Gira mondo, gira (terça)

SÃO PAULO (D) – 6 de junho, seis do seis. Seis do seis de zero-seis. Bela merda. Achei mais bacana 20-02-2002, um palíndromo numeral.

6 de junho de 1944, as tropas aliadas cruzam o Canal da Mancha, é o Dia D. Eu estive na Normandia, uma das viagens mais marcantes da minha vida.

6 de junho de 1975, criado o Vietnã do Norte. Tome.

6 de junho de 1949, George Orwell publica “1984”. Leia.

6 de junho de 1968, assassinado Robert Kennedy na Califórnia. Aprenda.

6 de junho de 1933, inaugurado o primeiro cinema drive-in em Nova Jersey.

Boa data para inaugurar o meu. Em algum ano desses por aí.

Comentários

  • Virgo,

    Não falei de utopias. Mas todos os regimes comunistas/socialistas implantados estão descritos no livro. O auge é a Revolução Cultural Chinesa, com 30 milhões de mortos (pelo menos) e o Polpotismo, onde se era fuzilado apenas por usar óculos (o que demostraria que a pessoa procurava conhecimento).

  • Ao Daniel Nava, aí embaixo

    Com todo o respeito Daniel, creio que 1984 não fala de um regime comunista, prque esse tipo de regime, como idealizado por Marx e Engels, na verdade nunca existiu.

    1984 se refere a um tipo de regime normalmente referido como stalinista, que era um comunismo de fachada, uma vez que tudo estava na mão de uma plutocracia bolchevique que mantinha o regime na marra.
    Ainda está por existir uma experiência genuinamente comunista (muito embora haja quem considere como sendo genuinamente comunista, pasmem, a experiência dos jesuítas com o s indígenas guaranis em Santa Cruz das Missões, no nosso Rio Grande do Sul, e que foi arrasada pelos portugueses..)
    By the way, o Flavio também é um esquerdista de fachada. Nem ele, tenho certeza, aguenta as patacoadas do PT no governo.
    Nos vemos em Interlagos, sábado…

  • Benvindo, Mr. Jorge Boga.
    Bom saber que és matuza de Interlagos. Boas e novas histórias que tens para compartilhar nesse fórum de incríveis malucos serão sorvidas tal qual sorvete por crianças (crescidas ou não).
    Junte-se aos bons e serás mais um deles (e isso é bom prá todo mundo).

  • Gomes:
    Gosto demais do teu blog primeiro porque sou matuza de verdade, basta dizer que morei muitos anos a um quarteirão de Interlagos no tempo que tinha uma padaria do lado que depois virou posto policial.
    Tempo pra cacete não ?
    Cheguei a ver o Camilo Cristofaro com as carreteras amarelas. Nem eu acredito.
    Se não se tinha nada pra fazer ia-se para a pista ver mais um bando de malucos fazer doideiras com carripanas maravilhosas.
    Também gosto do estilo “Clinica Geral”. Tratar um pouco de tudo é bom e muita gente gosta. Claro, carangas como mote principal.
    Por fim, cabe uma correção:
    20-02-2002 é uma capicua e desde o tempo da onça (dentes de sabre), fico de bico em tudo o que é tranqueira que tenha numeros que formem capicuas.
    Um abraço
    Jorge Boga

  • Na China o número 666 é considerado de sorte e as placas de carro com esta numeração são disputadas por lá.

    Quanto aos fanáticos relígiosos fiquem tranquilos pois o calendário foi inventado pelo homem e nem mesmo é hunanime, pois para os chineses, judeus, japoneses, e mais um monte de povos a numeração e diferente.

  • Amigos
    Muito se fala hoje em dia, e pouco se conhece, o numero não é meia meia meia, é seiscentos e sessenta e seis, quem quiser discordar não fale comigo, mas com quem escreveu, vejam o texto original.

    Apocal. 13 :18 Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

    Leiam , vale apena.
    Abraço

  • A Conferência de Genebra (1954) reconheceu a independência do Laos, Camboja, e do Vietnã, dividido em dois pelo paralelo 17: ao norte formou-se a República Democrática do Vietnã, pró soviética – sob o controle de Ho Chi Minh -, e ao sul formou-se a república do Vietnã, pró ocidental – sob o domínio do imperador Bao Dai, um títere dos franceses.