STREET ART (1): SEM RIVAIS

RIO(esqueçam) – A julgar pelo que se viu hoje nos treinos livres de Mônaco, só algo sobrenatural impede uma nova dobradinha da Mercedes domingo. Hamilton e Bottas enfiaram 0s7 na Ferrari de Vettel, o que inviabiliza qualquer disputa. A Red Bull está na dela como terceira força, com Gasly começando a mostrar algum serviço. Na turma do meio, é a vez de Toro Rosso e Alfa Romeo sonharem com surpresas. A maior candidata a decepção é a Renault.

A Mercedes sofreu um pouco em Monte Carlo nos últimos anos. Um pequeno balanço desde 2014, início da era híbrida, aponta “apenas” três vitórias do time (Rosberg em 2014 e 2015 e Hamilton em 2016; em 2017 deu Ferrari com Vettel e, no ano passado, Ricciardo com Red Bull) e “só” duas poles (Rosberg em 2014 e Hamilton em 2015; as outras foram de Ricciardo, em 2016 e 2018, e de Raikkonen, em 2017).

Pelo jeito, acertaram a mão. Para desespero dos rivais — cada vez menos rivais, diga-se.

Großer Preis von Monaco 2019, Donnerstag - Wolfgang Wilhelm

Comentários