TagInternadas

INTERNADAS (29)

I

SÃO PAULO (já foi melhor, mas poderia ser pior) – Ali no cantinho esquerdo da foto, ao fundo, onde se vê algo que parece uma mochila preta, é uma pia com uma bancada de granito. Ali eu costumo deixar minha bolsa do capacete, a do macacão e a mochila do computador, bem encostada no canto da parede, para não molhar quando alguém precisa abrir a torneira por algum motivo. Debaixo da bancada...

INTERNADAS (28)

I

SÃO PAULO (vai, Lusa!) – O manto da noite já caiu por aqui, embora estejamos no horário de verão. E faz um frio desgraçado. E muitas equipes estão lá embaixo acelerando motores para estourá-los, como de hábito quando acaba um campeonato. São meio sádicos, os mecânicos. Podiam deixar um para mim, unzinho. Mas que nada. Todo ano eles estouram motores, passam de giro, fazem um barulho...

INTERNADAS (27)

I

SÃO PAULO (mas valeu, sempre vale) – É esquisito quando não chove em Interlagos. Depois de dois dias debaixo d’água, justo hoje ficou seco. E ninguém tinha ido nem até o estacionamento lá embaixo sem pneu de chuva, portanto as referências, informações, acertos e mandingas eram todas para água, água e mais água. Só que não choveu, e como eu (e o resto do mundo) disse ontem, no seco não...

INTERNADAS (26)

I

SÃO PAULO (relaxem) – Antes de falar da corrida, de novo, algumas palavrinhas sobre a presença da Glenda Kozlowski como entrevistadora do pódio. Ah, essas redes sociais… Todos malhando a menina, como se fosse alguma aberração. Não foi. OK, ela começou mal, numas de animadora de auditório, mas logo sacou que não era o caso, se aprumou e tocou o barco. Vettel sugeriu que ela falasse...

INTERNADAS (25)

I

SÃO PAULO (calma, tem tempo) – Antes de falar da corrida, uma nota importante. Há uma possibilidade de a reforma de Interlagos, que será feita no ano que vem, mude bastante em relação aos planos já divulgados. Em vez de uma nova área de box e paddock na Reta Oposta, pode ser que a Prefeitura opte por reformar os boxes atuais. Se for mais barato, diz o prefeito Fernando Haddad, isso será...

INTERNADAS (23)

I

SÃO PAULO (fazendo hora) – Última corrida de temporada sempre tem despedida de alguém ou de alguma coisa. Hoje, Massa se despede da Ferrari, Maldonado da Williams, Pérez da McLaren, Hülkenberg da Sauber, e possivelmente Di Resta da Force India, Pic da Caterham, Kovalainen da Lotus… E Webber da F-1. Dessas despedidas todas, algumas não serão muito lembradas no futuro. Afinal, se Pic...

INTERNADAS (22)

I

SÃO PAULO (nossa, como vocês cresceram!) – Só uma curiosidade antes de entrar na cobertura do GP do Brasil com o pé no peito… A Williams acaba de divulgar esta foto de fim de temporada, com o pessoal que está aqui em Interlagos. Tem quase 80 pessoas, comecei a contar, mas me atrapalhei, e agradeço a quem fizer a conta direitinho porque sempre me atrapalho nessas contagens. Essa é a...

INTERNADAS (21)

I

SÃO PAULO (cadê chuva?) – Só podem estar sacaneando com o Webber… Esse aí é o vídeo de despedida dele da Red Bull? Gravado com câmera de celular pré-pago e com 34 segundos de duração?
Pobre canguru.
Ah, bom dia. Hoje é o “race day”, como a gente gosta de dizer. Sempre pinga uma certa ansiedade. Mas, no meu caso, a ansiedade está mesmo é na Fonte Nova. Até já.

INTERNADAS (19)

I

SÃO PAULO (hoje volto cedo) – Longa tradição deste blog, já de uns dois dias, vamos ao resumo do sábado em tópicos, porque fica mais fácil de ler. E de escrever. A ordem dos tópicos é aleatória, não de importância. Na medida em que vou lembrando, vou escrevendo. Assim como vou escarafunchando meus rabiscos e encontrando uma anotação aqui, outra ali. A eles, então. 1) Hülkenberg na Force...

INTERNADAS (18)

I

SÃO PAULO (e no fim, mais do mesmo) – A loucura de sempre e o resultado de sempre. Depois de 45 minutos de espera pelo Q3, Tião, o alemão, encerrou as atividades do sábado em Interlagos com mais uma pole-position. “Olê!”, gritou pelo rádio, com circunflexo no “e”. A exemplo do que acontece pelo mundo afora, confundiu português com espanhol. Depois, até se desculpou...

INTERNADAS (17)

I

SÃO PAULO (pra embrulhar peixe já não serve) – Acabou o primeiro treino do dia, último livre, desimpedido e sem censura do fim de semana. Com muita, mas muita mesmo, água na pista, Webber fez o melhor tempo, 1min27s891. Grojã, Kovalento, Sapattos, Heisenberg, Verme, Gutierros, Maldanado, Resta Um e Fútil fecharam os dez primeiros. Todo mundo reclamou de aquaplanagem e das dificuldades para...

INTERNADAS (15)

I

SÃO PAULO (começou e está molhado pacas) – Na linha “capacete que vou usar na despedida”, aí está o de Mark Webber para seu último GP na F-1. Olhei, olhei e não vi nada de diferente. Mas posso estar enganado. Vai que tem alguma coisa no forro…

INTERNADAS (14)

I

SÃO PAULO (nem pra forrar gaiola, mais…) – Bom dia, petizada. De saída para Interlaken, apenas para informar que a chuva que caía ontem à noite segue caindo agora de manhã, e se essa classificação das 14h for realizada com pista seca, será um milagre. Então, pode-se esperar algo diferente na hora de definir o grid, porque aqui, muitas vezes é questão de sorte sair dos boxes no exato...

INTERNADAS (13)

I

SÃO PAULO (hasta) – Hora de fechar a sala de imprensa, como de hábito. E também uma enroladinha aqui não faz mal nenhum, já que a cada minuto que passa o trânsito lá fora fica menos pior, teoricamente. Como fiz ontem, segue um breve resumo comentado dos fatos do dia em Interlagos e adjacências: 1) Sabem aquela frase “ainda bem que é sexta-feira”? Não vale para GP do Brasil. É o...

INTERNADAS (12)

I

SÃO PAULO (um horror) – OK, vamos dar uma moral para Mark Webber. Afinal, é o último fim de semana em que poderei chamá-lo de Canguru Desolado, Marsupial Deprimido e coisas do gênero. Gosto dele, bom piloto, cara correto, sério. Em Interlagos, ganhou duas vezes. Bem que poderia se despedir com vitória, seria uma choradeira e tanto. Sim, cangurus também choram, eu lembro que Webber chorou...

INTERNADAS (11)

I

SÃO PAULO (e já parou, claro) – A chuva atrapalhou bem, e ela é bem gozada em Interlagos. Espera dar a hora do treino para começar. Exatamente a hora, e desaba. E quando o treino acaba, vai embora. Pobres pilotos e equipes, que assim ficaram debaixo d’água por 90 minutos na segunda sessão de hoje, que teve, na primeira meia hora, pouquíssima coisa acontecendo na pista. E pobres dos...

INTERNADAS (9)

I

SÃO PAULO (na água) – Sem maiores incidentes, terminou agora o primeiro treino em Interlagos. Com chuva, claro. Ontem, a esta hora, a temperatura era de 60 graus. Agora temos uns 5. O tempo enlouquece o pessoal aqui. Mas não é novidade, portanto, que se virem. Pista molhada o tempo todo, e assim o teste com os protótipos de pneus Pirelli para 2014 foi por água abaixo. Rosberguinho...

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930