Alfa aqui, Alfa lá

SÃO PAULO (il cuore) – Tem brasileiro de Alfa em Curitiba domingo, mas tem brasileiro de Alfa em New Hampshire segunda e terça. Meu grande amigo Stephan de Pénasse, vulgo Steve, o mais imponente vendedor de patinetes do mundo, largou mão de ir a Indianápolis para acelerar essa Alfeta aí embaixo e defender o verde-amarelo nos EUA.

Como nossos blogueiros são gentis e amistosos, que tal mandarem e-mails para ele? Steve atende no [email protected], e ficará feliz de saber que a Torcida #96 tem seus tentáculos nos EUA.

Boa sorte, amigão!

Comentários

  • Stephan:
    Obrigadaço antecipado.
    Tenha a certeza que centenas de blogueiros estão doidos pra saber o que rolou, e tambem pra reunir argumentos pra tentar ser feliz aqui….
    PS: 200 Km mandando o pé num fim de semana é de matar de inveja qualquer um, inclusive pilotos que já correm normalmente…

  • Ola de novo pessoal.
    Percorri mais de 200 km de pista esse ultimos 2 dias com meu time trial. Logo mandarei uma pequena reportagen e vou pedir a Flavinho de consegiur uma maneira de por algumas fotos.
    Para LSalomao, Bianchini e Claudio: as categorias de Time Trial usam as mesmas do SCCA aqui nos EUA. COm certeza deve ter uma categoria parecida na FIA. Vai por uma relacao de cilindrada, cavalagen e peso. Por exemple: meu carro tem 2 litros, 139 cavalos e pesa uns 1,150 kilos e o carro é 100 % standard = Classe SSB (Showroom Stock B= 4 cylindros). Um Subaru Impreza de 2.5 litros tambem cai na mesma porque este é mais pesado e compensa a disposicao.
    Um fusca alterdo ja passa para outra(s) classe(s) dependendo do que foi alterado.
    Ate breve com meu relatorio de corrida.
    Stephan

  • Claudio na mesma do Steve…o carro dele se não me engano se enquadra no grupo “N´´ da FIA o mesmo do meu carro. E não seria problema para organização, acredito!

  • Ceregatti, realmente essa do Time Trial é excelente, eu adoraria por o meu Monza SL/E 2.0 90 em Interlagos, nem que fosse só para ele dar uma “esticada de pernas” sem radares para encher a paciência. Infelizmente no Brasil só o que dá algum tipo de lucro para alguém pode ir para frente…

  • Salomão:
    Imagina em que categoria iam enquadrar a tua fuca…
    Ia ser uma canseira na organização…
    Pois tenho um amigo que tem um Corsa com motorzinho 2.4, cambio de Vectra e diferencial de Calibra… Tudo originalzinho, dá pra entregar a chave pra mulher ir buscar pão…
    Tambem viajo, imaginando a cara do instrutor na primeira volta… Tadinha da criança…

  • Steve…depois de ler todas as menssagens, pô isso não poderia ocorrer por aqui. Já começei a viajar na maionese e me vi correndo uma prova como essa, porque com minha fuqueta 1200 e kit okrasa, mesmo com todo o acerto possível, eu a uso na rua, só numa prova como essa. Steve boa sorte e mande notícias…abs

  • Complementando:
    Na Stock Jr. o carro é alugado.
    No Time Trial os custos são baixos mas o carro é seu.
    Repito que é uma comparação besta, Time Trial x Stock Jr., não tem nada a ver… Inclusive porque o carro é feio mas anda muito, não é pra tonto.
    Ocorre que pago com o maior prazer R$ 80 para andar na Granja Vianna de kart alugado.
    Cansa, mata o tesão, é divertido mas só dura meia horinha…
    Pagaria bem mais caro e com um prazer infinitamente maior para dar 3 voltinhas mandando o pé em Interlagos, fora o tempo de instrução.
    Mesmo sendo com meu carro.
    É uma relação custo-benefício excelente.
    É carro, é Interlagos, dá pra ser feliz de verdade.
    Ia ter que fazer reserva com 6 meses de antecedencia…

  • Stephan:
    Muitíssimo obrigado por transmitir o essencial da formula BBB.
    Sensacional, melhor do que eu esperava…
    Só por curiosidade, estive hoje em Interlagos o dia inteiro, acompanhando a Stock junto do pessoal da Koni, que faz o chão de boa parte do grid da V8, toda a Stock Light e tambem a Stock Junior.
    Vi bem de perto a “Formula Tupiniquim BBB”, a Stock Junior…
    Consiste, pra resumir, nos carros importados dos EUA (aqueles com design horroroso) e que serviria pro pessoal iniciar, baratinho, baratinho…
    Para o padrão brasileiro, o custo é baixo. Mas para quem, como centenas e centenas de nós quer apenas se divertir e experimentar…
    O pacote completo custa a bagatela de R$ 8 mil por bateria de 25 minutos, como são duas provas, uma no sábado e outra no domingo, custa apenas R$ 16 mil…
    É uma comparação grotesca, sem pé nem cabeça, mas se alguem quiser, é um pouquíssimos caminhos para se andar em autódromo nesse país que produziu 3 campeões mundiais de F1. Dos caminhos mais em conta para começar, e matar o tesão…
    Se a despesa para dois dias de Time Trail é de U$ 190 aí nos EUA, com o dolar a R$ 2,30 custaria R$ 437
    Com a pequena verba de R$ 16 mil por um fim de semana dava para correr apenas 36 vezes…
    Vamos todos fazer um movimento pelo Time Trail?
    Quem pode ajudar a gente? Somos meros mortais apaixonados por essa bagaça toda. Nossa imensa maioria é de duros, padrão Brasil. A gente só queria dar uma experimentada, por um preço razoável…
    Mas se fosse possível um desenho similar aos EUA… Com custos equivalentes… Ia faltar fim de semana e instrutor, tamanha a procura.
    Será que ninguem liga pra isso?

  • Resposta para Maximo:
    Sem duvida o Time Trial é uma soluçao barata para ambos pricipiantes. A outra soluçao barata é kart (pelo menos aqui nos EUA).
    Sem duvida da muita experiencia e aumenta a segurança. No meu caso o fato de fazer essas corridas me faz até guiar em velocidades moderadas no dia-dia.
    Bom fim de semana! Mando mais noticias apos a corrida.
    Stephan

  • está aí um jeito besta (no bom sentido) de ressucitar a estreantes-novatos.
    isso sim é automobilismo bom, bonito e barato, e a garanto que funcionaria como uma escola que revelaria valores…

  • Republico, com link quebrado…

    Enviado por: André Grigorevski
    Cláudio, está em um ferro velho da Região dos Lagos, no RJ. De útil, só tem alguns frisos e os vidros. Talvez tenha alguma coisa útil no interior, mas tinha muita tralha dentro e atrapalhava a visão. No que restava do painel, ainda tinha o emblema 1750 com o símbolo da Alfa. Tentei tirar empurrando por trás, mas acho que que é soldado ou algo assim. Estava até um pouco torto porque alguém já deve ter tentado puxar antes. O resto, ou não tem ou está acabado.

    Pra restaurar é impossível.

    Eu estou aqui escrevendo pra caramba, mas esqueci aquela velha máxima que diz que “uma foto vale mais que mil palavras”. Então:

    http://img.photobucket.com/albums/
    v229/hpdopassat/imagens/DSC02512.jpg
    Saber que um carro que tão belo está assim, irrecuperável… :-(

  • Marcos:
    Sua definicao e mais AUTO0-CROSS do que Time Trial. Nos usamos os cones APENAS para referencia de tangente DURANTE as instrucoes.
    Veja meus comentarios passados para melhor esclarecimento.
    Abs,
    Stephan

  • Resposta para Caique: Paulo Melo corredor? acho que sim.
    Eu sou do Rio de Janeiro mas ia muito a SP para ver or correr em Interlagos ente 1970-74 depois fui para o exterior estudar (Montreal, Canada) e o mais sul que eu fui para depois de todos estes anos foi aqui em New Hampshire. Mas sempre estou no Brasil ou em contato com meu pessoal.
    Explicacao do TIME TRIAL, vamos la (em 30 palavras ou menos):
    Trata-se de uma maneira segura de correr em pistas com seu carro de rua contanto que este esteja devidamente em boas condicoes. O novato vai com instrutor e este mostra o tracado (desculpe nao tem c cedilha no meu laptop…). Depois o novato vai levando o carro e o intructor vai dando dicas e pouco a pouco vai-se melhorando. No final do dia o instrutor aprova ou nao para o novato competir no dia seguinte. isto se faz ou em 2 dias ou 1/2 dia para instrucao e 1/2 dia para treino e time trial.
    O time trial em si trata-se de 3 voltas mais rapidas (como se estivesse sozinho na pista para pegar pole position) e a volt amais rapida e registrada e compara aos outo carros da mesma categoria. No final do dia anuncia-se os vencedores e entrega-se o trofeo. O negocio e um dos mais seguro considerando que esta =s fazendo corridas porem aqui nos EUA enquento que estiver treinando e considerado como “aprimoramento de volante” sendo que se por acaso bater o seguro normal ainda cobre. So nao cobre na hora do time trial.
    O custo no meu clube (eu nao pago nada porque sou instrutor) e de US$ 190 para 2 dias e da para acelerar mesmo. Sao 3-4 secoes de 20 minutos cada mais o treino do segundo dia e as 3 voltas de time trial. Se ainda sobrar tempo (a pista fechas aas 17 horas) pode voltar e acelerar de novo.
    O CLube e que contrata a pista como se fosse um evento particular. Temos seguros, contratamos ambulancia, reboques, etc tudo muito bem organizado. Acabou minha quota de 30 palavras….
    Abs
    Stephan

  • Stephan, desculpe-me a ignorância, postei o primeiro comentário desta matéria questionado sobre o Brazuca!!!
    E para minha surpresa, o próprio me respondeu.

    Boa sorte na corrida e mantenha-nos informados!!!

  • Time-Trail é uma corrida contra o relógio, normalmente feita em uma pista delimitada por cones, montada em algum estacionamento !
    Já participei de algumas.
    Vejam o site da SCCA !
    Time trail e Club Racing.

  • Claudio,
    O que eu levaria 100 palavras para explicar o Stephan levará cerca do 30. Vamos aguardar, mas é uma coisa bem legal e qualquer um pode ir com seu carro para o autódromo e andar dentro de limites de segurança.

  • Claudio,

    Tem um Engenheiro aqui no Rio, que foi para os Estados Unidos nos anos 80 e ficou lá por mais ou menos 10 anos, se apaixonou por TIME TRAIL, aí voltou para o Brasil e fundou o Santa Furia, um Clube de Automobilismo. Depois de muito batalhar, o Paulo (este é o seu nome) conseguiu iniciar o TIME TRAIL aqui no Rio, e o negócio foi umsucesso, só que ele enfrentou, até onde sei, dois problemas: O Prefeito Lexotan 100mg e o Presidente da FAERJ, que diz-se, impos Taxas de Inscrição a preços altos, aí o Santa Furia começou a diminuir e ainda assim fez as 3 Horas de Jacarepaguá, com um Regulamento Simples e Sensacional, sendo que até o Pit-stop para troca de Pilotos e Abastecimento tinha um tempo determinado, se não me engano, 2 minutos, logo tudo era feito com calma e a coisa funcionou e foi aí que a FAERJ e o Prefeito LEXOTAN apareceram. Por um acaso conversei com ele ontem e hoje pela manhã.

  • Taí, senhores…
    E a gente se matando pra tentar fazer provas de Estreantes e Novatos…
    Lá fora é tão simples, tão fácil, tão zen…
    Ô inveja dessa descomplicação, dessa liberdade com responsabilidade…
    Mais uma prova de que basta querer, mas parece que alguns não querem… Quem será?

  • Tenho mais um sitio onde lhes posso dar uma ideia da pista. O video filma eu na minha Alfa mas o pessoal botou um ronco de um dragster: http://www.giubilee.com/
    CLicar no EVENTS depois TIME TRIAL e depois VIDEO CLIP.
    Divirtam-se! Essa pista é muito técnica sendo um exemplo para todas a outras pistas daqui da regiao inclusive Watkins Glen (Nova York) Lime Rock (Connecticut), Mosport (Ontario, Canada) e Mont Tremblant (Quebec, Canada).
    Stephan

  • corri de 550spyder na classic-light sempre com placa, de 2000 a 2003. em grande parte das provas da classic o carro foi andando ao autódromo ida e volta da granja vianna (+- 50 kms). em 2003 passou a ir de prancha. a partir de 2004 voltou a andar na rua e é carro de rodízio e final de semana.
    infelizmente, os regulamentos permitiram que se preparasse demais. carros que andam com pneu biscoito não devem ser preparados de tal forma a impedir que possam andar nas ruas.
    na inglaterra existe um festival muito importante – Pomeroy – onde quem chega andando ganha pontos equivalentes à distância. quem vem de longe ganha mais pontos.

  • Todas boas observaçoes. Vamos la:
    O carro é de rua mas eu uso nas pistas com categoria tipo SSCA na classe Showroom Stock sendo que nao posso mudar nada a nao ser amortecedores contanto que caiba na estrutura original (eu uso Koni Competition o amarelinho), pastilhas de freio de competiçao (eu uso Carbotech) .
    Como o carro é standard (stock) eu nao preciso de Santo Antonio.
    Muda de categoria se eu fizer qualquer outra coisa: aumentar a tala, tirar o para-choques, botar bucha de uretanio, baixar/fortificar suspensao, etc.
    E nao corro de auto-cross mas sim de time trial onde ainda por cima sou instrutor o que me permite fazer uam pequena lenha com os carros dos outros. Nessa vai Porsche, Cobra, M3, Corvettes, Mustang e muitos outros mais.
    O carro continua de rua e por isso tem placa personalizada “2 Mille” significando 2 mil em Italiano (na verdade seria 2 mila, plural mais um outro Alfisti ja tinha esta placa…). Como as ruas aqui quase naotem buracos da para guiar até bem mesmo com os Konis de competiçao mas nao uso como carro diario.
    Abs,
    Stephan
    Deu para responder?

  • Falar em Alpha…
    A Arnaldo Keller, escreveu sobre, na 4rodas classicos desse mes. Um conversivel lindissimo.
    Alias essa revista tá show, tem o texto do Bird (aquele de ouvimos de antemão em Interlagos), e um texto do FG que explica meu impulso por comprar carro velho. Muito bom tbem
    Eu recomendo.

    Eduardo Pereira

  • Esse Alfa é um carrinho “macho” mesmo, hein Steve?
    Correndo com os outros carros da categoria que você citou, que são muuuuuito mais modernos, e dar canceira em todos eles, deve ser muito divertido mesmo.
    Parabens pela escolha, e boa sorte nessa etapa.
    Mande noticias.
    Grande abraço.

  • Stephan:
    mais uma curiosidade…
    É um carro de rua, normalzinho e comportado?
    Pela foto, parece que nem tem santantonio…
    Outra coisa: Para-choques, faróis sem adesivos…
    Parece que é mais fácil começar a acelerar nos EUA do que aqui… Dá pra falar sobre isso?

  • Stephan, a cor da Alfa está linda, eu lembro que andei numa dessas em 1985, era de um amigo do meu pai, o que eu mais gostei foi o ronco diferente e da faixa azul que tinha no vidro da frente, um tipo de degradê no alto do parabrisa, eu tinha 10 anos, hoje tenho 29, coisa boba mas me marcou por eu nunca ter visto em outros carros.
    Te mandei um e-mail, boa prova, espero que de um pau nos gringos pois afinal eles só sabem andar em circulos e os brazucas são bons de curva, como a foto prova! abraço

  • Stephan…
    Quando voce voltar aí dos EUA (se voltar…) bem que podia embaracar a barata e alinhar na Superclassic, não?
    Tô achando que ia dar o maior nabo na berinjela…
    E aí, Spagnolo? Cadê voce????

  • Sim, Brazuca do Rio de Janeiro, que corria D-1 VW em Interlagos no anos 73-74.
    A tricolore é para respeitar a marca e o verde-amarelo é o pratriotismo que levo sempre.
    Este fim de semana os farois vao estar coberto com o logo a Alfa e o farol de milha com uma bandeira Brasileira maior. O outro farol de milha foi retirado para permitir uma melhor tomada de ar para refrescar o cilindor-mestre que esta muito proximo do coletor.
    O carro é 100% standard, para correr na categoria “stock” contra BWM 4 cyl, Nissan Sentra, Mazda Miata, Subaru e VW -Golf. Trata-se de uma Alfa GTV 2000 do ano 1973 e continua sendo muito competitiva com os carros bem mais novos. Esta Alfa foi campea (nas minhas maos) em 2004 e varias vezes vice-campea. Esta corrida vai ter um racha com um Mazda Miata que ganhei na ultma corrida por menos de .100s de segundos.
    Abraços e “Pé em Deus e fé na tabua”
    Stephan/Steve