Arquivoquarta-feira, 13 de agosto de 2008

BUUUUUUUU!!!!!

B

PEQUIM (hoje já é amanhã) – Voltei agora há pouco do Estádio dos Trabalhadores. Fui ver Argentina x Sérvia, futebol masculino. Já tinha notado ontem, no jogo das meninas, que o público chinês se comporta de maneira estranha em algumas situações. Os caras que carregam a maca, por exemplo, foram muito aplaudidos em suas três ou quatro intervenções. E o locutor do estádio também, quando...

BRASIL COM “L”

B

PEQUIM (longe do alvo) – Um arco como esse aí da foto (crédito a quem merece: o clique é do “Zero Hora”) custa 2.500 dólares. Mais os impostos, porque o aparato é importado. Brincar de Guilherme Tell não é barato, pois. Levar a brincadeira a sério, menos ainda. Por isso que Luiz Gustavo Trainini, o Brasil com “L” da nossa série olímpica, só foi mirar o alvo depois...

MADE IN CHINA

M

PEQUIM (aí é demais) – As fotos ao lado foram emprestadas do site do diário português “Expresso“. A história, suponho, já é bem conhecida no mundo inteiro. Aquela coisinha linda vestida de vermelho que cantou “Ode à Pátria” na cerimônia de abertura dos Jogos, sexta-feira, não estava cantando nada. Era playback, dublagem. A dona da voz estava em casa, vendo pela TV. É...

O CARA

O

PEQUIM (aqui do lado) – Michael Phelps ganhou mais duas medalhas de ouro hoje. Já são cinco nestes Jogos, 11 no total em Olimpíadas. Estou falando apenas em ouros. Ele já é o mais dourado atleta de todos os tempos, tendo superado hoje Paavo Nurmi, Mark Spitz, Carls Lewis e Larissa Latynina, todos com nove. Falta agora a Phelps bater a marca individual de Spitz, peixe como ele, que em...

NÃO É PIADA

N

PEQUIM (será, mesmo?) – Juro que é verdade. Os motoristas contratados pela ESPN Brasil para levar nossas equipes para todos os lados aqui em Pequim foram flagrados numa conversa de pé-de-ouvido por um de nossos tradutores. Cochichando, um deles disse que está sendo muito difícil identificar com qual repórter e qual cinegrafista ele tem de sair todos os dias. “São todos muito...

CARS*

C

PEQUIM (dominaram tudo) – A Volkswagen é patrocinadora oficial dos Jogos e fornece todos os carros usados para transporte de atletas, técnicos, dirigentes e aspones em geral. Como a blogaiada tradicional se liga em tudo que tem quatro rodas, eis algumas fotos de modelos usados pela montadora alemã por aqui. Interessante notar que a VW aproveitou a deixa para colocar nas ruas várias de suas...

A FOTO

A

PEQUIM (de lado) – Admitam: a foto ficou bacana. Ainda do Tiago Camilo, que levou os judocas brasileiros às 15 medalhas acumuladas em Olimpíadas, o que faz do judô o esporte mais “medalhado” de todos os tempos.

FALA, TIAGO!

F

PEQUIM (cinza de novo) – Tiago Camilo, terceira medalha brasileira nos Jogos, de novo no judô. Ele gravou uma pequena mensagem para os blogueiros e iGuinautas. Claro que ontem Tiago, melhor judoca do mundo em 2007, era só decepção. Afinal, perdeu um ouro ao qual era favorito. Mas a recuperação para buscar o bronze foi bonita. Então, ele merece o sorriso. Até porque não foi a Atenas/2004...

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

agosto 2008
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31