Gira mondo, gira (terça)

SÃO PAULO (saci-pererê existe?) – Um telejornal na Suécia cometeu uma baita gafe. Num dos monitores atrás do apresentador rolava um quentíssimo filme pornô. A emissora pediu desculpas.

No Brasil, a VW ameaça fechar a fábrica de São Bernardo do Campo se não puder demitir mais de 3 mil operários. O governo devia confiscar a fábrica.

Na Ucrânia, um Tupolev caiu e matou 170 passageiros e 11 tripulantes.

Em Israel, pausa na guerra para a acusação de assédio sexual ao presidente do país, Moshé Katsav.

Na China, um mestre de kung-fu, o abade do templo de Shaolin, ganhou do governo um carro esportivo de 125 mil dólares e os gafanhotos ficaram putos.

Em SP, diz que vai fazer o maior frio hoje à noite.

Comentários

  • Vou concordar com os posts abaixo,a WV é uma fábrica decadente,nem parece aquela WV que inovou com o Gol GTI(Primeiro carro com injeção eletrônica),e naquela época possuia bons carros(Gol,Yoyage,Parati,Santana),todos com motores ótimos e confiáveis.

    Agora o que temos?Gol e Fox como os carros populares,com a qualidade que não chega nem perto ao dos veículos antigos,o Gol foi piorado severamente,sofreu uma metamorfose,já o Fox é um carro cuja intenção é ser um compacto,para todos os efeitos ele inovou,levando ao Brasil a tecnologia Total-Flex.

  • A VW está mal por incompetência. Pioraram o Gol. Inventaram dois carros pra nada (Fox e Polo). Não mudam nada no Golf há 7 anos. Não tem um sedan que preste.
    Pombas, parece até estatal!

  • Assim como a informática acabou com os bancários, voce faz quase tudo on line. Também é verdade que a robótica feriu de morte os metalúrgicos.

    Mas a grande verdade é que no Brasil se consome muito pouco. De pãozinhos à automoveis.

    No México voce comprava (não sei se ainda está assim) um carro com juros de 7% AO ANO. Nós aqui hoje, de 50% pra cima. Um carro financiado em 48 meses voce paga dois ou mais.

    Nos financiamentos que não permitem alienação do bem, eletrônicos, eletrodomésticos, etc, as taxas passam dos 100% aa. Barbaridade pra uma inflação de 6%aa.

    Não entendo porque é assim, e não é de hoje não.

    Quando tinha aquela inflação louca – o governo do PMDB do Sarney, entregou o país com 100% AO MES pro Collor, Lembra? – A gente achava que era por isso. Mas sem a inflação ficou ainda pior.

    Tenho parentes na V W de SBC.

    A vida tá dura véio!

  • Lembrando aos desavisados, grafia MAIÚSCULA na web é NO MUNDO TODO considerada gritaria. Baixaria. Barraco. Favela. Coisa que só é bonita prá dramatugo decadente do baixo meretrício.
    Civilização não é enfeite, é condição de sobrevivência. Cada vez mais.
    Isso inclui a comunicação, em todas as suas versões.
    Por exemplo, ser gentil e educado no tânsito é uma sinalização que indica que você está conectado ao mundo novo, o novo Brasil que está surgindo, com uma rapaziada que não tolera a grosseria de nós, podres de velhos.
    Desculpem se fui prolixo, mas tem hora que a gente fica irado, mas é que tô ficando velho.
    BaNoite a todos.

  • Mauro Chazanas:

    Os sindicatos do ABC acabaram com as fábricas do ABC porque não interferem no País inteiro, hoje as fábricas do ABC concorrem com unidades na Bahia, no Paraná onde os trabalhadores não tem os mesmos direitos, e por isso os custos de produção são mais altos.

  • Zé Clemente,

    Tô contigo, a VW mandava, mas não notou que seu mandato já terminou a cerca de uns 10/12 anos. A FIAT devagarzinho foi ganhando terreno e dividiu o mercado. Hoje a GM e depois a Ford também tomam mercado da VW.

  • Mauro, não é bem assim. Sou bancário. O Sindicato dos Bancários foi muito ativo na época do FHC, agora com companheiro Lula na presidência as prioridades mudaram… Só quero ver o fiasco que vai ser a campanha salarial desse ano, que vai coincidir com eleições. Como a prioridade absoluta é a reeleição do Lula (o sindicato é filiado à CUT), não deveremos conquistar nada interessante. Prevejo que se conseguirmos repor a inflação oficial já será muito.

  • Não consigo compreender a tese que diz que os sindicatos são os responsáveis pela situação na Volks, no ABC. Há sindicatos na Alemanha também. Por outro lado, alguns dos sindicatos mais atuantes são os dos bancários. Como é que anda o lucro dos bancos?

  • Moro em SBC desde 1982. Lembro da VW nesta época. Vários turnos de trabalho, objeto de desejo de 11 entre 10 metalurgicos. Hoje o ABC se tornou uma região de serviços. Uma pena, será mais uma fábrica abandonada na região. Tomara que pelo menos sua história não se perca.

  • Matelli
    Não vejo isso como uma sacanagem. Vejo de outra forma.
    Vejo a volks como uma matarazzo moderna. Teve mercado só pra ela durante anos. Uma benesse da maiores, razão pela qual enfiou rios de grana nos bolsos no passado. Para falar com propriedade é preciso estar lá dentro, mas fico com a impressão que a diretoria da alemanha não tem vontade de investir muito num mercado de competição aqui dentro. E por isso eu penso que eles aproveitam o momento para essas demissões visando obter do governo algo que lhes interesse muito que em condições de competição clara não obteriam. No passado a volks já falou grosso com o governo, na decada de 70. Hoje isso não é exatamente assim.
    Enfim vejo como um olho gordo demais, alem das proporções.

    Paulo
    Tenho amigos que trabalham no ABC no mercado das montadoras de forma indireta.
    Estão sem encomendas. Não há novidade. Quando uma montadora vai lançar algo novo no mercado gera compras com muita antecipação. E essa é uma das razões pelas quais o ABC não é mais a mesma coisa. É o que explica porque há um monte de galpões desocupados para alugar. Pequenas empresas que fecharam ou se mudaram. Tudo mudou.

    Zuquim
    frio, vinho, queijo, hummmm voce sabe viver heim rapaz…….
    acho que eu vou tomar meu vinhosinho hoje à tarde

    abraços

  • 1) Suécia, também conhecida pelos filmes de alta octagagem sexual
    2)VW: multinacionais só estão no país porque ganham muito dinheiro. Com a globalização, salve-se quem puder.
    3) Máquinas russas, ai ai ai…
    4)Israel: piada de judeu
    5)China: piada de chinês
    6)Frio: preparem-se paulistada.Aqui no sul o inverno chegou. Atrasado, mas chegou. Bons vinhos, fondue…

  • A fábrica da VW quer fechar? Deu na Folha Online de hoje que no atual governo sindicalista o lucro da indústria aumentou três vezes. Isso no geral. No setor automobilístico caiu. Em números absolutos, na era FHC o lucro da indústria automobilística ficou em R$ 4,950 bi, contra R$ 4,187 bi na era Lula. Vá lá que uma retração de 15,4% seja significativa, mas em termos absolutos, 4 bi ainda é muita grana. Tudo bem querer fechar uma fábrica que dê prejuízo, mas fechar porque está dando menos lucro – e ainda assim um pu.ta lucro – é uma sacanagem fo.di.da.

  • Apenas apoiarei esse ditatorial (ou democrático no sentido de República Democrática Popular…) projeto de despropriar a fábrica se for para voltar a fabricar Fuscas! E por favor, nada de Fuscas de cores que estejam no espectro entre o prata e o preto, para carros com cores de ratos basta ir a qualquer revenda que acham-se zilhões de monótonos carros cinzas em todos os matizes e pretos.

  • Também, a VW quer manter mercado como? Com Gol, Fox, Polo? Tudo carro do mesmo tamanho para a mesma faixa de mercado… mais a Kombi? Não se lembram do início dos anos 80 quando o Gol canibalizou o mercado da Brasilia? O Santana era produzido até outro dia (uma velharia) e não puseram nada no lugar (o Passat é alemão e não está na mesma faixa, o Bora também é importado e os competidores tem melhores preços). A GM, Ford, Fiat tem carros para todas as faixas de mercado e não estão dando essa baixaria toda, nem deram quando estavam no aperto. Os caras INVESTIRAM, foram lá e viram onde estava o problema. Até o presidente da Ford foi fazer propaganda. Agora na hora do aperto a solução mágica é demitir os trabalhadores? E a diretoria que não foi capaz de desenvolver produtos para manter o enorme mercado que a VW sempre teve, como é que fica? Voltam pra Alemanha e embolsam o bom dinheiro que as multinacionais sempre dão pros expatriados?

  • Acho que o governo deveria tomar a fábrica da Volks e utilizar para construir ambulâncias para o Dirceu , Genoino e Cia. vender ! O que vocês acham !
    E poderiam contratar o Flavio Gomes para ser piloto de testes !!!!

  • As palavras do mong demonstram que sua preocupacao e com as artes marciais e o desenvolvimento de sua regiao. O presente e so um presente. Os olhos do revoltados veem o carro como algo muito mais importante do que os olhos do monge que so ve o presente. Cuidado ao julgar! Principalmente sem conhecer as pessoas.

  • Oi pessoal,
    Pelo que eu entendi e pela lógica do comunismo moreno, o governo devia:
    Confiscar a fábrica, rebatizá-la para Volkswagenbrás e reativar as linhas dos fuscas e kombis e outros cacarecos de 1900 e batatinha.
    Claro que tambem teria que admitir uns 150000 associados do PT (afinal de contas, cada parafuso deve ser controlado por pelo menos 5 pessoas, certo ?).
    Enfim, mais uma “Buracobrás” para sorver a grana dos impostos…
    Só minha opinião de 2 centavos…
    [ ]´s

  • A Volks está no ABC mas vende carros para o país inteiro. O problema não está no ABC e sim nos lucros. A fabrica fala em fechar SBC se não houver acordo com os sindicatos que a permitam demitir 3000.
    O quadro decrescente da volks se deve a muitas mudanças que começaram lá atrás com o fim do fusca que o presidente Itamar tentou reeditar e não deu certo.
    Não foi apenas isso que mudou, mas muitas outras coisas, entre elas cambio e juros.
    A verdade é que a volks ganha sim porque ninguem trabalha de graça, mas não tanto quanto já ganhou por exemplo na epoca da ditadura quando apareceu aqui o passat que já havia sido descontinuado na europa.
    Enfim, fazer carros no brasil já não é mais a maravilha que foi no passado. E isso é um sinal horrivel porque automobilistica ainda é pilar da economia mundial. Para de fabricar carro e o mundo para tambem.
    Antes do Alckmin dizer que o brasil tava no piloto automatico eu dizia a mesma coisa conversando com meus amigos.
    Me perdoem sinceramente os petistas do blog, mas a verdade é que o sindicalismo foi ao poder mas nao significou melhoras nas proporções do discurso.
    E tambem nao se pode esquecer o verso da moeda. Boa hora mesmo essa para a volks fazer pressão por demissões. Se faltar gente depois, contrata. Simples assim.

  • 1- Fechamento da VW ? agradeça ao sidicato, aos fundadores do PT (já sentei do lado de cá da mesa de negociação, e posso afirmar que metade dos diregentes dos sindicatos do ABC é picareta e a outra metade e oportunista. Todos são venais. Qualquer um que participoiu de uma mesa de negciação NÃO vota no PT)
    2- FG, você extrapolou. Confiscar a fábrica por quê ? O governo tem tanto o direito de confiscar a fábrica quanto as viúvas de certo piloto de confiscarem o seu blog. É seu, e pronto, quer queira quer não. Se eles pagarem os impostos e os salários, esta em ordem. Isto é jogo jogado. Lembrando ainda que 2 membros do board da VW são dirigentes do IGMetal, o sindicato de lá. Esta falta de soliedaridade dos companheiros alemães é muito decepcionante mesmo.
    3- Os caras bons projetavam e montavam o LADA. Os ruins iam para a Tupolev (brincadeira; tirando os problemas de ruído , consumo excessivo e falta de potência, o avião é ótimo).
    4- Quando o gafonhatão supremo crescer ele vai querer uma Lamborghini. Claro.

  • Moro a 24 anos em SBC. A VW era o melhor lugar para se trabalhar. Tinha turno em tudo quanto é horário e as pessoas tinham ótima remuneração, inveja para quem nâo trabalhava lá. Hoje a situação é outra. Muito raro conhecer quem trabalha lá. São 6000 funcionários. Se não falo besteira, nos anos 80 eram 30000. O ABC mudou, hoje não é mais lugar de fábricas, cada ves mais setorna uma sociedade de serviços. Na paisagem sobram fábricas abandonadas.
    Fico imaginado o dia que a VW fechar, aquele negócio enorme lá na Anchieta e as pessoas passarem por lá e nem se lembrarem o que aquilo foi e o que representou.

  • Os sindicatos acabaram com o ABC, na época de vacas gordas querem várias regalias mas quando as coisas apertam não aceitam ceder nada.

    Flavio: O governo deveria confiscar a fábrica e fazer o que com ela??