Tantas emoções…

SÃO PAULO (obrigado é pouco) – Ontem foi um dia especial para este blog. E para muitos blogueiros que escrevem comigo esta pequena história. Mais de 100 deles estiveram em Interlagos para assistir à corrida da Superclassic. Mas foram para fazer mais do que ver uma corrida. Foram para conhecer gente, se divertir, trocar experiências, sair do mundo virtual para o real.

Esse encontro só foi possível graças ao empenho de três dos Matuzas deste espaço, Brandão, Joaquim e Cláudio, que organizaram um anárquico farnel com comida, bebida e muita alegria. E ao pessoal do autódromo que deu uma grande força cedendo o espaço, credenciais e tudo que fosse preciso.

Lá pelas tantas foram (fomos) visitados por Bird Clemente, Bob Sharp e Chiquinho Lameirão. Os pilotos da Superclassic também foram ao paddock bater papo, conhecer o pessoal, confraternizar.

Para mim, um dia inesquecível. Acho que todos saíram felizes e satisfeitos, com vontade de voltar. Veio gente de muito longe, algo quase inacreditável neste automobilismo nacional que temos hoje.

Fica aqui minha gratidão. E quem foi, que conte aos outros como foi! Fotos, vou colocando na medida em que for recebendo. Parabéns a todos. Isso aqui é mais que um blog.

Comentários

  • O que posso dizer além de MUITO OBRIGADO por aquele maravilhoso sábado em que pude ver os outros blogueiros , o Ceregati, o Joaquim e sua prodigiosa memória, Johnny O’, Marcus Vinícius, entre tantos outros. FG, essa semana ainda enviarei a foto da sua ultrapassagem no S do Senna na 2ª volta. Do jeito que o DKW está bom de curva, ele com um motor 1.0 moderno, mesmo com pouca preparação, daria um bom trabalho na pista aos outros carros.
    Felicidades a todos!!!!!

  • FG
    Parabéns pela iniciativa. Melhor que isto só quando criarem a GP Masters Brasil e os nossos velhos ídolos voltarem a dar uma canjinha p’rá nós nas pistas. Bem que uma das montadoras poderia abraçar a idéia…Sem desmerecer a SuperClassic que, sem dúvida, é uma das iniciativas mais legais dos últimos tempos no nosso automobilismo. Vida longa a vcs.

  • Infelizmente, não pude ir, mas mandei o meu irmão Marcio que mora aí em Alphaville e ele te conheceu e adorou tudo o que rolou poraí. Só em ter a presença do Bird Clemente, Chiquinho Lameirão e o Bob Sharp, já valeu pelo comparecimento da blogaiada.

    Parabens a todos que organizaram a festa, se tiver alguma prova em agosto, tô aí.

    Jovino

  • Aos (agora, sim) Amigos Flavio, Joaquim, Brandão e Ceregatti, e aos demais que infelizmente não guardei os nomes…

    Não tenho palavras para agradecer a maravilha que foi essa festa – da paz, do Bem e Anárquica, Graças a Deus – que foi organizada por voces. Principalmente pela maneira como fomos recebidos Sem frescura, sem diferenciação; foi algo do tipo “seguinte, eu sou o fulano, aquele é o sicrano, tá aqui sua credencial, a comida tá lá na mesa e a cerveja no gelo…” Simples assim. Fantástico assim.
    Foi divertido e emocionante. Quando na minha vida imaginei não só conhecer, como tirar uma foto com um mito como o Bird Clemente? Só mesmo essa moçada do Bem para proporcionar a todos nós essa oportunidade.
    A quem não pôde comparecer um conselho: não percam a próxima! Eu já reservei lugar.
    Fazia tempo que não me divertia tanto!

    Um abraço carinhoso a todos e especialmente a esses Matuzas que organizaram tudo e nos proporcionaram aquele encontro que vai ser duro de não senti saudades!

  • Foi um dia realmente especial, mais até do que esperávamos. Foi surpreendente ver aquele povo todo reunido em torno de um único objetivo. Falar de corridas e curtir corridas. A quem não foi, resta se programar para a próxima etapa em 15 de julho (se o calendário não mudar).
    Não dá pra explicar, apenas quem foi tem a noção exata do que vivemos.
    Foi uma pena não ter ficado até o final, quando achávamos que não haveria mais surpresas, sacaram lendas vivas do automobilismo brazuca para animar ainda mais a festa. Estamos loucos para ver os vídeos e as fotos.

    Abraços,
    Gabriel, Débora e Lucas.

  • Parabéns a toda torcida do # 96, espero que ele tenha feito a parte dele, pois a torcida fez a dela.
    Espero na próxima levar uma farofa de frango e um garrafão de vinho Chapinha, pra comemorar o resultado (e lembrar dos tempos da Stock-Dodge, qdo a gente andava na ponta) do já famoso # 96

  • Estou morrendo de inveja de quem foi, pois pelos relatos iniciais, deve ter sido maravilhoso. Mas se tudo correr bem, devo estar presenta na próxima, agendei a vistoria de meu carro para o dia 18, no Rio, me recuso a emplacar meu carro aqui, o Detran de Minas é muito enrolado, tudo tem que passar pelo despachante, tô fora, vontando ao que interessa, como meu aniversário é no dia 10 e julho é mês de férias por aqui, devo viajar para o Rio no dia 11 e retornar no dia 19, aí devo aproveitar pra dar um pulo em São Paulo para ver a Classic, afinal de contas, quem viaja 600km, pode muito bem dar um pulinho em SP, é logo ali mesmo, já estou mineirando.

  • Sr. Gomes,
    Enquanto eu estou aqui na Alemanha, comendo salsichão (um luxo!), chucrutz e tomando cerveja, deixei a casa sob sua responsa. Se continuar brincando de ´tomórvinho brum brum de corrida, quando eu voltar, coloco o senhor para comentar campeonato de salsa, boliche e poker!
    Ou então mando você numa das aventuras da Renata Falzoni, daquelas, que sobe montanha que nem cabrito e depois pula lá de cima com um paninho para sustentar,,,

  • mais uma vez..Pena o Maranhão ser um tikim longe de sampa…certamente seria presença marcada em todas as provas da superclassic..obviamente para prestigiar LORD GOMES e seu indefectível #96!!!

  • Blz pessoal, só não foram 118 porque eu realmente não pude me deslocar aqui do Rio… Estou grudado no PC trabalhando sem parar….
    Vou ficar aqui babando com os comentários.
    Espero poder ir na próxima!
    Abraços!

  • Parabéns pela festa! Não pude estar nessa, mas já estou me preparando para o dia 15/07. Só pelos depoimentos dá pra perceber que a Família 96 vai fazer história nos anais do automobilismo brasileiro. Já estou até vendo daqui a uns 40 anos o FG aparecendo de surpresa num evento em Interlagos de uns garotos fazendo uma homenagem aos matuzas que começaram tudo isso no longínquo ano de 2006…

  • Puxa pessoal, quero parabeniza-lo todos vocês pelo evento organizado em Interlagos. Infelizmente não deu para mim ir dessa vez, porém espero que na próxima eu consiga ser o 118° “credenciado” por lá! =)
    A presença do Lameirão, Bird e Bob Sharp devia ter sido inesquecível mesmo e só ajuda a deixar a festa muita mais bonita e nostálgica. Eles fazem parte da história do automobilismo brasileiro, são parte da história de cada um de nós, brasileiros!

    Abraços à todos!

  • É isso aí. Parabéns a cada um do blogueiros que se esforçaram para organizar, chegar lá (alguns de muito longe) e torcer.
    Um agradecimento especial aos ilustres visitantes e ao FG, que iniciou essa bagaça toda. Começou pequena e tomou proporções gigantescas.

  • Brandão curtiu as voltas como pace-car…o que achou da barata OKRASA do Salomão…realmente anda? Empurou até o pace-car oficial do campeonato paulista, Renault Clio 1.6, mas depois deu um espaço…será que o cara do Renault sentiu que os velhinhos empurram paca!!!!!!!!!!!!!

  • Cenas de um sonho possível
    Take 2

    Cento e dezessete aficcionados credenciados. No dia de ontem, só havia um lugar do mundo com mais apaixonados por corridas por metro quadrado: Silverstone, England.

    Porem, em São Paulo, Brasil com S…

    Num lugar excepcional, gentilmente cedido pela nova administração do autódromo, a São Paulo Turismo.

    Atitude de gente tão apaixonada como a centena de blogueiros presentes, aliás… O Marcello Borg, do Depto de Marketing e Vendas passou tambem o dia todo conosco.

    Tornou-se um dos nossos.
    Homem de Marketing e Historiador, apaixonado por corrida, cercado de aficcionados e acompanhado de tres mitos…

    Nada como estar entre amigos, na casa de outro grande amigo.

    Obrigado, Marcelo.
    Obrigado, Cupertino

    Jamais fui tão bem recebido no lugar que chamo de “Templo Sagrado”. Jamais.

    Como tambem jamais imaginei encontrar tres mitos, ao vivo e em cores, lá conosco.

    Conosco, a honra da presença dos Srs. Bird Clemente, Francisco Lameirão e Bob Sharp…

    Juro que pensei, por mais de uma vez, que estava sonhando… Tudo aquilo não podia estar acontecendo de verdade.

    Mas foi verdade… E vai virar cento e dezessete histórias, cada qual sobre seu ponto de vista. Do meu ponto de vista, é um sonho.

  • Cenas de um sonho possível.
    Take 1:

    Vi o sol nascendo sobre o retão, do pé da escada do Hospitaly Center, lá no velho barranco da Bardhal… Como vi em 1975, quando o Pace ganhou com o Emerson em segundo…

    Vi depois o sol se pôr, no meio das árvores perto da curva 1, como vi nas Mil Milhas de 1968…

    Entre o nascer e o pôr do sol, vivi um dos dias mais felizes desses 49 anos. Ontem eu fui feliz. Como poucos dias desses 49 anos.

  • Flávio,
    A festa de ontem foi LINDA mesmo! E o espírito que os Matuzas querem que fique é este mesmo : uma festa (des)organizada, mas ismples, democrática e participativa. As pessoas chegavam e colocavam as comidas no balcão, as bebidas no super cooler que você cedeu, recebiam as credencias e eram LIVRES para fazer o que bem queriam. Passeavam, namoravam, conheciam, conversavam, comiam etc Só se formava rodinhas fechadas, quando os “monstros” Bird, Bob e Chiquinho contavam suas históirias. Mas era um rodão, todos ouvindo e aprendendo.
    A idéia era essa. Sem regras, sem “donos” ou chefes, Um encontro de amigos virtuais, livres.
    Vem da própria Internet : uma anarquia que dá certo,
    Se confiarmos mais nas pessoas e nos mostrarmos mais generosos, sempre, o resultado será como o de ontem. Uma maravilha!

  • Não tem como descrever o acontecimento de ontem em Interlagos.
    Eu estou em “estado de graça” até agora.
    Uma festa despretenciosamente organizada pelos matuzas, Claudio, Brandão e Joaquim, conseguiu juntar os “doentes” por automobilismo, agrupando outros matuzas, com jovens avidos por conhecerem mais de perto as histórias das corridas do inicio da nossa industria automobistica.
    Sobrou emoção!
    Ouvir histórias contadas ao vivo e a cores, por quem esteve lá, como o Bird e o Lameirão não tem preço.
    Uma linda festa, dentro da maior simplicidade, dando oportunidade para muitos conhecerem e outros reviverem momentos maravilhosos no nosso templo maior, o autódromo de Interlagos.
    Tudo isso tendo a oportunidade ainda de acompanhar a prova da Superclassic de um dos melhores pontos do circuito, com direito a visita aos boxes, com uma emocionada concentração da torcida 96 no famoso Box 21.
    Mais uma vez obrigado Flavio, por nos proprocionar atraves do seu simples “bloguinho” momentos inesquecíveis como esse, nos dando inclusive a excelente chance de fazer amigos.
    Acho que a torcida 96, já se tornou a Familia 96, eu estou orgulhoso de ter entrado nela…
    Um grande abraço a todos.

  • Acho que vou chorar !!!!!!

    espero que o Joaquim tenha transmiti minha msg de um grande abraço a todos, e como parece, que aproveitassem bastante depois quero ver as fotos e o que rolou no paddock !!! hehehe

    grande abraço a todos