Gira mondo, gira (segunda)

SÃO PAULO (há mortes e mortes) – Artur Alvim, distante bairro da Zona Leste de SP (distante de nós, CMB, Classe Média Besta). Um rapaz de 35 anos volta do culto evangélico com a mulher, grávida de 5 meses, e duas filhas, de 3 e 4 anos. Mata todo mundo com uma máquina de cortar azulejos.

Um crime espetacular. Se acontecesse numa casa de Campo Belo, ou num apartamento nos Jardins, mereceria páginas e estudos, durante meses. Se fosse no Tatuapé (Anália Franco, bem entendido), talvez meia página. Mas como foi um pouco mais para leste, em Artur Alvim, apenas uma notinha será vista amanhã nos jornais. Os que fazem jornais não moram na ZL.

Bagdá, distante bairro da Zona Leste de Washington. A promotoria pede a pena de morte a Saddam Hussein, que responde “muito bem” e volta para a cadeia. Esses processos demoram, e como demoram vão surgindo outras tragédias e casos, e Saddam hoje não tem a menor importância. Se o matarem ou não, não vai acontecer nada. Vão explodir alguns Passats e ficará tudo na mesma.

Respiremos um pouco. O José Roberto Torero (que quando entrei na “Folha” era o responsável pelo Placar e pela Agenda no caderno de Esportes, o trabalho mais pentelho de todos, um dia encheu o saco, pediu as contas e se mandou; ninguém daria um tostão furado por ele, saiu, escreveu um livro, virou roteirista de cinema e TV, escreveu outros livros, hoje é colunista da mesma “Folha”…) criou um blog bacaninha, ele escreve como se fosse o seu sobrinho Lelê. É divertido.

Comentários

  • FG adora descer a lenha na classe média. Assim como todos os sociólogos que nunca saíram dos Jardins ou da Vila Madalena e dizem conhecer as massas. Este seria um grande país se todos fossem classe média. Distribuição de renda justa é isso, meu caro: todos classe média. Quanto à periferia, FG não sabe o que diz porque nunca esteve lá. Se conhecesse de perto a maloqueirada , não tomaria suas dores.

  • O CMB se encaixa perfeitamente, mas não diria que a mim. Se encaixa nos que reclamam que só vai sair uma notinha, mas quando o falecido NP, ou Aqui Agora, ou Gil Gomes, ou qualquer do tipo fazia reportagens sobre o assunto era chamado de exploração do mundo cão.
    Afinal decida-se CMB!!!

  • Caraca, de que igreja evangélica esse cara saiu ?
    Tem crente que vê demônio em tudo e todos, qual bostta teria o pastor enfiado na cabeça desse pobre infeliz ??
    E pensar que Deus é Amor… Eu hein…

  • A mídia gosta da Suzane Richtofen que é bonitinha e rica.

    No Rio de Janeiro se voce quer saber o que acontece realmente na cidade voce tem que ler O DIA e Extra, porque Globo e JB é jornal da zona sul. É outra realidade. Parecem jornais de cidades diferentes.

  • O Torero realmente é fera, costuma ser uma leitura leve e bem agradavel.
    E a noticia de SP me lembra a morte do guitarrista, rendeu a pampa, no dia seguinte várias iguais e nem um letra se quer.
    Grande Abraço

  • Flavinho, acabei de ler no Estadão melhor sobre o assassinato… foi bem onde moro, na Cohab, e tô falando com uma amiga no msn que conhecia o casal, na verdade, ela fez o casamento dos dois (minha amiga faz decoração de casamento)…

    O cara era crente e andava todo feliz pq tinha duas filhas e ia ter um menino, estavam casados há 10 anos… mas era um adepto daquele amor meio doentio…

    Eu só queria entender porque acontece, o que leva o cara a enfiar uma serra elétrica na esposa grávida e nas duas filhas… Eu só queria entender…

  • Viva ao latifúndio!

    É, as bibliotecas têm mesmo, mas a culpa é de quem nunca foi incentivado a leitura.. não é da qualidade porca da biblioteca, tu já foi nessas bibliotecas que tu disse? Reocmendo que visite alguma e depois me diga algo a respeito…

    Se as pessoas soubessem da riqueza da leitura largariam a preguiça da Tv, certamente… como criticar alguém que não faz algo simplesmente porque não conhece? Claro que algumas pessoas até podem ir atrás e outras deveriam, mas a grande maioria nem tem conhecimento a respeito, como podem ir atrás de algo que não sabem que existe?

    É típico da CMB culpar as pessoas pela burrice ou pobreza das pessoas, quando na verdade é culpa tbm da própria CMB esse estado de coisas…

  • Amigo, vc está mal informado, no interior do Brasil a grande maioria das cidades é de quinta e não tem biblioteca.Somos CMB sim!! E não porque lemos, e sim porque criamos esta distancia discriminatoria com quem mora em bairros simples.

  • FG quem vive no centro expandido de SP geralmente só tem interesse no seu proprio umbigo Artur Alvim , Parelheiros é muito longe só tem pobre .
    E o MST quer soltar 10 mil bois na estrada . Me explique uma fazenda que tem 10 mil bois é improdutiva????????

  • pensamento escroto meu caro, pobre não quer saber de ler.. claro, os “pobres”, como vc diz, não são incentivados a leitura, como vão gostar de algo que nunca foram apresentados? tu teve aula em escola do estado? se tivesse, saberia do que eu falo… um povo analfabeto, como vai ler, ainda mais esses jornais reacionários que temos… é melhor nem ler algumas coisas mesmo… e claro que a CMB, como o Flavio Gomes disse, adora ler isso, dá um animo às suas vidas medíocres, qdo acontece perto delas, deve dar medo, sei lá, um medo prazeroso, daqueles de ir atrás pra saber informações a respeito… aí eu naum sei direito, não faço parte disso, me diga vc pq que vcs gostam de ler essas coisas…

  • Amigo, os jornais não estão ligando pra sociologia. Os crimes de classe média ou alta dão mais repercussão porque vendem mais. Pobre não compra jornal, pois não se interessa em ler. Prefere TV, não exige do cérebro.

  • Olá.

    Nunca pensei que o bairro onde eu moro há 24 anos (moro desde que nasci lá, neste momento estou no meu trabalho, em Congonhas) fosse citado por vc, Flavio Gomes…

    E claro, pra ser citado, só assim mesmo, uma pena… só assim que dão atenção pra esses locais longínquos… pq a miséria, a falta de assistência, o descaso, etc., prosseguem por lá, depois que as notícias e os políticos em tempos de eleição passam…

    Eu nem fiquei sabendo disso, o bairro é longe, mas até que é grande, enfim… que coisa, o cara foi rezar e matou todo mundo… bela religião, belo deus, não acredito nessas coisas e esse cara que fez isso me deu mais um motivo para tal…

    E concordo contigo Flavio, se fosse em Moema, por exemplo, teria destaque total, como aquele médico que cortava pacientes, não é mesmo?

    Moramos numa mesma cidade, num mesmo país, mas estaremos separados por anos luz de diferença social, medo e desinteresse, afinal, quem se importa com a ZLl, por exemplo?

    Abraços.

  • É, FG…
    O que não falta são loucos.
    Gente louca, tempos loucos, mundo louco.
    Alguns se matam de graça, outros matam de graça, a vida não tem nenhum valor.
    E há ainda aqueles que nos criticam, pois quem corre ou gosta de corrida é taxado de louco, ou de suicida em potencial…
    Estariam certos?
    Seríamos nós tão loucos como esses das manchetes?
    Quanto de sanidade temos de fato?
    Ou melhor, o que será esta tal de sanidade?

  • Gomes, desculpe fugir do assunto, mas gostaria de aproveitar esse espaço para uma perguntinha:

    Que horas vai ser o gp do canadá? Será que a transmissão da corrida e do treino ser prejudicada pela copa?