PAULO & RICARDO (2): MAIS DO MESMO

fra195

RIO (tá cansando) – O melhor do sábado em Paul Ricard foi ver a McLaren na terceira fila, com Mini Morris em quinto e Sainz Velocidad em sexto. É a melhor posição de largada da equipe desde o GP da Áustria de 2016, quando Button largou em terceiro. Foi quase um milagre, na ocasião.

Agora, menos. O time laranja vai se acertando aos poucos com a Renault e seus pilotos são bons. Lando é uma grata surpresa e tende a escrever uma história interessante em Woking. Em quarto no Mundial de Construtores, a McLaren começa a se firmar como a primeira das outras.

[bannergoogle]A primeira fila não teve surpresa alguma, com Hamilton na pole e Bottas em segundo — 63ª vez que a Mercedes larga com seus dois carros nas duas primeiras posições. Atrás deles, Lec-lec e Verstappinho. E cadê Vettel?

Tião Italiano vive um momento bem complicado. Fez uma volta tenebrosa no Q3 e ficou apenas em sétimo no grid. Não está dando para defender. Ricardão, Olha o Gás-Ly e Giovanni Bruno fecharam o top-10.

O resto foi mais ou menos dentro do previsto. No Q1 caíram os cágados da Williams, mais Strovenga, Grojã (vai mal, muito mal) e K-Vyda Loka, que já iria largar atrás mesmo porque trocou o motor. No Q2 ficaram Turo-bon, Raikkonen (anda meio atrapalhado), Hulk, Maria do Bairro e Magnólia Arrependida.

fra192

Da turma da frente, do primeiro ao oitavo largam com pneus médios para uma única parada. É o suficiente em Paul Ricard, mas o forte calor pode incomodar amanhã. Ninguém deve esperar um espetáculo inesquecível neste GP da França. A corrida será decidida na largada. A reta é enorme e talvez Bottas tente alguma coisa sobre Hamilton até chegar à primeira curva.

Se não conseguir nada, Lewis — que fez sua 86ª pole — deve ganhar de novo.

Comentários