MENU

terça-feira, 21 de maio de 2019 - 11:09Gomes, Grande Prêmio

“GP ÀS 10″: NIKI

21 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    Foi um privilégio ter sido torcedor do Mito, antes e (mais ainda) depois do acidente.

  2. wilson carpini disse:

    bela homenagem a um dos maiores pilotos que a F-1 teve. falar em melhor piloto da F-1 é impossível, mas lauda foi um dos maiores, ao lado de Stewart, Fittipaldi, Piquet, Senna, Clarck, Brabham, Gilles Villeneuve, Graham Hill, Surtees, FAngio, FArina, entre outros…
    Infelizmente tudo tem começo, meio e fim… um namoro pode ser assim, um casamento pode ser assim (não é via de regra, mas pode acontecer) e a vida é assim…
    Infelizmente a hora do Lauda chegou, assim como a de SEnna, Clark, Hill, Villeneuve, Peterson, Williamson entre outros.
    Lauda será sempre o cara quem driblou a morte algumas vezes e sempre que se ver uma reportagem, um vídeo, o filme Rush virá o mesmo pensamento quando se vê Elvis Presley, Senna, Villeneuve: putz é mesmo que ele morreu?
    Lauda conseguirá ser superior à sua morte sempre, nunca a morte será superior à Lauda, Senna, Villeneuve, Peterson e Elvis Presley.

  3. Simão disse:

    FG
    Eu tinha uma Ferrari #12 de autorama (Autorama Estrela). Dessa com a entrada de ar alta. Não me lembro do nome e ano do modelo. modifiquei conforme o novo modelo da Ferrari do ano seguinte. Eu era muito fã do cara.

  4. Pocket disse:

    O com O maiúsculo Piloto morreu.
    Lauda foi um super piloto.
    Um dos maiores que já existiu.
    Lembro dele e Hunt, incomparável, Lauda era muito melhor.
    Até pode ter perdido aquele campeonato.
    Também, com aquele acidente…
    Acidente que o deixou melhor.
    Pode ser que não ganhasse aquele campeonato.
    Reagiu de forma espetacular.
    Era um cara que gostava de estar no comando.
    Sem dúvidas fez tudo com excelência.
    O negócio do acidente de avião é incrível.
    Brigou até provar a teoria.
    Ajudou a melhorar a aviação mundial.
    Bom, graças a ele, ficou mais segura.
    Ainda bem que tivemos um cara como o Lauda.
    Com isso só posso dizer:
    Adeus, campeão.

  5. MURILO MATTIOLI disse:

    Lindo Vídeo Flavinho ! Parabéns pelas palavras !!!

  6. Alex disse:

    Bem, Flávio, você disse tudo. Lauda, com menos de 30 anos, já tinha plena consciência de coisas que a maioria, ou não aprende nunca ou descobre com 70, 80 anos. Felizmente, pude ver a segunda parte de sua carreira, na McLaren, seu terceiro título, sua ultima vitória, várias entrevistas ótimas e um pouco de sua atuação como consultor. Foi muito mais que um campeão de F-1, sua vida ia muito além daquele mundinho. Muita gente até achou que ele desdenhava de sua carreira, de suas conquistas, mas ele tinha toda razão. Quando abandonou a F-1 pela primeira vez, em 1979, foi criticado porque disse que havia outras coisas a fazer na vida, além de andar em círculos. Quem melhor que ele para dizer isso? Mais tarde, na famosa entrevista a Roberto Dávila depois de conquistar o tri em Monza, disse: “ser campeão mundial não significa nada, significa apenas que você terminou o ano da melhor forma possível” (ou seja, foi quem fez mais pontos).
    Já está fazendo falta, só em saber que não está mais entre nós. O gigante Niki Lauda, mestre dentro e fora das pistas.

  7. ms disse:

    ora…..o que falar de niki lauda a não ser que por trás daquela figura franzina e simpatica existia um verdadeiro “monstro” capaz de transformar as adversidades que a vida colocou a sua frente em fonte de motivação e inspiração para continuar seguindo em frente ficando sempre próximo e jamais se distanciando daquilo que sempre foi sua paixão e razão de sua vida: “VELOCIDADE”…..enfim….. niki lauda teve uma vida épica e heróica que deve servir de fonte de inspiração e aprendizado para outros pilotos pela postura, perseverança, e heroísmo que sempre demonstrou dentro e fora das pistas….. .

  8. Brabham-5 disse:

    Que mais essa perda entre os grandes campeões da F1 seja um motivo de reflexão para que passemos a RESPEITAR, HOMENAGEAR E REVERENCIAR MAIS OS GRANDES CAMPEÕES ENQUANTO ESTÃO VIVOS, entre nós, como PIQUET, PROST, MANSELL, STEWART, FITTIPALDI…
    Acabamos por deixar de lado alguns grandes nomes e heróis da F1 e só vamos homenagear e lembrar dos seus grades feitos quando eles se vão.
    Acho que foi o Pelé que fez um pedido certa vez, para que quem o quisesse homenagear, que o faça enquanto ele estivesse VIVO.
    É assim que tem que ser.
    Obrigado Niki Lauda.

  9. CRSJ disse:

    A Mercedes deve fazer uma Homenagem a ele em Mônaco, aliás nesse GP de Mônaco o clima vai ser um pouco de velório pela perda do Lauda.

  10. Jeferson Araújo Pereira disse:

    Depois do terrível acidente, poucos pilotos teriam coragem de voltar a correr após apenas 42 dias. Em seu retorno, o simples ato de colocar e tirar o capacete causou ferimentos imediatos.O capacete ficou manchado de sangue! É um dos maiores momentos de toda a história da Fórmula 1.

  11. Britto disse:

    FG, abriu um site pornô ao clicar em algum lugar no site. Putz, precisa resolver logo isso, senão fica difícil acessar. 21/05, 19h40.

  12. Paulo disse:

    O site continua infectado…. abre um milhão de outros sites.

  13. Sérgio Santana disse:

    O cara foi um dos maiores da categoria e é muito estranho imaginar que ele simplesmente atrasou seu embarque em 33 anos, já que parece que sobreviveu ao acidente “de teimoso”.
    Acredito que Nelson Piquet também esteja muito triste, pois eram amigos e sempre rolava uma sacanagem quando estavam próximos. Lauda é uma lenda do automobilismo!

  14. Valmir Passos disse:

    Que bela homenagem Flávio.
    Fica uma tristeza imensa. A figura do Niki Lauda fez parte da minha infância. Lembro do seu primeiro título, do acidente, da superação. Gde talento e parecia ser um gde cara, querido por todos. Vazio enorme que fica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>