TagMassa

ACABOU A LUZ

A

RIO (sem surpresas) – Stoffel Vandoorne ainda nem tinha começado a dar entrevista para falar da sua primeira vitória na Fórmula E — e também a primeira da Mercedes na categoria, de quebra com dobradinha –, e a Venturi já fazia circular, em suas redes sociais e no seu site, o comunicado que informava a saída de Felipe Massa da equipe. O anúncio foi feito agora há pouco em Berlim...

E-MASSA

E

RIO (bancos, odeio) – A assinatura de Felipe Massa com a Venturi, anunciada hoje ao meio-dia pelo Instagram do piloto — gosto disso, Felipe não privilegia ninguém, sempre foi assim –, me parece ter um forte vínculo com a Mercedes. A empresa monegasca não é propriamente uma montadora de automóveis, mas sim uma fornecedora de tecnologia para carros elétricos. Na temporada #5 da...

FOTO DO DIA

F

Eis aí Felipe Massa de roupa e carros novos. O piloto deu algumas voltas com o carro da Stock pela primeira vez, para imagens promocionais e reportagem na TV. Correrá em dupla com Cacá Bueno na abertura da temporada, dia 10 em Interlagos.

MASSA E A STOCK

M

RIO (faz bem) – Felipe Massa vai disputar uma etapa da Stock no ano que vem, a corrida em duplas, como parceiro de Cacá Bueno. É uma boa forma de conhecer o carro melhor, já que a categoria não lhe é nenhum mistério — ele costuma ir a algumas provas, quando pode, e conhece toda a tigrada que corre lá. Trata-se de um nome de peso, mas não acho que ele tenha a intenção de correr no...

FOTO DO DIA

F

Esse é o desenho da carenagem dos quatro karts da equipe de Felipe Massa para as 500 Milhas da Granja Viana, prova marcada para o dia 16 de dezembro. Felipe não corria lá desde 2012 e venceu o festival pela última vez em 2009. O time que Massa montou é de respeito: tem Lucas di Grassi, Julio Campos, Marcos Gomes, Caio Collet, Sérgio Sette Câmara, Dudu Massa, Rodrigo Natel, Ruly Vieira, Lucas...

RÁDIO MASSA

R

Muito legal esse clipe que a F-1 postou hoje com os melhores momentos de Felipe Massa no rádio. Algumas passagens são muito engraçadas. E é um bom resumo da sua bela carreira.

SEM BRASIL

S

RIO (e daí?) – Para muita gente, é o fim do mundo. Para quem tem alguma noção da realidade, era apenas uma questão de tempo e consequência de uma série de circunstâncias que envolvem o automobilismo em geral e o nacional, em particular. Pela primeira vez, desde 1970, uma temporada de Fórmula 1 não terá um piloto brasileiro no grid. Naquele ano, Emerson Fittipaldi fez sua estreia pela Lotus...

O FIM, ENFIM

O

RIO (finais & finais) – Não lembro exatamente o que escrevi ano passado quando Felipe Massa anunciou sua aposentadoria, mas creio que deve ter sido o mesmo que vou escrever agora. Que teve uma carreira bonita, digna, que dá para ser feliz fora da F-1 e das pistas, que a decisão de parar é difícil, claro, mas sempre pessoal — e não merece contestação –, e possivelmente lhe...

CONCORDAM?

C

RIO (alguém aí já hidratou funghi secchi no vinho?) – A Evelyn Guimarães encheu o Grande Prêmio de notícias hoje e muitas delas merecem ser comentadas por Vossas Senhorias. Sem enrolar, vamos a elas: – Massa: o brasileiro disse que está pronto para tudo, continuar ou parar, mas quer uma definição logo da Williams. E contesta aqueles que afirmam que ele está fazendo um campeonato ruim...

DIVÓRCIO À VISTA

D

RIO (outro) – O tom de Felipe Massa na conversa com a Evelyn Guimarães, que está em Austin, não é outro que não o de desconforto com a Williams, para dizer o mínimo. O brasileiro não está engolindo esse vestibular com Kubica e Di Resta para 2018. Acha desrespeitoso. E é. Claro que a equipe tem o direito de colocar quem ela bem entender para correr. Mas depois de quatro anos em Grove, Felipe...

NOTÍCIAS DO FRONT

N

RIO (vamos, rápido!) – Várias notinhas hoje, que não merecem posts isolados mas são interessantes para vocês comentarem. – A Haas vai cobrar do autódromo de Sepang a conta pelo prejuízo no carro de Grosjean, que se arrebentou todo depois de pegar uma tampa de bueiro aberta nos treinos livres. Acho justo. A fatura apresentada: 750 mil trumps. – A McLaren garante que pensou bem...

FOTO DO DIA

F

Em Mônaco, Felipe Massa assiste ao GP da Hungria e vê seu substituto abandonar a prova — Di Resta parou depois de 60 voltas com um vazamento de óleo. O brasileiro teve labirintite viral e, por isso, não correu em Hungaroring. Mais de dez pessoas no paddock sofreram do mesmo mal. A organização da corrida não se manifestou oficialmente sobre o surto.

TESTEZZZ (1)

T

SÃO PAULO (tá frio) – Deu Hamilton no dia #1 de testes de inter-temporada no Bahrein. Foram 12 pilotos na pista, alguns titulares folgaram e a McLaren não andou nada de novo. É um resumo desta terça-feira. Mas o mais importante me pareceu o fim da polêmica Verstappen x Massa. O brasileiro contemporizou, disse que o moleque é boa gente e excelente piloto, que vai amadurecer com o passar do...

MASSA: FOI ASSIM

M

SÃO PAULO (tudo confuso nesta vida) – Leram o excelente material do Thiago Arantes contando os bastidores (destesto a palavra) da volta de Massa à Williams? A história é muito boa. Teve até noite passada em aeroporto. Está aqui.

FALA, FELIPE

F

SÃO PAULO (quem sabe…) – Victor Martins e Gabriel Curty fizeram uma ótima entrevista com Felipe Massa para o Grande Prêmio. Entre outras coisas, o brasileiro diz que será uma espécie de Schumacher para Stroll e que a suspensão da aposentadoria não significa que vai correr um ano só e depois cair fora de novo. Segundo ele, o chamado da Williams mudou tudo. Inclusive o desejo de parar...

NA ITÁLIA

N

SÃO PAULO (vamos acompanhar) – Apenas para registrar que, segundo apurou o Grande Prêmio, o teste de Felipe Massa com um carro da Jaguar da Fórmula E será realizado na Sicília. Achamos que seria em Enna-Pergusa, mas será em outra pista. Ainda não descobrimos o nome.

WEHRLEIN, WEHRLEIN…

W

SÃO PAULO (ufa) – O que o alemão Pascal Wehrlein fez ontem na Corrida dos Campeões, em Miami, poderia ter terminado em tragédia. Felizmente, nenhum dos envolvidos se machucou — ele e Massa, os pilotos, e os dois caronas. Mas já vi neguinho morrer assim, ao cair de cabeça em mureta de proteção. A descrição do acidente e o vídeo estão aqui. Montoya foi o campeão individual da bagaça, na...

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930