TEXANAS (1)

Pérez, P1 na no segundo treino da sexta: Red Bull se virando

ITACARÉ (sorry) – Pessoal, este “Texanas” é quase só para constar, porque daqui a pouco começa a classificação em Austin e até o terceiro. Acontece que ontem nos mudamos, eu ia escrever sobre o primeiro dia de treinos para o GP dos EUA após o “Fórmula Gomes”, mas a internet da nova casa deu uma rateada, não esperei voltar e acabei… dormindo, vejam só! Deu Pérez no segundo treino livre, para os registros. Ele também ficou com o melhor tempo do terceiro treino, já neste sábado, porque Hamilton e Verstappen tiveram suas voltas anuladas por excederem os limites da pista. Mas, ainda na sexta, é bom lembrar que o mais rápido do dia foi Bottas, pela manhã, com 1min34s874, 0s045 mais rápido que Hamilton e 0s932 à frente de Max. Os tempos de tarde não melhoraram.

Do dia #1 no Texas, destaque-se o dedo do meio que Verstappen mandou para Hamilton, a disputa juvenil entre os dois no segundo treino — com Max chamando Lewis de “idiota estúpido” –, a irritação do holandês com a equipe por tê-lo jogado na pista no tráfego (“Vou para os boxes, foda-se!”) e as trocas de motores de três pilotos: Bottas, Vettel e Russell. Como se nota, três mercedões, o que preocupa Toto Wolff nesta reta final do campeonato. Valtteri perderá cinco posições no grid porque não precisou trocar tudo — na Rússia já tinham mexido em parte da unidade de potência. Sebastian, da Aston Martin, e George, da Williams, largarão no fundo do grid.

Teve também a profusão de capacetes especiais para agradar os americanos, e alguns ficaram realmente lindos. Gostei muito dos de Norris, Russell, Bottas, Schumacher e Ricciardo — que podem ser vistos no link do Instagram indicado. Abaixo, a arte do finlandês da Mercedes, que anda todo espevitado depois que soube que iria mesmo embora da equipe. Ganhou até corrida…

Por fim, o calorão na casa dos 30 graus que pode ser problemático para os pneus, mas disso falarei mais tarde, assim como das novidades aerodinâmicas da Mercedes, que voltou a andar muito bem porque, sabe-se lá como, os caras conseguiram fazer com que a traseira abaixe nas grandes retas, diminuindo o arrasto aerodinâmico. Assim, reduzem o “rake”, que nada mais é do que a inclinação que se nota da frente para a traseira do carro.

E quem está estranhando a inscrição Acura em vez de Honda nos carros da Red Bull e da AlphaTauri, é que nos EUA a marca de luxo da montadora japonesa é muito popular e gasta os tubos em publicidade.

Por enquanto é isso. Depois da definição do grid, exatamente às 19h, tem mais um “Fórmula Gomes” e na sequência vem o textão tradicional do sábado. Estes próximos dias, até a instalação de tudo por aqui, serão meio erráticos. Não briguem comigo.

Comentários