TOMARA

RIO(90 graus) – Pietro Fittipaldi incluiu “Haas F1 Driver” em seu perfil. Nikita Mazepin tirou Haas do perfil dele. Pode não ser nada. Pode ser tudo. Se esse russinho assediador perder a vaga porque fez o que fez, perfeito. Quanto a Pietro, é um piloto que pode correr na F-1 sem problemas. Provou isso em duas corridas sem fazer nenhuma besteira. Não brilhou, tem um currículo discreto, mas não é nenhum paraquedista.

Comentários

  • É uma pena, mas tenho certeza que a grana falará (gritará na verdade) mais alto.

    Segue o jogo, a F-1 é um negócio e “coisas menores” (entre aspas e de forma mais do que ironica) não podem atrapalhar o andamento da carruagem… ou melhor… dos carros

  • Importante atitude dos patrocinadores da Haas, de acordo com notícia veiculada no Grande Prêmio: se o russo assediador correr não vai ter grana para a equipe. Ótimo, certo? Sim, mas – sempre tem um mas – há um pequeno detalhe nesse história que, admita-se, pode ser algo apenas da minha cabeça: será que essa chantagem dos demais patrocinadores não é um recado para o pai do rapaz chamado Dmitry Mazepin comprar a equipe – o que não é difícil para um homem cujo patrimônio líquido ronda os U$ 7 bilhões ou um pouco mais de R$ 35 bilhões de reais – para manter a vaga do filhinho traquinas? Olha… Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos antes de cravar que tudo está perdido para o tal Nikita Mazepin.

  • Imagino que essa demora na demissão seja na procura por um novo piloto pagante, mas nao deve ser fácil encontrar um piloto com US$ 40 milhões e 40 pontos para correr, nesse momento que acho que o Pietro deve começar a ter chances. Sem falar que a F1 deve ver com bons olhos a entrada de um brasileiro, pois somos um importante mercado para F1. Sem muita confiança mas na torcida!!

  • Esse Mazzepin se mostrou um grande babaca, nas pistas e fora dela. É triste ver time que depende de dinheiro de piloto ficar nesse imbróligo.

    Fiquei feliz que os patrocinadores peçam pra Haas mandar o Mazzepin, e o dinheiro do seu pai, passear. E se isso acontecer não sei se o Pietro Fittipalde conseguirá os 40 milhões que o Mazzepin levou.

  • Diz a matéria que o Pietro não está com as mãos abanando não, tem o patrocínio de Carlos Slim, dono da Claro; em outras palavras, não vem de bolso vazio. Se vai fazer frente ao papai do russo… difícil, mas vamos torcer para que sim.

  • O cara mal foi anunciado e já está metido em vários escândalos e situações que colocam seu caráter à prova. Nessa primeira vez e de acordo com as declarações do Gunther, eles vão abafar o caso e ficar de olho no moleque. Na próxima, já não sei não. Essa mudança no Insta pode até não significar nada de imediato, mas convenhamos: ser reserva da HAAS já é um excelente negócio para 2021 e não são pequenas as chances dele assumir o cockpit em algum momento.

  • Claro que todo mundo, até quem não é brasileiro, preferiria o Pietro. Só que o Mazepin – acompanho F1 há mais de 30 anos e não me recordo de um piloto ser um lixo como ele – tem o pai que defeca dinheiro e a Haas precisa disso. Se pelo menos Pietro permanecer como piloto de testes, quem sabe em 2022?

  • Paraquedista não é..Agora,…puta que pariu!! ..Neto de um Bolsonarista declarado, esse rapaz nem no Brasil nasceu (e nunca morou)

    …..Seu avó deu calote, na cara dura, em metade do interior de São Paulo e sua família teve a pachorra de capturar via governo federal 1 milhão de reais ….Fora.o resto

    Fica esse currículo aí..

  • Olha, eu fiquei meio caladão nas duas ultimas corridas porque tivemos outros destaques digamos , mais importantes.

    Eu francamente fiquei impressionando com algumas coisas do novo Fittipaldi , primeiro seu ritmo pra quem tava 8 meses sem andar de patinete !!!! A pressão devia estar nas alturas porque o fator normal de uma estreia se somava ao fato de estar parado e sem a condição física necessária para F1 , na segunda corrida seu ritmo tava bom. Segundo o que me impressionou foi na entrevista, a inteligencia o conteúdo as informações que Pietro passa , salta aos olhos que não se trata de um jovem vazio .
    Eu arriscaria testa lo em uma temporada , acredito que esta ai um piloto que pode se desenvolver , um ano basta ,sou contra ficar chocando piloto, pra mim os especiais chegam e na primeira temporada dá mostras a que veio .

  • Tomara que esse russinho de merda perca o emprego. Não acho que o Pietro seja um puta piloto. Mas mostrou que até tem condição de pilotar um F1. Não sendo esse babaca do Mazepin, que seja qualquer outro.
    Mas se for Pietro, bom para nós…..