TagSchumacher

FOTO DO DIA

F

No dia 1º de outubro de 2006, Michael Schumacher conseguia, na China, a última de suas 91 vitórias na F-1. São 13 anos, já. Dá pra acreditar que passou tanto tempo?

[bannergoogle]

DICA DO DIA

D

RIO (só novidades) – Se o atual sistema de pontuação fosse adotado desde a primeira corrida da história da F-1, com os dez primeiros marcando e mais um ponto extra da melhor volta, Michael Schumacher seria o maior de todos com 3.961 pontos acumulados. Hamilton, com 3.630, estaria hoje em segundo. O melhor brasileiro? Talvez vocês se surpreendam. Assistam à animação indicada pelo blogueiro...

OS GANHADORES

O

RIO (faremos outras) – Um monte de gente mandou respostas nos comentários do post aí embaixo e assim que batemos nas 200 escolhi as duas que vão levar meus livros. Os dois ganhadores serão contatados por e-mail para eu pegar os endereços e tal. Muita gente teve a leitura — corretíssima — de que a foto da turma da Benetton no final de 1991, quando o time demitiu Moreno para...

ONE QUESTION

O

O que é que vocês veem nessa foto? Se chegarmos a 200 respostas nos comentários, vou escolher duas delas para mandar de presente à autora/autor meus dois livros — um exemplar de “O Boto do Reno” (LetraDelta, 2005) e um de “Dois cigarros” (Gulliver, 2018). Portanto, caprichem nas respostas.

PROMOÇÃO ENCERRADA

P

SÃO PAULO (caramba!) – Pessoal, a promoção do post abaixo de compra do meu livro com desconto, dedicatória, autógrafo e frete grátis está encerrada. Como muito mais do que 20 responderam — e em poucos minutos –, meu editor mandou um novo lote para eu autografar, então ninguém vai ficar sem livro. A Gulliver vai entrar em contato com vocês para orientar sobre pagamento e tal. A...

DESAFIO LITERÁRIO

D

RIO (fervendo) – Vamos misturar automobilismo com literatura? Seguinte… Temos um lote de 20 unidades do meu romance “Dois cigarros”, lançado no ano passado, em promoção para a blogaiada. Os 20 primeiros que responderem a pergunta abaixo poderão comprar o livro com desconto por R$ 35, frete grátis, dedicatória e autógrafo do bonitão aqui. Para participar, é preciso, antes...

KEEP FIGHTING

K

MOSCOU (saudade do cara) – Uma exposição permanente sobre Schumacher foi aberta em Colônia, perto de onde ele nasceu. Luca di Montezemolo, seu presidente na Ferrari, dá uma pequena entrevista emocionada no link enviado pelo Rafael Rego. É incrível não haver nada parecido com o acervo de Senna no Brasil — aberto ao público, claro. Nem de Piquet, Emerson, ninguém. As pessoas não dão a...

O PÓDIO

O

RIO (eu vi) – Do alto desses degraus, 14 títulos vos contemplam. OK que, na época, eram “apenas” seis — três de Prost, três de Senna. A história da única corrida que teve Prost, Senna e Schumacher no pódio está aqui. Foi o GP da Espanha, em Barcelona, disputado exatos 25 anos atrás, no dia 9 de maio de 1993. [bannergoogle]Cobri essa corrida pela “Folha” e...

FOTO DO DIA

F

Com “grid girl” e tudo, Schumacher diante do carro que, naquele dia, lhe daria a primeira vitória na F-1. À esquerda, seu empresário Willi Weber, de jaqueta azul, que segundo consta não teve mais contato com o piloto desde o acidente. Acho que nem preciso dizer onde e quando foi tirada essa foto, preciso? Mas vocês podem dizer também.

QUATRO ANOS

Q

RIO (só torcer) – Da mesma forma que a cada 1º de maio somos impelidos a falar de Senna, a cada 29 de dezembro, desde 2013, nós que trabalhamos com automobilismo nos sentimos na obrigação de falar de Schumacher. Ele não morreu, ao menos não do ponto de vista legal. Mas apagou há quatro anos num tombo de esqui e nunca mais acordou. É quase a mesma coisa. Sua situação — já devo ter...

ONE QUESTION

O

A Ferrari F2001 que deu o tetra a Schumacher foi leiloada na Sotheby’s por R$ 24 milhões, tornando-se o F-1 de coleção mais caro de todos os tempos. A pergunta: por que a gente nunca consegue saber quem comprou? Aproveitando, pergunta para vocês: se pudessem comprar um F-1 antigo, qual seria?

MICHAEL & MICK

M

RIO (calma, Beth, calma) – Vai ser emocionante, domingo. Mick Schumacher vai dirigir em Spa, antes da corrida, o carro da Benetton com o qual seu pai conquistou o título mundial de 1994. Na ocasião, também será celebrado o 25º aniversário da primeira vitória de Schumacher na F-1 — ela aconteceu no dia 30 de agosto de 1992, na Bélgica, debaixo de chuva (foto ao lado). Era apenas seu...

MARMELADA, 15

M

SÃO PAULO (o grande erro) – Hoje faz 15 anos de um dos episódios mais polêmicos da história da F-1: a marmelada da Ferrari no GP da Áustria de 2002. Para quem não lembra: Barrichello dominou o fim de semana todo, liderava a corrida e a equipe mandou que ele cedesse a posição a Schumacher, que vinha em segundo. Depois de muita discussão pelo rádio, o brasileiro esperou a última volta, a...

FOTO DO DIA

F

Sebastian Vettel vai usar um capacete com desenho especial no GP da China neste fim de semana, lembrando a última vitória de Schumacher na F-1 — justamente em Xangai, em 2006. Homenagem mais do que merecida. Aparentemente, será parecido com o da foto ao lado, que Sebastian já usou algumas vezes para lembrar do heptacampeão mundial.

COMO SCHUMI

C

SÃO PAULO (olho nele) – Esteban Ocon usa um capacete igual ao de Michael Schumacher. “Vou usar sempre, ele mudou a história da F-1”, falou o jovem francês da Force India a Thiago Arantes em Barcelona. A entrevista ajuda a conhecer melhor o rapaz, que nem cogitou ocupar a vaga de Rosberg na Mercedes — embora seja piloto com carteira assinada em Stuttgart. “Só tenho...

NÃO DIGA

N

SÃO PAULO (agora?) – Quase 15 anos depois da papagaiada do GP da Áustria, Ross Brawn, então diretor-técnico da Ferrari, vem a público para dizer que a ordem de equipe a Barrichello “foi um erro”. [bannergoogle]Bem, nem sei se é a primeira vez que ele fala nisso, mas sempre é bom reforçar o tamanho da cagada. Se os mais jovens não se lembram, estávamos em 2002 e Schumacher seria...

TRÊS ANOS

T

SÃO PAULO (e nada sabemos) – Hoje faz três anos do acidente de Schumacher na França. Lembro do post que escrevi na época — nem preciso procurar. As notícias não davam conta da gravidade dos ferimentos. Ao contrário, as primeiras informações que chegavam eram tranquilizadoras. E escrevi que ninguém deveria criticar o cara por sua “vida loka” — se quisesse andar de...

CANALHA

C

SÃO PAULO (sem tamanho) – Segundo a imprensa alemã, um cara tirou uma foto de Schumacher na sua cama em casa, na Suíça. E saiu por aí tentando vender para veículos de comunicação.
Felizmente ninguém comprou.
E tomara que peguem esse cara. Não há limites para a escrotidão.

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

novembro 2020
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930