MENU

domingo, 24 de novembro de 2013 - 19:39F-1

INTERNADAS (28)

nadas1bSÃO PAULO (vai, Lusa!) – O manto da noite já caiu por aqui, embora estejamos no horário de verão. E faz um frio desgraçado. E muitas equipes estão lá embaixo acelerando motores para estourá-los, como de hábito quando acaba um campeonato. São meio sádicos, os mecânicos. Podiam deixar um para mim, unzinho. Mas que nada. Todo ano eles estouram motores, passam de giro, fazem um barulho desgraçado, e inutilizam o que não vai mais ser usado. Ainda mais esses V8 aí, que só vão servir para milionários que, no futuro, comprarem alguns dos carros de 2013 para suas coleções particulares.

Sendo assim, vamos ao resumo do domingo em tópicos, como de hábito. Tentando não pular nenhum número.

1) Números oficiais de público no fim de semana, de acordo com os organizadores: 13.830 na sexta, 49.822 ontem, 66.823 hoje. Algumas considerações. Não duvido que esse número de ingressos tenha sido vendido, não mesmo. Porque essa conta inclui as entradas vendidas ao povo em geral e aquelas compradas por empresas que fecham alguns setores, as arquibancadas corporativas. Mas não havia 66.823 pessoas aqui hoje nem a pau. O Setor G tinha dois de seus quatro gomos muito vazios. Alguns desses setores comprados por empresas estavam às moscas, e o que mais me chamou a atenção foi o vermelho da Shell, no S do Senna. Ninguém, uma coisa deprimente. Esses ingressos são comprados pelas firmas, que os distribuem a empregados, fornecedores, amigos, amantes, apaniguados, afetos e desafetos. Quando nem com ingresso de graça o sujeito tira a bunda do sofá para ver uma corrida de F-1, é que tem alguma coisa bem errada com a F-1. Nunca vi um GP tão vazio e esvaziado. É algo que os envolvidos precisam aceitar, primeiro, se querem mudar o rumo das coisas. E isso não é só no Brasil, não.

2) Atenção, a informação é extra-oficial, porque não tenho acesso aos números finais do Ibope. Mas o que me disseram é que a corrida deu 12 pontos na Globo. A média do ano foi de 8,1 pontos, segundo li na “Folha” dia desses. A F-1 perdeu 60% de sua audiência na TV nos últimos dez anos. É só porque não tem brasileiro ganhando? Tenho cá minhas dúvidas, embora todos saibam que o público brasileiro na TV gosta mesmo é de uma vinhetinha com eco, e quando não tem, prefere fazer outra coisa. Mais um dado que os envolvidos têm de estudar. E parece que também não é só no Brasil, não.

3) Falando de TV ainda, não vi, mas acompanhei pelo Twitter. Barrichello no grid penou com um microfone defeituoso. Confere? Problema hidráulico? Falou da avó, que sabe quando vai chover em Interlagos com dias de antecedência? Pediu emprego em alguma equipe? Sim, estou sendo maldoso. Sempre fui.

4) Detalhes que merecem registro, antes da largada: os mecânicos da Red Bull com chapéus australianos no grid em homenagem a Webber e os mecânicos da Ferrari numa espécie de corredor polonês na saída do box de Massa, aplaudindo o brasileiro quando ele deixou a garagem para seu último GP com carteira assinada em Maranello.

5) Massa que passou xingando todo mundo pelo pit-lane quando pagou seu drive-through. Considerou “inaceitável” a punição. Bom, sei lá. A regra é clara, como diz aquele juiz da TV. A pergunta é: mais alguém fez aquilo? Eu não vi, os comissários também não. Paciência.

6) Chorou ou não chorou? Webber tinha lágrimas nos olhos na sua volta aos boxes sem capacete. Mesmo que não estivesse chorando, veríamos lágrimas. O vento quase arrancou seus olhos das órbitas. Carro de fórmula aberto sem capacete é foda. Nem mais, nem menos. Na velocidade que for.

7) Na coletiva pós-corrida, o Canguru Desolado ganhou uma bandeira do Brasil assinada por todos os pilotos. “É como um troféu para mim”, disse, snif snif. E quem entregou a ele, e aparentemente foi quem teve a ideia, foi Bernie Ecclestone. Que, segundo relato da suprema Evelyn, pediu autorização ao oficial da imprensa da FIA para fazer a entrega. É m velhinho simpático, Bernie, embora muita gente não goste dele.

max19

Chilton, todo orgulhoso: deu 19 sem tirar de dentro.

8) Vejam, tivemos mais um recorde hoje! Chilton terminou as 19 corridas de que participou. Nunca um estreante terminou tantas provas seguidas, sem nenhum abandono. Caiu a marca de Tiago Monteiro de 2005, 18 GPs até o fim em sua temporada de estreia. Bela merda, dirá alguém. Mas é um recorde, uai. E como a Marussia foi a última equipe da história a usar motores Cosworth, é algo para ser registrado. Ano que vem, os marússicos vão usar motores Ferrari. A Cosworth se despede zerada, mas pelo menos sem quebrar em corrida com o piloto inglês. Mas Chilton fechou a temporada como último colocado absoluto. Cinco pilotos terminaram com zero ponto: ele, seu parceiro Bianchi, a dupla da Caterham Van der Garde e Pic, e Kovalainen. Mas seu melhor resultado foi um 14°, e depois um 16°. Kovalento conseguiu dois 14°s. Van der Garde fez um 14° e três 15°s. Pic, dois 14°s e dois 15°s. E Bianchi, um 13°. O que vale é sempre o melhor resultado no desempate, tipo medalha de ouro em Olimpíada. Se o cara faz um segundo lugar e abandona 18 corridas, ganha do outro que, sei lá, é décimo colocado em 18 corridas e abandona uma.

10) Falando em recordes, Webber deve deter algum de micos históricos. Hoje, no pódio, escorregou e tomou um capote que, obviamente, foi registrado pelos fotógrafos. Esse aí embaixo.

capotedowebber

Webber e o mico do dia: quase a Porsche perde um piloto.

11) Mais um, negativo. Não um recorde, propriamente, mas uma marca bem negativa para a McLaren. A equipe terminou a temporada sem um pódio sequer. O último campeonato em que o time passou sem um trofeuzinho foi o de 1980. O quarto lugar de Button, em compensação, foi a melhor posição da McLaren no ano. E ele mereceu, guiou pacas.

12) Nove das 11 equipes marcaram pontos na temporada. Marussia e Caterham foram as únicas que zeraram. Incríveis, as nanicas. Desde 2010, quando estrearam, nunca pontuaram. A Hispania faliu antes. Mesmo assim, as duas disputaram corrida a corrida o décimo lugar no Mundial, que dá uma ajuda de custo de transporte na temporada seguinte. Ano passado, graças a Petrov, lembram dele?, a Caterham chegou na frente. Neste ano, foi a Marussia. Graças a o13° de Bianchi na Malásia. O melhor resultado da Caterham foi 14°, três vezes.

13) Uma demonstração de como a Red Bull, Vettel, na verdade, nadou de braçada em Interlagos, está no tempo perdido no segundo pit stop do alemão, que em nada afetou seu resultado final. Nem de longe. A primeira parada tomou dele 22s510. A segunda, 32s899. E ele ganhou com mais de 18s para Alonso, o terceiro colocado.

14) Mesmo tendo feito nove pontos mais que a Mercedes em Interlagos, 21 x 12, a Ferrari não conseguiu o vice entre as equipes. Os alemães ganharam o duelo por seis pontos, 360 x 354.

E sem mais nada a declarar, creio que disse tudo. Se sobrar alguma coisa, volto. Possivelmente com aquela despedida melosa acompanhada de alguma foto dos caras desmontando as coisas nos boxes. Pegam bem, essas notinhas de encerramento de cobertura meio tristonhas.

92 comentários

  1. Victor Rodrigues disse:

    Button acho que nasceu em São Paulo. Nunca vi um piloto entender tanto de Interlagos. Ainda me lembro dele pilotando barbaridade com a BAR em Interlagos, fechando a segunda metade do ano como piloto mais pontuador.

    Button é fera demais.

  2. Caco disse:

    Esse negócio de estourar os motores é verdade mesmo???

  3. Flavio, estive no setor A. Depois que ouvi pela transmissão da rádio Bandeirantes qual foi a punição de Massa, tive a pachorra de ficar 10 voltas só olhando pro mesmo lugar da punição.

    Uma Caterham, uma Sauber e duas Red Bulls fizeram igualzinho, só nas 10 voltas que perdi com isso. Uma das Red Bulls, que eu reparei, foi o Webber. A outra Red Bull que passou no mesmo lugar duas voltas depois, não tenho certeza se foi o Canguru novamente ou se foi o Tião, pois tinha um carro ao lado sendo ultrapassado pelo Touro Vermelho e encobriu o capacete. Como diria o mesmo juiz, a regra é clara, Massa deveria ser punido, mas não só ele.

    Como diriam meus amigos. Puta falta de sacanagem, foi de cair o cu da bunda, para os que ficaram desde sexta tomando chuva e esperavam, sim, por um pódio do brasileiro.

    Não é só por pachequismo (muitos lá na bancada só vão pra ver brasileiro se dar bem), assisto a F1 independente de ter brasileiro ganhando ou não, é por tudo que se pintava na despedida do Massa da Ferrari.

    Acho que muita gente no mundo torcia por isso, Webber primeiro, alguém em segundo (tanto faz El Segundón, Féttel, Hamilton Moonwalker, Rosberg Paquita, Grojã, etc), e Massa em terceiro. Seria como o final feliz da novela das 21:00h, mas não, um cabaço da investigação foi flagrar só o Massa passando lá. Esse sem noção deveria fingir que não viu e pronto, como muitas vezes fizeram quando o Alonso ou o Schumacher aprontavam. Pior, pelo que vi no VT na TV, o Webber foi alertado sobre isso… horas, porque foi alertado? No mínimo viram e não falaram nada porque era despedida dele da F1, já pro sósia do Zacarias, punição…

    Sempre tem um babaca querendo jogar água no chopp! Aposto que a mulher desse comissário tá chifrando ele na Europa, Zé Ruela!

    Independente disso, para quem vai no autódromo, a maior despedida mesmo foi a do som do V8… esse sim fará muita falta ano que vem, dando lugar ao novo motor com som de escova de dente elétrica com liquidificador velho de padaria.

  4. Rodrigo Paes disse:

    Não é possível que não tenha ninguém na Globo com um inglês melhor que o da Glenda Kozlowski. Uma tristeza a entrevista dela com os pilotos no podium. Sem contar que estava totalmente mal posicionada, atrapalhando os pilotos…. Não deve ter visto sequer uma entrevista de podium durante toda a temporada…

  5. Reinaldo Bascchera disse:

    O capacete não fez falta ao Webber na volta aos boxes depois da bandeirada, mas teria ajudado no pódio….acho que vão propor que os pilotos usem o capacete no pódio como medida de segurança….

  6. Marcio disse:

    Não fiz as contas, mas acho que a penalização do Massa custou uns 20 milhões de dólares à Ferrari. Se ficasse em 3º e 4º a Ferrari era vice nos construtores…
    Ninguém fala que esses “errinhos” do Massa durante o campeonato custaram esses 20 milhões. E por isso ele foi demitido…

  7. eduardo disse:

    Aqueles que são apaixanados pelo automobilismo cabem na tv a cabo,simpatica despedida do Webber a quem eu munca adimirei mas respeito como piloto veloz mas não um grande campeão,o Barriquelo foi idiota de tentar continuar em vez de se despedir o que seria uma bela festa porque ele é muinto querido no meio,o Perez que é odiado por todos não teve nenhum elogio apesar de fazer uma corrida no mesmo nivel do Button

  8. seuboguinha disse:

    Até para fazer os ‘zerinhos’ há uma diferença entre o Massa e o Vettel. Enquanto o alemão produz ‘zerinhos’ redondinhos, perfeitos, quase simétricos, com o carro sob controle; o Massa fica jogando a traseira do carro para lá e para cá, sem conseguir completar os círculos e com o motor batendo no limite de giros o tempo todo.
    Só para constar.

  9. Ulisses disse:

    De uma coisa tenho certeza, a F1 precisa diminuir urgentemente essas punições idiotas.
    Não estou defendendo o Massa, houveram outras babaquices nesse GP e ao longo de todo o ano.
    Estão precisando urgentemente fazer um mestrado na Nascar!
    É muita frescura, as vezes escuto uma dessas, levanto e vou fazer outra coisa melhor do que ficar vendo pilotos competitivos serem punidos por isso.
    E essa história do zerinho, é verdade mesmo isso? Não se pode mais fazer essa “comemoração”?
    PQP, daqui a pouco vão proibir as ultrapassagens, afinal, são muito perigosas! Ter que brecar no fim da reta emparelhado com outro carro e depois entrar em uma curva em alta velocidade, na frente dele, que vem correndo atrás, muito perigoso isso!
    Aliás, a corrida de ontem tinha que ser interrompida na volta 42, tinha um Quero-Quero na grama do Pinheirinho!

  10. Ulisses disse:

    A Fórmula 1 está ficando artificial demais, infelizmente.
    Para nós que amamos tanto essa história de corrida de automóveis, tanto faz sol, chuva, frio, com brasileiros, sem brasileiros, carros “digitais”, volantes eletrônicos ….. se pudermos melhorar tudo, tanto melhor, deixar a coisa mais verdadeira, mais próxima da gente, de quem paga e consome toda essa paixão (como fazem muito bem os americanos com tudo o que eles organizam por lá) enfim ….. para quem gosta (exceto o preço abusivo dos ingressos), a gente sempre acaba indo.

    Que existe uma crise de “espectadores” na F1 contemporânea na maioria dos países “Sede” mundo afora, parece não existir dúvidas. Mas uma coisa tenho certeza, aqui no Brasil, de cada 10 amigos/parentes/conhecidos que tenho, 7 dizem que não se interessam mais pela F1 porque não tem nenhum brasileiro ganhando.
    “Eu assistia F1 na época do Senna, depois que ele morreu não vi mais”, é o que eu tenho escutado desde 1994.

    • Ulisses disse:

      Agora, aqui entre nós, apenas elucubrando um pouco, sem entrar no mérito de quem é melhor, quem corre mais, quem tem os melhores pilotos, melhores carros, etc etc … se organizassem uma corrida de Indy em Interlagos (sabendo ser impossível), não duvide de que “aquilo” encheria de gente, até o talo.

      • Raí disse:

        Pois é…mas porque a Indy não vai rolar por aqui nem mesmo no sambódromo de 2014?

        Será que o sambódromo não comporta público até o “talo”??

        A Indy é “tão melhor” né?

      • luiz alberto disse:

        Talvez seja saudosismo;pois os carros da Indy de 2013 são muito semelhantes tecnologicamente aos F1 de duas décadas atras.

      • Ulisses disse:

        Raí, não disse que a Indy é melhor. Ela apenas tem mais brasileiros que a F1, acho que atrairia mais a atenção da grande maioria se tivesse uma prova em Interlagos. Opinião minha, apenas.
        Estou no grupo dos que gostam de qualquer coisa que ande em quatro rodas (pode ser em 3 ou 2) e acelere bem, tendo brasileiros ou não.
        Se tiver brasileiro, melhor, obviamente.

    • Seinfeld disse:

      “Eu assistia F1 na época do Senna, depois que ele morreu não vi mais”, é o que eu tenho escutado desde 1994.”

      AS PESSOAS QUE DIZEM ISSO NUNCA FORAM FÃ DE F1. SÃO TIETES DO SENNA.

      NÃO ASSISTIAM(E ACOMPANHAVAM) F1 NEM NA ÉPOCA DE PIQUET OU FITTIPALDI.

      E esse “tipo” de espectador não faz a menor falta. Tomara que nunca mais assistam a F1 e nunca mais toquem nesse assunto F1. Seria um alivio.

      • marcio sousa disse:

        A verdade, Seinfield, é que há muitos especislistas em F1 como você que acompanha o esporte, entende de motores, etc. Mas quem enche os autódromos são os torcedores, os fãs que vão torcer para o piloto do seu país. É natural que o Brasil não tenha mais público de F1 com tanto resultado ruim nos últimos 20 anos. O povo não tem culpa de não gostar de f1 porque brasileiro não ganha, porque o Senna morreu… Torcedor é assim mesmo, em qualquer esporte.

        Tenho certeza que se um piloto brasileiro vencer umas duas corridas seguidas (o que é praticamente impossível nos próximos anos) o interesse pela F1 vai voltar. Mês passado, num churrasco na casa de amigos, de repente começamos a discutir sobre F1 o que me deixou animado por ver que o brasileiro ainda acompanha meio que distante. Porém, torcer, lotar autodromos, aumentar o IBOPE, só com um piloto da terra vencedor.

      • Victor Rodrigues disse:

        Que presença ilustre

  11. Billy the Kid disse:

    O grande problema da F1 é que ela se tornou um espetaculo voltado para a televisão,perdeu a espontaniedade,é claro que tudo tem que ter organização mas na F1 é exagerado,não pode isso,não pode aquilo… Eu sinceramente não vejo um futuro muito longo para a F1,ela esta perdendo sentido,acho que o futuro das corridas é o mundial de endurance ou o Fia GT que hoje atraem muito mais as montadoras que a F1.

  12. Emerson disse:

    Rubens? Teve momentos patéticos, mas dois que eu balancei a cabeça foi: dizendo pro Galvão que ainda pretende fazer sua despedida da Formula 1 (sim, ele não desistiu ainda) e a outra foi a explicação dele sobre a cor da pista: “quando está preta não está cinza, está verde” (Hã?)

  13. Max disse:

    Bem besta esse chororô do Massa. Errou, paga. Mais ridículo ainda é reclamar que se não fosse a punição, o Alonso o deixaria passar… Se quer chegar no pódio, faça por merecer na pista. Foi contar com o ovo na bunda do Alonso, deu nisso. Perdeu a oportunidade de fazer uma festa bonita com a torcida.

    Melhor foi o Webber, chegou de cabeça erguida, mesmo em segundo lugar, muito bacana isso. Soube também aproveitar o momento de forma diferente e especial, acredito que ele faria o mesmo, independente da posição que chegasse. Só faltou dar uns zerinhos. Nota 10 pra ele.

  14. ricardo disse:

    Se assistir o gp pela TV estava difícil, imagina ouvir pelo rádio. Ouvi boa parte da corrida pelo rádio. Primeiro, pela Bandeirantes. Terrível, só gracinhas e auto-elogios. Mudei para a CBN, onde estavam o Razia e a Bia Figueiredo. Terrível, só gracinhas e, pior, um festival de preconceitos com as mulheres-pilotos. Desliguei.

    • Estava no autódromo e, para entender o que estava acontecendo na corrida (aqueles telõezinhos não te ajudam em nada) ouvi a Bandeirantes no celular. Muito triste o pinto que chegou a Bandeirantes. Como você disse, só auto-elogios e, 80%, sem fundamentos. O tal do Odnei Edson fez uma piada tão sem graça em um dos treinos, que eu fiquei com vergonha alheia. Foi querer fazer piada com pessoas com Mal de Alzheimer… um otário perfeito…

      Aliás, falando em falta de informação, se o Flavio Gomes pudesse dar uma dica para o Chico Rosa, nesta nova reforma bem que poderiam colocar um placar eletrônico tipo o totem que tem em Indianápolis bem no meio do Autódromo que desse para ser visto por todos, poderia ser ali no bico de Pato ou na parte do circuito antigo, paralelo à na subida do lago onde o Peres bateu sábado. Basta colocar o número do carro que está em tal posição, pronto, já ajudaria demais.

  15. Gustavo Terra Targino disse:

    F1 sem graça –
    1- Punição ao Massa. Pra que? Avisa e diz pra não repetir
    2- As pistas são chatas, cheia de chincane e freadas com cotovelos
    3- Velocidade final em reta dos carros é ridicula tbm, as motos andam mais rápido
    4- As disputas de posições são cheias de regrinhas, sempre sobra uma punição
    5- Treinos sã enfadonhos, pq não tem pneu pra andar.
    6- As tramissões da rede globo são insuportáveis
    7- Os replays a partir da 3a volta durante mais de 1´tbm tiram qq um do sério

    Tem muito mais, mas são as que lembro de bate e pronto

  16. Seinfeld disse:

    Uma dúvida atormenta minha cabeça:

    Ayrton Senna “desenhou”, “criou” o S do Senna de Interlagos?

    Palavras do Galvão. Alguém (ISENTO DE PAIXÃO) confirme, por favor.

    • PedroL disse:

      Pelo que sei foi ideia do Ayrton o “S” e acabou ficando S do Senna.

    • Allez Alonso! disse:

      Verdade, a pedido a Erundina. Eu acho.

    • Koorioso disse:

      Sim, a sugestão parece que foi dele mesmo.

      • luiz alberto disse:

        E eles acabaram com um dos traçados mais perfeitos que existia,com curvas de todos os tipos de raios e velocidade,a reta de hoje é simplesmente a metade do que era o reta principal que terminava no temido bacião.
        Mas o mais interessante é que após a destruição do traçado original e a morte de Senna o país jamais teve um piloto com estirpe de campeão,observem Buarichello e Massacrado,os dois não tem tipo de campeões,não tem aquele olhar de quem sabe do que é capaz, não tem porte e as atitudes de vencedores,o maximo que poderiam ser era mesmo serem segundos pilotos de suas equipes,quem pensou diferente,se deixou levar pelo ufanismo galvaneonico(eu também cometi este erro,até um certo GP,onde ficou evidente toda a sua fragilidade de determinação)

  17. guest disse:

    Sobre o item 3, uma novidade: o companheiro do Rubinho, o Luciano Burti, inventou (e repetiu por toda a transmissão, para alegria do Galvão) uma tal de “pista verde”, que não se trata de uma pista para palmeirenses, mas da pista “não emborrachada”.

  18. Peter Perfeito disse:

    Por que vcs que tanto criticam não fazem o favor de ano que vem não assistirem mais a F1 também (já que tá tão chata, desinteressante), que enxergam tanto defeito, acham os carros “feios”… e também deixarem de ficar de mimimi neste blog?

    Ô POVO CHATO!

    Se não gosta, não assiste P…RRA! Vai reclamar com o Bernie Ecllestone!!

    Deixa a gente que curte em paz!

    • Koorioso disse:

      Até quando vcs vão curtir?

      Se deixar, daqui a pouco os caras vão estar sentados no box, controlando o carro por controle remoto… Ou então vão criar cada vez mais regras malucas, tipo molhar o asfalto, “chase” com 10 disputando o título, corrida do milhão valendo tudo ou nada, etc, etc, etc…

      Faz 30 anos que eu acompanho esta bagaça, e nunca tinha dormido vendo corrida. Neste ano dormi numas 4 ou 5. E não perdi nada!

  19. Claudio Aun disse:

    Minutos antes da laragada a imagem das arquibancadas de frente aos boxes várias cadeiras vazias ,achei estranho mas agota ta explicado, o povo deu uma banana para os preços abusivos da F1

  20. emerson57 disse:

    estive no camarote do santander . ao contrário dos outros,
    l-o-t-a-d-o ! bom serviço, pessoal atencioso, parabéns a todos.
    tv : ninguém tolera mais o gavião/globobo. a grobo pensa que o protagonista é ela e não vettel! #osacoarrebenta #calabocagavião
    minha solução imagem tv, narração rádio.

  21. Peter Perfeito disse:

    Não é difícil entender porque os locais destinados a quem tem INGRESSO DE GRAÇA estavam praticamente vazios ontem. E não é por falta de brasileiros vencendo, nem “decadência da F1”.

    Acontece que o tempo estava com cara de chuva e frio já logo cedo. Se vc PAGA (E NO BRASIL É MUITO CARO!) pelo ingresso da F1, se você dá valor ao seu dinheiro, vai com chuva, com frio…afinal saiu do seu bolso e vc não quer perder o dinheiro.

    Agora, se é um “presente” que vc nem mesmo pediu…vai pegar trânsito, desconforto, frio, gastar pra comer… pra quê?, se passa na tv ao vivo????

    E o Felipe Massa tem mais é de se mancar. O err ode ontem é só mais um “descuido” com certos detalhes que ELE MESMO COMETEU E SÓ PREJUDICOU A ELE MESMO.

    Por isso, que quando abre a boca pra chiar da preferência da Ferrari pelo Alonso, ou para reclamar qualquer coisa do carro, muitas pessoas já não levam mais á sério.

    Vejam se Alonso e os outros pilotos na grandes equipes cometem tantas “vaciladas” como o Massa.

    O cara faz a burrada e só culpa os outros. O que ele queria? Que a organização da prova “desse um jeitinho” porque era sua última corrida na Ferrari e ainda em seu país e fizesse “vistas grossas”???

    Na mais fez do que mostrar o quanto nosso povo é “diferente”.

    Descumpridor de “regras” e/ou leis…Mimimi quando é punido…e sempre esperando benefícios por ser “simpático”.

    E que se danem os pachecos, se não gostam da minha opinião.

  22. PedroL disse:

    Com relação a audiência, qdo falei no post da semana passada que a F1 estava muito chata, os anti ufanistas desceram a lenha com a velha e conhecida teoria de não haver pilotos brasileiros brigando pelo título, eu disse que uma coisa não tem nada haver com a outra, vide os números em outros países.
    O fato é que a F1 vem perdendo telespectadores ano após ano, são vários os fatores que contribuem para que as pessoas deixem de acompanhar as corridas, vide os exemplos citados nos comentários de Golins e Koorioso.
    Eu sempre torci pelos brasileiros, e torço de uma maneira fanática mesmo, chuto a mesinha, xingo de ladrão os comissários e etc…por outro lado, sou fissurado pela F1, gravo os treinos de sexta-feira para assistir a noite. Acompanho a Nascar e o DTM há muito tempo, e todos que gostam realmente de automobilismo sabem que você acaba escolhendo um piloto para torcer indiferentemente da sua nacionalidade, o que pesa realmente é o espetáculo.

  23. Matteoni disse:

    A diferença da Mercedes pra Ferrari foi de 6 pontos. O Massa em 4º, ao invés de 7º, teria ganho mais 6 pontos. E os carros da Mercedes chegariam 1 posição atrás do que chegaram. Ou seja, quantos milhões perdeu a Ferrari?

    Viceonso pira!

  24. Douglas Amorim Pereira de Arruda disse:

    Faltou comentar os “zerinhos”. Vai ter punição? Vão “perder” quantas posições em 2014 (Webber na Porshe).

  25. O Massa deixou a Ferrari seguindo o seu roteiro original, Frustrado! O Webber guardou uma última doce lembrança do Pódio, uma Queda Livre sem Paraquedas! Esse ano acabou bem mais cedo com a Fórmula Vettel tendo como campeão dos outros o Alonso que pescou um terceiro lugar sem ter que ajudar o paparicado Massa! 2013 já foi! Que 2014 seja mais satisfatório para o torcedor mundial, e que o Brasil consiga alguma sobrevida na categoria ultrapassando um Fim que está cada vez mais próximo de acontecer.

  26. Guilherme disse:

    Salvo engano, o Schumacher também já levou um tombo no pódio.

  27. Fernando disse:

    A Glenda é linda, simpatica e tem um belo de um nariz, mas estava muito nervosa. Tinha que ter dado um tapa numa vodka pra dar uma desembaraçada…

    • Paul disse:

      Gosto é Gosto Fernando, mas nao acho ela linda, nem simpática…é mais ou menos…magrela ao extremo e chatinha…mas que tava nervosa tava e tomou um “Toco” do Vettel no pódio….Glenda: -Come Here Sebastian….Vettel:-Não não fale com o Mark antes….Glenda(burrona): – Come Here……Vettel não se mexeu…e disse de novo p/ ela falar com Weber primeiro….Aí ela foi até eles….vai..sua bestinha quem tem de ir até eles é você…come Here o cacete como diria o Ancelmo(De O GLOBO !!!!) hahaha…esse povo Global acha que manda em todo mundo….vai p/ globo onde teu marido é manda-chuva…chatinha…

  28. Guilherme disse:

    Já tive o prazer de ir a Interlagos 6 vezes, sendo a última em 2005. Não fui mais por falta de grana. Conheço algumas pessoas que ganham ingressos todos os anos para setores mais caros ou mesmo para as arquibancadas corporativas. De todas essas, nenhuma assiste ou gosta de F1. Alguns até já foram uma vez para fazer negócio, matar a curiosidade, agradar o cliente (ou chefe) que lhe deu o ingresso, ou apenas para se exibir e dizer que foi. Porém, na quase totalidade das vezes, deixam de ir e sequer oferecem para quem eles sabem que gosta e que tem vontade de ir. Preferem “perder” os ingressos a presentear alguém como eles foram presenteados. Conheço quem é apaixonado pelas corridas muito antes de eu nascer e nunca conseguiu ir, uma pena.

  29. Luis disse:

    Malemal, esse recorde do Chilton é legal, Não é muito criativo, vocês diriam “corta”, mas rima, que é o que importa,

  30. Fernando disse:

    Quando a Mariana perguntou pro Rubinho no grid, que se algum piloto nao voltasse do banheiro, ele poderia pilotar… Rubinho ficou calado, só pensando no Flavio Gomes: “Desapega!!!”

  31. Fernando disse:

    Rubinho no grid é divertido, e a Mariana Becker tava toda querendo tomar uma encochada.

  32. sandro disse:

    A parada não fez diferença porque o Webber que era o segundo ficou parado esperando o vettwl sairve o Alonso entrou junto. Se um dos dois tivessem continuado na pista tinha ganho a posição do Vettel

  33. Rafael Chinini disse:

    sobre o público!
    anos anteriores tiveram ingressos esgotados, esse ano não. e como são BURROS!
    eu procurei, fiz de tudo pra comprar um ingresso só pra sexta feira e não consegui!!! POR QUE VENDER INGRESSO SÓ PARA 3 DIAS????
    queria gastar pouco, matar a vontade de ver os carros, e ir num dia sussegado como é de sexta. e não consegui.
    preferem ficar sem vender ingresso, do que vender só alguns? ou mais baratos?

    pra variar…um monte de gente com vontade de ir na corrida, e um monte de ingresso sobrando. agora aparece aquele monte de nego falando “ah! o vizinho do fulano tinha mas não foi”…”o zézinho ganhou ingresso vip plus, mas não gosta de corrida”…bah!

  34. alexandre traple disse:

    Se o Massa não fizesse aquela bobeira, a Ferrari seria vice?

  35. Sanzio disse:

    Você bem que podia ter filmado os caras estourando os motores… :-/

  36. Tatoo disse:

    Pai do Lusa, corrige o item 14… Em Interlagos Ferrari 21 x 12 (e não 19) Mercedes…

    Registro: a cobertura do Grande Premio está demais, como sempre… Não espero nada diferente de vocês, seus canalhas!

  37. Marcelo Pacheco #49 disse:

    Sim, o Rubinho tinha um microfone que numa corrida não marcaria pontos, ele respondeu ao Massa que a avó falou que choveria depois da corrida e disse que alguém na arquibancada gritou “volta rubinho”.

  38. Julio Cesar Ruthes disse:

    Flávio, em relação à corrida, achei legal pelo nível da temporada. Penso que 2013 acabou para a F1 sem deixar saudades, diferente do que vinha acontecendo entre 2007 e 2012. Vale lembrar que no passado recente tivemos algumas disputas bem interessantes, com o título sendo disputado pau a pau até o fim do campeonato.
    Quanto ao público menor em Interlagos, quem vinha acompanhando a atual temporada não deve ter sem empolgado o suficiente encarar a ida ao GP, principalmente quem é de fora de São Paulo. A audiência da TV, na minha opinião, ainda é reflexo da “Era Schumacher”, isso sem falar na mania de querer bajular os brasileiros, mesmo quando estes não são os melhores. A F1 não está na mídia diária assim como o futebol. E ano que vem será ainda pior com a Copa do Mundo.
    É só pegar como exemplo a própria Rede Globo. Com o Globo Esporte “segmentado”, nem as reportagens de Mariana Becker ou Marcelo Courrege vão ao ar. Pelo menos é isso que acontece em Curitiba, onde moro. Apenas uma nota de poucos segundos aparece no dia seguinte às corridas, ou seja: no principal jornal esportivo da emissora que possui os direitos de transmissão, a F1 é relegada ao segundo ou terceiro plano.
    Vou parando por aqui e peço desculpas pelo texto mais prolongado. Mas acompanho a F1 desde os meus 5 anos de idade (hoje estou com 32) e gosto muito deste esporte. Acho que está chegando a hora de uma ampla reformulação em vários aspectos, pelo bem categoria para satisfazer os milhões de fãs espalhados pelo mundo inteiro.

  39. AGS disse:

    Tem dois lados da coisa..
    Uma, é ficar quase 3 meses..sem F1..
    A outra, é o silêncio em não ouvir a voz desse BABÃO BUENO e seu filho, Bobinho barigella.

  40. JP disse:

    Achei emocionante o Webber tirar o capacete.

  41. droc disse:

    Formula 1: 12 pontos de audiencia, transmitindo ao vivo, as 2 da tarde
    Ufc 148: 19 pontos de audiencia, transmitindo reprise, as 2 da manha.
    Acho que quase ninguem mais da bola pra F1 mesmo.. esse ano foi um horror, totalmente sem graça

  42. Golins disse:

    Motivos não faltam para queda de audiência:

    – Falta de competitividade.
    – Resultados previsíveis.
    – Classificações e corridas em horários impróprios.
    – Baixa expectativa quanto a atuação de pilotos brasileiros.
    – Corridas monótonas.

    • Koorioso disse:

      – Carros feios
      – Ultrapassagens artificiais
      – Pneus ridículos (só se fala em pneu!)
      – Circuitos chatíssimos na maioria
      – Segurança em excesso (regras demais, punições demais, áreas de escape demais)
      – Galvão narrando
      – Substituto do Galvão sendo ufanista, seja Cléber ou Luís Roberto
      – Rubinho comentando
      – Rubinho se oferecendo

      • Ron disse:

        Cléber Machado transmitiu alguma corrida este ano? Qual? Eu achava que ele estava meio afastado da F1 ultimamente.
        Não estou fazendo piada com o comentário, é uma dúvida mesmo.

      • Seinfeld disse:

        “Carros feios”. Comentário feminino. Nem merece discussão.

        O que são “Ultrapassagens artificiais”?? Só o fato de “abrir asas”?? Então seria “ultrapassagem artificial” pegar o vácuo para a manobra?

        Sem a asa não havia tantas ultrapassagens, sabe porquê? Turbulência é um dos motivos….Antes reclamavam que faltavam utrapassagens, hoje reclamam que são “artificiais”…vai te catar!

        Reclamar se “segurança em excesso”…tá reclamando de área de escapes seguras? Vc quer o quê? Areia movediça disfarçada de brita. Grama pra se porrar no muro como aconteceu com Piquet, Senna, Berger?? (Isso só em Ímola)??

        Quer corrida no sambódromo, corrida em oval, corrida em circuito de rua?

        Existe sim algum excesso de rigor em algumas disputas na pista. Exatamente para colocar algum limite, principalmente nos novatos da categoria, já que a F1 é “tão segura”, que alguns sem noção arriscam suas vidas e de outros pilotos em determinadas manobras. Vejam como chegaram a F1 pilotos como Grosjean, Maldonado, Gutierrez… de escape demais).

        Muito cômodo ficar no sofá, não pilotar nem carrinho de rolimã e ficar dando palpite no trabalho de quem anda a 300Km/h…e ainda mais na segurança de vida alheia não é?

      • JP disse:

        Você pilota a 300 km/h?

    • luiz alberto disse:

      Eu ainda colocaria estes autódromos Tilkeficiais,que toda reta termina num grampo,cotovelo ou curva de 90*e em países sem a menor tradição em automobilismo.

  43. Winston disse:

    Errou tudo no item 3. O Rubens fez tudo que vc accha que nao fez, e aquele papo de vo voltar, por isso nao sabia como o Webber estava se sentindo!
    Patetito o pateta!

  44. Mário_Fpolis disse:

    Puta cobertura, Flávio.

    Dá de mil nas besteiras da rede bobo de bobagens. Que desaprendeu (se é que alguma vez soube) a transmitir corridas.

  45. Marcelo soutello disse:

    Ao menos o canguru salvou a garrafa.

  46. Johelmyr disse:

    Por mais que seja questão de segurança acho frescura esse esquema da linha… tudo bem que nunca pilotei e nunca vou pilotar em interlagos, mas tudo bem… só que um piloto da ferrari, não participar briefing dos pilotos ou estar jogando candy crush é o fim da rosca… sem a punição e o quarto lugar, a ferrari seria vice no mundial de construtores…

  47. Daniel disse:

    Button passou claramente com as 4 rodas pelo lado interior da linha dos boxes na volta 37. Pra variar locutores oficiais não viram….

  48. vitão disse:

    E quando você pretende estourar o motor do meianov ? se coloca-se o Cosworth podia ser acusado de estupro ( do motor, não do carro, é lógico) ?

  49. mauricio disse:

    Tinha até foto com setinhas indicando onde podia e onde não podia passar com as quatro rodas na faixa.
    Para o Massa, parece que nem desenhando…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *