitória de Bottas ao se referirem ao assoalho. O Hamilton parece achar que só ele pode vencer. E os Homens da Mercedes parecem pensar o mesmo. Ele é um piloto excepcional, mas é um arrogante. Ferrari se arrastou! Verstappen engoliu Vettel facinho em pleno circuito travado. E a previsão de carros mais lentos parece não ter se confirmado. Pelo contrário! Os carros parecem estar ainda mais rápidos. Também, virando nas curvas mais ou menos o que viravam nos 2 anos anteriores e tendo velocidades de reta semelhantes as de 2014/2016 tinham que estar ainda mais rápidos mesmo. E pelo visto, teremos mais uma vez uma temporada com recordes de tempos. Se a Mercedes vai dominar ou não, se a Ferrari vai melhorar e brigar ou não, o fato é que essa corrida deu uma amostra óbvia de como será o top 5 dessa temporada. Mercedes, Ferrari e Verstappen. E se as coisas continuarem como em Melbourne, que baixe o Rosberg no Bottas.

  35. Rodrigo disse:

    Ué, então a Mercedes sempre esteve bem, o problema era o Hamilton…
    É cedo, mas como a Ferrari já está ferrarizando, o jeito vai ser torcer pra baixar um Rosberg – qualquer um – no finlandês pra temporada ficar divertida.

  36. ms disse:

    a pergunta que não quer calar “…..quando os cavalinhos do motor dos carros de maranello farão jus a tradição e começarão a cavalgar pra valer…….” é inaceitável que uma escuderia como a ferrari com a tradição, a grana e os pilotos que tem fique por tanto tempo apenas como coadjuvante da equipe mercedez……” se não tomar cuidado vai ser também engolida rapidinho pela Red Bull de verstappen que desde o ano passado tem também subido o pódio com incomoda frequência para equipe vermelha….

  37. Zé Maria disse:

    Sem medo de errar, tenho certeza que Vettel jamais vencerá outro campeonato, as conquistas dos tempos de Red Bull serão uma longínqua lembrança do passado.

    • Rodrigo disse:

      Na boa, pra mim, desde sempre, o Chorão tem uma quantidade de títulos maior que a quantidade de talento, apesar de ainda sim ser bom. Uns dois já estaria pra lá de bom tamanho, com Alonso e Raikkonen mordendo os outros dois.

    • Paulo Pinto disse:

      Falaram o mesmo de Mansell, após três vices.

    • Brabham-5 disse:

      Sei. Coloca ele no carro do Hamilton e deixa o Hamilton na Ferrari trapalhona, mal gerenciada e incompetente, e na RBR imprevisível. Vamos ver quando é que ele volta a conquistar um titulo de F1 de novo.
      O Problema de Vettel na Ferrari é o mesmo que encontraram Alonso, Massa, Raikkonen e agora será cm o Leclerc.
      SEM JEAN TODT E ROSS BRAWN, a Ferrari virou uma casa italiana, a casa da ‘nonna’, uma BAGUNÇA.
      Erram toda hora. Principalmente nas estratégias de corrida.
      A Ferrari tem italianos demais no comando da equipe. Toda hora é um bufão paraquesdista diferente.
      O problema da Ferrari e´GERENCIAMENTO. Dentro e fora das pistas.
      É a “casa da mamma Joana”.

      • Segafredo disse:

        kkkkkkkkkk…………a schukruzete quer trazer Todt e Brawn de volta é..??

        #esperneiaschukruzete-esperneia

      • Marcelo disse:

        Ja disse , se colocar o Vettel na Mercedes , vai levar um coro amuado do Bottas.

      • Alfredinho disse:

        Vocês raciocinam com o coração. Bottas fez o que fez porque Hamilton estava com os pneus gastos. Qualquer outra possibilidade, a Mercedes usará o mesmo sistema que usou na Rússia no ano passado.
        E se Vettel for para a Mercedes, o procedimento será igual ao usado para Hamilton como primeiro piloto.
        Rosberg foi um ponto fora da curva. ou uma dívida que a equipe tinha para com um dos pilotos que “amaciou” o carro, ou ainda a vontade de fazer um campeão alemão na equipe alemã.
        Podem escolher a opção.

      • Renato F1 disse:

        Até onde eu lembre, no ano passado, quem estava liderando o campeonato de pilotos e a corrida na Alemanha e errou sozinho, jogando fora uma vitória e 25 pontos do campeonato (e, depois vimos, o campeonato todo) não foi a Se Ferra-ri: foi o Vettel. Parte da culpa é da equipe e parte da culpa é do piloto. Em 2008, também não foi só culpa da Se Ferra-ri pela perda do título de pilotos pelo Massa; o piloto também tem culpa no cartório.

    • Helio disse:

      Com essa Ferrari , não mesmo

  38. wagner neves disse:

    Desde o ano passado tenho visto as corridas no Sportv. Não foi diferente hoje, mas o Galvão estava narrando. Meu Deus, que coisa horrível. Dava nervoso ver o bicho falando mais do que devia, interrompendo os comentários dos outros o tempo todo, perdendo lances que a gente vê acontecer e ele falando e falando, etc. Será que será assim o ano todo? Por favor, volta, Ricardo Maurício e equipe (infelizmente, sem o Lito).

  39. Pablo disse:

    Bottas precisa ser um vencedor regular ( sempre teve performances pra lá de inconstantes) . Aproveitar o momento e manter o modo pistola deixará as coisas interessantes ( e Red Bull? E Ferrari? ) . Aguardamos por Bahrain.

  40. Cenzi disse:

    As caras de bunda de Toto Wolff e Esteban Ocon ao final da corrida foram impagáveis!

  41. Celio Ferreira dos Santos disse:

    Primeira corrida do ano : 1º – Acho que temos mais um motor para brigar
    com Mercedes e Ferrari …a Honda está de volta
    2º- Chamou a atenção a diferença de tempo..acima dos 20 segundos do
    primeiro até o quarto, entre êles.
    3º- Acho que ToTó vai ter trabalho este ano para administrar a dupla da
    Mercedes …Bottas começou o ano mordido

    • Amaral disse:

      E vão conseguir estraçalhar mais um. Gasly vai ser a próxima vítima do véio caolho, o moedor de pilotos que a Toro Rosso tem. Uma promessa vai virar pilotinho de quinta em três ou quatro atuações abaixo da média.
      O legal é assistir quem vai pro lugar dele. O primeiro da fila é o ponto fora da curva, o que foi moído duas vezes e retornou das cinzas pra correr o risco de ser moído de novo.

  42. Leandro Batista disse:

    Tudo indica que não teremos campeonato. A Ferrari não é tudo aquilo que pintou em Barcelona no ano passado, Hamilton não vai deixar seu segundo piloto passar por cima dele. As Red Bulls vão incomodar as Ferraris em circuitos travados. E a Williams deveriam tirar um ano sabático, arrumar a casa(começando pela demissão da filha do Frank) e arranjar outro piloto no lugar do Kubica, que claramente não tem mais condições de ser piloto de F1.

    • Amaral disse:

      Injustiça com o Kubica. Tomou um toque logo no início e depois ficou sem retrovisor. E isso dirigindo um carro claramente horrível. Aí ninguém consegue fazer nada.
      E esse ano vai ser assim. A briga vai ser um contra o outro. Ficam a um segundo de quem fizer o décimo oitavo tempo. A equipe desaprendeu. Ou, como venho dizendo, está concluindo o processo de manorização com sucesso.

  43. Paulo Pinto disse:

    O Canguru Terceirizado quis se dar bem, tentando ultrapassar pelo acostamento. Se deu mal! A asa dianteira saiu varada pelas beiradas e o deixou sem pontuar em casa.
    Deve ser algum novo cruzamento biológico: Canguru com orelhas de burro…

  44. Rafael disse:

    E Hamilton, quando não ganha, faz cara de cu.. Hoje, no pódio, foi um pouco melhor, estava com cara só de bunda mesmo.

  45. Segafredo disse:

    Ricciardo hoje me pareceu muito ansioso, devia conhecer os calombos de seu cercado melhor, não?

    • Paulo Pinto disse:

      A ansiedade do Canguru Terceirizado tem explicação, Sennafredo. Ele está começando sua NONA TEMPORADA e nem vice foi…

      • Segafredo disse:

        E tô começando a achar que vai ficar atrás do Hulk………mais estamos só no começo, e se isso acontecer, vou ter de rever meu conceito dele e o ano de 2014 quando enrabou o Schukrute categoricamente.

      • Paulo Pinto disse:

        Acidente de percurso. Como no caso Lauda/Watson, Alonso/Button, Hamilton/Rosberg e por aí vai…

      • Alfredinho disse:

        Ricciardo simplesmente não deu sorte. Começou na f1 no período vitorioso de Vettel. Logo após teve início o período vitorioso de Hamilton/Rosberg, período esse que ainda não findou.
        Somando-se os dois períodos, incluindo o ano em curso, temos 10 anos de supremacia.
        Um piloto, mesmo com talento, não resiste a tanto tempo de espera. Percebe-se que o tempo dele já passou ao ver Verstappen e Leclerc como as promessas da vez.

      • Segafredo disse:

        Como pode a Renault não entregar um carro competitivo com todo orçamento que tem?? Phoda isto viu………espero que acertem a mão no decorrer do ano, para ao menos, ameaçar as RBR do merdinha holandês!

      • Paulo Pinto disse:

        A Renault ameaçar a Red Bull? Tá sonhando, Sennafredo? A Renault ameaça, quando muito, a Haas e olhe lá!

        #TeuCanguruVaiCozinharNoPanelão…

  46. Segafredo disse:

    Vamos lá Schukrutada, digam algo que distone/distoe (é assim a grafia?) do que venho dizendo há séculos aqui no Blog….?!

    #botandofogonoGP

  47. Igor disse:

    Ainda bem que vi a reprise no SporTV, corrida sonolenta. E mantiveram a narração horrorosa do Galvão. O cidadão não consegue acertar qual é Red Bull e qual é Toro Rosso.

    • Rodrigo disse:

      Sorte tua. Caí na besteira de preguiçosamente assistir pelo GloboPlay e faltando umas cinco voltas do nada apareceram BigBrothers tocando bongô. Tô sabendo quem ganhou agora.

    • Leandro Batista disse:

      Eu vi o Qualifying pelo canal Sportv com o Sergio Mauricio e o Felipe Giaffone que era da Band e foi pro grupo Globo para transmitir a F1. E é muito mais agradável ouvir os dois do que ouvir o Galvao com seus mesmos chavões.

  48. Astrólogo disse:

    E depois tem gente que fala que astrologia é balela. O Bottas é do signo de Virgem. O ano de 2018 foi regido por Júpiter. E Júpiter sofre exílio(detrimento) em Virgem. E não a toa grande parte dos Virginianos se deram mal no ano passado. E o Bottas teve uma temporada completamente zicada, não ganhou nenhuma corrida e terminou o ano desmoralizado. Aí vem a primeira corrida do ano seguinte, a primeira corrida do cara livre da energia de exílio, e olha o quê que o cara fez? Isso foi um tapa na cara de quem diz que astrologia é balela. Astrologia influencia SIM.

    • Eder Félix disse:

      Putz… tomara que isso valha pra governantes também, e que esses quase 3 meses tenham sido essa tragédia por conta de más energias…
      Cada uma que é contada, viu…

    • Murilo disse:

      Ouvi dizer que 2019 é o ano da Laranja, Por conta do alinhamento de casas vizinhas na constelação de Tijuca, mais precisamente ali perto da estrela Miliciano.

    • André Fonseca disse:

      Cara, claro que influência…

      Eu por exemplo, sou o Cavaleiro de Ouro de Aldebaran!!!

      HUAHUAHAUHAUHAU

      Astrologia só serve pra saber qual Cavaleiro de Ouro nós somos, pelamor!!!

      HUAHUAHAUHAUHAU

    • Beto Caldas disse:

      E a terra é plana também…

    • Fabiano disse:

      Bom, se você não for o tipo de astrólogo que precisa fazer vaquinha online posso até cogitar a acreditar.

    • Astrólogo disse:

      Vão debochando mesmo. Enquanto isso eu trago mais provas concretas. Schumacher é do signo de Capricórnio. Capricórnio sofre exílio na Lua. Os anos de 1998, 2005 e 2012 foram regidos pela Lua. E qual foram os resultados de Schumi nesses anos? Em 1998 azar nas corridas da Bélgica e do Japão e consequentemente perda do Campeonato. Se o Alemão vencesse em 1998, teria um reconhecimento muito maior do que tem, pois realizaria um feito histórico de ser Campeão com um carro bem inferior ao carro de seu rival. Mas a energia de exílio que o Alemão encarou naquele ano não ajudou e não permitiu esse reconhecimento, e colocou Coulthard e motor com problemas antes da corrida começar, no caminho do Alemão. 2005 foi soberano o pior ano de sua primeira passagem. A segunda passagem de Schumi foi uma frustração, mas 2012, um ano Lunar assim como 2005, conseguiu ser de longe o pior ano de sua frustrante segunda passagem. Hamilton assim como Schumacher, também é de Capricórnio. O único ano regido pela Lua que ele correu foi 2012. E foi exatamente 2012 a temporada que o Inglês mais abandonou corridas. E enquanto Hamilton e Schumi se davam mal naquele ano, Vettel que é do signo de Câncer que é um signo regido pela Lua, teve qual resultado naquele ano mesmo? Outros exemplos… Porque em 1989 Senna não foi Campeão e fez sua temporada mais irregular? Senna era de Áries. 89 foi regido por Vênus. E Áries sofre exílio em Vênus. Porque Prost foi tão bem em 1983 e 1990 mas não foi Campeão nesses dois anos? Prost é de Peixes. 83 e 90 foram regidos por Mercúrio e Peixes sofre exílio em Mercúrio(Sorte de Piquet e de Senna). Mas Peixes é regido por Júpiter. E o Prost correu em 2 anos de Júpiter que foram 1986 e 1993. E o resultado do Francês nesses dois anos? Campeão! Aliás, 1975, 1986 e 1993 foram 3 anos de Júpiter seguidos com um piloto do signo de Peixes Campeão. Tá aí mais provas concretas pros debochados. E acho que se eu der mais exemplos irei escrever um livro. Quem quiser se manter inflexível fique a vontade. Agora quem ler o meu comentário e for minimamente racional, vai chegar a conclusão que o que digo tem sentido. E que realmente astrologia não é essa balela que muitos dizem. E desde 1975 ela tem bastante influência na F1.

      • Comentarista Crítico disse:

        Mas gente…

      • Comentarista Crítico disse:

        Astrólogo, fiquei com medo agora. Pois sou do signo de Libra e já ouvi falar que Libra é exílio de Marte. E já vi em um tudo que é lugar que esse ano é regido por Marte. Será que meu ano será uma grande porcaria?

      • Eder Félix disse:

        Resolvido!
        Melhor as equipes fazerem contratos de apenas 1 ano, daí vão trocando o piloto de acordo com o signo regido naquele ano!
        Bingo!!!

      • Amaral disse:

        É sério isso?
        Joãobidu dando consulta ao vivo no blog?
        Ou é a irmã do Gugu Liberato?
        Então, já que a astrologia é tão eficaz assim, nós não precisamos mais ver as corridas. Basta perguntar a você, você faz a análise e vai nos dizer quem vai ser o campeão, correto? Então diz aí!

      • Astrólogo disse:

        Amaral, peguemos os signos dos pilotos concorrentes: Hamilton Capricórnio. Vettel Câncer. Verstappen Libra. Leclerc Libra. Bottas Virgem. Ricciardo Câncer. Esse ano é ano de regência de Marte. A regência desse ano influencia diretamente 5 desses 6 pilotos. Só o signo de Bottas, Virgem, é neutro dessa influencia. Enquanto o Câncer de Vettel e Ricciardo fica em queda, Libra de Verstappen e Leclerc fica em exílio e o Capricórnio de Hamilton fica em exaltação. Sabendo os signos dos pilotos e a influência que os signos recebem do regente do ano, não existe nenhuma outra conclusão sem ser a de que Lewis Hamilton será Campeão novamente. E desde 1994 que o Campeão da F1 em ano de Marte é de Capricórnio. Schumacher 1994 e 2001. Hamilton 2008 e 2015. Queria que Verstappen fosse Campeão, mas de 1975 pra cá somente em 3 oportunidades um piloto foi Campeão em um ano regido por um astro em que o signo do piloto fica em exílio. E todas essas 3 ocasiões foram em anos regidos por Saturno. Saturno fica em exílio nos signos de Câncer e Leão. E os únicos 3 Campeões em ano de exílio nos últimos 44 anos foram: Mansell(Leão) 1992. Alonso(Leão) 2006. Vettel(Câncer) 2013. Verstappen em 2019 está em exílio assim como Leclerc. Podem ficar em qualquer colocação do Campeonato, mas um dos dois se tornar o Campeão mais jovem de todos os tempos, será algo extremamente difícil de acontecer. Esse título deve pertencer ao Vettel por muito tempo ainda. E o Campeão de 2019 tem tudo pra ser Lewis Hamilton novamente. E pra quem não aguenta mais a hegemonia do Capricorniano inabalável, incansável e implacável Lewis Hamilton. Os anos de 2021 e 2023 tem tudo pra serem de outro piloto. Se em 2021 Verstappen tiver um carro que brigue firme pelo Campeonato, certamente será o Campeão pois estará em um ano regido por Vênus que rege Libra. Já em 2023 Lewis Hamilton estará em um ano da Lua. Assim como Schumacher esteve em 1998, 2005 e 2012 e o próprio Hamilton esteve em 2012. Se o Inglês encerrar sua carreira em 2023, tem grande chance de se despedir sem título assim como Schumacher.

      • Astrólogo disse:

        Comentarista Crítico meu querido, esse ano não é um ano de muita sorte não. Quando uma pessoa está em um ano regido por um astro em que seu signo fica em exílio, é um ano de propensões ao azar e escassez de sorte. É muitas vezes um ano em que a vida não tá a favor do indivíduo. Quando a pessoa quer conquistar seus objetivos, não pode contar com a sorte e tem que batalhar de forma muito dura pra conseguir. Tendem a ser os anos mais difíceis na vida de uma pessoa.

      • Astrólogo disse:

        E uma coisa que não acrescentei a minha resposta acima: Além 1998, 2005 e 2012, outro ano Lunar que Schumacher correu foi 1991. Mas como ele só correu na reta final do Campeonato naquele ano, é um ano que não conta tanto como os outros 3 anos que foram anos de temporada completa.

  49. Pablo disse:

    Flavio, acha que a McLaren estaria na mesma posição da Redbull se tivesse persistido com a Honda?

    • Amaral disse:

      Não sou o Flávio.
      Mas não acho que estaria não. Uma coisa que foi falada na transmissão e que eu concordo. A Honda ainda faltava dar um passo. Mas o carro da Mclaren era ruim. Como continua ruim nesse ano.
      Motor bom não salva carro, a prova viva é a Williams nesse ano. Nem motor de avião faz aquele carro andar, é jogar fora e fazer outro do zero.

  50. Alexandre Medeiros disse:

    Boa noite,

    Lembrei o GP da Alemanha em 1997.
    Berger guiou pleno e venceu de forma parecida com Bottas hj.

    Abraço

    Alexandre Medeiros
    Natal RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *