Autenticado

SÃO PAULO (com firma reconhecida) – É sempre bom beber direto da fonte, e quem quiser saber exatamente, com minúcias, o que aconteceu com Barrichello e seus botões em Mônaco, basta ler sua coluna em seu site oficial.

Interessante notar que é ele mesmo quem escreve o texto, sem delegar a ninguém, ao contrário da esmagadora maioria dos atletas que publicam colunas em jornais, revistas ou sites. Há indícios bem claros.

Comentários

  • Tá bom, então façamos o seguinte. Coloquemo-emos o Professor Pasquale Cipro Neto pra pilotar o carro da Honda e teremos o melhor texto publicado no sitio (e não site pois isso é coisa de debilóide) do Barrichello.

    Vão catar coquinhos bando de APEDEUTAS.

    Com certeza são todos eleitores do Lulla Corrupto. Afinal safado vota em safado.

  • Bem maldoso esse comentário “há indícios bem claros”.
    Se compararmos os textos do RB com os textos do FG, e depois compararmos a pilotagem do RB e a pilotagem do FG quem será que sai perdendo???

  • Se o Barrichello estivesse no lugar do Raikkonen neste fds, ele era um quebrador de carros. Se estivesse no lugar do Massa no sábado, ele era um barbeiro. Se tivesse no lugar do Webber, era um azarado.
    Quando ele tava atrás do Button, era um mané, agora mesmo na frente do Button, é pq não chega no Podium, isso aquilo.
    Caraca, é fácil lhe dar com essa massa de ‘torcedores’ incentivando.
    Só para constar, o Barrichello só é mal visto no Brasil, porque no resto do mundo, ele tem muitos fãs e muita admiração da mídia internacional. Sou testemunha disso.
    []’s

  • Concordo com boa parte dos comentários, especialmente os do Cláudio e do Jovino.

    Mas iria acrescentar que é estranho que a melhora dele está sendo proporcional à queda de rendimento do Button… Teria a Honda alterado o carro em função das preferências do RB e agora o problema de adaptação estaria com o Button?

    Por acaso a tampa do bocal de combustível abre no Pinherinho? Ou na Épingle, em Montreal?

    Alguém disse também que o Kimi é azarado. Não concordo. Acho ele um excelente piloto, o 3º melhor atualmente, bem à frente dos outros 19, mas é um moedor de carros. Ou ao menos um moedor de McLarens.

  • O que “pega” em relação ao Rubinho, não é ele em si, mas a atitude com que parte da imprensa (leia-se Globo) trata suas atitudes (ou falta delas).
    No ultimo domingo, o Galvão ja sabia que o computador da Honda falhou, que houve erro da pista de Monte carlo, que o principe de Monaco boicotou, que São Pedro não ajudou, que o mundo inteiro errou, mas o Rubinho, como grande piloto, jamais cometeria um erro desses. Mesmo com o Burti dizendo que era possivel. Mas o Galvão, mais uma vez, parecia o advogado da Susane ou a mãe do Rubinho, todos erram, menos o Rubinho.

    Essa atitude dele com o Rubinho, de ficar babando ovo ou de justificar absolutamente todos os erros que o piloto comete, acabam granjeando uma antipatia ao piloto, que é pelo Galvão.
    Ou seja, o Rubinho paga o pato pela antipatia do Galvão e pela obcessão da Globo em arrumar um novo Senna. Coisa que o Rubinho não é!

  • Mandrake!!! Parabens!!! Vc disse tudo!! Temos que analisar tudo que é passado por essa impressa. Vcs chegaram a ver a foto que saiu na capa da Folha do jogador do Corinthians Carlos Alberto com o olho roxo?? Parecia que ele tinha tomado várias porradas de tão inchado que seu olho estava, e no final era tudo efeito do Photoshop. Etâ impressa de m….

  • Rasec,

    concordo e discordo…
    acredito que tenha que apertar o botão do pit limiter pra abrir o bocal, senão em Mônaco pelo menos em umas 3 ou 4 curvas ele ia abrir sozinho…
    mas concordo, que realmente fecha automaticamente aos 120km/h

  • Para o Campes:

    Olha desculpe a minha ignorancia, mas pelo que eu sei, o bocal do combustivel abre quando o F1 esta abaixo de 120 km mais ou menos,e se fecha automaticamente quando a velocidade é superior a esta.
    e mesmo sem o limitador, nem o rubinho ia andar a mais que isso no box né.

  • Quanto ao problema do botão… todos nós ficamos p da vida e o que o Barrica deveria falar era “errei e danem-se!”.

    O carro é muito ruim, o Button ficou lá atrás.

    Chega a dar pena ler comentários que ele é muito muito ruim, que deu sorte de fazer uma volta limpa, que não fez mais do que a obrigação de segurar os outros em Mônaco.

    Webber não segurou.
    Villeneuve não segurou.
    Coulthard não segurou.
    Button não segurou.

    Barrichello está entre os top 8 da Fórmula 1. Considerando o número de pilotos existentes no Mundo (1% deles frequantando este BLIG), dá pra imaginar a peneira que é chegar lá e se firmar.

    Muito cara bom chega e não se segura.

    Os mecas dele é que devem saber se ele é bom ou não.

    p.s.: em tempo > comentariozinho do GP sobre o treino de Barcelona: “Barrichello decepciona e fica apenas com o 13o tempo”.

    Decepciona quem, cara-pálida?

    Sabe lá com que pneus ele estava correndo? Com quanto combustível?

    Esse “decepciona” é parte da campanha sub-liminar de destruição de imagem.

    Ô, povinho!

    Ooops: desculpe, povo, que não tem culpa de nada…

    Ô, imprensinha!!!

  • Eu gostaria de saber porque ninguém está comentando o fato do Massa ter aberto caminho para o Schumacher de forma vergonhosa.

    Nem uma notinha no Grande Premio…

    O Schumacher tinha o melhor carro da pista, mas só chegou em 5o porque além de ótimo piloto também nasceu virado pra Lua.

    Além de ter contado com a gentileza do Zacarias, as Super-Aguris abriram caminho pra ele, as MF1s tiveram que ir pros boxes, e o Safety Car entrou no momento em que ele pediu a Deus.

    Ele e o Alonso tem toda a sorte que falta ao Kimi (e que faltava ao Chris Amon).

  • Desculpe minha ingenuidade, mas quando se aperta o botão do “speed limiter”, não se abre a tampa do bocal do combustível ?
    Aperta reduz a velocidade, abre a tampa do bocal do combustível, o carro faz o pit, parte com a tampa levantada até soltar o botão, a tampa abaixar e o o piloto “virar um ninja”.
    Na Honda isso é diferente ?
    O bocal fica aberto ???
    Mais uma vez, peço escusas por minha ignorância!

    R.*

  • Seu carro melhorando ??
    Ele deu muita sorte na classificação pois conseguiu uma volta limpa, passou a corrida inteira se arrastando e atrapalhando os outros.

    Barrichello foi muito mais companheiro de equipe do Alemão do que Massa foi até agora, explico, Barrichello segurou todo mundo acima do quarto lugar atrás dele, resultado, Schumacher recuperou todas estas posições, só que Rubinho se esqueceu de entregar a sua posição para completar o serviço. Será que não havia nenhuma luzinha para o Barrica saber se estava on ou off ??? eu aceitaria a desculpa se os Boxes ficassem dentro do Túnel e a escuridão atrapalhasse nosso herói, porém é só um Brasileirinho contra uma penca de botões, e ninguém levou a sério suas dificuldades hein, ohh saudades dos tempos do Kart que não voltam mais !!!

  • Concordo com o que o pessoal escreveu…
    É duro não ser um fora de série como nossos 3 campeões…
    É duro ter esse talento imenso pra falar besteiras…
    É duro estar sempre na equipe errada no hora certa, e na hora certa na equipe errada…
    É duro ter 12 anos de F1, ser pai de família, vastíssima experiencia e ser chamado de “Rubinho”
    Ele é um cara legal, essa imagem passa para o público. Talvez legal demais para um piloto de F1, não sei…

  • Ao Guilherme e ao Jovino,

    Não acho que o Rubens tenha estragadosua carreira por causa do Senna, Piquet e Emerson; muito menos por ser subserviente ao Schumacher. O que estragou e estraga sua carreira é sua inquestinável capacidade de falar besteiras nas horas impróprias…só isso. O Senna, Piquet e o Emerson não têm o direito de serem comparados à êle, pois não se pode comparar ouro, diamante e Platina com latão. E ele , o Irvine e o Massa, são subservientes porque tinham e tem um CONTRATO assinado onde é claro que o Primeiro da Equipe é o Michael.
    Em 99, o Michael, para aqueles que só sabem atacá-lo, fez jogo de Equipe para o IRVINE, que disputava o título com o Haikkinen e ENTREGOU uma vitória para o Irlandês…porque NINGUÉM comenta este fato…foi tudo as claras… O Rubens é apenas um Piloto de F1, na média… se tiver um bom carro pode brigar pela vitória. Só isso, exatamente como o Couthard, o Fisichella, o Trulli e outros tantos.

  • Mas me diz uma coisa, não acende uma luz no painel notificando do tal Pit Limiter? Até no meu jogo de computador acende quando eu aperto….. Existem coisas que só o Rubinho pode fazer!!!

  • Jovino,

    concordo com seu ponto de vista.
    também penso assim…
    quem precisava ler o que vc escreveu é o próprio RB, que não “se aceita”… alguém na Ferrari disse isso – acho que foi o Ross Brawn…

    na época não gostei, mas hoje vejo que é isso mesmo…

  • Eu acho que as pessoas pegam demais no pé do Barrichello e o problema maior é que o brasileiro acostumou-se demais com o Senna, Piquet e o Emerson, que foram vitoriosos em suas carreiras. Estamos falando de outra época, muito mais difícil do que antes, em termos de cobrança, de mídia, de tudo, pois para entrar na formula 1 hoje está cada vez mais difícil. Pegaram no pé dele porque estava levando pau do Button, mas ele já a 3 corridas anda na frente do seu parceiro, aí alguns ficam esperando o cara cometer um erro qualquer para fazer um verdadeiro drama. O cara errou e pronto. Repito, o que já disse em outro post: Barrichello é o único piloto brasileiro que conserguiu se firmar na formula 1 desde a morte de Senna, mesmo com todos seus equívocos ao administrar a sua carreira. Os outros desapareceram.

    Jovino

  • Toda essa discussão, não passa de masturbação mental.
    Nós nem deveriámos estar discutindo se foi ou se não foi. Se ele disse que foi assim, já era. Só ele sabe, só ele pode dizer o que rolou.
    O que me entristece é que o caso me causa pena, como os outros casos me causaram a mesma pena. E para um piloto de F1, pena não é o que se espera do público.
    O RB enterrou sua carreira quando entregou aquelas corridas para o MS. Desde então o máximo que o público sente por ele é pena.

  • Claudio,

    não vejo problema na escrita nem na pilotagem…
    o problema é de atitude.

    o Schumacher jura pela mãe mortinha-atrás-da-porta que errou.
    Ele garante que estão sendo injustos e que ele é perfeito…

    tenha a santa paciência…

  • Com certeza, FG. É ele que escreve. Dá até pra ouvir a voz.

    Acelerando sem parar, sem vírgulas.

    O problema não é como escreve, e sim como pilota. Que é capaz, não há dúvida. Já deu vários shows, em várias equipes.

    Pena que em número muito menor do que a brasileirada se acostumou em 22 anos de alegrias (1972 – 1994).

    O drama do Barrichelo é ser herdeiro dessa turma que nos fez sorrir por tanto tempo. Não apenas do último, falecido.

    Afinal, 12 anos de ansiedade (1994 – 2006) é muita coisa pra nós.

    Mesmo com os vários shows.

    Nesse país só quem vence é forte. Alguem aí sabe quantas vezes o Brasil foi vice na Copa? E a Alemanha, alguem sabe?

  • Flávio,

    hoje, cumprindo seu papel de jornalista você matou mais uma das minhas ilusões de torcedor.

    depois de ler a “coluna” do Rubens, fiz um esforço para me convencer de que a assessoria de imprensa havia escrito aquilo.
    uma choradeira sem fim…
    só faltou sapecar “um brasileirinho contra um mundo de botões”.

    se é ele que escreve, então não tem jeito… vai choramingar o resto da vida…

    ontem eu quase mandei um e-mail pra ele (pro site), e depois pensei em postar no meu blog sobre isso. No fim, acabei preferindo brincar com as fotos que tirei dos “Clássicos” em Interlagos…

    cada vez mais o senhor Rubens me desanima… torcer para ele vai ficando cada vez mais difícil…

    concordo com o Marcelo… não pago o salário do cara, mas ele bem que podia ter escrito que errou e pronto…
    acho que ele ainda não exorcizou Imola94… ainda acredita que é a única esperança da pátria, e que tem um grande fardo a carregar…

    na época em que você escreveu eu não concordei muito, mas agora sou obrigado a parafraseá-lo…

    Rubens Barrichelo, que piloto é você?

  • Ele é piloto, não lida com gramática todos os dias e mora fora do Brasil a trocentos anos. Não vale a pena ficar pixando o cara por causa da escrita.
    Agora, essa explicação não me convenceu mesmo. Até porque se assim fosse toda e qualquer saída de traseira durante a corrida seria uma desgraça eterna.
    Acho que ele se enrolou mesmo e ficou com vergonha de assumir.
    Mas tudo bem, deixa pra lá. Afinal não sou eu quem paga seu salário.

  • Para falar pouco, ele é mentiroso.

    Explica-se:
    Ao sair do carro após a corrida deu uma declaração dizendo “Ter certeza de que a luz amarela do limitador estava acesa. Não entendia como não havia funcionado. Precisavam analisar a telemtria e ver o que não havia funcionado”.

    Agora, vem com essa história para bovinos dormirem.

    Ou mentiu antes (não viu luz amarela nenhuma), ou mente agora.

    Acho que a Honda deveria buscar uma solução semelhante a que a Ferrari encontrou quando o Mansell começou a usar o câmbio no volante.
    Luvas de cores diferentes (ou nesse caso, dedos das luvas com cores e símbolos).

    O triste é substimar a inteligência de um planeta. Seja Homem, pombas.

    Diga: “Errei, sim. Fiz besteira. E dai?”

    Agora aguenta o GB na próxima corrida com as explicações e justificativas mais rocambolescas que o (pequeno) cérebro dele pode criar.

  • HAHAHA É impressionante como esse cara se atrapalha com botões. Ele saiu de traseira e apertou sem querer o pit limiter, e depois apertou de novo e desligou quando era pra ligar. Ele pode nao ter se confundido mas nitidamente se atrapalha com a parafernália de botoes. Creio que ele se daria melhor na F1 dos anos 70.