MENU

domingo, 24 de novembro de 2013 - 17:15F-1

INTERNADAS (26)

SÃO PAULO (relaxem) – Antes de falar da corrida, de novo, algumas palavrinhas sobre a presença da Glenda Kozlowski como entrevistadora do pódio. Ah, essas redes sociais… Todos malhando a menina, como se fosse alguma aberração. Não foi. OK, ela começou mal, numas de animadora de auditório, mas logo sacou que não era o caso, se aprumou e tocou o barco. Vettel sugeriu que ela falasse antes com Webber, e ela fez isso. Depois, fez as perguntas normais aos outros dois pilotos e tudo correu bem. É bonita e simpática, não há motivo algum para tanta chiadeira.

Muita gente, nas benditas redes sociais, disse que Barrichello é quem deveria fazer as entrevistas. Fico imaginando as perguntas:

– Mark, congratulations, ask Red Bull to give me your place next year!

– Fernando, does Ferrari miss me?

– Sebastian, my grandmother said it wouldn’t rain, did you talk to her?

– Christian Horner, say hello to Brazil!

Bem melhor a Glenda. E é natural o nervosismo, ela é apresentadora de TV, não tem obrigação nenhuma de se comportar como um ex-piloto — geralmente, quem toca essas entrevistas são caras como David Coulthard, Johnny Herbert, Damon Hill, Eddie Jordan, Martin Brundle…

Uma vez, não lembro bem em qual ano, e também não sei bem por qual motivo, me escalaram como mestre de cerimônias da abertura de uma etapa da Indy no Rio. Me colocaram camisa de colarinho engomado e tudo. Usei óculos escuros também, e talvez boné. Sei que me deram uma papeleta com a hora, o minuto e o segundo em que eu devia fazer algumas coisas, seguindo um roteiro que deve ter sido preparado pela CIA. “Às 11h25min30s, dê um sorriso. Às 11h26min12, convoque o padre para fazer a oração dos pilotos. Às 11h28min47s, faça o sinal da cruz. Às 11h29h54s, diga a frase ‘gentlemen start your engines’.”

Sei que fiz tudo errado, ou do meu jeito, que não era necessariamente errado, e possivelmente mandei os pilotos ligarem os motores antes de o padre rezar, o que pode ter causado algum problema com as autoridades do Paraíso. Na hora do sinal da cruz, devo ter dado uma pedalada no pescoço do reverendo e talvez tenha chamado o indigitado de rabino. A moça que me dirigia, porque é claro que tinha uma diretora de cena gesticulando o tempo todo, quase teve um ataque. Mas deu tudo certo, os carros funcionaram, a corrida aconteceu e o padre rezou, mesmo que ninguém tenha escutado.

Não é relevante, em resumo. Deixem a Glenda em paz, ela estava linda como sempre.

eueglenda2010

Eu e a Glenda na entrada do paddock em 2010: melhor que o Rubinho, disparado.

99 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    A mulher bonita (e inteligente) sabe como ficar mais bonita, sem precisar ir ao salão de beleza.

  2. Jorge Diehl disse:

    Aahhh! Confessa!! Gostas da Glenda só por causa do sobrenome russo dela…

  3. Rodrigo disse:

    Ela foi OK, mas como sempre são ex-pilotos que comandam essas entrevistas, ficou estranho para o público não brasileiro assistindo pela TV. O pessoal se perguntava onde estariam nossos ex-pilotos, quem era essa mulher!?

    Entendo e apoio seu lobby a favor dos jornalistas e contra Rubinho, mas a ideia de fazer essas entrevistas no pódio com ex-pilotos é dar maior informalidade, uma coisa de papo de piloto ali no grid, porque a coletiva séria não tem a menor graça (tem outros propósitos, claro). Não compete com os jornalistas…

    Glenda pode ser bonitinha, mas não tem a menor graça ali no pódio, nem pros brasileiros, muito menos pros gringos… era melhor que fosse o Emmo mesmo!

  4. Ivan disse:

    O que a Globo vai fazer agora, por o Rubinho e o Burti para entrevistar o kely slater? Por que não chamaram o Emerson?

  5. Felipe Stahnke disse:

    Demais as perguntas do Barrica! Bem isso aí mesmo! Rubinho “agregou pouco valor” nessas entrevistas Caras no paddock e, na cabine, só toma corte do Rei Galvão

  6. Cláudio Orestesdo Nascimento disse:

    A Glenda até que mandou bem, esbanjando mais uma vez a sua simpatia de sempre. Olha aí, “ex- Pilotos aposentados” que se cuidem!

  7. Ignacio disse:

    Todo mundo com inveja, todo mundo querendo pegar a Glenda, eu tb :D , e quem chegou mais perto foi o Kamarada hehehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *