Arquivoquinta-feira, 29 de outubro de 2009

ATÉ QUE ENFIM

A

SÃO PAULO (life is racing) – Esse fechamento de Interlagos me dá nos nervos. Finalmente, amanhã, teremos os primeiros treinos para mais uma etapa da Classic Cup. Devo andar só pela manhã, porque princesa Isabel se esqueceu de mim quando da Lei Áurea, e tenho matéria para fazer de tarde para o “Limite”. E sábado e domingo tenho rádio. E estou descobrindo que não tenho mais folgas...

SENNA EM CAMPOS

S

SÃO PAULO (fechado) – Está lá no Grande Prêmio. Bruno Senna assinou com a Campos e é o terceiro brasileiro confirmado na temporada 2010 da F-1, ao lado de Rubens Barrichello (Williams) e Felipe Massa (Ferrari). Há ainda chances para Lucas di Grassi (em alguma pequena; parece que Timo Glock vai para a Renault) e Nelsinho Piquet (em outra pequena, mas com possibilidades menores). É impossível...

LEGIONEN URBANEN

L

SÃO PAULO (invocado) – Quando fui catar a foto da Karmann para o post abaixo, achei essa outra, que não tinha sido publicada quando do Gerd Tour. Esse Opel estava no estacionamento em frente à fábrica, ao lado de um Fiat 500 amarelo que depois eu mostro aqui. A gente não vê muitos carros antigos rodando na Europa, há problemas de licenciamento, emissão de poluentes, eles estão cada vez mais...

SÓ VW SALVA

S

SÃO PAULO (tomara) – Mais uma nota “volkswáguica”, graças a notícia enviada pelo Diego Ximenez. Parece que a VW está disposta a comprar a Karmann, que está em processo de falência, fechadinha da silva em Osnabrück, como contei para vocês algumas semanas atrás durante a primeira escala do tour com Gerd rumo ao Leste. A foto abaixo foi tirada numa das portarias da fábrica. Seria...

ONE COMMENT

O

Está no site do Red Bulletin, como um resumo visual da temporada. Sei que todos vão notar o Nelsinho/Dick Vigarista, mas curti o Button/Peter Perfeito. A mola no Massa é de péssimo gosto.

DANÇOU

D

SÃO PAULO (quero correr) – Donington não vai mais sediar o GP da Inglaterra do ano que vem. Os caras fizeram muito barulho, mas não conseguiram grana para reformar o autódromo. No fim das contas, vão recolocar Silverstone no calendário, goste Bernie ou não. O que é ótimo. No que diz respeito à F-1, Donington já fez sua parte com aquele GP da Europa de 1993. O palco inglês para a categoria é...

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

outubro 2009
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031