Arquivomaio 2016

VAI SER FÃ ASSIM…

V

SÃO PAULO (meio exagerado…) – O Luiz Fernando Pereira, de Curitiba, recebeu as quatro fotos acima e disse que o remetente não deu maiores detalhes. Bom, saber onde é, é fácil. Algum daqueles prédios do Campo Belo que dão vista para o esqueleto mais caro do planeta. Trata-se do metrô de superfície que deveria ter ficado pronto em 2014, ficou para 2018 — claro que não vai ficar...

NADA CONTRA

N

SÃO PAULO (de boa) – O Tulio mandou o vídeo abaixo, quase se desculpando. “Sei que você não gosta de arrancada…” etc. Não é bem assim. Acho, em geral, uma competição pobre. Mas acho, em geral, bacanas esses dragsters americanos. E ninguém é obrigado a gostar de tudo, afinal. “Ah, mas você tem preconceito com arrancada no Brasil!”, alguém vai estrilar —...

BOM NEGÓCIO

B

SÃO PAULO (vou me preparar) – Alexander Rossi embolsou 2,5 milhões de obamas, o que dá pouco mais de 9 milhões de temers-golpista, pela vitória em Indianápolis. Vinte dos 33 que largaram colocaram na conta mais de um milhão de obamas. Quem ganhou menos faturou 714 mil dinheiros americanos. Não dá para reclamar. As 500, de fato, distribuem dinheiro a rodo. Fiz uma conta rápida a partir do...

VAI TER TRETA – II

V

SÃO PAULO (como sempre) – Já na Itália, a Ferrari levou pancada de todo lado da imprensa. Primeiro, porque o carro, segundo os jornalistas da Bota (salve, Lancellotti!), é ruim. E a equipe “saiu dos trilhos”. A “Gazzetta”, ligada à Fiat, até isenta Vettel — diz que é muito piloto para pouco carro, nesta temporada. Já o “Corriere” detona o alemão...

VAI TER TRETA – I

V

SÃO PAULO (puxa vida) – Sinceramente, as posições que a Sauber tem ocupado são tão irrelevantes que nem sei se vale a pena esticar o assunto. Falo da treta entre Ericsson e Nasr em Mônaco. Para lembrar: ao brasileiro, que estava em 15º, foi pedido que desse passagem ao sueco, em 16º. Alegação: Felipe estava mais lento. Ele não deixou. Alegação: no momento em que começaram a pedir para...

FOTO DO DIA

F

A pista de Baku, que recebe o GP da Europa em junho — colocando o Azerbaijão no mapa da F-1 –, foi experimentada pela primeira vez por um piloto azeri de nome quase impronunciável: Gülhüseyn Abdullayev. O carro usado foi um GP3. Se eu tiver de escrever o nome desse moço no futuro, vou pedir aumento.

QUERIA SER ELE

Q

SÃO PAULO (monstro) – Já falei aqui que Jay Leno é tipo… um modelo de gente. Que homem! Pô, o cara trabalha vinte e tantos anos numa das maiores emissoras de TV dos EUA, apresenta o talk show mais visto e influente de todos os tempos, ganha os tubos, monta uma das maiores coleções de carros do planeta e… ao se aposentar, se diverte com eles. E grava uns vídeos. Aliás, não tem...

SEMPRE O CELULAR…

S

SÃO PAULO (tinha 4G?) – O holandês Tom Coronel, veteraníssimo na área, foi multado pela FIA em 5 mil euros na sexta-feira. Isso porque depois de fazer sua volta de classificação em Nürburgring pelo WTCC, resolveu falar com os fãs através de uma transmissão ao vivo pelo celular. O piloto da Chevrolet, em sua página no Facebook, pediu ajuda aos torcedores para pagar a multa. Está quase...

FOTO DO DIA

F

“WOW! Congratulations to our Reserve Driver @AlexanderRossi. Incredible achievement winning #Indy500 Enjoy your milk!” Foi assim, pelo Twitter, que a Manor registrou a vitória de seu piloto de testes em Indianápolis. Depois, foram mais sete tuitadas para festejar o resultado. Por fim, a ilustração acima, na página do time no Facebook. Tudo muito justo.

SOBRE ONTEM DE MANHÃ

S

SÃO PAULO (non stop) – A vitória 44 do #44 foi considerada por ele como a melhor de todas. Não saberia avaliar. Foi bonita, sem dúvida, pela aposta na parada única e na longevidade dos pneus ultramacios. Muitas corridas são definidas por decisões dos pilotos. Essa foi uma delas. No ano passado, uma orientação da Mercedes tirou a vitória de Hamilton lá mesmo, em Monte Carlo. Ele não se...

ROSSI!

R

SÃO PAULO (ironias da vida) – Alexander Rossi fez sua carreira praticamente toda na Europa. Começou a namorar a F-1 em 2009, quando conseguiu um dia de testes com a Sauber. Andou também na Lotus/Caterham, sempre em testes, correu na GP3, na GP2, na Renault 3.5, até ser vice da GP2 no ano passado, quando a Marussia lhe deu a oportunidade de disputar cinco GPs. Pode não ter feito nenhum...

DANS LA RUE (4)

D

SÃO PAULO (c0mecem) – Na quinta-feira, Hamilton deu a letra. Ao usar os pneus ultramacios, alegadamente grudentos e aderentes e velocíssimos e pouco resistentes, o inglês comentou: eles são legais, mas duros demais. Aí, no GP de Mônaco que acabou agora há pouco, o cara enfia uma sequência de 47 voltas com uma borracha que, na melhor das hipóteses, deveria durar 20. E ganha a corrida. Nada...

O HALO

O

SÃO PAULO (afemaria) – Só para registrar, parece que será mesmo o Halo a proteção adotada pela FIA para a cabeça dos pilotos da F-1 a partir do ano que vem — e imagino que, se isso acontecer, é algo que deverá ser seguido por várias categorias de monopostos. A avaliação é que a trapizonga testada pela Ferrari é mais fácil de introduzir do que o Aeroscreen experimentado pela Red Bull...

DANS LA RUE (2)

D

SÃO PAULO (sei) – “Sábado tem pole da Mercedes”, escreveu o sabichão aqui quinta-feira. Ô. Bom, não teve. O que teve foi uma volta anormal de Ricardão, para cravar 1min13s622 e fazer a primeira pole-position de sua carreira. Sim, primeira. Até então, tinha quatro segundos lugares em grid — Austrália e China em 2014, Cingapura em 2015 e China de novo, neste ano. Abrir a...

VIXE

V

SÃO PAULO (pode ser, pode ser…) – Rapaz, a imprensa internacional já anda falando que Massa está conversando com a Renault para o ano que vem. Ele e Bottas encerram seus contratos com a Williams no fim da temporada. Uma coisa parece certa: a Renault vai atrás de alguém mais gabaritado que a fraca dupla Magnussen-Palmer para 2017. Com regulamento novo e tal, o negócio é pegar alguém...

O JEJUM

O

SÃO PAULO (vergonha…) – Faz 15 anos que a Ferrari não ganha um GP em Mônaco. Vocês já tinham se dado conta disso? Acho meio que um vexame… A última foi de Schumacher, em 2001 — aquela corrida em que Bernoldi ficou horas à frente de Coulthard, o pole, que teve problemas antes da largada. Barrichello terminou em segundo e Irvine, de Jaguar!, em terceiro. O mau retrospecto to...

TONY, O POPULAR

T

SÃO PAULO (voto nele) – Se tiver de parar de correr, Tony Kanaan pode tranquilamente sair candidato a prefeito de Indianápolis.
É a conclusão a que chegou Victor Martins, depois de checar a popularidade do brasileiro na cidade. Vencedor das 500 em 2013, Tony diz também que pode correr mais uns quatro anos na Indy, que o corpo aguenta.
A reportagem está aqui.

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

maio 2016
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031