SENNA, 25 (1)

RIO – O leitor Igor Rabelo me mandou pelo Twitter a reprodução da narração do acidente de Senna há 25 anos em Imola. Nilson Cesar era o narrador da Jovem Pan, emissora para a qual eu trabalhava na época, além da “Folha de S.Paulo”. Claudio Carsughi era o comentarista, nos estúdios de São Paulo. A gente, no autódromo, ficava num contêiner em cima dos boxes.

Eu acho que nunca tinha escutado isso.

Comentários

  • Uma volta no túnel do tempo, direto ao dia 01.05.1994. Triste, muito triste este dia, onde recordo o que fiz o dia inteiro, desde a hora do acidente até a hora do anúncio da morte… e com espaço para o enterro com a maior homenagem já feita a um brasileiro em SP.

  • Flavio, eu lembro dessa narração e de sua participação nos comentários. Se eu já ouvi esse áudio, você certamente também já ouviu, pois a única forma de eu tomar conhecimento dele seria por você.
    Certeza que você deve ter postado num desses posts relembrando a data…

  • Imagem do pódio do GP de Imola, 01/05/1994, com Schumacher, Hakkinen e Larini visivelmente tristes.
    Reclama o fá de Senna ainda hoje:
    “Rubinho se acidenta gravemente na sexta-feira, Ratzenberger morre no sábado e Ayrton no domingo… numa corrida que JAMAIS deveria ter acontecido, como alguém tem estômago (e cara de pau, pra dizer o mínimo) de “cumprir o regulamento” e subir no pódio?!”
    Fácil responder:
    1. Os pilotos NÃO SABIAM que Senna tinha morrido, só souberam ao final da corrida;
    2. Quem deveria ter parado a corrida era a FIA, a polícia local os organizadores da prova;
    3. Por que Senna, como o piloto com maior moral, mais famoso e com mais força politica dentre os pilotos naquele ano não se negou a correr no Domingo, já que “Rubinho se acidenta gravemente na sexta-feira, Ratzenberger morre no sábado”??? Porque era mais ambicioso do que humano. Porque não queria perder uma oportunidade deixando Schumacher marcar pontos com uma vitória e ele Senna zerar por se negar a participar da corrida.
    Fácil para os fãs de Senna enxergar só o que querem, né? É o que mais fazem. Se Senna não se acidenta e vence a corrida, NINGUÉM aqui no Brasil estaria questionando a realização da corrida e, como até hoje faz a imprensa, se c…gando para morte do Ratzenberger. Basta de tanta hipocrisia.
    Para entenderem, principalmente para os fãs de Senna que acham que a F1 começou no meio da década de 80, grandes pilotos da F1 tomaram a atitude de liderança, tomaram um posicionamento em nome da segurança da categoria chegando a ponto de não largar em uma corrida ou largar e logo abandonar por acreditar que a pista não oferecia segurança ou em solidariedade a um colega morto em acidente. Emerson Fittipaldi é um exemplo.
    Emerson Fittipaldi FEZ isso: “Há 40 anos, milhões de telespectadores, no mundo todo, ficaram horrorizados com as imagens do GP da Espanha. Assistiram, ao vivo, o modelo GH1-Ford, pilotado pelo alemão Rolf Stommelen, voar na direção da arquibancada em frente ao hoje estádio olímpico e matar cinco espectadores. Emerson Fittipaldi, da McLaren, campeão do mundo, não participou da corrida.
    – Não havia segurança no Circuito de Montjuic, afirmou ao GloboEsporte.com.”
    Mais detalhes no link: http://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/2015/05/domingo-sombrio-f-1-lembra-40-anos-da-tragedia-do-gp-da-espanha-de-1975.html?fbclid=IwAR3_QDLxniF8N3LImxfDsJW-CvZXZw6JH6BloYQ_BaJzkvzeJ5Z_tS9pwLQ

  • O rádio faz a gente voltar no tempo. Mais do que o vídeo. Ouvi essa gravação muitas e muitas vezes, (ela já tinha sido publicada aqui em 2014) não por conta do acidente horrível e tudo que derivou dele mas para me sentir de volta àquela época, que foi boa para mim, apesar de tudo.

  • O Senna tinha fama, se ele tinha a cabeleira como a do Zezé não sei. Mas que a história do Balestra tem sentido… Até a da Viviane tem sentido pois quando Senna tava vivo ela nunca aparecia e nos primeiros anos o Instituto Ayrton Senna realmente ficava em Londres.

  • Naquele Fatídico GP de San Marino 1994 não se resuma apenas na morte de Senna, ele já começa com o Grave acidente do Rubinho no dia 29 de abril, depois no dia 30 de abril passa pelo acidente Fatal de Roland Ratzenberger chegando no dia Primeiro de Maio com o acidente Fatal de Senna.
    O Rubinho pode até acender uma velinha de aniversário todo dia 29 de abril por ter sido o único sobrevivente daquele fim de semana fatídico da F-1, o Rubinho chegou a estar morto por seis minutos, por sorte os Médicos conseguiram trazer ele de volta, ter dois aniversários nessa situação nunca é demais.

  • 1:17 mexeu a cabeça senna. Era só a alma partindo.
    E pelo que me lembro na época disseram que o sangue era de uma traqueostomia. Por isso o Flávio não tava vendo massagem. Foi pior ainda o procedimento

  • Flavio apesar de voce nao o achar o melhor de todos os tempos, se nao tivesse o acidente quase certeza que teria triunfado em outros anos e ganhado mais que os 05 titulos de Schumacher, mas nao seria o heroi que sua fatidica morte o transformou..

    • Comentário tipico de uma viúva, né Augusto Besteirol?
      No mundinho ideal das viúvas do finado, impossível aceitar que assim como grandes campeões antes de Senna foram superados por outros que surgiam mais jovens e talentosos, que o finado ficando mais velho, ia seguir os passos de outros campeões e também seria superado por Schumacher. Como hoje os recordes de Schumacher e Senna foram ameaçados e superados por Vettel, agora por Hamilton e depois será por Leclerc e assim segue a vida.
      Mas os PSICOPATAS alienados fãs de Senna NÃO ACEITAM A REALIDADE.
      Por isso são tão detestáveis.

      • Bem pelo contrário Schukruzete……..vcs que se mordem de raiva pois Senna sempre aparece a frente do Alemão em todas as pesquisas na Europa, quem não entende isso são vcs! Números não são o único jeito de avaliar os grandes. Aí dá bem que há lucidez por lá!

      • Concordo com os comentários acima. Senna foi um herói que virou mártir impulsionado pela Globo midiática e pela primeira viúva Galvão Bueno.
        Se não tivesse ocorrido o acidente, o brasileirinho seria esmagado por Schumacher, da mesma forma que Alonso foi esmagado por Vettel.

      • kkkk…..que piada!!

        Senna vivo teria no mínimo 5 titulos e muito provavelmente o schukrute seria um ninguém. Quanto ao Alonso, o único piloto que disputou no mesmo nível dele foi Hamilton em 2007. Vettel é este pilotinho Fake de bosta que vcs estão vendo desde que colocou a bunda na Ferrari……..quer mais?? O alemão enfadonho NUNCA conseguiu disputar um título sequer com a Ferrari nestes 5 anos que lá está. Alonso nunca deu vexame, já o schukrute beira o rídículo……Eu sempre disse que Vettel foi carregado pela RBR do Newey entre 2010/2013….

        As mascaram um dia sempre caem, hehehe…………Chora o quanto quiser, Schukruzete!

      • Enlouqueceu, Sennafredo?

        Vettel disputou o título com as invencíveis Mercedes nos dois últimos anos, liderando boa parte de ambas as temporadas!
        Ninguém conseguiu passar de terceiro nos Mundiais no reinado das Mercedes, com exceção do alemão!

        “Viúva” tendenciosa eu ainda aceito. Mentirosa, não!

  • Prefiro a minha explicação para o acidente à teoria da barra de direção quebrada.
    Eu acho….
    Senna tinha pedido para a equipe que lhe desse a maior possível velocidade de reta. Isso se consegue tirando asa. “-Nas curvas eu me viro!” teria dito.
    Shummy vinha a poucos metros atrás, obrigando Senna a buscar o limite. Na época, vendo o filme percebi um remendo no asfalto da pista. Por mais perfeito que fosse o asfalto isso sempre provocaria uma ligeira oscilação no carro (300 km/h).
    Acredito que o carro, na oscilação provocada pelo reparo no asfalto, em vitude da mínima quantidade de ‘down force’ solicitada, “pegou” ar por baixo, algo similar a uma aquaplanagem, e escapou “sem deixar rastros” direto para o muro.
    ….Quando vi a marquinha de sangue deixada no chão próximo à cabeça já desconfiei de fatalidade.
    O resto é história.

    • Meu caro Emerson, eu nunca tinha reparado isso. Mas olhando por diversas vezes a câmera on board no carro de Shumacher é essa impressão que eu tenho também. São 4 remendos seguidos exatamente na curva tamburelo, que era uma curva de raio longo. Com o tanque cheio no começo da prova, é bem provável que com o carro muito mais pesado que nos treinos e andando no limite, o assoalho tenha se chocado com o chão e perdido totalmente o controle. Naquela velocidade não dá tempo fazer mais nada. O resto se quebrou com o choque no muro. Como bem disse: “os resto é história”. Um abraço.

      • “é bem provável que com o carro muito mais pesado que nos treinos…”
        -Plausível! E muito mais provável que a ruptura de uma solda anelar.

  • Prezado F&G: Quando o jornalista faz a narrativa de uma tragédia, o lado humano, o torcedor fica angustiado e grudado no rádio.Rádio é uma ferramenta essencial para a liberdade de expressão e rapidez na informação.

  • Há 25 anos. lutávamos contra a inflação, o desemprego, o anafalbetismo, a insegurança, com tolerância. De 2003 a 2014 encontramos o caminho que dissipou o desemprego, a queda do anafalbetismo a níveis nunca vistos, com segurança e total tolerância. Há 4 anos reacenddemos a luz da escuridão, e atualmente estamos afundando nas trevas. Não lembro de ter assistido ou ouvido Senna falando sobre política, por isso eu acho que ele se mexe no caixão com as notícias da família usando o nome dele morto enquanto apoia o caminho para as trevas com vergonhoso nível de desemprego, sem educação, e total insegurança.
    O balanço geral é que país mudou quase nada em 25 anos.