CategoriaColunas Apex

ANDRE, 250

A

SÃO PAULO (faltam umas caipirinhas) – Falo menos do que devia, aqui, das colunas “Apex” do Andre Jung. É que a velocidade da vida anda passando um pouco dos limites. A gente fica com tantos “compromissos” (já explico as aspas) que acaba eliminando alguns porque simplesmente não cabe mais tudo em 24 horas. As aspas, porque incluo na lista dos atuais...

PARA PENSAR

P

SÃO PAULO (mas ninguém pensa) – Muito boa, como sempre, e muito pertinente, como sempre, a discussão proposta pelo nosso batera Andre Jung a respeito da precocidade dos pilotos de F-1. Mais especificamente, a respeito do absurdo que é dar um carro de F-1 a um menino de 17 anos, como será feito com Max Verstappen no ano que vem. Por mais que ele seja um gênio, algo possível, é uma...

JUNG, 200

J

SÃO PAULO (parabéns!) – E hoje nosso batera Andre Jung publica sua 200ª coluna no Grande Prêmio! E o tema, ilustrado pela sempre linda Marta Oliveira, mulher do Andre, é a pressão que uma hora vai recair sobre Felipe Massa. Na opinião do colunista, o GP da Espanha foi uma das piores corridas do brasileiro, que não tem justificado a confiança que recebeu da Williams. É, de fato, um ano...

SER & ESTAR

S

SÃO PAULO (impecável) – Brilhante a coluna do nosso batera Andre Jung sobre os eventos de Sepang no fim de semana. O “is faster than you” da Alemanha com Alonso foi bem diferente do “is faster than you” da Malásia com Bottas, é o que conclui Jung. Simples assim.
Para ler a coluna, é só clicar aqui.

BOA, ANDRE!

B

SÃO PAULO (parceirão) – Antes de mais nada, e para não perder o colunista, aviso que sim, vou dobrar os vencimentos do Andre Jung, para que sua coluna Apex faça 11, 12, 15, 20 anos por aqui. Na de hoje, a última da temporada (Andre escreve sempre após os GPs), ele fala sobre os dez anos de colunismo no Grande Prêmio. Aos quais somos gratos, muito gratos, pela precisão de sempre, pelo olhar...

DOMÍNIO DO FATO

D

SÃO PAULO (no alvo) – Como sempre, minimalista e preciso nosso batera Andre Jung ao resumir a trajetória recente da Red Bull e de Vettel. A coluna Apex pós-Cingapura está aqui.
E vocês atentaram, como Andre, para o fato de que o primeiro carro com as cores da Red Bull a vencer uma corrida não foi da Red Bull, mas da Toro Rosso? Pois é. Com Vettel ao volante, e não outro.

FRIGIDEIRA FRIA

F

SÃO PAULO (até quando?) – Muito interessante a reflexão de nosso batera-colunista Andre Jung em sua coluna pós-GP da Alemanha: Depois de ter recuperado velocidade, Felipe permanece inconstante, cometendo erros estranhos e desperdiçando oportunidades. O suporte que a Ferrari tem proporcionado ao brasileiro é um caso único na história da equipe, notória por fritar diversos pilotos. É a mais...

EL CID

E

SÃO PAULO (ah, a internet, os servidores, as hospedagens…) – A coluna Apex do nosso Andre Jung está no ar, ilustrada pela Marta Oliveira. Um trechinho: Heróis, já disse um tal de Flavio Gomes, são médicos, bombeiros policiais e até homens comuns, quando lutam para salvar vidas alheias, às vezes pondo a própria em risco. Esportistas milionários recebem esse título com frequência e...

COLUNAS A GRANEL

C

SÃO PAULO (aos poucos) – No processo de mudanças do Grande Prêmio, agora abrigado no portal MSN, teremos algumas colunas novas, muitas de pilotos e/ou ex-pilotos, ainda por estrear. E outras da turma da casa, como Andre Jung (Apex), Coluna do Capelli (Ivan Capelli), Motorsphere (Felipe Giacomelli) e Superpole (Victor Martins). A minha, Warm Up, volta amanhã. Algumas já estão no ar e o link...

INTERLAGOS BY JUNG

I

RIO DE JANEIRO (segue lindo) – Faltou ontem o tradicional link para a coluna pós-GP de nosso batera Andre Jung. Pois aqui está, sobre a corrida do Brasil. Que foi chatinha, como diz o Andre. Restou pouco mais do que as voltas de Piquet de Brabham, com a bandeira do Vascão.

ABU DHABI BY JUNG

A

SÃO PAULO (bom resumo) – Já em clima de fim de campeonato, aqui está a coluna do Andre Jung pós-GP de Abu Dhabi. Destaco o trecho: “2011 confirmou a genialidade de Vettel, consagrou Button como craque e reafirmou a categoria de Alonso, os três ofuscaram seus companheiros de equipe.  Entre os novatos, Di Resta, Maldonado e Sergio Pérez mandaram muito bem, o resto foi o resto mesmo...

A HORA DE PARAR

A

SÃO PAULO (sempre chega) – Tema da coluna do nosso batera Andre Jung hoje: as especulações sobre a chegada de Kimi à Williams e o futuro de Barrichello. Para ler, aqui. Para comentar, voltem ao blog!

JUNG, 150

J

SÃO PAULO (parabéns, brother!) – E não é que nosso batera Andre Jung chegou à 150ª coluna no Grande Prêmio? Demais, uma honra para todos nós! Na desta semana, Andre fala de Vettel, claro, e suas proezas. E, como sempre, vê o que ninguém viu: como é que os alemães da Mercedes e da BMW foram perder talentos como Schumacher e Vettel para uma fabricante italiana de carros para milionários e...

FUTURO SOMBRIO

F

SÃO PAULO (e pior é que concordo) – Nosso batera Andre Jung não está lá muito otimista para a temporada 2012. Para ele, o quadro não será muito diferente do de 2011, a julgar pelo que vem acontecendo neste campeonato. Um trecho, no qual dá uma pincelada nos principais pilotos do grid, começando com Vettel, claro: Todos os demais decaíram em relação à temporada passada. Mesmo Massa, que não...

JUNG E MONZA

J

SÃO PAULO (é rápido, sim) – Monza, o templo da velocidade, é o tema da deliciosa coluna Apex do nosso batera Andre Jung hoje. Histórias da pista, seus mitos e lembranças, passando por Emerson, Senna, Piquet, e chegando até Vettel, vencedor da prova de domingo.
A ilustração é da Marta Oliveira. Excepcional, como de costume.

JUNG E SPA

J

SÃO PAULO (hoje tá tudo picado…) – Olha lá a coluna Apex do nosso batera Andre Jung, sobre o GP da Bélgica. Ele fala bastante sobre Bruno Senna e decreta: se o rapaz quer vingar, que tape os ouvidos para o que se fala dele no Brasil. Sábio conselho.

HUNGRIA BY JUNG

H

SÃO PAULO (um quarto de século, já?) – É, já se vão 25 anos do primeiro GP da Hungria. Nosso batera Andre Jung se espanta com a passagem do tempo, como todos nós. Parece, mesmo, que foi outro dia que a F-1 desembarcou do lado de lá do Muro. E 25 anos depois, Button prova que é o cara quando as condições de uma corrida são instáveis e confusas. Está tudo na coluna Apex de hoje.

VERDADE…

V

SÃO PAULO (como sempre, olhar preciso) – Para nosso colunista-batera Andre Jung, a Red Bull tem um carrão, sim; mas não é qualquer um que vence com ele. É preciso ser… Vettel. E num dia “normal”, Sebastian não conseguiu ganhar em casa. A coluna Apex da semana está aqui.

APEX NO AR

A

SÃO PAULO (não há acasos) – Três “derrotas”, todas para campeões mundiais. É o detalhe sobre a campanha de Vettel que não passou despercebido pela pena do nosso batera-colunista Andre Jung. Sua coluna pós-GP da Inglaterra está aqui.

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

outubro 2020
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031