TagBarrichello

NO RÁDIO

N

RIO (legal, bem legal) – O Pedro Araújo me mandou o vídeo acima com a íntegra do GP da Alemanha de 2000, primeira vitória de Barrichello na F-1 — que fez 20 anos semana passada. Foi colocado sobre as imagens o som da nossa transmissão pela Jovem Pan. Alguns detalhes legais merecem ser lembrados. O Vander Luiz estava narrando a prova, com o afastamento temporário do Nilson César...

FOTO DO DIA

F

RIO (tem ele falando naquela fita, acho) – Hoje faz 25 anos do terceiro lugar de Barrichello em Aida, no GP do Pacífico, seu primeiro pódio na F-1. O primeiro de 68, número que faz dele o oitavo piloto com mais troféus na categoria. Foram dois pela Jordan, quatro pela Stewart, 55 pela Ferrari, um pela Honda e seis pela Brawn. Das seis equipes que defendeu, só a Williams não o viu entre os...

BOA NOTÍCIA

B

[bannergoogle]RIO (então, acelera!) – Evitei tocar no assunto nas últimas semanas, porque envolvia uma situação delicada de saúde, e não sou médico. Mas agora podemos falar, aliviados, do que aconteceu. Rubens Barrichello teve uma dor de cabeça forte no fim de janeiro nos EUA, teve de ser internado por alguns dias e corria o risco de não disputar a prova de abertura da Stock, marcada para...

TUDO & NADA

T

SÃO PAULO (é sempre assim, um ou outro) – A seção “Na Garagem” de hoje lembra o histórico dia 21 de outubro de 2007, em Interlagos. Foi quando Kimi Raikkonen conquistou o título mundial pela Ferrari — último da equipe italiana, diga-se — com grande ajuda de Felipe Massa e apenas um ponto à frente dos dois pilotos da McLaren, Hamilton e Alonso, que no final daquela...

O GRANDE ACHADO

O

RIO (ganhei o ano) – Primeiro foi o Gabriel Araújo quem avisou pelo Twitter. “Achei o que estou procurando há anos, a corrida inteirinha!”, escreveu. A corrida inteirinha é o GP da Alemanha de 2000. A primeira vitória de Rubens Barrichello, quase 17 anos atrás em Hockenheim. E o achado deve ser creditado ao Edu Cesar, um louco por rádio esportivo que sabe-se lá como encontrou a...

FOTO DO DIA

F

RIO (adoro essas coisas) – Nosso mestre Rodrigo Mattar publicou a foto deste diorama com o carro que Rubens Barrichello vai guiar em Le Mans ao lado do velho Jan Lammers, 61, e Frits Van Eerd, 49, dono de supermercado — não um mercadinho qualquer, ele é dono do Jumbo, que patrocina o Team Nederland. Aliás, Mattar faz no seu blog um trabalho espetacular de apresentação de pilotos e...

MARMELADA, 15

M

SÃO PAULO (o grande erro) – Hoje faz 15 anos de um dos episódios mais polêmicos da história da F-1: a marmelada da Ferrari no GP da Áustria de 2002. Para quem não lembra: Barrichello dominou o fim de semana todo, liderava a corrida e a equipe mandou que ele cedesse a posição a Schumacher, que vinha em segundo. Depois de muita discussão pelo rádio, o brasileiro esperou a última volta, a...

NÃO DIGA

N

SÃO PAULO (agora?) – Quase 15 anos depois da papagaiada do GP da Áustria, Ross Brawn, então diretor-técnico da Ferrari, vem a público para dizer que a ordem de equipe a Barrichello “foi um erro”. [bannergoogle]Bem, nem sei se é a primeira vez que ele fala nisso, mas sempre é bom reforçar o tamanho da cagada. Se os mais jovens não se lembram, estávamos em 2002 e Schumacher seria...

FOTO DO DIA

F

É do Miguel Costa Jr. e mostra o #72 que fez a pole para a 20ª edição das 500 Milhas de Kart, que acontece amanhã a partir das 22h na Granja Viana. Rubens Barrichello fez o tempo de 1min00s109 e vai tentar vencer a prova pela décima vez. Tony Kanaan, Gaetano Di Mauro, Rafael Suzuki e Arthur Leist correm com ele. Serão 44 karts no grid.

FOTO DO DIA

F

Eis o carro que Barrichello vai pilotar nas 24 Horas de Le Mans do ano que vem, na LMP2. A equipe é holandesa e os companheiros serão os veteranos Jan Lammers e Frits van Eerd. Rubens vai adorar esse negócio.

FOTO DO DIA

F

A terceira pole de Barrichello no ano, hoje em Goiânia. Ele está 44 pontos atrás de Felipe Fraga, que larga em terceiro na primeira prova de amanhã. A briga pelo título ainda está aberta. A cobertura está no Grande Prêmio, como sempre in loco. A foto é do gênio Miguel Costa Jr.

FOTO DO DIA

F

Nos últimos metros, Barrichello passou Khodair e venceu a corrida 2 de Cascavel hoje — que seria de Thiago Camilo, não fosse uma pane seca na última volta. A diferença foi de 0s061, sensacional. Foi a terceira vitória de Rubinho na categoria. Cacá Bueno ganhou a primeira, em grande duelo com Marcos Gomes. E Felipe Fraga lidera o campeonato. Foi um ótimo fim de semana para a categoria no...

O JEJUM

O

SÃO PAULO (sim, já) – 13 de setembro de 2009. Em Monza, Rubens Barrichello vence o GP da Itália com a Brawn. É a 101ª vitória de um piloto brasileiro na F-1. A centésima, alguns meses antes, fora dele, também. Depois disso, não se escutou mais “ouviranduipiranga” no pódio. Domingo, esse jejum completou 2.458 dias, empatando com a maior estiagem de vitórias brasileiras na...

HERMANO BARRICHELLO

H

SÃO PAULO (grande atração) – Rubens Barrichello foi procurado pela Renault argentina para correr pela marca nos 200 Km de Buenos Aires, a sétima etapa do Super TC2000 — marcada para o dia 31 de julho no autódromo Oscar y Juan Gálvez.
Pediu 25 mil dólares e um treino para conhecer o carro.
A Chevrolet soube e está tentando atravessar a negociação.

RUBINHO, 15

R

SÃO PAULO (das maiores) – Espero que Barrichello tenha se lembrado do dia. Certamente lembrou. Até eu, ano passado, lembrei — por que o Gabriel Araújo descolou a gravação das últimas voltas daquela corrida pela Jovem Pan, o azar do Vander, a volta do Nilson (está tudo aqui neste post). Hoje é tipo aniversário quase redondo, 15 anos, motivo de sobra para comemorar e relembrar, portanto...

FOTO DO DIA

F

A legenda é da assessoria de imprensa. O Campeonato Sul-Americano de Kart Rotax terminou hoje no Kartódromo Internacional de Santa Catarina, em Florianópolis, com domínio brasileiro. Foram seis títulos do Brasil, contra um da Argentina. Entre os campeões, destaca-se Rubens Barrichello, que conquistou o título da categoria DD2. Este é o segundo título de Rubinho em um Sul-Americano de Kart. Ele...

DEU RUBENS

D

SÃO PAULO (em primeiro, desta vez) – O Grande Prêmio consultou seus leitores para saber deles quem foi o melhor piloto sul-americano surgido depois da morte de Senna. Ganhou Barrichello, seguido por Montoya e Gil de Ferran. Não sei se concordo com esse resultado, não. Gil teve uma carreira sólida. Ganhou em Indianápolis, foi bicampeão da Indy. Montoya, idem. Com boa passagem pela F-1, muito...

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

novembro 2020
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930