Jovem Jovino

SÃO PAULO (saudade não tem idade) – O tempo passa, o tempo voa, a poupança Bamerindus continua numa boa e preciso trabalhar! Mas deixo aos Matuzas de plantão alguns retratos by blogueiro Jovino. Um deles de corrida em torno do Mineirão, velho pedido de muitos blogueiros.

Admirem e identifiquem, claro!

Comentários

  • Oi Gente,

    essa alfa das fotos é a P33, a que correu com motor ford maverick v8 na divisão 4 era modelo T33 tinham motor v8 de 3 litros e 400/420CV enquanto as P33 que vieram para cá tinham motor V8 mas de 2 litros e +/- 250 CV.

    Como na divisão 4, se não me engano, tinham de ter motor nacional, se o chassi fosse importado e se o motor fosse importado o chassi tinha de ser nacional, então trocaram o Alfa pelo fordão v8 do Maverick.

    Espero de acresentado algo.

    abraços

  • Ibsen, acho que esse carro veio para uma Copa Brasil, depois ficou por aqui nas mãos do Afonso Giaffone, sen depois transformada pelo Toni Bianco, para uso do motor V-8. Mas não estou certo, alguém aí pode confirmar. Abs. e boa lembrança…

  • Foram dois Alfa P33-2, um coupe, destruido pelo Marivaldo, e o outro, spyder, destruido pelo Toninho da Matta.
    O mais interessante, que, por volta de 1974, veio para o Brasil um Alfa 33-3 que acabou ficando por aqui, corendo mais tarde com patrocínio da Motorádio e com motor Ford V8, poi o original tinha quebrado. Lembro de foto dele na 4Rodas ou Auto Esporte.
    Alguém tem mais informação sobre este carro?

  • Deixa eu fazer um reparo, após consultar oráculos, búzios e tarô cigano: na primeira foto o protótipo claro é o Bino Mark II, Luiz Pereira Bueno ao volante; ao lado, o Fusca de Paulo Gomes. É isso aí.

  • Caíque, fiquei curioso: prá mim o Geraldes Special havia feito somente uma prova com o Norman Casari e no antigo circuito de Jacarepaguá. Essa de Interlagos prá mim é novidade, mas posso estar enganado. Abs.

  • Caíque, é o Snob´s do Celidônio/Sgarbi e o amarelo, ao lado da P-33, é o Bica Votnamis com um protótipo Corvette 4,5 litros, feito com os restos mortais do Caçador de Estrelas I, depois daquela panca dada pelo Roberto Gomez nos Mil Km de Brasilia de 68, no paredão da Rodoviária. Abs.

  • Ai pessoal. O Pedro Carneiro Pereira Bateu na reta de Tarumã com o Iglésias e os dois morreram carbonizados num dos acidentes mais horriveis de Tarumã. Os dois subiram a reta na primeira ou segunda volta e os tanques lotados de gasolina azul, o Iglesias apertou o pedro que decolou no muro do box ( alguma sapiencia fez o muro com um angulo de subida que faria qualquer um decolar, embora se pensasse que era impossivel alguem chegar tao perto do muro em corrida) caindo em cima do carro Iglesias e os dois pegaram fogo na hora. O resto nao vou contar pq faz pouco que essa cena parou de me assombrar a noite. Perdemos um grande piloto e o opala mais caminhador da epoca. Pra quem nao sabe era do Ciro Caires antes de ser do Pedro. Duas enormes peras para o automobilismo brasileiro. O blog ta demais! Ta virando vicio!!!

  • Fala Marcos,

    eram duas mesmo, valeu pelo adendo, tinha essa da foto de teto fechado e uma aberta (tenho até uma foto do Moco com a de teto aberto aqui no RJ), mas eu prefiro a de teto fechado.
    Sorte de quem tá com ela hj pq o carro é show !

  • Romeu,

    Eu estava lá nessa corrida à noite em que o Marivaldo destruiu a P33. Eu era pequeno, estava com meu pai e nem piscava ao ouvir o locutor do autódromo anunciar “Os carros vão fazer uma volta de apresentação e passar devagar em frente à arquibancada para que o público possa admirá-los”. Lembro que eram 3 protótipos bem velozes, que passaram lado a lado na reta, mas de pé embaixo: a Alfa P33, o Bino e um Fúria (ou o Chevrolet, do Pedro de Lamare, ou o Alfa, do Jayme Silva) . E, nesse rachinha inconseqüente antes da largada, a Alfa ficou pelo caminho… Retardaram a largada um tempão, tentando ver se dava para recuperá-la, pois era a principal atração da corrida, mas o acidente havia sido feio.
    Essa Alfa é linda mesmo… achei uma foto de um modelo Spyder neste link: http://www.centerlinealfa.com/cars/concorso2005/images/p33.jpg

  • Oi Filipe e “tchurma” !
    Eram 2 Alfas P33 que vieram para cá !
    Esta era linda, mas a melhor era a aberta que ainda está por aqui, e impecável !
    Esta da foto é a que o Fiapo, infelizmente, destruiu na 1a, volta !
    E acabou desmontada em um caixote, lá em BH.
    Mas ouvi dizer que este caixote já atravessou o Atlântico.

  • Eu assistí esta corrida em Curitiba e quando acabou tive o prazer de ver a Alfa P 33 no box. Era linda. Dá saudade. O nº 7 é o Casari A1 que montava um motorzão Ford V8 e andava bonito. Lembro bem desse dia. Tempo bom.

  • Joaquim, o Marivaldo tambem destruiu uma P33 da Jolly na volta de apresentação de uma corrida noturna (Mil Milhas ou 24 horas de Interlagos?) na entrada do Laranja.
    Eu me lembro de ter visto o motor da Alfa enterrado no barranco.

  • Desculpem, pulei a foto de Tarumã: primeira fila, Pedro Carneiro Pereira, Opala 22; Pedro Victor de Lamare, Opala 84 e Alfa 2150 do José Pedro Chateaubriand. O Pedro carneiro venceu o De Lamare nessa prova disputada debaixo de chuva. Morreria mais tarde pilotando esse mesmo carro num choque com o Afonso Iglésias, acho.

  • Beleza, rapazes…. Primeira foto, vou arriscar somente o protótipo branco, creio ser o do Bóris Feldmann (o judeu voador) e Luis Carlos da Fonseca ( se for, vi esse carro nos 500 Km de Salvador, em 69). Segunda foto, nem arrisco, aliás Santa Catarina e Paraná tinham nos anos 60 um vigoroso automobilismo de rua, precisamos resgatar esse pessoal de lá: cadê o Ettore Beppe, Beto Monteiro, Altair Barranco, Edson Grackzyck, Luis Moura Brito, entre tantos outros?
    Terceira foto, Marivaldo Fernandes na Alfa P-33 da Jolly (que seria depois destruída num acidente na Ferradura, com Toninho da Matta ao volante); ao lado, # 34 o Caçador de Estrelas II do Bica Votnamis e ao fundo, atrás do Snob´s do Eduardo Celidônio, o AC do Fritz Jordan. O autódromo, sem dúvida é o de Pinhais. Muito bom, pessoal, valeu!!!

  • Mandrake tem razão,o FNM 70 é um dos carros mais bonitos já feitos no Brasil.Esse eu queria ter na garagem,o problema é achar um….Tinha até uma roda de liga(magnésio,como se dizia na época)exclusiva pra êle,concava com furos ovalados,linda.Tem um mto bonito no site http://www.fotki/ibsenop.com,que aliás tem “trocentas” fotos de carros antigos e “hots”.Vale a pena conferir.

  • Carretera, esse amarelinho ao lado da Alfa p33 é o caçador de estrelas do Bica ???? eu identifico na foto um AC marelo n5, o Snob´s corvair n15, e o Casari n7, alem de duas alfa gta n25 e 23, mas o n34 realmente eu não consegui saber qual é , era uma outra versão do caçador original com motor entre eixos e o cockpit na frente do eixo dianteiro ?

  • Mandrake, não há nem que discutir gosto. Essa última versão do JK foi um dos carros mais bonitos que já vi no Brasil. Em termos de protótipos o Snobs Corvair também era um dos mais lindos.

  • É o Marivaldo mesmo e a foto e da corrida 200 milhas de Curitiba, a seu lado está o #34 Caçador de Estrelas do Bica Votnamis, foi essa Alfa quem ‘fabricou” o protótipo # 22 do Dezinho que aparece noutra foto , qdo jogou o Malzoni ex-Casari no canal em Salvador

  • Amaral,

    Os carros vieram para uma mostra da industria italiana e a Jolly que era revendedor FNM/Alfa e os carros acabaram ficando “emprestados ” o que veio para o brasil era o V8 de 2 litros creio que desenvolvia algo em torno de 250CV ou +.

  • Meu pai ia muito nessas corridas em volta do mineirão…
    lá que surgiu a paixão dele pelo Interlagos….da qual também comungo.
    Boris Feldman, Wilsinho, Luizinho Pereira Bueno, grandes nomes do automobilismo lá frequentavam….
    Importante também ressaltar a corrida de arrancada na avenida lateral do mineirão….que até agora não houve sequer uma menção nesse blog.
    Vamos desenterrar algo sobre as corridas no mineirão….

    Abraços. ( GALOOO)

  • Oi Amaral,

    Os AC realmente foram projetados pelo Anísio Campos e salvo engano com ajuda, do Crispim, daí o nome AC.
    Que eu saiba correram sempre com motores VW e Porsche, mas pode ser que alguem tenha lhe dado outra motorização alem destas duas.
    O joaquim, veloz, e outros alguem sabe de mais alguma coisa ? ajuda ai !

  • é uma alfa 33, acho q corria no mundial de endurance na categoria esporte-protótipos.
    aqui no brasil não sei quem trouxe, terá sido a equipe jolly-gancia? (acho era esse o nome.)
    li nalgum lugar ter sido o carro mais potente q o pace pilotou aqui no brasil,antes da carreira internacional.
    acho q havia dois modelos, um de motor 2.algo e o de 3 litros. não sei qual ou quais vieram prá cá.
    eram bonitos mesmo, aliás, como todos os modelos seguintes, até mesmo o batmóvel de 1975.
    abs

  • Na última foto é uma Alfa P33. Pelo capacete é o Marivaldo Fernandes. Atrás o vermelhinho é Snob´s, na frente de dois ACs. O sete deve ser o Wilson e o amarelinho o Lameirão, com duas Alfas da Jolly ao lado. O melhor da foto é o amarelinho ao lado da P33…