MENU

sexta-feira, 31 de maio de 2019 - 16:30Gomes, Grande Prêmio, Literatura

“GP ÀS 10”: A HISTÓRIA DO “BOTO”

18 comentários

  1. Luis Felipe disse:

    Flavio
    .se ainda der tempo de responder .. desculpe……mas.porque não tem em livraria..Opção sua? Não, né ?

  2. kalil01 disse:

    e o neymar, hem?
    esse comentário do vampeta é visceral!
    https://youtu.be/AXnOHZ35IW4

    comente ai, caríssimo jornalista – e como funcionam esses “esquemas” no meio automobilístico?

  3. Chupez Alonso disse:

    Por falar em Boto, eu fico pensando o que vc faz em um programa tão ruim como aquele da FOX Sports.

    Os caras estão mais preocupados em se mostrarem bombados e gritar o tempo todo, do que debater com conteúdo.

    Às vezes é melhor ter paz do que ter razão.

    P.S.: mude para o Esporte Interativo.

  4. Samuka disse:

    Eu quero! Manda como faz por e-mail

  5. Acarlos disse:

    Ótimo livro, devorei em 2 dias, recomendo bastante.

  6. Atenágoras Souza Silva disse:

    Então você saiu na Caras por causa desse livro?
    É uma pena que a publicação do Ziraldo, Bundas, não existia mais… Seria um lugar bem melhor para aparecer…

    Um grande abraço do fundo do meu coração vermelho de outubro de 1917,
    Atenágoras Souza Silva.

  7. Armando disse:

    Boa noite Flavio!

    1) Tem como enviar autografado?
    2) Já que novas histórias certamente surgiram desde a publicação do livro, que tal uma nova edição “revista e ampliada”?

    Abraços e sucesso sempre.

  8. Wender Higinotsumi disse:

    Tenho o livro e recomendo muito, muito mesmo.
    As cronicas são ótimas e a leitura flui de um jeito que nem se vê a hora passar.

  9. Zé Clemente disse:

    Muito bom. Legal essa explicação do aviãozinho. Não tinha atentado para esse detalhe.

  10. Iam Cantarino disse:

    Livraço! Tenho orgulho do meu autografado!
    Quando sai o 3º livro?

  11. Mauro Oliveira disse:

    Flávio! olha só isso, de repente vc conhece esse cara

    https://www.youtube.com/watch?v=QaVK3f6hTOE

  12. Britto disse:

    A história do meu O Boto do Reno é curiosa: há um tempo, ao saber da existência do livro, contatei o FG por email pedindo informações. Porém antes que ele respondesse, dei com um exemplar d´O Boto na Livro Livre, a primeira biblioteca comunitária da cidade, da ESPM,. Levei de graça! Pensei que o FG ia se “chatear” com isso, mas que nada, achou legal,. e até me contou que seu filho estuda nessa faculdade… Crônicas são, por definição, datadas. Boas crônicas são eternas. Super recomendo!

  13. Gabriel Vargas disse:

    O Boto do Reno! O livro que está há mais de dez anos na minha lista e nunca encontrei… finalmente!

  14. marcelo villela disse:

    vou querer, se minha aposentadoria der

  15. marcelo villela disse:

    vou querer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *