Foto do dia

SÃO PAULO (porém, já nascemos livres) – Ontem não deu tempo, nem sei como hoje está dando (passei a manhã gravando uma matéria para o “Limite” como Ferreirinha e o Heve, uma maravilha…).

Mas segue mais uma da Joalheria Veloz-HP, que me confidenciou que tem planos de abrir uma filial em Havana. Legenda da lavra do autor (o autor das fotos, não do blog).


Interlagos, 1974 – Quem acha que Chevette não anda, saiba que este andava junto com
os melhores Fuscas no miolo. E o motor era 1.400 cc, é mole? Quem viu não esquece jamais…

Comentários

  • Oi Betto,

    fui eu que falou do Fiat div-3 pq li numa QR antiga sobre o dito cujo, mas não me lembro de ter visto o carro nem de nenhuma foto dele, se vc tiver ela digitalizada e puder enviar para mim ou para Flávio postar aqui eu agradeço.

    abraço

  • Pablo,

    Tem óbvia razão, eu estava com o Chevette na cabeça… O carro correto, primeiro carro com tração dianteira que ele pilotou foi um Corcel branco nº 5… Pode buscar nos seus arquivos. Acho que tenho essa foto em algum lugar!!

    Valeu!! Abraços!!

  • Betto, o Chevette tem tração traseira…
    De resto, concordo com você. Até tenho a Quatro Rodas com o Escort de arrancada, e tirei uma foto dele em algum evento. Só coloco as viaturas de rua no meio do bolo também. O Dimas tem o Corvette mais bonito do Brasil, entre outras preciosidades… Sei também de um protótipo construido em Campinas no qual ele investiu, mas não sei no que deu essa história.

  • Esse Chevette ou era do Dimas de Melo Pimenta Filho (que hoje é imas de Melo Pimenta II) ou de seu amigo Fausto Wachemberg. Quem denuncia é o adesivo “DIMEP” no pára-lama traseiro. O Chevette do Dimas, que eu saiba, era nº 5… Então, provavelmente, esse era do Fausto mesmo… Aliás, por falar no Dimas, ele é um dos pilotos mais injustiçados dos anos 70/80… Foi o primeiro a estilizar as pinturas dos carros de corrida no Brasil. Seus Fuscas Div 3, Fiat 147, Brasília, Gol, Voyage, Mavecão, Opala… Todos vinham com a logo marca DIMEP em um degradê de verde para amarelo inconfundíveis. Ninguém fala! Dimas foi o primeiro brasileiro a correr com um carro de Turismo de tração dianteira – com o tal Chevette nº 5. Ninguém fala! Dimas foi o primeiro piloto brasileiro a ter um motorhome comparável aos americanos. Ninguém fala! Foi dele também o primeiro Dragster campeão de Arrancadas no país (um Escort V8 com blower, etc, etc… Tenho foto!). Ninguém fala! Santa injustiça!! O Paulo Scali teve a capacidade de escrever um livro inteiro dedicado a Interlagos e conseguiu o feito de não citar o Dimas em nem uma linha sequer… Impressionante! Alguém citou um Fiat 147 da Div. 3… Posso ter pirado, mas se só existiu um, adivinhe de quem era? Porque eu tenho essa foto… Enfim…

    Abraços!!

  • Alguém explica por que raios o volante desse carro era torto ?

    Adaptação que vai bem, e é barata, é a que o colega comentou lá embaixo. Motor AP. Mesmo um 1.8 originalzinho já manda bem pra caramba, no câmbio original do 1.6/S…

  • O Brasil é um País estranho mesmo, né? A GM tinha o Chevette com um motorzinho chinfrim e tinha o Opala 2.5 (quatro cilindros). Uma vez andei numa Marajó com motor de Opala quatro cilindros (havia sido preparado em São Paulo e estava com três mil cc). Foi um dos melhores carros que andei até hoje. Por que a GM não colocou esse motor no Chevette?

  • Eu e minha esposa, ainda namorados em 1982, em férias pelas bandas de Trancoso-BA, viajávamos no por-do-sol e nos esquecemos do Chevette amarelo, que parei na beira da praia. Caras, o mar subia e nos desesperamos quando vimos a água. A carreta contava com um humilde carburador, que afoga, o pânico tomou conta do desatinado condutor, o carro apagou, ou melhor, não pegou. o mar subia…
    Ainda bem que chegou uma galera da paz ,desatolamos o Chevettão. Eu chamava o carro de Zurico. Reminiscências de um blogaiado. Mas tem mais histórias dentro de um Chevette. Mais ou menos iguais às estórias dentro de um Fusca.
    Bom final de semana!

  • Chevette ou conheço. foram só quatro: abacate(lembram?) marrom metálico (um luxo), amarelo(baita carro) e branco(já no final, meio bichado). Mas todos bons de curva, tração traseira…

  • Lindo Chevettinho! Tenho carinho especial por eles…meu pai teve dois…que de tão ciumento nunca pude tirar uma casquinha…
    E a lenda dos V6 em chevettes que a GM testou?
    Comendatore…tu que era da casa…esclarece pra nós, se puderes, claro.
    No uruguai vi um opel, parente do chevette com motor 2.5L original de fábrica (tinha os emblemas apontando a cilindrada…)será que teve mesmo essa versão…vou dar umas buscas em clubes de chevettes na Alemanha, pra ver se realmente teve…
    Abraços povo!

  • tentava andar junto no miolo com os fuscas divisão 3 ou equivalentes, mas só tentava, mesmo no miolo perdia.
    na reta tomava uma luneta e tanto. não lembro de nenhum que tenha feito algumas coisa significativa.
    esses fuscas citados nada tem a haver com os outros fuscas de corrida, eram preparadíssimos e enchiam o saco dos opalas, mavericks, passats. a sorte desses é que quebravam muito.
    se não me engano teve um fusca que ganhou uma corrida dos grandões, acho que foi no rio grande do sul, mas alguém deve saber exatamente.

  • achei o chevette div-3 do Edgard de Mello Filho muito legal vou mandar pro Flávio .

    Agora para os garimpeiros de plantão, em especial Jonny´O, Veloz e outros, faço um chamado para ver quem tem a foto do unico Fiat div-3 que ouvi falar, mas nunca vi a foto do dito cujo, alguem aí tem ?

  • o chevette é um fenômeno estranho, mesmo em termos mundiais. um caro excelente em termos de chão e facilidade de pilotagem, mas que ninca teve motores à altura ou mesmo investimentos competentes que o fizessem se tornar um ícone. uma grande besteira da GM, se tivesse investido nele como a Ford fez com o Escort (não o nosso, o antigo de tração traseira) teria obtido grandes resultados.

  • Belo trabalho na carroceria para acomodar os pneus mais generosos…

    O meu avô teve um chevette desses 1974 braco nos anos 80… Claro q não tinha veneno… Mas me lembro como se fosse hj…

    Abraços

  • Flavio: os números não mentem:
    Chevette: 9 comentários;
    Passat: 20 comentários
    Opala do Luiz Landi:41 comentários
    Karman Ghia: 54 comentários
    Marverick do Grecco de costas:39 comentários
    Fusca Gledson Amador: 39 comentários.
    Manda mais, Flavio, manda mais.

  • Esse Chevetinho tubarão tá lindão mesmo ! pena que nesse início eles tomavam um pau tremendo dos VW 1600.

    Acho que os Chevettes só botaram para quebrar mesmo no campeonato brasileiros de marcas lá pelos anos 80, onde disputava com o voyage e oggi, pilotados pelo Maurizio Sala.

    Se bem que o Edgard de Mello Filho tb pilotou um chevette hot-car, acho, mas não sei se fez grande coisa, mas o carrinho era muito bem feito pelo que me lembro.

    Esse da foto é do Jayme Levy ou do Newton Pereira ?

  • COMO SEMPRE OTIMAS FOTOS COM LEGENDAS COMPATIVEIS .

    MAS NA FOTO DE HOJE , NO FUNDO A DIREITA , APARECE UM GUINCHO FORD ( 1951 ? ), QUE JA APARECEU EM OUTRA FOTO DA JOALHERIA . SERIA DO AUTOMOVEL CLUB PAULISTA ?
    ALGUEM RECONHECE ?

  • Lindo Chevette! Um dos carros mais gostosos de dirigir que foram feitos nesse país, apesar do grande desnível entre o acelerador e o freio. Meu primeiro carro foi um Hatch 1.6 com carburador corpo duplo de Monza 2.0. Maravilhoso! Assim que a economia pessoal melhorar, volto a ter um desses…

  • Realmente carrinho show de bola não tenho nem nunca tive, mas sempre gostei, quanto ao motor chevrolet diziam as más linguas que o motor tinha somente dois mancais para o virabrequin, por isso o motor rajava muito cedo, sei lá tenho minhas duvidas.

  • Prá mim, a salvação do automobilismo de base pode estar nesta foto.
    Chevette (uma boa carcaça por R$1000,00) entenda-se TRAÇÃO TRAZEIRA, montadinho direitinho… Eu tenho um com motor AP Turbo que é o cão chupando manga…
    Carrinho legal por menos de 5 mil… Anda em asfalto, terra e o kct.