No ventilador

SÃO PAULO (todo baixinho é invocado) – Villeneuve escolheu Schumacher para Cristo hoje, em entrevista reproduzida pelo Grande Prêmio. Mandou o sabugo no alemão. Não concordo com quase nada, mas faço uma ressalva: ele e Damon Hill são os únicos que podem atirar todas as pedras que quiserem no heptacampeão do mundo, embora eu ache que não se deve julgar ninguém de forma tão definitiva por uma ou duas atitudes.

Como essa da foto aí embaixo, a grande sacanagem da carreira de Schumacher que, felizmente, não deu em nada para Jacques.

Ah, já vou avisando: o tradicional desfile de impropérios e a enxurrada de bobagens do tipo “Dick Vigarista”, que é piada velha, não são bem-vindos. Que se discuta aqui de forma civilizada e inteligente.

(Posts sobre F-1 deveriam vir acompanhados aqui do aviso, como nos maços de cigarro: ESTE NÃO É UM FÓRUM DE F-1. FÓRUNS SOBRE F-1 FAZEM MAL À SAÚDE MENTAL.)

Comentários

  • Morcego,

    Vou lhe escrever apenas uma unica coisa:
    Escrevo quantas vezes quiser porque é problema meu, mas tenho a coragem e a hombridade de colocar nome e e-mail, coisas que aqueles que não têm, normalmante se escondem atrás de apelidos.

    Como você escreveu : contra os fatos não se discute.

    Cara você é muito bôbo.

  • Caique,

    6 posts para responder apenas 1 meu?? Que necessidade de auto-afirmação hein…

    Primeiramente, quanto ao seu comentário sobre gostar de mulher ou não, parece ser bem do seu nível mesmo cair nesse tipo de coisa quando os argumentos faltam.
    Isso não é da sua conta meu caro. Aliás, eu tenho vida social, como você pode notar no fim de semana, ao contrario de voce…não troco mulher nenhuma pela internet…

    Voltando ao assunto de 88, seu comentario foi esse: ‘Já citei os companheiros do Senna e assim como você escreveu, mostrei que o unico companheiro que o Senna teve, este o venceu nos dois anos em que correram juntos…’

    Segundo VOCÊ, o Prost teve um desempenho muito superior a Senna em 88. Agora vamos a verdade:

    – Senna vence 8 das 16 corridas, enquanto Prost venceu 7.

    – Senna fez 12 das 16 pole position, contra apenas 4 Prost.

    Cadê o desempenho infinitamente superior de Prost??? Campeão moral??? Onde???

    Na certa essa informação não tinha na Grand Prix 75!
    Esse campeonato de 88 so existiu nos seus sonhos…

    Não tenho preferencia por nenhum piloto meu caro. Só não gosto de informações inventadas quando o assunto é Fórmula-1. E sou saudoso sim de um tempo em que via Mansell, Prost, Piquet e Senna em um mesmo grid…

    Já disse que não tive intensão de ofendê-lo, como você faz nos seus posts…Eu me referi ao seu comentario acima como de ‘ignorância sem tamanho’. Interprete como quiser.
    Quanto às suas piadinhas de ‘relês’ , ‘LP’s’,…melhor você melhorar seu repertório. Quem sabe no seu décimo segundo post de resposta a mim…

  • se os números não interessam , pq falam que o brasil é o melhor futebol do mundo , pq é penta !! ou o pelé é o melhor pq fez mais gols , etc !! os números só valem qdo é a favoro de brasileiros !! realmente brasileiro é um povinho de 4º mundo

  • Ora, acompanho automobilismo desde meus 7 ou 8 anos de idade, epoca em que haviam carros mais “duros” de pilotar(sem nenhuma eletronica embarcada ou sistemas de telemetria) e pilotos arrojados, porem, os capeoes nao necessitavam “por ninguem pra fora” para garantir um titulo, caso ocorresse algum improperio, este era logo analisado e punido exemplarmente, o que apos meados dos anos 70 passou a ocorrer sob a egide do “dois pesos e duas medidas”(vide James Hunt – GP Inglaterra – 1976 !), apos isso a Fia desandou (alias diga-se de passagem, a grande responsavel por esse tipo de atitude foi a propria Entidade, desde a epoca de Mr. Balestre – triste, com suas atitudes bairristas em nada etico-profissionais).
    Um campeao tem de ser completo, (no caso do automobilismo), nao basta ser rapido, constante, tecnico; ha’ que se ter “fair play” e um minimo de compostura norteando o curriculo, no caso de Schumacher, nao foram nem duas nem tres vezes que o “alemao”, digmos, cometeu deslizes no intuito de se manter a frete ou adiante de seus adversarios, incosntestavel eh pois sua tecnica, rapidez e constancia, mas encerram-se por ai a analise de um esportista que por vezes eh capaz das maiores agruras para nao se deixar superar… e nem precisava de tanto.

    Abracos a todos – Ricardo Costa/RJ

  • Quer queiram, quer não, Schumacher vai figurar ainda durante bastantes anos no livro dos números. E os números importam muito! E por muito que digam que não tem carisma, ele está no patamar mais alto, sendo o melhor dos últimos tempos e um dos melhores de sempre! É verdade que errou.. uma, duas, três vezes! Mas quem ainda não errou na vida? Os outros fazem o mesmo, só que não são “Schumachers”, os perseguidos! É tão fácil criticar. Façam melhor! Villeneuve só chegou onde chegou por ser filho de Gilles, esse sim grande piloto. Ganhou um campeonato, nunca conseguiu ganhar sete.. SETE! Sim, não é para qualquer um. Para já só o Schumacher. E o Villeneuve fala, fala mas não chega aos calcanhares do alemão! A dor de cotovelo é muito feia, Jacques!

  • É véro, Caíque.
    Niki Lauda, esse sim é dos bons.
    Bons tempos, bons pilotos, boas corridas.
    Venceu em Interlagos, eu estava lá. Acho que foi em 1976. Em 77 vi Niki de novo, todo queimado, coisa de loco.
    Beijinhos meninos, divirtam-se, cuidem-se.

  • Walter,
    Me lembro bem deste programa com o Roberto D’Avila. O Lauda foi de uma humildade e de uma rapidez nas respostas que não é comum nestes caras.
    Obrigado pela educação e pelo apoio para que essa gente descobrir que Deus não é brasileiro e sim Universal.

  • Mais uma pro Caíque: de fato a gente tem que ver e ouvir sobre o Lauda.
    A descrição que ele fez de sua recuperação, no “conexão Internacional”, um programa brasileiro de entrevistas dos anos 80, é uma aula de vida.
    No youtube tem um review de Japão/1976, em que aparece a hora em que o Lauda tira o pé e quase estaciona de medo; foi campeão de 1977 e de 1984, sem orelha, mas corajoso demais.

  • Pô! o Caíque falou de um alemão que justifica um post: Stefan Bellof.
    Realmente o que se lê é que ele poderia alcançar e passar o Senna em Monaco/94, andando de Tyrrell.
    Morreu cedo, sem a chance de conquistar os títulos e vitórias que merecia.
    Ô Flavio! Semana que vem posta alguma coisa dessa corrida que teve como protagnistas Icks+Balestre no tapetão, Senna de Toleman, Stefan Bellof, de Tyrrell e Prost de palhaço (se perdesse a corrida, mas disputasse até o fim, seria campeão do mundo).

  • Rsrsrs…Essas viúvas lembram quando Senna agrediu um jornalista? Chutou um fiscal de pista…Foi pessoalmente nos boxes agredir fisicamente um outro piloto?(Isso poucos sabem …acontecia desde a época do kart…chegava com GRANA…tinha até motorista particular).Villeneuve teve capacidade de ganhar uma corrida com a B.A.R? Ele chegou como estrela…e se apagou(POR CULPA DELE MESMO) E AGORA VEM METER O PAU NA F1…rsrsrs garanto que ele torce para o Alonso hoje, como as viúvas…hehehe…viúvas torcendo para um europeu(ALONSO)…VAI SER TRAÍRA NA PQP…E SE DIZEM NACIONALISTA….CADE A TORCIDA DELES PARA O MASSA HOJE?…A BOM! MASSA É DA FERRARI! …NÃO TORÇAM MUITO PARA O ALONSO NÃO….ELE PODE SUPERAR O SENNA COM O TEMPO NOS NUMEROS….VAI SER ÓTIMO VER NELSINHO E BRUNINHO NA F1 LOGO, LOGO…BOM PARA O PAI QUE TA VIVO…

  • Meu caro xará, por que essa fixação pelo homossexualismo? Você é incapaz de colocar um comentário sem apelar para seus instintos mais íntimos? Já pedi para maneirar, e estou de saco cheio de apagar suas bobagens. Até quando será preciso ser babá de blogueiros bobos? Haja paciência…

  • flavio, com a minúscula mesmo que tu assinas, mostrando o quanto minúsculo que és em idéias e palavras, te digo com sinceridade que tem muito jumento aqui no sertão que raciocina de maneira mais adequada que vossa ignorância poderia um dia imaginar.
    Respeitosamente,
    Raimundo

  • o da silva, padroeiro dos homossexuais era tão sujo e mal carater como todos os campeões são !! de santo não tinha nada !!! o schumacher desperta esse ódio todo dos brasileiros por dois motivos : por cometer o crime de ser melhor que o santo da silva , e pq reduziu o santo a pó !!! aniquilou todos os recordes da f1 !!até o de poles , que as viúvas tanto se valgloriavam foi pro espaço !! o alemão papou !! e olha que naquela época existia motor especial de classificação , e pneus que eram praticamente um chiclete de tanta aderencia que tinham , e uma gota de gasolina no tanque , e atrapalhando os outros que vinham em volta rápida qdo retornava pro boxes !! assim era fácil !! queria ver o santo hj , com motor prá durar 2 corridas e largando com o combustível prá fazer a 1º perna da corrida !!

  • E para terminar com este assunto, para mim nenhum piloto barsileiro na F1 foi melhor que o Emerson. Prá mim o melhor, mas isso é por empatia, pois o Lauda, que poucos falam,foi espetacular. Você me parece daquela leva que acha que a F1 começou em 84 (me parece), mas leia a respeito do Lauda. Um cara que recebe a Exterma-unçaõ depois de ficar com o Corpo e o rosto todo queimado e 40 dias depois, com um capacete especialmente fabricado par que ele aquentasse as pressões no couro cabeludo estragado e quase aniquilado, senta numa Ferrari e chega em 4º . Se fosse o Beco, teríamos donzelas desmaiando até hoje, mas foi o Lauda, acho que 95% dos torcedores do Senna não sabem disso.

  • Paulo,

    Eu não acho nada. Eu apenas repito o que li ou leio. Quando me lembro o dono do texto dou os créditos.
    O papo sobre o carater do Ayrton não foi inventado por quem é ou foi fão do Piquet. Essas coisas estão escritas na Imprensda Internacional e não são ou foram divulgadas aqui porque temos uma questão comercial séria.
    Paulo, se você acha que existe neste mundinho da F1 alguma honestidade, desista. Ali NINGUÉM é Bonzinho e/ou Honesto. Os caras gostariam mesmo é que todos se Fu… O ditado *Farinha pouca, meu pirão primeiro* é um Mantra no Automobilismo.
    Se vpcê quiser se despir de qualquer defesa sobre qualquer um desses pilotos, faça uma pesquisa na Imprensa mundial e você cairá duro. Ninguém se salva e lamentavelmente o piloto com maior numero de episódios de sacanear os companheiros foi o Ayrton. Leis no GP Total uma crônica do mes passado do Ico sobre o Elio De Angelis. Este todo mundo dizia que era um primor em educação etc. O Elio chamou o Senna de Little Maquiavel.
    O Jonny Dummfries, e essa eu li na AUTOSPORT de março ou Abril DESTE ano, disse que o Senna era um sujeito que pensava em como te aniquilar em trodos os sentidos. Ele era um baita piloto mas de carater duvidoso. O falecido Alborretto, o Eddie Irvine, o Martin Brundle e o Warwick tinham muitas ressalvas as atitudes do Ayrton. Por isso usei o termo que você ama para o Senna. De qualquer forma, eu torcia para ele, mas este fato não me faz achar que ele foi o máximo dops máximos. Ele foi dos melhores de todos os tempos e nada mais, porque não dá parta saber quem foi isso ou aquilo em todos os tempos e se alguem faz este tipo de julgamento, tá com problemas.
    Senna, Schumacher, Clark, Fangio, Ascari, Hill, Brabham, Piquet, Lauda, etc, é só enfiar a mão num saco e puxar uma bolinha com o nome de um deles que será digerido, pois todos foram muito bons.

  • Agora chamao Senna de Dick Vigarista. Isso é puro descontrole emocional. Já disse a minha opnião e em vez de ficar aqui discutindo vou sair com meus amigos, tomar uma cevejinha e olhar pras garotas lindas, não adianta a história não vai mudar Senna o melhor, Schumacher é o vigarista. Caíque faz o mesmo, saia com sua família se divirta um pouco, converse sobre outros assuntos com seu pessoal, a vida é tão bela, relaxa.

  • Paulo,
    Torna-me-ei repetitivo, pois já escrevi isto no mes passado:

    Na época do falecimento do Ayrton e depois que sua herança foi repartida, o Michael ficou com o Cetro, a Capa e o Título que eram do Senna: Dick Vigarista. Tá certo que por enquanto o negócio dele é dar fechadas e coisas do gênero, mas até agora ainda não tomou uns catiripápos que nem o Senna tomou… e olha que o queijão dele é apetitoso prá isso. Apelidos que o Senna ganhou pela sua honestidae fariam o Marcola e o Elias Maluco ficarem roxos de inveja. Se você não gosta ou não aceita, tudo bem, mas que é verdade é. E apesar disso, e para desespero do Morcego e talvez seu, sempre torci pelo Senna, contra qualquer piloto estrangeiro, agora entre ele e o Piquet, aí não davba, porque o Nelson tinha um talento natural que o Ayrton não dispunha, que era uma inteligência incomum na F1.

  • Paulo e Carlos Roberto,

    Primeiro o Paulo:
    Quando utilizei o termo que você ama, Dick Vigarista,o fiz para mexer com o Marcos. Não gosto de apelidos que diminuam ninguém, aliás acho que se isso ocorresse por exemplo com o Ayrton, o FG jamais poderia postar nada que passasse longe , pois a porradari seria pra Leão.

    Carlos Roberto,

    Me lembro do Piquet falando sobre 300km/h o seguinte:
    …” a 300 km/h não há segurança que segure”… e depois deu uma gargalhada. Bem estilo Piquet. Este sim um piloto que só podem falar dele por raiva.

  • Depois de ler mais de 140 comentários, gostaria que os especialistas de plantão me corrigissem se eu estiver errado. NELSON PIQUET escreveu tempos atrás, que alguém que anda a mais de 300 km/h não poderia jamais se dar ao luxo de jogar o outro competidor pra fora ou bater de propósito. Em qualquer que fosse a condição. Isso é ter CARÁTER!!!

  • Caíque, pelo amor de Deus hein, e acha ruim qdo digo numa frase Dick Alemão Vigarista. Se todos tem que respeitar suas milhares de palavras pra defender sua opnião APRENDA a respeitar a opnião dos outros.Que que é isso. “vou falar pro pratão que vc chamou shumacher de vigarista” faça-me o favor.

  • Morcego,

    A mudança do segundo de 6 para 8 pontos aconteceu, se não me engano, em 2002, justamente para detonar a Ferrari. Lembre-se que o Raikkonen , mesmo tendo menos da metade das vitórias do Alemão quase foi campeão. Lembre-se que o grande beneficiado com esta mudança, não foi o Schumcher e sim o Alonso. Refaça os cálculos no ano passado e depois veja se o Espanhol teria a tranquilidade que teve com o Raikkonen só conseguindo tirar 2 pontos por prova e aproveite e faça a mesma coisa para este ano e veja, com surpresa quem seria o líder.

    Vai ler uma Grand Prix de 75 para aprender e entender um pouco mais.

  • Morcego, ~

    O Mundo sabe que o Senna foi campeão e ninguém falou que o Prost foi campeão moral, aliás eu não falei.
    Como seus relés estão colados, vou tentar mais uma vez: O Prost teve uma performance MUITO superior ao Senna em 88. Mais simples que isso impossível. Não foi Campeão, foi Vice, mas a performance, mesmo que você não queira aceitar, foi melhor que a do Ayrton. Você acha que não? Se acha, tudo bem. O problema é seu.
    Outra coisa, para seu extremo desgosto, não sou fanático pelo Schumacher. Apenas o acho entre os 5 melhores de todos os tempos. Se você não acha, problema seu.
    Sobre o Senna, está entre os 5 numa votação mundial, junto com o Fangio e o Clark. Para você provavelmente ele estará sozinho do 1º ao 5º depois vem o resto…problema seu.